sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Perguntas incómodas

Na próxima conferência de imprensa de Vítor Pereira (presumo que será hoje), há algumas questões que gostaria de ver respondidas pelo treinador do FC Porto. Exemplos:

Ao contrário de Alvaro Pereira, que antes e após o jogo contra o slb fez treino condicionado, há mais de uma semana que Sapunaru não consta do boletim clínico do FC Porto. Assim sendo, por que razão é que o internacional romeno ficou de fora nos jogos contra o slb e o Zenit?

Por que razão substituiu Guarín no jogo contra o slb, quando este estava a ser um dos melhores jogadores do FC Porto e o único médio portista com capacidade física para pressionar o meio-campo dos encarnados?

Por que razão Sapunaru nem sequer foi convocado para o jogo em São Petersburgo, o que fez com que o FC Porto não tivesse qualquer defesa-lateral no banco, que pudesse ser uma alternativa no caso de acontecer algum contratempo ou impedimento a um dos dois titulares?

Sabendo-se que Otamendi tem mais experiência e rotina do lugar que Fernando, por que razão optou por este último para ocupar a posição de defesa-direito na 2ª parte do jogo contra o Zenit?

Atendendo ao que se passou na 2ª parte do jogo contra o Zenit, considera, ou não, que foi um erro ter retirado Fernando (que estava a ser o melhor jogador do FC Porto) da posição de médio-defensivo, colocando nessa posição um jogador com as características de Souza?

Perante a atitude irresponsável de Fucile, que nas palavras do próprio treinador do FC Porto esteve na origem da exibição e derrota em São Petersburgo, vai continuar a apostar nele como titular da defesa portista?

Tem alguma explicação para o menor rendimento da generalidade dos jogadores do FC Porto relativamente aquilo que foi o seu desempenho na época passada?

O que se passa com João Moutinho, cuja “rotação” nos últimos dois jogos esteve muito abaixo da intensidade que é normal neste jogador?

Seria interessante vermos estas questões esclarecidas, nomeadamente por quem tem a responsabilidade de definir as estratégias de jogo e fazer as escolhas. Contudo, duvido que alguma desta perguntas venha sequer a ser colocada pelos jornalistas que se deslocarem ao Olival. É melhor fazer perguntas inócuas...

19 comentários:

Carlos Coimbra Ferreira disse...

Já agora acrescento:
- O Iturbe onde está? Tem treinado? Se sim, tem treinado bem? Para quando prevê uma chamada à lista dos 18 convocados?
- Se não, o que se passa? Problemas físicos? Psicológicos? De adaptação socio-desportiva-cultural?

O Dragão disse...

Eu gostava de ouvir as respostas a essas perguntas da parte de Vitor Pereira, mas meu caro, não me parece que na antecedência do próximo jogo seja a melhor altura.

Acho que fechadinho à Mourinho é uma postura mais acertada...

Saudações! ;)

http://essenciadodragao.blogspot.com/

Invicta disse...

As perguntas acabam por se resumir a três:

#1 Sapunaru ou Fucile para o lado direito ? Já ouvi dizer que o Romeno está lesionado, não sei se é verdade, uma vez que não consta como dizes do boletim clinico. A verdade é uma, o AVB o ano passado preferiu o Romeno ao Uruguaio.

#2 Razão pela colocação do Fernando no lado direito da defesa .
O Vítor tinha que meter alguém do lado direito, há quem defenda que podia ser o Otamendi, e quem entrava para o meio ? Maicon ?
Maicon tem sido criticado pelos adeptos e ouvi dizer que o rendimento do Otamendi do lado direito não é o melhor.

#3 Baixa de forma dos jogadores, incluindo Moutinho. Algo que se devia perguntar ao preparador físico. De lembrar que muitos jogadores tiveram uma pré-época 'carregada' com os jogos da copa América.

Me myself and I disse...

