quarta-feira, 18 de maio de 2011

Nem a ânsia demoveu o sonho


Nervos! Muitos nervos fizeram um pequeno parêntesis ao habitual rolo compressor azul e branco. A retranca expectável do SC Braga contribuiu, e muito, para um jogo pastoso e demasiado concentrado. Mas, como é habitual nestes grandes momentos, lá surgiu Falcao em mais um voo picado e derrubou a muralha minhota.

O favoritismo e o temeroso ataque portista, concentrava todos os holofotes nos nossos rapazes. A brilhante caminhada até Dublin, cheia de exibições brilhantes e goleadas arrasadoras, abriam o apetite internacional para ver este Porto jogar. A ânsia traiu o jogo de posse dos comandados de Villas-Boas, a pressão total dos arcebispos fez o resto.

Num jogo muito concentrado no miolo do terreno, com uma densidade de homens acima do normal, tornava cada disputa intensa e algo confusa. Resultado prático disso, pouca bola no chão e muito menos se viu alguma jogada com cabeça tronco e membros. Um remate de Custódio e outro de Hulk foram excepções naquele emaranhado difícil de desatar.


A partida arrastava-se nesta toada até que, numa recuperação de bola, Guarín, partiu em direcção das redes de Artur, simulou, e cruzou à medida da letal cabeça de Falcao. À primeira nesga o fabuloso avançado colombiano que enverga orgulhosamente as nossas cores fez moça e decidiu o destino do encontro.

Perto do intervalo, o FC Porto ganhava vantagem e o SC Braga via-se na contingência de ter de desformatar os seus princípios de jogo. A oportunidade de espaço fazia crer mais oportunidades para as nossas hostes, porem, o stress típico das finais, retirou-nos clarividência no momento de sair a jogar e decidir o último passe correctamente. Um atrofiamento quase inexplicável, só compreensível por tudo aquilo que estava em jogo.


Domingos mexeu na equipa, mas sempre de forma cautelosa e muito respeitadora para com o Dragão. Mossoró, acabado de entrar ao intervalo, fez o nosso brioso capitão brilhar e segurar a vantagem. Um susto de Fernando que nos esmagou o estômago, mas momento único e irrepetível até ao apito final.

Os domínios da psique azul e branca foram inundadas pelo extremo desejo de erguer o troféu. Não se viu o “show” que fez este FC Porto 2010/11 tornar-se uma referência europeia, mas pelo menos foi capaz de pôr a salvo a vitória. E as finais são assim mesmo; não se jogam, ganham-se!

Fotos: uefa.com

25 comentários:

tanq disse...

Grande FCP.
Grande clube e enormes jogadores.

Para todos os invejosos do costume, vale a pena ler este artigo da MARCA. LINDO.

http://www.as.com/futbol/articulo/gran-obra-villas-boas/20110518dasdasftb_61/Tes

UM ABRAÇO

Nelson Machado ℗ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro disse...

Jogo fraco, fraquinho, e com o DOmingos já à Lagarto a falar duma expulsão quando o Silvio na 1ª parte vinha pra rua....

Demasiados nervos, valeu pela vitória, esperemos que no próximo ano a equipa evolua pra poder jogar com os verdadeiros tubarões.

Agora festejemos até amanha, que domingo há um jogo pra ganhar.

Luís Negroni disse...

O que interessa é termos ganho a Liga Europa; O resto, o ter-se jogado melhor ou pior, é espuma que se desvanece e desaparece rapidamente. Até o super Barça, quando apanha equipas super defensivas, sente grandes dificuldades para marcar e ganhar jogos.

E benditos sejam os 3ºs lugares no campeonato que dão depois Taça Uefa/Liga Europa. Não me importo nada de repetir a dose daqui a alguns anos.

PS Se o Sapunaru podia ter ido para a rua, diz o Domingos, também o Hugo Viana, o Paulão, o Sílvio, podiam ter ido, embora ele não tenha dito. Estes rapazes do Braga quando jogam contra o Porto fartam-se de dar paulada, o Hulk que o diga.

