segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Vitórias morais? Não, obrigado

O FC Porto perdeu ontem o último jogo de pré-época por 2-1 contra o Lyon, em Genebra.




Primeiro as coisas boas:
- Uma pressão sufocante ao adversário, com a vantagem de o fazer de forma constante, o que representa uma diferença visível relativamente ao treinador da época passada. O FC Porto conseguiu dominar praticamente o jogo todo.
- Souza fez uma óptima exibição e coloca-se como o natural sucessor do desastrado Fernando. Ao longo de todo o jogo demonstrou boa capacidade de colocação, boa capacidade de passe curto e mais longo, pulmão e muita confiança.
- Fucile está grande forma, cheio de confiança a encher todo o seu corredor. E ainda rematou uma bola ao poste.
- Otamendi mostrou-se seguro.
- Hulk continua a ser o monstro do costume com sprints, dribles, remates e assistências.
- Kléber é mesmo um ponta de lança.
- Lisandro marcou um golo (golaço) ao FC Porto e não festejou, baixou a cabeça.





Depois, inevitavelmente, as coisas más:
- O jogo acabou por ser uma vitória moral, pelo volume e qualidade do jogo criado e pelos erros defensivos que ditaram a derrota. Maicon esteve mal, Rolando também e, Fernando, mais uma vez, tem responsabilidades em golos sofridos.
- Não temos capacidade concretizadora para o caudal ofensivo criado pela equipa.
- Alguns jogadores tardam em provar a sua valia, como é o caso do Djalma que é esforçado, joga e posiciona-se bem mas tem imensas dificuldades para marcar golo ou fazer boas assistências. Parece sofrer do Síndrome Fernando Mamede.
- É neste momento mais que óbvio que precisamos de um defesa central e de um trinco que possa substituir Souza. Maicon e Sereno não têm qualidade para serem titulares em jogos importantes e Rolando teima em dar erros defensivos de principiante.
- Fernando tem de ir embora urgentemente. Na final da Liga Europa ofereceu um golo que o Braga desperdiçou, na final da Taça ofereceu um penalty ao Guimarães, no jogo de preparação contra o Rio Ave ofereceu outro golo e no jogo de ontem voltou a oferecer um golo ao adversário. Ele acha que está na altura de “dar o salto”. Eu também. Está na altura de dar o salto para fora do Dragão. Urgentemente.

Gostaria que este treinador trabalhasse mais a vertente emotiva dos jogadores porque essa será essencial para conseguir transformar (i) o jogo ofensivo em golos e (ii) os erros defensivos em lances seguros. Não gostaria nada que este fosse o treinador do bom futebol e das vitórias morais. No próximo fim-de-semana veremos o primeiro acto.

15 comentários:

Luís Carvalho disse...

Fernando ou Messi? Qual dos 2 devemos temer mais?

Este nosso novo Assunçao, é um verdadeiro perigo público para o nosso lado.

E já chega de médios que só defendem. Ainda para mais, quando o deixam de o fazer.

E venha um central com urgência, também.

Dragaoatento disse...

Totalmente de acordo com o texto do POST!

Mais! Como jogou a equipa do Lyon
Utilizando uma estratégia muito pouco simpática, mas terrivelmente eficaz! 90 minutos encolhidos no seu meio-campo, sempre atrás da linha da bola, defendendo-se com unhas e dentes, nunca permitindo aos avançados contrários chutarem à sua baliza à vontade, ou seja, com possibilidades de êxito, porque sabe que tem um guarda-redes muito bom e dois avançados letais, demolidores aos quais as equipas adversárias não podem dar a mínima "abévia" que eles aproveitam 100%, e foi o que aconteceu: a defesa portista vacilou duas vezes e eles facturaram!

Viva o FC Porto sempre!

Pedro disse...

