terça-feira, 19 de julho de 2011

30 milhões? Estão loucos


Uma das grandes apostas da actual direcção do slb é "forçar" Joaquim Oliveira a subir a parada pelos direitos televisivos tendo, em Março passado, fixado o "valor justo" em 40 milhões de euros por ano.

Para conseguirem os seus intentos, "fontes bem informadas" não se têm cansado de lançar para a praça pública nomes de outros putativos interessados, desde a Ongoing e TVI, até ao dragão de ouro Rui Pedro Soares, passando pelo cenário de que o slb se prepara para lançar um concurso internacional para vender os direitos televisivos!

É nesta linha, de pressão sobre Joaquim Oliveira, que surgem os comunicados para a CMVM, a aquisição dos direitos de transmissão de 180 jogos... particulares e o anúncio, feito por "fonte próxima do dossier", de um principio de acordo entre o slb e Miguel Pais do Amaral por um valor próximo dos 30 milhões de euros por temporada.

Sobre este pretenso acordo, vale a pena ler o que o benfiquista Pedro Santos Guerreiro, director do Jornal de Negócios, escreveu numa das suas crónicas no Record:

«Miguel Pais do Amaral não é de emoções. Gere com frieza os negócios e só gosta de uma coisa: de dinheiro. Por isso pasma-se: 30 milhões por ano para transmitir jogos do Benfica? Por 15 jogos?! A troika ainda não tirou de Portugal a irracionalidade económica.

Se Pais do Amaral pagar 30 milhões, isso é com ele. Mesmo que choque que, nesta altura em que as PME não têm crédito, um banco lhe financie a empreitada, por mais bungee-jumping que ela pareça. Nesse caso, o Benfica, que está a fazer um leilão para forçar a Olivedesportos a subir a parada, pode fazer a festa do ano. Mas que é loucura, é. 30 milhões de euros por quinze jogos… é só fazer as contas. Não há publicidade que pague. Nem novos subscritores de um novo canal de desporto, que teriam de passar a ter dois canais, para poderem continuar a ver os jogos do Benfica fora da Luz na Sport TV. Para mais, num ano em que a publicidade está a cair. E em que a Sport TV está a perder clientes.

Joaquim Oliveira tem acordo com todos os clubes para a transmissão de jogos até 2018 (com preferência por mais três anos), exceto com o Benfica, cujo contrato termina em 2013. Por ano, Oliveira paga hoje nove milhões ao Benfica, o que é quase extorsão ao clube que gera mais audiências televisivas. E que só explica por Oliveira ter sido “banco” do Benfica nos anos em que o clube era gerido com uma mão na massa associativa e a outra na massa falida. O Sporting e o Porto já duplicaram os seus contratos. E Oliveira terá de pagar pelo menos 20 milhões para segurar o Benfica. Exceto se um louco com dinheiro aparecer e oferecer mais.

Chegou o louco: Pais do Amaral. É um negócio incompreensível. Mas se o patrão da TVI pagar, o Benfica pode pôr a estátua de Vieira ao lado da de Eusébio. É de goleador.»


Aguardemos pelas cenas dos próximos capítulos.

Nota: Os destaques no texto a negrito são da minha responsabilidade.

24 comentários:

ACC disse...

O problema do Joaquim Oliveira, não é tanto se os jogos do slb valem assim tanto, e se calhar não valem, mas sim o risco de perder uma percentagem significativa de assinantes (sempre superior a 50 %), que colocará em risco todos os acordos já firmados com outras entidades, entre as quais o Porto.

Dragaoatento disse...

Pela minha parte também estou atónito como alguém pode conceder 30 milhões a um clube que pode ter muitos adeptos mas que não é nem de longe nem de perto aquele que produz melhores espectáculos!
A ser assim, nessa altura, então a equipa de futebol do FC Porto quanto mereceria?
É que nos últimos anos com excepção do campeonato do Trapattoni e o dos túneis os dragões têm sido incomensuravelmente melhores do que os vermelhos! E não só em Portugal, mas também na Europa! Aliás na última Assembleia para Aprovação do aumento de cotas eu fui à tribuna referir que a FC Porto-Futebol,SAD devia exigir mais dinheiro da SPORTV pelas transmissões televisivas do futebol dos azuis e brancos. Pelo menos os mesmos valores que pagam aos benfas.

FC Porto sempre!

Velasquez disse...

ZÉ, o ROI do futebol português tem um Racio de retorno de 10 para 1 na pior das hipóteses. Já analisei isso no outro lado, os clubes são "chulados" pela sportinvest que ganha RIOS DE OURO com eles. vou procurar os artigos sobre o ROI dos principais sponsors da Liga, a PT tem um ROI de 150 milhões de euros anuais.

