terça-feira, 13 de setembro de 2011

Que seria da 2ª feira sem o Dr. Eduardo Barroso!!!???


A segunda-feira é um dia particularmente penoso da semana para muita gente. Mas, de há uns tempos para cá, existe um bálsamo para esse nefasto dia: as lamúrias do conceituado cirurgião lisboeta Dr. Eduardo Barroso, distinto calimero da nossa praça ("but it's an injustice, it is!").


Quero crer que ele é muito melhor cirurgião que "comentadeiro" de casos futebolísticos. E ao dedicar-lhe estas linhas, até lhe rendo uma homenagem: nem sequer o comparo com o pseudo-intelectual da bola e palavroso edil de Sintra que o acompanha na noite supostamente futebolística da TVI24.


Longa vida e muita saúde, Dr. Barroso! O que a gente precisa para "desopilar" é ouvi-lo à segunda à noite! Eu ainda sou do tempo em que também nós, adeptos do F.C. Porto, atribuíamos exclusivamente a causa dos nossos desaires a tenebrosas conspirações e injustiças. Até que percebemos que tinhamos era de jogar à bola e ser organizados. Mas deixe-me que lhe diga, meu caro Dr. Barroso, que nunca vos vi lamuriar tanto durante a longa noite benfiquista - talvez por raparem os restos do tacho de quatro em quatro anos...

6 comentários:

Me myself and I disse...

CUIDADO COM O SPORTING
Nessa longa noite benfiquista, no meu caso pessoal nem era vivo (nasci em 77, ganhava o Porto uma taça de Portugal, um ano antes do nosso REGRESSO), mas dizia, a verdade é que nem devia haver tantos comentadores como há agora, porque são tantos os canais e tantas as imagens para comentar. Antigamente era ao domingo e na televisão pouco se via, por isso sempre defendi que foi muito mais fácil desde os anos 90 criar o nojento mito de que o Porto era beneficiado pelas arbitragens porque abundavam e abundam programas que falam mais (e cirurgicamente) de casos do que propriamente de bola jogada. E aí claro, o Benfica e o Sporting sempre tiveram vantagem, em simpatia da comunicação social. São mais (embora os lagartos cada vez menos) e estão por todo o lado a fazer o seu papel de pseudo-jornalistas-comentaristas. Mas quero dizer que por acaso, desde que me lembro de ver futebol (84,85) já o sporting era um pouco calimero. E cresci com os 18 anos de fome do leão o que mais aumentou o calimerismo. Mas uma coisa me repugna quase tanto como a "falsa moral" dos benfas em relação a serem (para eles é nunca admitirem serem beneficiados): o facto dos sportinguistas se acharem moralmente ainda mais acima de nós e benfas, no mito de que o sporting é realmente muito prejudicado. Quando não o é, foi campeão em dois anos (2000 e 2002) com muitas ajudas e todas as épocas tem jogos polémicos, só que como têm normalmente resultados desportivos a rondar o péssimo, desculpam-se com isso. Mas são iguais aos lampiões - só não estão na mó de cima- porque são. No ano em que ficaram a um ponto de nós na era jesualdo, ainda hoje choram que foi um golo de mão de um jogador do paços que os fez perder o campeonato. Um dos mais acesos anti-portistas e aliás, pai da palavra sistema, é um sportinguista, Dias da Cunha. Por isso, nenhum respeito pela instituição sporting é o que tenho. O péssimo trabalho que a comunicação social tem feito, sempre a denegrir o FCPorto não tem sido exclusivo de benfiquistas como muitos pensam. Há muitos sportinguistas anti-Fcporto. Como esse Borroso, excelente cirurgião mas péssimo comentador (o Dias Ferreira ou o Oliveira e Costa parecem ter mais 20% de QI do que ele). A eles, olhem meus amigos, sou do tempo que era 9-16 para vcs em campeonatos, agora é 25-18. Ah pois é.

JOSE LIMA disse...

Caro Alexandre Burmester
A edição do Rascord de hoje (em papel), demonstra, numa interessante estatística, que nos últimos 10 anos o Zbórden foi dos 3 grandes o maior beneficiado na marcação de grandes penalidades.
As considerações que esse médico meio ganzado faz no programa já entraram há muito no anedotário nacional.
Quanto ao mãozinhas, a afirmação de só se candidatar "depois de conhecer os Delegados" é bem demonstrativa dos compadrios e armadilhas que nos esperam esta época. Este lacaio do Orelhas é como as toupeiras. É muito bom a andar pelos túneis e, um dos indefectíveis apoiantes de Vítor Pereira que considero o responsável por tudo de mau que aconteceu na arbitragem nos últimos anos. Afinal não é ele o "formador", o "nomeador" e o "classificador" daquela cambada?
Mas "isto" ainda não é nada. Já andam em segredo a escolher os Juízes para o TAD (Tribunal Arbitral de Desporto que, como sabe, vai ser a instância máxima do julgamento dos casos conflituosos, tipo "caso do Túnel". A partir desta "instância" não há recursos. Então, depois, é que vai ser lindo.
Cumprimentos

Filipe Martins disse...

Como cirurgião é verdadeiramente o rei.
Já como "paineleiro" é um anedota pegada.

joao abel calais disse...

Tenho p'ra mim que o "doc"Barroso é o máximo nas duas artes :a médica e a da bola...Confesso que, temeria, ser por ele operado se (na noite anterior à operação) o ouvisse opinar sobre o Sporting, as calimeirices adjacentes e, sobretudo, sobre o volvo intestinal que o N/FCP lhe causa...
De resto, é como diz o Alexandre Burmester, o Barroso é um pratinho a quem devemos desejar "Longa vida e muita saúde!".
Saudações Portistas e BOA SORTE para logo mais.
João Carreira

Dragaoatento disse...

No programa Prolongamento, o único que me interessa ouvir é o Manuel Serrão!

13/09/2011 - Resultado magro contra uma excelente equipa mas a jogar a partir de determinado momento, primeiro com 10 e depois só com 9 elementos! A jogar contra 9 os Dragões perderam efectivamente uma grande oportunidade de golear o Shakhtar. Sendo, isto na minha opinião, o grande calcanhar de Aquiles da equipa azul e branca, a falta de capacidade na finalização (precisão e potência de remate).
É que a equipa do FC Porto farta-se de produzir futebol atacante que não consegue concretizar!

Replica disse...

Um perfeito carroceiro, um personagem mediocre, que faz córar
um trolha (que me desculpem os trolhas)