3 notas:

- Fucile não veio da Copa América, assistiu-a pela TV.
- Fernando é evidente que já não está cá. Mas não o devemos vender à pressa, até porque ele tem valor.
- A má finalização é de facto a marca desta pré-época. Mas nos jogos a sério os jogadores costumam estar mais concentrados e arriscam menos. E teremos Falcao em breve... mesmo assim é de facto um problema.

Dragão dos Diabos disse...

"Fucile veio em grande forma da Copa América, cheio de confiança a encher todo o corredor direito"

O uruguaio não esteve presente na Copa América e realmente encheu o corredor...mas foi o esquerdo...com Fucile assim temos de o aproveitar!

Não me parece que seja por treinar a vertente emotiva dos jogadores que se vão concretizar as jogadas!!! A vertente emotiva tem muito mais a ver com o criar dessas jogadas, com a alegria de jogar futebol! Uma prova que psicologicamente a equipa está bem foi a fluidez e tranquilidade com que se notou que jogou e criou oportunidades...falhou-as?? sim....já contra o Sevilha, ano passado no Dragão, tivémos um jogo assim...e este ano também vamos ter 1 ou 2....coisas do futebol...não é por um jogo como este que se pode dizer que a equipa não está trabalhada psicologicamente....principalmente depois de dominar o Lyon como fizémos e na sequência de jogos como os que fizémos contra penãrol e rio ave

Dragão dos Diabos disse...

Fernando e Rolando?? Tanta coisa, ambos a quererem sair e ainda cá estão! Já ano passado enterraram muito....tivémos estrelinha...mas isso não dura sempre! Não percebo a apatia da SAD para com a situação destes 2 jogadores...Querem sair? Muito bem...procure-se clube e venda-se mesmo por valores inferiores ao esperado.

Nelson Coutinho disse...

Vamos com calma meus amigos, fizemos um grande jogo! Se o jogo fosse "a serio" nao duvido um segundo que tinhamos saido de la com uma vitoria folgada.

Quanto ao trinco, nao estou de acordo que precisemos de um. Fernando e sem duvida para mandar embora, mas ainda temos Guarin que pode muito bem fazer aquela posicao.

Quanto a centrais, Otamendi e Rolando a mim dao-me boas certezas, falta sem duvida um bom substituto, fala-se em Coates que fez uma boa Copa America.

Depois, e preciso nao esquecer que ainda vem ai Iturbe e James, 2 jogadores que podem muito bem dar outro poder concretizador ao nosso ataque, ja para nao falar de...Falcao (e certo que mesmo com a renovacao nenhum portista acredita que ele vai ficar, eu sou dos poucos que ainda acredito).

Em modos gerais fiquei muito contente com o nosso jogo e, peco desculpa ao autor do post, mas para um jogo de pre-epoca a vitoria moral chega-me PERFEITAMENTE! Ate porque conheco a bem a mentalidade ganhadora do nosso clube e sei que num jogo oficial isto nao teria ficado assim.

Saudacoes Portistas!

José Correia disse...

Fernando tem de ir embora urgentemente. Na final da Liga Europa ofereceu um golo que o Braga desperdiçou, na final da Taça ofereceu um penalty ao Guimarães, no jogo de preparação contra o Rio Ave ofereceu outro golo e no jogo de ontem voltou a oferecer um golo ao adversário. Ele acha que está na altura de “dar o salto”. Eu também. Está na altura de dar o salto para fora do Dragão. Urgentemente.

Assino por baixo.
Nesta altura, penso que devem ser poucos os adeptos portistas a quererem que o Fernando continue. Joga tão mal que quase parece ser de propósito.
O problema é que a jogar desta maneira e a “enterrar” sucessivamente a sua equipa, quem estará disposto a pagar um valor razoável pelo seu passe?

José Correia disse...