Nelson Carvalho disse...

Luís Negroni,

Eu também subscrevo a ideia de que a focalização recai totalmente para ganhar o troféu.

Só fica a pequema "mágoa" de o Porto não ter conseguido explanar nesta final, perante o "grande palco" europeu o fantástico futebol que praticou ao longo de toda a competição.

De resto subscrevo por completo em relação aos lamúrios do Braga em relação à impecável arbitragem do espanhol Velasco carballo.

Nelson Machado ℗ disse...

Peço desculpa pela repetição mas como mudei o nome do blog.

Realmente foi um joguinho de nervos mas no final o que interessa é o resultado. E o resultado é mais uma alegria, mais uma vitória PORTO PORTO PORTO PORTO
PORTO PORTO

KOSTA DE ALHABAITE disse...

É nossa e é a 5ª, embora o jornalixo lisboeta diga que são apenas 4.
Depois as bandeiras: os sulistas queixam-se da falta de bandeiras portuguesas. Pudera. "Eles" merecem? Não creio.

Louro disse...

‎2 taças uefa , 2 ligas dos campeoes , 2 taças intercontinentais e 1 supertaça europeia...o que destoa aqui é apenas termos conquistado uma supertaça europeia....em Agosto tentaremos somar a 2ª.. Força PORTO!!!

penta1975 disse...

somos mesmo grandes, enormes! ;)

estou super feliz! e o melhor é que esta época ainda não terminou!! ;)

«este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

saudações desportivas mas sempre pentacampeãs! ;)

Miguel | Tomo I

Martini Bianco disse...

Grande vitória! Mais um troféu para o vasto museu!

Siga atacar a taça de Portugal e vir frescos das férias para ganhar a supertaça europeia.

José Correia disse...

Pedro disse...
o Domingos já à Lagarto a falar duma expulsão quando o Silvio na 1ª parte vinha pra rua...

Gostei da arbitragem, que considero globalmente boa.
2º amarelo para o Sapunaru aos 72 minutos? Talvez, mas convém não esquecer que o Sílvio podia (devia) ter sido expulso aos 30 minutos, quando teve uma entrada a matar (uma tesoura) às pernas de Hulk.

Quanto ao Domingos, de facto parece já estar imbuído do espírito Calimero. Se continuar assim, na próxima época em vez de Domingos passará a ser o choraMingos.

José Correia disse...

Penso que todos estamos de acordo que o fundamental foi conseguido: ganhar a Liga Europa.
Contudo, após termos feito o mais difícil, que foi marcar primeiro que o Braga, estava à espera de uma exibição com outro brilhantismo na 2ª parte, o brilhantismo a que este super Porto de André Villas-Boas nos habituou ao longo da época.

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

Ontem vivi mais uma enorme alegria. Está é a 7º. título internacional (5º. europeu) conquistado pelo nosso Porto.

Foi uma grande festa em Dublin, e uma grande festa por todo o País.

O FC Porto venceu com inteira justiça. Tivemos 2 oportunidades claras de golo na primeira parte (remate rasante de Hulk e cabeçada de Varela) e o lance do golo da vitória.

Na segunda parte o Braga dispôs da única oportunidade de golo, bem defendida por Helton, e nós ainda dispusemos de uma excelente oportunidade por Belluschi.

O jogo do Braga enerva-me. São daquelas equipas à italiana. Meteram-se lá trás, com o GR Artur a passar tempo em cada reposição de bola, e sempre à espera de uma desatenção nossa, ou de uma transição rápida para marcar.

Não me levem a mal, mas deste futebol de Domingos não gosto.

Quanto às alegadas queixas do Braga ... são ridículas. E eu nem falo das cotovelas em Falcao, Hulk e Otamendi...