Filipe Costa Pinto disse...

Caro ACC,
Isso que diz é verdade e é um raciocínio lógico mas no meu caso, nunca fui assinante da Sportv porque os vejo constantemente a "cascarem" no FC Porto, aquando das transmissões dos seus jogos, e vejo o clube lisboeta sempre a pedir tratamento especial e pedidos de desculpa a esse canal.

Por isso nunca achei interessante ser assinante Sportv mas se o clube de lisboa sair do pacote faço logo a adesão. A esse canal ou qualquer outro que tenha os jogos do FC Porto e nada dos vermelhos de lisboa.


Quanto ao post e tirando a problemática levantada pelo ACC, acho bem que lhes paguem 30 ou 40 ou 50 ou até 100 milhões, é a maneira de se perceber como a marca "vermelho de lisboa" é sinal de lucros... negativos, se é que posso dizer assim pois sei bem que tal coisa ou conceito não existe.

É uma treta que eles tenham assim tanto poder no mercado de audiências como aliás aqui o Reflexão Portista já desmistificou em alguns posts.
Aquando do torneio do guadiana deste ano houve um noticia(que já não sei onde a li) sobre as fraquíssimas vendas de bilhetes que esse torneio este ano teve.

Dragaoatento disse...

Off Topic:

A confirmar-se a contratação do Danilo, jovem valor brasileiro de apenas 20 anos, promissor lateral-direito capaz de desempenhar as funções de lateral e médio pelo FC Porto será mais uma grande vitória dos actuais dirigentes da FC Porto-Futebol,SAD sobre os arqui-rivais do clube das águias!

FC Porto sempre!

José Correia disse...

Velasquez disse...
os clubes são "chulados" pela sportinvest que ganha RIOS DE OURO com eles

Atendendo ao número actual de subscritores da Sport Tv (em 2010 eram cerca de 600 mil), não tenho dúvidas que Joaquim Oliveira poderia pagar bem mais pelos direitos televisivos.
Mas 30 milhões de euros por ano é um valor que só está ao alcance de um canal que tenha centenas de milhares de subscritores. O problema é que o mercado português é muito pequeno e Sport Tv só há uma.
Para um canal semelhante à Sport Tv que parta do zero, como financiar a exploração desse canal até haver um número de subscritores (no mínimo, teriam de ser mais de 100 mil), que permita libertar uma margem de 30 milhões de euros por ano?

Nota: 25 euros/mês x 12 meses x 100 mil subscritores = 30 milhões de euros por ano

José Correia disse...

@ Velasquez
Ou seja, onde é que Miguel Paes do Amaral, ou outro qualquer, vai buscar os 30 milhões/ano para pagar ao slb, mais o que teria de investir noutros conteúdos (um canal para fazer concorrência à Sport Tv não poderá viver apenas dos 15 jogos do slb em casa)?
À banca portuguesa? Nesta altura? Nem por sombras.
Só se alguém convencer o Zeinal Bava - PT (MEO) - em financiar uma aventura destas, numa lógica de ataque à ZON (a qual detém 50% da Sport Tv).

José Correia disse...

«Segundo o relatório e contas da Zon Multimedia, que controla a Sport TV em parceria com Joaquim Oliveira, a empresa fechou 2009 com um resultado líquido de 20,3 milhões de euros, uma subida de 232% face aos 6,1 milhões de euros registados no final do ano anterior. (…)
"O mercado tem crescido muito nos últimos anos. Além disso, a Sport TV subiu o preço das mensalidades dos seus cerca de 600 mil assinantes", afirmou ao Diário Económico um dos responsáveis contactados.»
in Diário Económico, 06/04/2010

Um assinante da Sport TV paga cerca de 300 euros por ano (cerca de 25 euros por mês), o que significa que 600 mil assinantes proporcionam uma receita bruta anual de 180 milhões de euros, a que acresce a publicidade que a Sport TV tem nos seus canais.

José Correia disse...

Um artigo publicado pelo site Futebol Finance, em 13 de Julho de 2009, estimava que um acordo colectivo poderia render até 150 milhões de euros.
Partindo deste valor base, um “bolo” global de 150 milhões de euros, permitiria uma distribuição do seguinte género:
- 75 milhões para os três grandes (25 milhões para cada)
- 65 milhões para as restantes 13 equipas da I Liga (5 milhões para cada)
- 10 milhões para as 16 equipas da II Liga (625 mil euros para cada)

Estes valores são muito superiores ao que estes clubes/SADs recebem actualmente.