São erros atrás de erros.
Apesar de preparar bem os jogos ao nível de táctica, erra muito em pleno jogo e falta-lhe poder de leitura de resposta. O banco que leva para o jogo tem sido tb va´rias vezes um flop. Não entendo as suas opções. Em São petersbugo podíamos ter perdido o jogo de qualquer maneira mas Otamendi era o certo para a direita, nunca fernando deveria sair (era um dos melhores) para a lateral. Souza nunca mostrou grande capacidade até agora, porque é que VP aposta nele. Tem ritmo de campeonato brasileiro, não é para champions. Fucile apesar de alguma razção no lance com o Cardoso, exagerou e teve outras falhas. Foi no meu entender demasiado apaparicado pelo discurso de VP pós-jogo. Aliás, os discursos pós-jogo de VP são hinos ao "looserismo" e mostram muita insegurança. Isso reflecte-se depois no balneário e só vai piorar. Fernandez, que também tinha um discurso assim e não teve pulso para o balneário (talvez o nosso melhor de sempre com Diego, Fabiano, McCarthy, Quaresma, meu deus), acabou por ser despedido. Mas trde e a más horas. E a solução Couceiro revelou-se ainda pior. não quero isto ano, quero VP na rua já, enquanto há campeonato, champions, taça a disputar. Vou ver com muita atençao o duelo VP-Pedro emanuel na próxima jornada. Deus queira que me engane e o Porto volte a mostrar raça. Que a Académica o vai fazer, não tenho dúvidas.

HULK 11M disse...

Quanto à ausência do Sapunaru a resposta parece óbvia: o romeno tem fama de não ser de personalidade comodista e, muito provavelmente, ter-se-à manifestado contra alguma das muitas más decisões tomadas pelo treinador.
Em relação ao Fucile, o AVB afastou-o da titularidade depois deste ter dado fífias, especialmente no jogo de Guimarães. O VP tem-lhe perdoado essas fífias e está a pagar caro por isso. Quem sabe se foi por essa razão que o Sapu se mandou ao ar?
Adoraria ver o VP ter no FCP um êxito superior ao de AVB e cheguei a acreditar nisso, especialmente depois do jogo com o Barça. Mas, infelizmente, penso que a equipa com ele irá continuar a cair até à queda final. Oxalá esteja muito enganado

Pedro Reis disse...

Eu ainda acrescentava:
- Porquê ter retirado o Guarin contra o Benfica, quando se sabia que ele descansar pq não podia jogar na Russia?
- Porquê ter retirado o James contra o Zenit, quando além de influente era um jogador mais fresco, porque não tinha jogado contra o Benfica?
Mas já sabemos que não vamos ter respostas...

nexus disse...

Achoq ue nenhum de vocês reparou bem no estado do Guarin contra o Benfica... o homem já nem pressionava.

A unica questão nesse jogo foi porque razão não saiu Hulk e Varela antes...

Ps: Sapunaru só fez 1 treino integrado antes do SLB e é um jogador com tendência a reincidir lesões. Acho que se está a fazer um caso onde não existe.

José Rodrigues disse...

"Sapunaru só fez 1 treino integrado antes do SLB e é um jogador com tendência a reincidir lesões. Acho que se está a fazer um caso onde não existe"

Eu compreendo perfeitamente que o treinador achasse q fosse arriscado apostar em Sapunaru para titular, vindo de lesao.

O q ja' nao compreendo e' q nao fosse convocado para estar no banco, just in case, nao havendo mais nenhum lateral no banco.

José Rodrigues disse...

Outras perguntas:

1) porque decidiu VP inscrever 5 extremos na LC mas apenas 1 PDL tenrinho *e* acabado de chegar ao FCP, deixando Walter de fora?

2) no seguimento da pergunta anterior, se o Kleber nao estiver disponivel ou a render num jogo da LC em q precisemos obrigatoriamente de ganhar (por ex, o proximo em casa contra o Apoel) e o empate servir ao adversario... qual sera' a estrategia para marcar golos, nao havendo mais nenhum avancado de area (Walter nao foi inscrito)?

2) que se passa com Varela, q esta' uma sombra da epoca passada e nao tem a desculpa de uma pre-epoca atribulada (como outros q jogaram no mundial sub20 ou Copa America) ou lesao prolongada?

3) porque achou VP q Varela faria mais falta em campo do que James aquando da expulsao de Fucile, para mais nao havendo um PDL em campo ou banco (digo isto pq James e' mais flexivel do q Varela, q rende principalmente qdo ha' PDL)?

Daniel Gonçalves disse...

