quinta-feira, 23 de junho de 2011

Villas Boas vs Mourinho

Quem não se lembra da forma como Mourinho ficou mal visto por muitos portistas quando deixou o FCP?

Muita gente diz agora que ''afinal Villas Boas é como Mourinho''.

Pois muito bem: não, não é. É pior. A saída de Villas Boas é muito menos abonatória do carácter do homem do que a de Mourinho. E porquê?


1) o Mourinho saiu do FCP após 2 épocas e meia, e após ser campeão europeu. O AVB saiu ao fim de uma época e sem sequer comandar um jogo na LC.

2) O Mourinho qdo saiu do FCP era 8 anos mais velho do q o AVB é hoje. Se o Mourinho ainda era muito jovem, então o AVB é q não se compreende de todo pq esta tão cheio de pressa. Alias, muito dificilmente não arranjaria oferta equivalente (ou até melhor) a do Chelsea daqui a um ano - quando ainda teria uns 30 anos de carreira pela frente.

3) Mourinho não bateu com a porta a uma semana do inicio da época. Bem sei que Pinto da Costa diz que Vítor Pereira já estava previsto como potencial substituto, mas mesmo que não seja verdade é natural que afirme isso, só lhe fica bem e protege o novo treinador.

4) O AVB é portista (diz ele...) e fez juras de amor (se ficasse 15 anos no FCP ficava contente), o Mourinho não. Alguém viu a Mourinho declarações semelhantes as que se seguem?

"Eu já vivi experiências fora e posso dizer que não abdico desta cadeira por nada. Relativamente aos jogadores, têm ambições individuais. Agora, não podem sobrepor ambições individuais aos objectivos colectivos. Isso é o mais importante." André Villas-Boas, 12/11/2010

"Se ficar 15 anos no clube que adoro, por mim tudo bem" André Villas-Boas, 12/11/2010, 30/04/2011

21 comentários:

HULK 11M disse...

Perfeitamente de acordo com esta opinião!
Mas apenas continuo a atormentar-me com uma dúvida: será que não foi tudo concertado com o FCP ?
A atitude de VB é tão surpreendente que me custa muito admitir que foi apenas movido pela ambição de ganhar mais dinheiro.
Ou terá apenas tido medo de falhar ao serviço do FCP na próxima época?
Só o futuro nos poderá vir a esclarecer...
Aguardemos e, agora, vamos unir-nos em torno dos que cá ficam e ajuda-los a conseguir mais uma época de sonho para o nosso FCP!
Enterremos de vez este capítulo!!!

Filipe Lopes disse...

Meus amigos nao e comparavel... o Mourinho negociou com o Chelsea quando o Porto podia encontrar o Chelsea na final... portanto não comparem os processo. A questão de afirmações são logicas, o PC farta-se de fazer declarações que ele sabe que já não é verdade para acabar com especulações. AVB fez um excelente trabalho, não devia ter saido a 10 dias do inicio da epoca e sim logo no final da passada mas como sempre o nosso grande PC já tem tudo resolvido... e mesmo que saiam alguns jogadores.... relaxem ... o nosso destino é ganhar. Somos PORTO. Mas não vale a pena crucificar o homem... deixem-no ir pro Chelsea... nos é que os fazemos... e ali temos um aliado para negocios futuros... ao contrario do Mourinho que agora alinha pelos vermelhos... e infelizmente nos precisamos sempre de ir vendendo...

AdriM disse...

A diferença entre AVB e Mourinho:
- O AVB saiu um ano cedo demais... o FCP está a meio de um ciclo e a equipa estava pronta para atacar a Liga dos Campeões com ambição.
- O Mourinho saiu 2 dias cedo demais... Foi quase perfeito, só faltou mais 2 dias para festejar o título com os adeptos e se despedir de forma bonita.

paulop disse...

@José Rodrigues
Excelente post, por estas razões o andr£ libras é um autêntico bastardo.

VIVA O FUTEBOL CLUBE DO PORTO

Pedro disse...

Rei morto, rei posto. Boa viagem e agora falemos do próximo.

Que AVB é portista, não duvido, se fez bem, só o tempo o dirá. Se o clube faria o mesmo com ele, concerteza! Bastava que falhasse alguns resultados e alguns objectivos e o seu portismo seria irrelevante numa decisão de despedimento. Provavelmente nessa altura e se ele exigisse alguma indemnização devida, os adeptos até o chamariam de ganancioso e de só pensar em dinheiro.

Lamento que tenha saído, mas quantas vezes não ouvimos o nosso Presidente falar de um técnico para duas ou três épocas e depois se fica, por vontade do clube, por menos. Perguntem ao Jesualdo se preferia ficar ou ir para a Grécia.

Agora façamos um exercício de futurologia. Imaginemos que as coisas até começam a correr mal no próximo ano, um pouco como aconteceu em Janeiro/Fevereiro deste ano, junte-se a isso um acidente na liga dos campeões. Não queremos acreditar mas pode acontecer. AVB seria despedido e provavelmente teria que recomeçar a carreira no Gijon ou no PAOK ou outro clube menor.