Por que razão não se avança em Portugal para uma negociação global dos direitos televisivos?
Para além de Joaquim Oliveira, a quem interessa que o negócio seja gerido clube a clube, com os clubes a partirem de posições frágeis perante uma entidade – PPTV – dominante e quase monopolista?

José Correia disse...

«No último ano [Miguel Pais do Amaral] comprou 10% da TVI e vai comprar mais 20% no final do ano, expandiu a Leya para o Brasil, está a mudar a gestão nas empresas de tecnologias a seu gosto (a Reditus já está, a Novabase vai a caminho) e ataca o "monopólio" dos direitos TV do futebol. Se tiver financiamento...»
in jornaldenegocios.pt

Traficante de pneus disse...

Atenção que muitos dos subscritores da Sportv são cafés, bares e restaurantes. A mensalidade é muito superior à de um subscritor individual como é o meu caso. Falaram em 180M €, mas o valor será bem maior.
Não estando a defender a Sportv, tenho a dizer que na Europa não há melhor canal desportivo...Só falta mesmo o Brasileirão!

rbn disse...

Uma coisa é certa:eu como portista não vou deixar a sporttv se por um acaso do destino a partir de 2013 os jogos dos galináceos passarem para outras mãos.
Se há uma coisa que não me deixa sem sono é não poder ver jogos dos avestruzes, com excessão contra o FCP.
Desde que os jogos do FCP, das ligas espanhola, alemã, italiana, francesa, portuguesa, champions e liga europa não sejam exclusivo do canal lampião, podem passar os 180 jogos mais o diferido dos mesmos quantas vezes quiserem que não vou lá.
Se o orelhas conseguir um paspalho que compre 15 jogos a 2 MI cada, fará o negócio do século, e o paspalho obviamente será o paspalho do século.
Vejo os jogos dos galinhas apenas com o intuito de torcer contra, mainada e pode-se perfeitamente torcer contra pela rádio ou pelos mil streams na net.Até pode ver a sporttv na net, mas eu prefiro ver na minha TV de 1 metro de largura, sem HD:-)
Se o Pais do Amaral realmente vier a ser o Paistrocinador do orelhas, então este já nem mais precisa enconder coisas no pneus.

Jorge Mota disse...

n era o Pais do Amaral q dizia q a privat da Rtp era pessima opçao pq n havia mercado em Pt pa mais 1a Tv generalista??

mas outra sport tv ja pode ser n e meu QUIM??!!

estes capitalistas liberais sem concorrencia partem me todo

6oooooo contos da quase 1 conto por tuga..(ja se sabe q o mercado seria mto maior)

Jorge Mota disse...

ja pa n falar q tem de começar 1 canal do zero.ou vai ser slm tv 2??

da sempre para abater ao irc

Filipe Costa disse...

Velasquez,

Precisa de falar urgentemente consigo. Podia enviar-me o seu mail?

José Rodrigues disse...

"Pela minha parte também estou atónito como alguém pode conceder 30 milhões a um clube que pode ter muitos adeptos mas que não é nem de longe nem de perto aquele que produz melhores espectáculos!"

Isso é totalmente irrelevante. Tanto faz q os espectáculos sejam brilhantes ou uma merda: o que interessa é o número de pessoas disposto a subscrever a Sport TV por causa da transmissão desses jogos, e em menor medida o nr de pessoas q vê o jogo na TV.

José Rodrigues disse...

Um par de considerações:

1) convém não esquecer que mesmo que os jogos em casa do slb passarem para outro canal, a Sport TV vai continuar a transmitir metade dos jogos dos galináceos (i.e. os jogos fora).

Por isso mesmo (e não só: os outros jogos do campeonato, LC, outros campeonatos, outros desportos) muitos poucos lamps q tenham hoje a subscrição estarão dispostos a a abandonar, por isso a "ameaça" ao Jaquim é bastante fraca.

2) como estou farto de dizer, a Sport TV faz certamente um lucro imenso à custa disto (convém tb não esquecer o q que encaixam na re-venda de jogos para o estrangeiro e outros canais), e não tenho dúvidas q o verdadeiro lucro é muito superior ao anunciado (usando uma coisa chamada "engenharia contabilística" para diminuir o lucro anunciado e pagar menos impostos). Sendo assim estou certo que a Sport TV podia pagar bastante mais aos clubes, mas a questão é também q há muita gente nos clubes e SADs com pés de barro na relação com o Jaquim...

3) A Sport TV goza de uma economia de escala e "incumbency" que mais nenhum canal poderá gozar, daí não ver como seria possível que um Pais do Amaral conseguisse algum dia fazer lucro pagando 2M€/jogo ao slb.

DC disse...