A única pergunta que eu colocaria a Vítor Pereira, é aquela que falei nuns comentários trocados com Alexandre Burmester num dos post anteriores: está disposto a regressar ao lugar de adjunto cedendo o lugar a um técnico mais experiente?
Claro que esta pergunta não seria colocado por um jornalista nem numa conferência de imprensa, mas sim num gabinete e por alguém da SAD.
Embora eu acredite sempre na vitória da nossa equipa, receio que esta pergunta se venha a colocar daqui por algum tempo, pois como disse o Hulk 11M "infelizmente, penso que a equipa com ele irá continuar a cair até à queda final. Oxalá esteja muito enganado"

Daniel Gonçalves disse...

Me Myself disse "Fernandez, que também tinha um discurso assim e não teve pulso para o balneário (talvez o nosso melhor de sempre com Diego, Fabiano, McCarthy, Quaresma..."

Sejamos justos, Diego tinha acabado de chegar ao plantel e ainda estava em fase de integração, oscilando entre boas e más exibições; idem para Quaresma; Fernandez apostou em Fabiano, quem o relegou para a bancada foi o Couceiro. A equipa na altura com Fernandez até fez grandes jogos e exibições: na Intercontinental onde só 3 bolas nos postes/barras e um golo indevidamente invalidade nos levaram aos penaltys; fomos ganhar à Luz, com um grande golo de Macharty; ganhamos ao Sporting por 3-0 e podiam ter sido 4 ou 5; ganhamos ao Chelsea, recuperando de uma desvantagem e encostando a equipa inglesa "às cordas" (como se diz no boxe). O problema é que a equipa com Fernandez para ter uma grande jogo precisava de ter 3 jogos sofríveis. Agora trocar Fernandez por Couceiro foi passar de cavalo (embora não da melhor estirpe, mas um cavalo) por uma mula, foi pior a emenda que o soneto, nunca mais tivemos uma boa exibição. Na minha opinião se tivessemos continuado com o técnico espanhol teríamos sido campeões, embora com muitos solavancos pelo caminho, agora com Couceiro ficamos em segundo lugar, e só não ficamos em terceiro - portanto fora da Champions - porque o Sporting perdeu os 2 últimos jogos no campeonato.
Para quem afirma que não se deve despedir um treinador quando estamos em 1º lugar na Liga, o passado abre um precedente, Fernandez foi despedido quando estavamos em 1º lugar no campeonato, embora com o 2º classificado a 1 ponto, e tinhamos acabado de passar ao oitavos de final da Champions derrotando o Chelsea de Mourinho.

nobigdeal disse...

rapidinhas:

- há um ano perguntávamo-nos quem seria o verdadeiro treinador do Porto: o Vilas-Boas ou aquele sujeito que estava sempre com uns papéis na mão a sussurrar-lhe ao ouvido?

- há cerca de um mês chamávamos todos os nomes e mais alguns ao (agora) Libras-Boas por ter abandonado o barco renegando o seu portismo em favor daquele clubezeco russo;

- hoje somos nós quem faz o portista VPereira caminhar sobre a prancha para o atirar borda fora.

“sic transit gloria mundi”

Mário Faria disse...

Não faria nenhuma pergunta ao treinador, porque algumas dessas dúvida ele mesmo ele terá depois de conhecidos os resultados das opções que tomou.
Deixaria o treinador em paz que é do que precisa. Pressão a mais é de evitar. A culpabilização do treinador, de certa forma, desresponsabiliza os jogadores e dá alguma credibilidade às próprias queixas que eventualmente terão.
Nesse particular, confio no nosso Presidente.

Luís Negroni disse...

HULK11M disse...
"...infelizmente, penso que a equipa com ele irá continuar a cair até à queda final. Oxalá esteja muito enganado"

A maior parte dos portistas, é isso que sente (mais do que pensar, sente), neste momento, não tenho dúvidas. Perante determinada realidade, não podemos impedir que certos sentimentos nos assolem, porque somos humanos.

José Correia disse...

nexus disse...
Acho q ue nenhum de vocês reparou bem no estado do Guarin contra o Benfica... o homem já nem pressionava.

Não vimos o mesmo jogo. Guarín era, visivelmente, o médio do FC Porto em melhor condição física.
E quanto a pressionar, uns minutos antes de ser substituído fez um sprint até à entrada da área do slb, pressionando os centrais encarnados.