O nosso problema é a gestão da expectativa. Estamos no nosso íntimo convencidos de que temos a melhor equipa do mundo e que somos quase favoritos a ganhar tudo. AVB sabe que não é assim, e não se entusiasma com uma boa época como o fez JJ.

Pedro disse...

Sobre esta comparação diria o seguinte: ele parece assente num pressuposto completamente errado - sugere que AVB e JM geriram a saída como únicos responsáveis. E isso é muito duvidável que tenha ocorrido.

JM saiu quando o Chelsea o convidou com as condições materiais e desportivas que precisava. Não tenho grandes ilusões que sairia depois de Sevilha se tivesse a proposta do Chelsea antecipada num ano. O Chelsea escolheu este ano para fazer o convite, não sendo certo que o faça no próximo. E se paga à vista 15 milhões(!!!) é porque já dá as condições todas que o AVB pede.

Também acho um erro fazerem-se comparações com jogadores. Bem ou mal, são considerados activos e por isso não costumam ser despedidos. E se têm algum problema, é normalmente o clube que tem interesse em colocá-los noutro clube.

868 disse...

O Pedro tem toda a razão e a ultima frase diz tudo.
Não estamos em época de vacas gordas para pensar que 15M Euros são peanuts. E que venham buscar mais um ou dois jogadores e deixem aqui uns 70/80M Euros e eu fico mais descansado, e não, não estou a pensar como os lagartos, mas este dinheirinho vai fazer muita falta e vem em boa altura.

The Blue Factory of Dreams disse...

Cada um foi porco à sua maneira, pessoalmente jamais perdoarei a qualquer um deles, que para mim tornaram-se judas de quem só quero mt distância.

O Judas 2 também só consegue ir para o Chelsea agora porque o Mourinho abriu essas portas, Mourinho agiria de igual forma, tal e qual.

São farinha do mesmo saco.

Nojo de gente

thebluefactoryofdreams.blogspot.com/

Miguel Magalhães disse...

Tudo correcto. Acrescento o seguinte:
. se o Mourinho tivesse festejado com a equipa o título de campeão europeu, nenhum portista teria ficado contra ele pela saída. O problema não foi ter negociado com o Chelsea antes da época acabar, nem ter saído, o problema foi a forma como acabou a época e vê-lo sentado no banco no fim do jogo em Gelsenkirchen com ar de frete e comparar com a volta histérica ao relvado em Sevilha, bateu fundo em todos os portistas
. O André jurou amor eterno à cadeira de sonho mas também disse num determinado ponto que o que determina a permanência de um treinador são as vitórias e não o facto de ser portista, ou seja, se começasse a perder na próxima época, muita gente não se importaria de correr com ele
. O contrato tinha uma cláusula de rescisão e, que se saiba, a mesma poderia ser exercida a qualquer momento, não diferenciando se era a meio da época, no fim da época ou a dez dias de a mesma começar
. Para quem andou sempre a distanciar-se da alcunha "Mourinho II", ir para o Chelsea não ajuda nada
Ou seja, ele podia ter tido outra opção mas não teve. Tive muita pena, mas não o recrimino. Tive pena com o Artur Jorge, com o Robson, com o Mourinho, e até com o Carlos Alberto Silva. Mas o Porto tem encontrado sempre soluções. Excepto no caso do Mourinho, tem sido mais a estrutura do Porto a beneficiar os treinadores do que o contrário. Por mim, é um caso encerrado e ele fica com a porta aberta para voltar um dia (ao contrário do Mourinho a quem não perdou-o a cena da final da Champions)

.:GM:. disse...

José Rodrigues, perdeste uma boa oportunidade para estar calado. Lamento não conseguires dissociar a tua paixão como adepto, das opções profissionais de uma carreira de treinador. Gostaria de vos ver a recusar um contrato daqueles. Sois uns líricos.

rbn disse...

libras-boas é finito.

biba o bito!!!

Jorge Mota disse...

GM:

Nos somos 1s liricos e o VB 1 homem desleal

"Eu já vivi experiências fora e posso dizer que não abdico desta cadeira por nada. Relativamente aos jogadores, têm ambições individuais. Agora, não podem sobrepor ambições individuais aos objetivos coletivos. Isso é o mais importante." André Villas-Boas, 12/11/2010

meirelesportuense disse...

Sem dúvida que o que lhe foi acenado pelo Chelsea era muito difícil de ignorar, ele tem aqui a oportunidade de fechar em três anos o seu projecto pessoal de passagem curta pelo Futebol...Mas então partamos do princípio que o afecto conta pouco o que conta são objectivamente os factos materiais. Se pensarmos assim tudo faz mais sentido, a saída do AVB, do Gomes e do Mourinho, a entrada do Rui Águas ou do Maniche.
Tudo negócio!
Não peçam então fidelidades clubísticas ou de outro tipo qualquer, sejamos objectivos o que conta é o dinheiro!
-Burros serão aqueles que gostam da mulher, dos filhos ou da terra onde nasceram...Burros serão 100 vezes se deram ou estão dispostos a dar, a vida por eles.
Portugueses - o que é isso?-, será alguma nova moeda Mundial, ou uma marca de cigarros?
Futebol Clube do Porto -o que é isso?- algum clube de ginástica rítmica ou produto after-shave?...

reine margot disse...