Mas??!!! Metade dos subscritores abandonarem a Sportv? mas anda tudo doido? queres ver que metade dos clientes da Sportv só a compraram para ver o benfica? não saia mais barato ir à tasca do que pagar uma mensalidade só para ver 2 jogos por mês?

O que vale é que o Joaquim Oliveira sabe da poda e não vai neste tipo de conversa!

Velasquez disse...

Zé Correia, fizeste uma analise de receitas À sportinvet que é parcial, lembrar isso: receitas de assinaturas mais publicidade serão o total. E na publicidade é que está o ganho, mas são numeros que não tenho. Eu diria que ascenderá a algo entre 70 e 100 milhões por ano. Repara na ordem de grandeza do reinvestimento: 6 canais e todos a transmitir a HD já em setembro. sport tv1 a transmitir 24 horas. Zé: retorno APENAS do grupo Portugal Telecom ANUAL, é de 150 milhões de euros. Sabes quanto era o contrato antes da renegociação deste ano? Era um pacote no maximo de 15 milhões para todos os clubes. Uma loucura. Acredita em mim: a sport tv pode pagar 30 milhões aos apagados e ganha muito dinheiro ainda. Eu diria ainda RIOS de dinheiro.

Velasquez disse...

Porque e que os agentes pagam pouco, ou porque é que não há alternativas? Para gerar o comentário generalizado de "somos um país pequeno, não há mais". Há isso sim, mafias e lobbies que agem numa lógica de mercado "tomado" no qual se impôe uma empresa à concurrencia pela força e desonestamente. E essa empresa aos clientes como a única alternativa, como facto consumado. Mercado livre? Em Portugal?? Alguma vez? Como diz o Davi S Landes, os países subdesenvolvidos tem sistemas mafiosos de inércia zero, nos quais a economia estabiliza em circuitos que se auto-protegem de uma mudança que lhes faria perder as galinhas dos ovos de ouro. Vencer a mafia económica e fazer o mercado funcionar, é o que interessa a todos os agentes neste momento. Pagar mais 200% mais? 300%? é possível! Eles aí andam a subir contratos de 11 para 21 ao ano!! É porque margem havia. Subir as receitas dos clubes, e ajuda-los a não depender totalmente das mais-valias extraordinárias com vendas de passes de jogadores. E chegados aqui, a porca torce o rabo, como é óbvio. Porque entram actores ou players, como empresários e clubes estrangeiros, que não estão interessados que o diferencial entre Portugal e o TOP5 da UEFA diminua. Nesse diferencial está o ganho de muitos destes ABUTRES que andam a tirar o LEITE À VACA, mas a dar-lhe apenas a palha suficiente para ela sobreviver. Enquanto patrocinam um MARKETING NEGATIVO PERMANENTE à mesma vaca. E este comentário é uma ponta de um Icebergue enorme...

José Correia disse...

Velasquez disse...
Zé Correia, fizeste uma analise de receitas À sportinvet que é parcial, lembrar isso: receitas de assinaturas mais publicidade serão o total.

Sim, eu sei, por isso é que eu disse que as receitas da Sport TV são, no mínimo, de 180 milhões de euros (25 euros/mês x 12 meses x 600 mil subscritores).
Aliás, para além da mensalidade e da publicidade, há ainda a receita proveniente da venda de jogos para outros países, nomeadamente para aqueles onde há comunidades portuguesas significativas.

José Correia disse...

Velasquez disse...
a sport tv pode pagar 30 milhões aos apagados e ganha muito dinheiro ainda

Não tenho dúvidas e já o disse, mas isso é a Sport TV, não é o Pais do Amaral, que parte do zero.

José Correia disse...

«Bessa Tavares, administrador da Sport TV, adianta que a empresa conta 550 mil a 600 mil subscritores, revelando ao CM que este Verão, porém, foi registada uma quebra de subscrições entre os 8 e os 9%. Apesar de, neste período do ano, ser normal uma descida, em regra entre os 5 e os 6%, Bessa Tavares adianta que este fenómeno se acentuou devido à crise.»
in Correio da Manhã, 22/07/2011

Velasquez disse...

Exacto, faltava isso, a venda dos jogos ao vivo, sem comentário, com o som ambiente, para todo o mundo, e que passam em directo em cerca de 20/30 países, em canais reais ppv ou na net. Zé, o Pães do Amaral é dos homens mais ricos de Portugal, dinheiro velho, mentalidade contemporânea, arma-se...mas cuidado que se conhece o negocio e sabe que paga caro para ter retorno. Só tem de querer afrontar uma máfia. Mas ele junto com o apagado, tem poder para isso.