José Correia disse...

nexus disse...
Sapunaru só fez 1 treino integrado antes do SLB e é um jogador com tendência a reincidir lesões

De acordo com o boletim médico do FC Porto, nos últimos dias o Alvaro Pereira tem estado em pior condição física que o Sapunaru e isso não impede o treinador de o utilizar nos jogos.

Se o Departamento Médico do FC Porto deu o Sapunaru como apto, gostava que o treinador explicasse por que razão nem sequer o convocou para os dois últimos jogos.

José Correia disse...

nobigdeal disse...
há um ano perguntávamo-nos quem seria o verdadeiro treinador do Porto: o Vilas-Boas ou aquele sujeito que estava sempre com uns papéis na mão a sussurrar-lhe ao ouvido?

Eu nunca tive dúvidas sobre quem era o treinador principal do FC Porto. Era um "miúdo da Foz" que, contrariando o special one, um dia lhe disse que ia embora, porque queria ser treinador principal, nem que fosse para pegar numa Académica em risco de descer de divisão.

José Correia disse...

nobigdeal disse...
há cerca de um mês chamávamos todos os nomes e mais alguns ao (agora) Libras-Boas

Eu não. Chamo-lhe André Villas-Boas, como sempre chamei, e desejo-lhe as maiores felicidades no Chelsea.

Miguel Magalhães disse...

Muitas perguntas pertinentes. Nessa mesma conferência de imprensa eu gostava que se sentasse o Pinto da Costa ao lado do treinador e que alguém lhe perguntasse:
1. Quais os motivos porque promoveu o treinador adjunto a principal? Em apenas 3 meses acha que tem razões para se ter enganado?
2. Porque motivos não contratou um ponta-de-lança para além do Walter e do Kleber? O treinador pediu-lhe esse ponta de lança?
3. Quais as razões para não ter jogadores formados no clube no plantel? A formação não tem qualidade? Acha que isso se reflecte na mentalidade/postura dos jogadores?
4. Com 17 anos de diferença as equipas de 87 e 04 tinham em comum uma estrutura base alargada formada por jogadores portugueses. A de 11 já não. Como analisa esses factos?
5. E a mística do Porto? Acha que ainda existe? Mais do que serem profissionais acha que os jogadores sentem o que é ser portista? Compreendem a forma como os adeptos sentem o clube?
6. Acha que o Porto ainda pode ser considerado um clube de futebol ou devêmos vê-lo como uma empresa que se dedica à compra e venda de jogadores procurando valorizá-los em 2 anos e ganhar dinheiro com isso?
7. Que reflexos tem na equipa titular o facto de o Fucile, o Rolando, o Alvaro e o Fernando terem andado a manifestar vontade de sair para ganhar mais dinheiro? Acha que isso teve reflexo na equipa?
8. Considera que os adeptos devem continuar a sentir o clube como dantes ou devem olhá-lo como uma empresa de espectáculos e assobiar quando os profissionais desempenham mal o seu trabalho? E que deixem de ir a assistir a espectáculos quanto estes forem de fraca qualidade)
9. Quem são os parceiros de investimentos da SAD? Normalmente aparecem empresas sediadas em paraísos fiscais e fundos com nomes esquisitos de quem não se sabe nada. Pode dizer aos pequenos accionistas com quem faz negócio?
10. Com a crise económica e financeira que vivemos continua convencido de que investir todo o dinheiro das vendas de jogadores em compras de mais um autocarro cheiro de outros tantos foi prudente? Ou ter canalizado uma parte para redução de passivo e reserva de liquidez teria sido uma opção mais sensata?
11. Sendo o presidente da SAD, o único responsável pela contratação do treinador, o responsável máximo pela gestão desportiva (onde se incluem as contratações e vendas) que leitura faz da criticas dos adeptos dirigidas apenas ao treinador e às suas opções? Concorda com elas?

Enfim, diz o povo que em casa onde não há pão, toda a gente ralha e ninguém tem razão. Mas, apesar de andar pior que estragado com os resultados (e especialmente as atitudes da equipa) recentes, acho que os (eventuais) problemas não se resumem ao treinador e são mais estruturais do que conjunturais. Nesse caso, preferia ouvir primeiro as respostas do presidente e só depois fazer as perguntas ao treinador.

(na ausência de umas e outras mais vale continuar a ir aos jogos apoiar a equipa e esperar que as coisas se corrijam)