sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Análise ao momento actual

Nota introdutória: Este artigo é baseado na junção de dois comentários que o leitor Soren deixou num outro artigo deste blogue, tendo ele autorizado a sua publicação em formato de artigo, de modo poder suscitar uma leitura e eventual discussão mais alargada. Como é óbvio, o texto seguinte reflecte a opinião do Soren.


Há problemas de controlo das madalenas. Ganham e esbanjam a mais para aquilo que sabem e fazem. Contra isto não é fácil lutar no balneário. Passo a citar:

1 - Fernando, pré-época a fazer birras, queria sair, não se concretizou, não treinou, não esta naturalmente bem fisicamente para o arranque de época. Falta de profissionalismo.

2 - Cristian Rodriguez, há mais de dois anos que não está apto para fazer 30 minutos seguidos de jogo em ritmo aceitável. Problemas de excesso de peso evidente que só podem ocorrer ou por má nutrição, ou descanso inadequado, ou má performance no treino ou as três juntas. Falta de profissionalismo.

3 - Jorge Fucile, falta de concentração em inúmeros momentos chave em tantos e tantos jogos. Como é possível um jogador sul americano chegar à Europa, fazer uma época fantástica e 3 anos depois jogar 3 vezes pior do que jogava quando chegou? Com 3 anos a mais de experiência de futebol Europeu e com todas as faculdades físicas próprias da idade... Falta gritante de profissionalismo.

4 - Álvaro Pereira, bom profissional, levianamente mal aconselhado. Jogou uma copa América inteira, com enorme desgaste e nesse arranque de época das tais transferências até 31 de Agosto, andou com a cabeça num bairrozeco de Londres. Evidente a falta de condição física e mental para atacar a nova época.

5 - Rolando, parece que desaprendeu de jogar futebol. Sai não sai, declarações a dizer que via com bons olhos a saída, quero experimentar novos campeonatos, novos ares, blá, blá, blá. Falta evidente de concentração competitiva no inicio de época. Uma desgraça a defender, a ocupar espaços, a ler lances (no Porto e na selecção). Parece quase o espanador que agora em Stanford Bridge espalha os piolhos e a falta de classe encoberta durante anos pelos Elmanos da santa terrinha.

6 - Kléber, não é madalena, parece um bom profissional, mas não tem lugar no Porto. Não tem atributos técnicos suficientes para vestir aquela camisola. Podem falar à vontade da convocatória para a canarinha. Um equivoco.

7 - Walter, gordo que nem um javardo. Esta tudo dito. Nunca trabalhou verdadeiramente no duro desde que chegou ao Porto. É um jogador cheio de potencial e com muita técnica nos pés e na cabeça, que a falta de inteligência e o excesso de peso não ajudam a mostrar, nem desenvolver.

8 - Hulk, mais do mesmo. Um portento físico e técnico que não tem (não quer ter) timing de passe. Não quer ler os lances e aproveitar o momento ofensivo da equipa e as linhas de passe trabalhadas por quem corre a seu lado. Prefere jogar para ele. A oxigenação do cabelo é evidencia da falta de concentração no essencial. Ajuda com toda a sua classe a esconder todos estes problemas que enumero.

9 - Varela, trabalha muito como sempre trabalhou mas esta num profundo abaixamento de forma. Muito jeito daria em forma numa equipa a cair de podre.

10 - Moutinho, começou a época estoirado fisicamente e vai levar tempo até atingir o nível a que nos habituou. A selecção não ajudou à festa.

11 - Sapunaru, cada vez mais uma auto-estrada, cada vez menos jogador. Danilo vai pegar de estaca no lado direito assim que chegar.

12 - Otamendi, péssimo na leitura e no timing de entrada aos lances. Sempre assim foi e não há melhoras. Maicon lento, mas na generalidade, se não fossem as faltas de concentração seria um central que muito jeito daria ao Porto. Valha-nos Mangala que é um craque (e vai prova-lo em pouco tempo). Com 19 anos e muitas arestas para limar já é o melhor central do plantel.

