segunda-feira, 12 de setembro de 2011

3 penalties em 12 minutos


Perante as evidências que resultam do visionamento das imagens televisivas, reconheço que houve um claro erro de arbitragem. (…) Esta decisão [que levou à marcação de uma grande penalidade a favor do slb], pelo momento do jogo em que aconteceu e pelas características da competição, teve consequências que fazem com que pese ainda mais sobre a equipa de arbitragem”.
Duarte Gomes, 27/09/2007


Estas declarações do árbitro lisboeta, confesso adepto do slb, foram feitas a propósito de um penalty inexistente, assinalado aos 90 minutos de um jogo disputado em Setembro de 2007 entre o Estrela Amadora e os encarnados e que salvou o slb de uma derrota que parecia tão inevitável como justa.

Quatro anos depois, vale a pena recordar estas declarações, para que se veja que não é a primeira vez que, em jogos do slb, Duarte Gomes confunde cabeças com braços. De facto, o penalty mentiroso assinalado na Reboleira (por pretensa mão de Wagnão, quando na realidade cortou a bola com a cabeça), foi muito parecido com o 2º e 3º penalties assinalados anteontem por Duarte Gomes neste slb x Vitória Guimarães.
2º penalty: as imagens captadas pela câmara atrás da baliza mostram que El Adoua não jogou a bola com o braço e que a bola só lhe bate no abdómen;
3º penalty: as imagens mostram, de forma inequívoca, que a bola bateu na cabeça de N'Diaye e não no braço.

Atendendo ao passado deste árbitro, penso que ninguém terá ficado verdadeiramente surpreendido com mais este show de Duarte Gomes. O homem foi escolhido para ir ao estádio da Luz cumprir uma missão e fê-lo exemplarmente. A única coisa que me surpreendeu foi a forma pouco inteligente, eu diria mesmo descuidada, como desempenhou o seu papel. De facto, assinalar três penalties em apenas 12 minutos , em que ainda por cima dois são claramente inexistentes, é algo que dá muito nas vistas, ficará por muito tempo na memória dos adeptos e não ajuda ao discurso anti-“Sistema”.


P.S.1 “O FC Porto ganhou [ao Vitória Guimarães, na 1ª jornada] com um golo muito duvidoso, na sequência de uma grande penalidade que, para mim, não existiu”, Jorge Jesus, 19/08/2011

P.S.2 “Se alguém tem de se lamentar [acerca da arbitragem de Duarte Gomes] é o Benfica. Daqui a umas horas a equipa técnica do Guimarães vai perceber isso”, Jorge Jesus, 10/09/2011


P.S.3 Adorava saber como teriam sido as capas dos jornais do regime - A Bola e o Record - se uma arbitragem deste quilate tivesse ocorrido no Estádio do Dragão e em beneficio do FC Porto.

P.S.4 A forma como foi feita a análise aos lances dos três penalties pela comunicação social lisboeta, particularmente a efectuada durante a transmissão do jogo pelo "jornalista" Miguel Prates e por outro comentador da SportTv, é repugnante, para não dizer pior.

P.S.5 Para desgosto de muitos, entre os quais A Bola e o Record, o slb foi ultrapassado pelo FC Porto em número de títulos oficiais ganhos. Mas meus amigos, olhem que beneficiar de três penalties em 12 minutos é uma raridade, e provavelmente recorde mundial, digna de registo…

10 comentários:

EsteeoNossoDestino disse...

Lembro-me perfeitamente deste jogo.

Foi um escândalo, a bola bate violentamente na cabeça do jogador e o arbitro marca penalty.

Ficou tudo estupefacto.

Sou a favor que o árbitro não fez por mal, no entanto, tendo os olhos vermelhos - como admitiu ser benfiquista - que veja os lances de outra forma.

Saudações Desportivas.
http://esteeonossodestino.blogspot.com

João disse...

Outra curiosidade é se souber que nota vai receber este sr. dos ditos "observadores"!

miguel_canada disse...

Todo o post é apenas uma sequência de uma historia que se arrasta há décadas e para a qual ainda não há fim à vista.
O Benfica protagoniza as sequelas mais mirabolantes que a mente humana pode conceber, sem vergonha, sem pudor, absolutamente às claras porque a moral há muito que se foi.
O Benfica sabe perfeitamente que a única hipótese que tem de aspirar a lutar pelo titulo passa por não deixar fugir o FCPorto nas primeiras jornadas seja a que custo for e sabe também que o FCPorto já apresenta níveis competitivos muito satisfatórios pelo que não se pode dar ao luxo de mais uma escorregadela que deite tudo a perder logo a quarta ou quinta jornada.
Ainda por cima, daqui a duas jornadas vem ao Dragão, deslocação que é fundamental fazer com a moral bem elevada, nem que seja a custa de dois penalties engendrados na cabeça de um qualquer Duarte Gomes.
A imprensa Lisboeta é..........Lisboeta! A sua máxima sempre foi, é e será as duas putas de Lisboa primeiro e o resto das províncias depois e com um fanatismo exacerbado pela puta com as mamas maiores... o Benfica.
Para eles, o FCPorto sempre foi, é e será aquele rafeiro filho da puta lá do norte que ousou ser melhor que as duas meninas da querida capital.
A partir deste prisma nasceram todas as consequências a que a gente (portistas) se habituou a ir lendo e vendo nos OCS Lisboetas.
Eu já começo a ter calafrios com a arbitragem do FCP-Benfica daqui a duas jornadas...vai ser lindo!