Lisandro marcou um golo (golaço) ao FC Porto e não festejou, baixou a cabeça

“Não festejei porque era um jogo de preparação, mas sobretudo pelo respeito que guardo a este clube que tão bem me tratou”
Lisandro Lopez

José Correia disse...

precisamos de um defesa central e de um trinco que possa substituir Souza

Se o Guarin continuar, poderá ser uma (boa) alternativa ao Souza na posição 6, como já foi a época passada quando o Fernando esteve dois meses sem jogar.

bruno cláudio disse...

faltaram falcão, alvaro pereira, guarin, james.. o fernando já cá anda a mais há 2 epocas. precisamos de um costinha! o souza, ainda desconfio.
esta derrota veio em boa altura, para baixar a crista e o discurso de alguns jogadores. trabalho e humildade é o que se exige no minimo no fcp!
um central é urgente, trocar o fernando pelo bruno alves ou envolver o david luiz por algum suposto negocio que o chelsea queira fazer com o fcp, só para chatear os cabeçudos :)

nexus disse...

Em relação á entrevista de PC hoje e aos milhões da treta que estão a indignar os benfiquistas:

"http://dragao1893.blogspot.com/2011/08/o-negocio-roberto.html"

Não há quem investigue isto??

meirelesportuense disse...

Vejam os comentários dos adeptos zaragonenses e perceberão que esta é uma mentira digna do "Verdadeiro Orelhudo"...Mas até tem lógica, o Zaragoza não tinha 3 Milhões na época passada para cumprir accionando a cláusula ao Atlético e hoje, passado que foi um ano depreciativo do GR e depois de estar em falência o Zaragoza consegue querer pagar três vezes mais...Tem toda a lógica.

Luís Negroni disse...

Esta derrota não quer dizer rigorosamente nada. Foi uma derrota igual à do jogo com o Sevilha, no Dragão, a época passada, ou do jogo com o Panathinaikos, nas Antas, no tempo de Mourinho. Há dias assim, em que por melhor que se jogue, por mais que se domine, por mais oportunidades que se tenha e por mais flagrantes que sejam, a bola teima em não entrar e a equipa adversária faz golo de cada vez que vai à nossa baliza. Acontece com o Porto como acontece com o Barcelona ou o Real Madrid ou qualquer outra grande equipa do futebol mundial, especialmente com aquelas que têm um futebol de posse, dominador, de procura constante do golo.

Estava preocupado era se o Porto tivesse perdido mostrando a miséria de futebol que mostrou o Sporting contra o Valência ou se tivesse ganho jogando o futebol de equipazita pequena que jogou o Lyon. A jogar assim, o Porto vai de certeza absoluta ganhar muitos jogos e perder muito poucos. Porque não vai haver em todos os jogos e em simultâneo, seguramente, um guarda redes adversário a defender tudo e mais alguma coisa, bolas no ferro, uma mão cheia de perdidas mais ou menos escandalosas, um Fernando a dar golos ao adversário e Falcão, Guarin, Álvaro Pereira e James Rodriguez ausentes. E já agora, a jogar como jogou, o Lyon mais uma vez não irá muito longe. Digamos que, a jogar como jogou, o Porto perde um em dez jogos e o Lyon ganha um em dez. Este foi o jogo da fava para o Porto e do brinde para o Lyon.

Concluindo, não só não estou nada preocupado, como até estou convencido de que, tirando o Barcelona, não há neste momento ninguém a praticar melhor futebol (no seu sentido total de espectáculo + eficiência) que o Porto. Só que há dias em que a bola não quer entrar, por mais que se tente!

miguel_canada disse...

PRECISA-SE

UM DEFESA CENTRAL E UM MÉDIO DEFENSIVO.

O defesa central, dava jeito que se aproximasse bastante da qualidade de um Ricardo Carvalho, de um Aloísio ou de um Pepe.

O médio defensivo se soubesse sair a jogar também dava jeito.

Nuno Nunes disse...

A do Fucile ter estado na Copa America não lembra a ninguém. Devo ter ficado confuso com a vitória moral. Vou corrigir. Obrigado.