13 - Guarin, um excelente jogador, sempre o foi. Um portento físico, com uma capacidade de remate fabulosa (como o prova o melhor golo da época na Europa o ano passado), com grande visão de jogo e capacidade de passe longo (como o provam dezenas de passes de morte, que o cruzamento para Falcao marcar o golo da final de Dublin comprova). Tem drible, tem tudo. Falta a concentração competitiva, a capacidade mental. Tem que ser controlado, motivado, etc. Não está com a cabeça no Porto, nem no jogo, nem no que tem que fazer.

Querem dizer que a culpa é só do treinador? O plantel é bom, não é mau. Mas há problemas a mais, vedetismos a mais, falta de profissionalismo a mais. Isto não é de agora, já se arrasta e agora estoirou a bolha.

Não entendo se há problemas na preparação física. Parece que sim. Mas estes problemas com os jogadores não são fáceis de resolver e são a principal razão do momento da equipa.

Provavelmente Vítor Pereira não terá pulso para tanta madalena (como se viu com Queiroz na selecção), mas ele não é o principal, nem o único responsável.

A pré-época foi mal conduzida, há coisas mal explicadas. Há jogadores que deviam ter saído e há um que devia ter ficado e que queria ficar.

Enquanto estes problemas não forem resolvidos, bem podem vir treinadores meus amigos. Este não tem pulso, mas se a SAD fizer o seu papel e se a preparação física for adequada, pode vir a tê-lo. As substituições dos últimos jogos provam que o treinador não anda a dormir.

E tenho quase a certeza que nos vamos apurar para a próxima fase da Champions.
Daqui a umas semanitas conversamos.

30 comentários:

Pedro disse...

É sempre mais fácil, para a maioria, apontar a falta de profissionalismo ou falta de atitude como razão principal para um mau momento de um jogador.

Pergunto se o autor priva no dia a dia com os jogadores para saber isso. O futebol é hoje em dia, e será cada vez, marcado pelo factor treino. Um bom motivador, um bom preparador fisico, um bom analista de adversários, um bom "mestre" da táctica, esses sim são os factores determinantes.

Um mau profissional é sempre mau profissional. Já um jogador que baixa de forma não é necessariamente mau profissional, e a responsabilidade é quase sempre das equipas técnicas.

Ps: Só quem não viu o jogo de Nicósia é que pode afirmar que Mangala é o melhor central do Porto. Já com o Nacional perdeu 2 bolas em zonas proibidas com toques de calcanhar....

Duarte disse...

A culpa não será só do treinador, José Correia, mas é 90% dele.

Não concordo, de um modo geral, com a crítica que faz aos jogadores. O Helton continua a fazer boas defesas e a salvar muitos golos. O Rolando - que nunca, mas nunca foi um grande central - está péssimo, mas só joga porque Vítor Pereira resolveu ostracizar - entenda-se lá porquê- o Otamendi. O Álvaro fez uma Copa América inteira, mas lembro que o mesmo já aconteceu no passado com o Lucho e não foi por isso que este deixou de render. Aliás, o Palito no Chipre foi dos mais esforçados, mas também se perder gás sempre existe o Alex Sandro, em quem Vítor Pereira quase nunca apostou e que até foi convocado para o Escrete. Na direita, nem o Fucile nem o Sapu são grandes jogadores. Cumprem, não são nenhuns craques, mas também não o eram no ano passado.

Passemos ao meio campo. O Fernando, pese todo o falatório, tem jogo bem, não compromete nem de perto nem de longe. Por exemplo, no ano passado, teve uma sucessão de disparates em vários jogos (lembram-se em Dublin daquela atrapalhação que resultou no isolamento do Mossoró?). O Moutinho é incansável e se as coisas não lhe saem, não é por falta de profissionalismo nem de aplicação. De qualquer modo, se não puder dar o seu contributo, existe o Defour que é um excelente jogador e vai haver o Danilo. O Guarín não tem jogado ultimamente, não está em forma, mas no ano passado, por esta altura, também não estava e não era por aí que os resultados não apareciam. O Belluschi tem jogado bem, desequilibra, traz dinâmica ao meio-campo, também não tem estado mal.