Só mesmo para fazer jeito ao Braga, o árbitro daria amarelo a Sapunaru num lance normal de disputa de bola.
O futebol é um jogo de contacto físico e Sapunaru dá 2 de Sílvio. O único grave erro do árbitro na minha opinião foi a não expulsão de Sílvio aquando da entrada perigosa a pés juntos sobre Hulk na primeira parte ... mas aceito o critério do árbitro, que não quis entrar pelo caminho das expulsões e percebeu que tinha o jogo na "mão".

Agora vamos festejar. Hoje a equipa tem passagem marcada para os Aliados e para o Dragão, onde irá comemorar esta fantástica conquista com os adeptos.

Domingo temos outra final ... e as finais são para vencer.

Abraço e boa semana

Paulo

http://pronunciadodragao.blogspot.com

Dragaopentacampeao disse...

Sim, é verdade, temos todos os motivos para estarmos felizes e orgulhosos. Para festejarmos mais uma vitória importante na vida do nosso Clube.

Estou muito grato a quantos contribuíram para este meu estado de espírito, desde o inigualável e humilde Presidente até ao humilde roupeiro. Obrigado a todos!

Quanto ao jogo confesso que esperava e desejava um espectáculo mais arrebatador, bem ao alcance das duas equipas. Quem não se lembra do magnífico espectáculo que ambos proporcionaram no jogo do Dragão, para o Campeonato. Isso sim, seria uma vitória muito mais brilhante e uma grande propaganda ao futebol português.

Sem muitos argumentos, o Braga optou por actuar num bloco defensivo compacto, agressivo, às vezes em excesso, roubando espaços e procurando explorar os erros do Porto, contribuindo decisivamente para a pobreza do espectáculo. O FC Porto acomodou-se, convencido que o seu momento apareceria, deixando rolar o tempo, também à espera de uma eventual falha para aproveitar.

Este resumo sintetiza a forma como ambas as equipas encararam a final, mais preocupados em a não perder do que realmente ganhá-la.

Ganhou o Porto, porque, apesar de tudo foi a que mais oportunidades criou (Hulk e Bellushi estiveram perto de marcar) e aproveitou com competência uma falha de Rodríguez para fazer o seu golo. O Braga teve dois lances perigosos (Custódio e Mossoró, este numa falha incrível de Fernando, que Helton salvou).

Agora é hora de festejar e preparar a próxima final que queremos vencer para acabar a época como começamos: A VENCER!

Matias disse...

é pena ter sido um jogo tão fraquinho porque daqui a uns anos é este o jogo que vai ser lembrado quando se falar da conquista do Porto.

por outro lado, este mau jogo até pode ter sido positivo, senao vejamos: este era um jogo onde o mundo estava a olhar para nós e o facto de termos jogado mal* pode fazer com que os tubaroes resfriem um pouco as atençoes sobre os nossos jogadores (aqui o maior perigo é o falcao) ja que num ambiente de elevada pressão estiveram bastante abaixo do normal.
alem disso, pode fazer com que na proxima UCL nos subestimem um pouco.


* na minha opiniao o hulk fez uma exibiçao mt individualista (ao nivel de um passado ja algo distante), o moutinho nao conseguiu ter espaço, o alvaro nao podia subir mt por causa do alan e o fernando teve um erro que podia custar mt caro)

Ricardo Moreira disse...

Ponto Negativo: postura do Braga e declarações do Domingos. nota-se o ressabiamento por não ter sido o escolhido para 2010/2011... Diria que era benfiquista desde pequenino...Fala do Sapunaru e as entradas assassinas de 2 jogadores do Braga nada... Ressabiamento total...

Nightwish disse...

Oh, campeões alé, campeões alé, campeões alé!
Gostei também muito da cobertura da SIC depois do fim do jogo. Nunca vi uma cobertura assim.

Justiceiro Azul disse...

Ninguém comentou o relvado, mas durante o jogo um comentador referiu que a relva estava alta, e por isso a bola mais lenta, penso que foi o Beto quem disse isso.

Não sei se é impressão minha, por causa desse comentário, mas pareceu-me realmente que a bola não rolava bem.