Ps. Sou só eu ou mais alguém acha que o Hélder Barbosa está a fazer um inicio de temporada muito bom e que o Nuno Gomes vai marcar mais golos que o Cardozo?

RCBC disse...

Se tivesse acontecido no Dragão, teriam sido cappas com enormes parangonas: "ROUBO VERGONHOSO" ou "FC PORTO GANHAR GRAÇAS AO ÁRBITRO" ou "FILME JÁ VISTO"...

Pedro Reis disse...

Este record de facto nunca conseguiremos bater... vai ser para sempre do SLB!

P.S. Os benfiquistas gostam muito de falar em Guímaros, Calheiros e outros que tais, mas encontrem lá um desses que tenha marcado alguma vez na vida 3 penalties a favor do FCP num jogo (ou em meio jogo, ou em 12 minutos...). E se não me falha a memória na Luz e a favor do SLB já não é a 1ªvez (lembro-me de um jogo qq p a Taça, com uns mancos, em que para ganhar tb precisaram de não sei quantos penalties!)

Dragaopentacampeao disse...

Francamente! julgas que alguém acredita que não sabes como seriam as primeiras páginas dos pasquins amestrados, caso esta arbitragem fosse no Dragão e com benefício para o FC Porto?

TODOS SABEMOS DE COR E SALTEADO COMO SERIAM!

Um abraço

José Correia disse...

@Dragaopentacampeao

Eu imagino como seriam as capas dos pasquins mas, como por menos do que isto já assisti ao luto do futebol português, desta vez devia incluir o velório e a missa do 7º dia...

RCBC disse...

Já no ano passado, num jogo frente ao Rio Ave a contar para a Taça tiveram 3 penalties assinalados e há uns anos num jogo da taça (na celebre época do trapatoni+veiga) tiveram 4 penalties num só jogo frente ao Olieveirense, na altura na 2ª divisao b, num jogo a contar para a Taça de Portugal...

Fala-se muito no mito de que o FC Porto é muito beneficiado pelas arbitragens mas a realidade mostra-nos algo completamente diferente...

Eu nao digo, porque tambem nao sou cego, que o FC Porto seja prejudicado muitas vezes pela arbitragem, mas de uma coisa tenho a certeza.... dos 3 grandes o mais beneficiado é claramente o benfica, curiosamente o que se faz de "mais santo"... E tem sido ao longo dos ultimos anos com a complacencia de toda a comunicaçao social, sempre pronta a malhar no FC Porto...

É bom que a blogosfera portista vá acumulando essas pérolas de arbitragem... Talvez um dia ainda se faça um best-seller que se chame: "os vários Calabotes do futebol português"...Aí nao haverao patéticos processos de caça às bruxas, com imbróglios judiciais como o pífio apito dourado...aí haverao imagens e vídeos que constatem os varios beneficios que esse clube tem tido ao longo dos anos...

Mas a verdade, essa vem sempre ao de cima no palco onde aí sim se vê a verdade desportiva de que tanto falam: dentro de campo, em Portugal e no estrangeiro...

Luís Carvalho disse...

Ainda sobre o célebre slb-Oliveirense, para a Taça de Portugal:
Foram 3 penalties, uma expulsão e um auto-golo...
Árbitro? Bruno Paixão.

"Taça: Benfica 4-1 Oliveirense

O Benfica conseguiu colocar-se em vantagem ao minuto seis do prolongamento. As
duas equipas terminaram o período regulamentar empatadas a um golo, mas no
início do tempo suplementar, e já com os minhotos reduzidos a dez unidades
depois da expulsão de Raúl e com muitas dificuldades físicas por parte da equipa
amadora da III Divisão, o clube da Luz marcou. Um auto-golo que surgiu no
rescaldo de um remate forte de Petit, socado pelo guarda-redes da Oliveirense e
que ressaltou num colega da equipa para dentro da baliza.

Os encarnados só conseguiram empatar o jogo no segundo tempo por intermédio
de uma grande penalidade de Simão Sabrosa. Foi o terceiro penálti do jogo a
favor dos encarnados e à terceira o castigo máximo assinalado pelo árbitro Bruno
Paixão deixa algumas dúvidas. Nos outros dois penáltis o guarda-redes Vítor
defendeu após remates nervosos de Simão e Sokota, mas à terceira o veterano
guardião de 42 anos foi batido."

ALBINO disse...

Será que é boa ideia saber se no Guiness há algum caso igual?