No ataque, o Hulk esforça-se, vai a todas e as coisas não lhe saem com a fluidez da época passada, mas lá está, não é por falta de vontade. O CR10 não joga, é propenso a lesões, só que uma vez mais isto não é nada de novo. Também era assim no ano passado. O James está igual a si próprio, é um craque. O Varela não recupera a forma da época transacta em igual período, mas existe o Iturbe. Tudo bem, agora a Pulguita teve uma lesão, mas antes disso também não jogava. O Kléber não é nenhum Falcao para já (e se calhar nunca será, mas também não precisa de alcançar um nível tão elevado para se tornar num atacante de excelência), só que as bolas não lhe chegam. Walter tem instinto goleador, mas realmente aquela forma física não lhe permite ser um titular absoluto. Era preciso mais um ponta de lança, aqui concordo que Vítor Pereira tem uma tarefa muito difícil.

Resumidamente, não consigo deixar de ter a sensação de que com outro treinador, inteligente e competente a nível metodológico, esta equipa renderia o triplo. Mesmo aqueles jogadores que não estivessem eventualmente num momento de forma tão bom, seriam substituídos por outros que dariam iguais garantias, podendo aqueles que estivessem mal, recuperar o rendimento do ano passado, à medida que a época avançasse. Temos equipa, temos suplentes, até temos reservas, falta-nos o treinador. Uma pena...

Tiago Pinto disse...

Ora aqui está um comentário que coloca o dedo na ferida. Por isso peço a todos os portistas que tenham a noção de que não é a criticar o treinador que vamos melhorar. A SAD e nós próprios temos que reforçar o papel dele naquele balneário.
A pressão no homem vem de todos os lados e não é fragilizando a posição dele que iremos melhorar. Temos o exemplo de algumas épocas atrás.

Pelo contrário também temos exemplos recentes em que o não despedimento resultou em finais de épocas em que fomos campeões (Adriaanse e Jesualdo).

Estamos a jogar mal é certo. O VP está a cometer erros é certo também. Grande parte desses erros advêm, a meu ver, das lacunas com que se deparou no plantel, das más decisões da direcção e da herança pesada do ano anterior.

Por isso peço que o apoiem e não queiram o despedimento dele!

Daniel Gonçalves disse...

Discordo com 75/80% do que escreveu o Soren. Primeiro só vê os aspectos negativos, esquecendo que existem aspectos positivos em cada jogador que convêm realçar. Fernando já acabou com as birras, voltou a ser o melhor Fernando e já relegou o Souza para o banco, contra o Apoel foi dos melhores, portanto esta em grande.
Walter já não emagrece mais, não tem nada a ver com falta de profissionalismo, a gordura que possui é da compleição física natural, o corpo tem as suas "leis" próprias, o Romário também tinha a mesma compleição de corpo que o Walter tem e no entanto era um jogador formidável.
Kléber tem potencial de crescimento, precisa é de ser trabalhado, não é nenhum Ronaldo (refiro-me ao brasileiro) mas também não afirmemos que é "Um equivoco". O Adriano também foi valioso enquanto esteve cá.
Hulk só tem jogado para ele, porque à falta de organização táctica nos últimos jogos a tendência é para procurar resolver sozinho. O Hulk do ano passado não era egoísta.

"Danilo vai pegar de estaca no lado direito assim que chegar", muito optimismo, será que não vai precisar de entrosamento - tarefa difícil na actual desorganização táctica - com o resto da equipa?

"mas se a SAD fizer o seu papel" Mas que papel????? A SAD já fez o seu papel, como salientou o Duarte num comentário no post anterior, que era segurar o plantel e a estrutura da equipa, com excepção do avançado centro (penso que estavam a contar com a contratação do Leandro Damião, só que à última da hora houve uma subida de preço, e apostou-se tudo no Kléber). Cada macaco no seu galho, cada um tem o seu papel e as suas competências próprias, a responsabilidade por preparar a estratégia, por montar o sistema táctico da equipa e a competência para motivar os jogadores cabe à equipa técnica e não à SAD, ao Presidente, ou ao Director Desportivo. Parece-me ideia totalmente desfocada esperar e desejar que seja a SAD a resolver ou a fazer o trabalho que cabe ao treinador e à restante equipa técnica. Se assim fosse um dos elementos da SAD poderá futuramente ser técnico de futebol.