1.
GM já o disse noutro blogue - e é claro não acreditaram - mas volto a dizer:
eu nunca na vida aceitaria um ordenado de 5milhões/ano (fora prémios), pago por um traficante de carne humana! É simplesmente obsceno. E moralmente reprovável. - Nem 5 tostões aceitaria!
2.
GM- um contrato daqueles? - que contrato? só porque há a hipótese de eventualmente ir ganhar 15 milhões em 3 anos?...- tão depressa estará aos comandos do Chelsea, como no olho da rua!...
3.
O AVB é melhor pessoa que o JM, não tenho dúvidas, mas é menos corajoso. E isso viu-se agora: não resistiu a comandar a sua vida, e deixou que o dinheiro a comandasse! Essa é a diferença: o outro quer que o dinheiro e o sucesso comandem a vida dele: pelo caminho se tiver que apunhalar, tanto se lhe dá!... Este, gostava de ser um gentleman, mas falta-lhe a coragem para tal.
E faz muita pena... era só um passinho.

Miguel Dias disse...

Reconheço que me doeu a saída do André VB, porque não estava à espera do facto esta temporada. Compreendo o ponto de vista dele, mas não esqueço que, após tantas palavras de fidelidade ao FC Porto, rompeu com a palavra; entendo que era uma proposta de perder a cabeça e muitos não a teriam recusado, não coloco em causa o amor dele ao clube, perdoo o André VB por ele ter aceite a proposta do Chelsea. Agora é olhar em frente, não vale a pena estarmos a massacrar o homem, acredito que um dia voltará ao FC Porto para ser novamente vitorioso.

Pedro disse...

Permita-me discordar.

O Mourinho foi canalha e foi um traidor no verdadeiro sentido da palavra.

2 semanas antes do desfecho da meia-final entre Monaco e Chelsea assinou o pré acordo à rebelia do FCP.

E nem falemos do aspecto humano, basta ver o Villas Boas a falar e o Mourinho. Um (Mourinho) está só contra o mundo e é um coitado que toda a gente quer prejudicar. O outro é apenas um treinador de futebol.

Absolutamente ridicula a comparação entre um sacana e um treinador ambicioso que apenas mediu mal as palavras,e tem consciência disso.

David disse...

Faço minhas as palavras do Pedro.

Não há qualquer comparação entre André Villas Boas e José Mourinho. Vilas Boas ter-se-á deixado assoberbar com uma oferta com a qual não contaria tão cedo. O outro não dá ponto sem nó e gosta de se armar em Jesus Christ Super Star.

.:GM:. disse...

As contas são muito simples de fazer. 15 milhões por 3 anos. Isso equivaleria a 15 anos de Porto. Se houver rescisão de contrato sai com os 15 milhões de lá, ainda mais cedo e continua com iguais possibilidades de continuar como treinador de um grande clube, até de voltar ao Porto. Ninguém pode prever o próximo ano, este ano correu tudo na perfeição, para o próximo não se sabe. Profissionalmente falando fez o passo certo na altura. O problema aqui é dissociar o nosso clubismo da profissão, do facto de o futebol ser um negócio. Nós não ganhamos nada com isso, eles ganham e muito. E o futuro é incerto. Por muito que nos custe, ele tomou a decisão que a larga maioria de nós tomaria.

José Rodrigues disse...

'Absolutamente ridicula a comparação entre um sacana e um treinador ambicioso que apenas mediu mal as palavras'

Eu fiz aqui apenas e so' uma comparacão entre a saida dos dois; não sobre o caracter (ou falta dele) em geral.

Acredito perfeitamente, por tudo o q tenho visto, q o Mourinho e' pior caracter do q o AVB. No entanto a saida em si foi, a meu ver, muito menos abonatoria do AVB do q do Mourinho.

E resumir isto (no q diz respeito ao AVB) a uma mera ma' escolha de palavras e' simplesmente ridiculo. Mourinho saiu no fim de um ciclo, quando tinha atingido o ponto maximo no FCP (campeão europeu). AVB saiu a meio, levando a q varios jogadores queiram agora forcar a saida, e sendo 8 anos mais jovem.

Como diz e bem o 'The Blue Factory of Dreams': cada um foi canalha 'a sua maneira. Ponto final paragrafo.

José Rodrigues disse...

'AVB seria despedido e provavelmente teria que recomeçar a carreira no Gijon ou no PAOK ou outro clube menor'

Por amor de Deus. Mas sera' q alguem se acredita mesmo q apos granjear tanta reputacão nesta epoca, se a proxima corresse mal o AVB era logo despedido e ainda por cima so' arranjava interessados em clubes q normalmente contratam Peseiros e Manueis Joses?? Please.

Nem seria despedido, nem teria como escolha apenas clubes fracos e sem dinheiro se e quando tal acontecesse.

Miguel disse...

Temos que ser realistas e tanto a Mourinho como a Villas-Boas só temos que agradecer aquilo que eles fizeram pelo clube o resto é conversa de café.