Jorge Mota disse...

Tremendo el Oporto! Con un fichaje bueno para el año en Champions será peligrosísimo. Hulk, bueno, solo hace falta ver el nombre para saber como es. Increíble! El gol de Falcao una obra de arte. No fue un partido muy bonito, pero el Oporto es justo vencedor. Vaya equipazo tiene!!

Jorge disse...

As finais raramente sao jogos bonitos e o que fica para a historia e o trofeu e do que nos portistas nos vamos lembrar e da excepcional campanha que o Porto fez.

Vivo nos EUA e tenho passado a manha a ler tudo que encontro na net que tenha a ver com esta vitoria, e impressionante ver nas caixas de comentarios o numero de pessoas que torcem pelo Porto que nao sao portugueses e nao vivem em Portugal. Tipos e tipas dos EUA, Nigeria, Ghana, Emirados, India, China, Singapura...
Aqui se ve a dimensao internacional do Porto.
E espero que o clube saiba ao mesmo tempo saciar a fome desses adeptos e aproveitar para fazer algum lucro no departamento de merchandising. (Ando a bater na mesma tecla desde 2003).

E caso para cantar:
Venderemos, venderemos,
venderemos desta vez.
Vamos vender produtos
Nao como em 2003.

Um grande abraco
E parabens a todos

Armando Pinto disse...

Grande alegria. Durante o jogo, como quem anda a par sabe, tive de ir tentando dar uma olhadela no resultado, muito de fugida e... curiosamente cliquei na transmissão na ocasião do golo... Depois foi tentar aguentar até ao fim, na mesma, e cá dentro estourar como foguetes que se ouviram em vários lados.
Passadas já estas horas, voltando-se já as atenções para a final da Taça de domingo, entretanto o que dá mais gozo é ver a azia de benfiquistas e, pasme-se, de sportinguistas, que até se desculpam com as esfarrapadas queixinhas do Domingos - esquecendo-se eles de pelo menos um, mas até dois, dos bracarenses que mereciam não ter acabado o jogo...
O Porto é o Maior!
Um reparo tem de ser feito, a quem anda a tentar arranjar motivos para diminuir a grande vitória do Norte: alguma comunicação social está a criticar por entre os futebolistas presentes, os estrangeiros terem usado as bandeiras dos seus países, enquanto os portugueses não… Ora, no caso dos do F. C. Porto, apetece dizer que o país tem tratado tão mal o clube e os seus representantes que não se pode pedir que se esqueça isso, sendo que os símbolos nacionais são mais para coisas do regime. Pode ser forte, isto dito assim, mas é a realidade. E quem não concordar que faça alguma coisa para alterar o panorama, visto haver diferenciação, facciosismo e separatismo entre Lisboa e arredores relativamente ao resto do País, a começar nos políticos e nos dirigentes desportivos.

http://longara.blogspot.com/2011/05/porto-d-honra-europeu.html

reine margot disse...

Justiceiro azul, tem toda a razão, a relva estava péssima a bola ficava presa e não rolava! Isso foi notório nas bolas para os espaços abertos, e condicionou um pouco a equipe... mas, isso é o que acho em relação a esta equipe; sempre aparece alguém que resolve de um jeito, quando de outro jeito a bola não entra!...
E, acho mesmo que o que interessava era a taça! Estamos no final da época: queriam os jogadores frescos ?
Para "frescura" bastaram os gestos durante o jogo, e a boca do Domingos sobre o Sapu!
Não gosto do tipo de jogo do Braga, mas dou-lhes o mérito de serem muito esforçados... podiam era dar menos porrada, e terem mais gosto em jogar à bola...

Jorge Mota disse...

FC Porto venceu hoje o Barcelona por 4–3

Barça down I REPEAT barça down


A L E L U I A

(Hoquei)

c. silva disse...

grande foto a do meio, lá falta o Vandinho e o dr ricardo costa...

Tito disse...

A profecia do Presidente:

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=q9Cy4EIdUmA