VitorFCP disse...

resumindo, os mesmos jogadores que o ano passado eram fabulosos, agora são 1 monte de merda?

Nem sempre ter o poder de escrever para quem lê é bom...mas só aceita a tua opinião quem quer, mas acho que apesar de haver confusões, e alguns estarem em baixo de forma...não merecem metade do q está ali escrito

Jorge disse...

ei lá que gigantesca quantidade de alarvidades. especulação transformada em verdade, dogmas pessoais convertidos em conhecimento público.

em calão anglófilo: bullshit.

por favor diga-me que não concorda com isto, José. tenho-o em melhor crédito.

cumprimentos,
Jorge
Porta19

Pedro disse...

Concordo com quase tudo. Só não digo tudo, porque há algumas nuances de jogadores sobre os quais ainda não tenho opinião tão definida, como por exemplo Mangala ou Kleber. No resto ...

Infelizmente parece-me uma análise muito certeira! Desengane-se quem pensa que tudo se resolve se o treinador mudar. Só mesmo quem acredita em milagres pode ir nessa.

pedro disse...

Alguns pontos de discordancia e outros a mais:
-Moutinho paga a factura de nao ter treinado convenientemente na pre-epoca para forçar ida para o chelsea.
-AP e Guarin queriam sair e continuam a forçar
-Fernando esta recuperado
-O unico central lento do FCP é o Otamendi (o Maicon talvez ate seja o mais rapido!)
-Micael vs Rui Quinta _(pre-epoca)
-Helton vs Rolando (pre-epoca)
-Fernando vs Otamendi (bem, bem recente) para sorte do Mangala
-Sapunaru com lombalgia(!) apos ter ficado fora da champios e a ver que nao havia Fucile?
-James contra contra o Paços saiu a correr do campo e "cagou" no capitao de equipa que o chamava, foi o unico que nao cumprimentou o publico no fim do jogo: em chipre, banco.

O VP ate pode ter a sua culpa, com certeza tera alguma, mas quando os jogadores nao querem nao ha volta. Cheira-me que em Janeiro saem ja alguns e sem champions pode ja nao vir o Weligton do Spartak Moscow.

Alexandre Burmester disse...

Caro amigo Pedro,

Pelo seu texto até sou levado a concluir que você está por dentro dos assuntos:

"-AP e Guarin queriam sair e continuam a forçar"

"-Micael vs Rui Quinta _(pre-epoca)"

"-Helton vs Rolando (pre-epoca)"

Não quer escrever aqui um artigo? As suas opiniões seriam muito bem-vindas!

Dirija-se ao nosso email caso queira dar-nos esse gosto.

Muito obrigado

Abraço

Soren disse...

Ainda bem que nem todos concordam.

Ha quem nao concorde e escreva de sua justiça e ha quem escreva alarvidades, como 'bullshit'.

Eu nao disse que o Fernando nao é bom jogador. O Fernando é um jogador fantastico. Mas quem nao faz pré-época tem de apanhar o comboio durante a competiçao. Quando é a doer e quando duas derrotas em 6 jogos possiveis podem ser decisivas para as contas finais.

Sem duvida que ha jogadores que nao estao em forma e que se teem esforçado. Ha outros em que nao vejo esforço ha ja muito tempo.

A maioria destes jogadores, sao excelentes jogadores (eu escrevi que o plantel é bom), mas durante o defeso a atitude e o comportamento deixaram muito a desejar. Culpa deles, dos seus empresarios e da SAD. O ambiente actual do futebol encarregou-se de tornar a pré-época do Porto um desastre. Isso e a saida de AVB e o deslumbramento pelas vitorias alcançadas.

Ora ha quem ache que a culpa é 80% do treinador, que ele é incompetente, nao tem discurso, nao tem pulso, nao tem chama, nao sabe ler o jogo, é muito bom na esquematizaçao do treino e muito mau quando chega a liderar um grupo de homens.

Ora eu também lidero um grupo de homens. Se nao me derem as ferramentas nem o apoio necessario para os liderar, se eles quiserem boicotar a liderança, fa-lo-ao.

Ja se esqueceram do que se passou em 2004?
Isso foi culpa de quem? Dos 3 treinadores? Ou do ambiente que criaram as vedetas campeas da Europa, que queriam sair e tiveram de ficar? E esse tipo de comportamento nao minou o balneario? A isso chama-se o que? Falta de profissionalismo? Isto é o mais candido que se lhe pode chamar.

Ja vejo bola ha alguns anos, nao sao so aqueles que escrevem bullshit que veem.

O treinador é o elo mais fraco na conjuntura actual. O mais facil de ser atacado. Espero que a SAD o proteja e que os jogadores sejam solidarios para com o seu treinador, especialmente aqueles que sabem que nao trabalharam bem na pré-época e que por isso, atrasaram o atingir do pico de forma.

Soren disse...

Pedro, permita-me discordar, mas o mais facil é atacar o treinador. Como alias é visivel nesta caixa de comentarios. Nao vou por ai.

Victor, eu nao disse que os jogadores sao um monte de merda. O plantel do Porto tirando as posiçoes de defesa direito e ponta de lança é um excelente plantel. Na minha opiniao ha no plantel maus profissionais. E nem sempre os maus profissionais demonstram a sua falta de profissionalismo. é muito facil esconde-la quando tudo corre de feiçao e quando se ganha consecutivamente, umas vezes com mérito e outras com sorte.

Para mim o Fernando foi pouco profissional no defeso, como o foi o Rolando, como o é o Rodriguez e o Fucile. Os outros sao jogadores com lesoes ou em baixo de forma. E o Alvaro Pereira foi ludibriado pelo contexto do futebol actual (nao joga sequer a final da supertaça europeia e depois fica no plantel), para além de chegar cansado da copa américa. Onde esta escrito que no Chipre o Alvaro nao correu? Que os jogadores nao se esforçaram?

Mas por exemplo, o Fucile esforça-se? Zero.

O que eu digo é que isto sao problemas a mais para qualquer treinador.

Se voces acham que o treinador nao presta, muito bem é a vossa opiniao. Eu nao sei se ele presta, porque com tanto problema nao consigo discernir/avaliar as qualidades e defeitos.

O Jesualdo também tinha que vir para rua, mas depois foi campeao e foi preciso o "melhor golo da carreira" do "melhor do mundo e arredores", para nos arredar das meias finais da Champions. E nessa altura tinhamos ponta de lança.

Onde é que eu ja vi este filme?

InVicturioso disse...

Concordo com muito muito pouco do que foi dito neste Post...

É tudo conversa "para ingles ver", mas vamos a substancia: estes jogadores nao eram os mesmos da época passada? Sim, eram!

Porque é que de repente deixaram de render entao? A falta de profissionalismo a que o Soren se refere, estaria certamente tambem presente o ano passado, ou só este ano é que os jogadores deixaram de ser profissionais? E se sim, PORQUE?!

Eu tambem nao sei, mas dizer que a culpa é dos jogadores e o treinador está a fazer o que pode nao pega...

Alem disso, nao me sai da cabeca a frase do VP a seguir ao jogo em Nicósia: "Hoje fomos Porto!" E perdemos 2-1...Como é possível o PdC permitir uma coisa destas?!

pedro disse...

Agradeço o convite, mas entendo que são assuntos a desenvolver quando a época terminar. Todos entenderão, acredito. A indisciplina paga-se caro, e TODOS os timoneiros são culpados.

Tribunal daz'Antas disse...

Concordo quase na íntegra, Parabéns pela análise..Acrescento alguns pontos, que considero muito pertinentes para "debate"...

14 - Exclusão/guerra com a Gestifute

15 - Ukra é emprestado 1,5 anos (e se é Ele brilha-se de Janeiro a Junho?!), e contratamos Djalma, Angolano que nunca atingirá a categoria, evidenciada há quatro anos consecutivos pelo Alan.

16 - Beto, que Português (PT) e que sempre transpareceu identificar-se com "a casa", é emprestado, contrata-se um GR com 30anos (fruto da num será "dono" da Nossa baliza) Brasileiro (BR).

17 - Despachamos Ruben Micael (PT), jogador que sempre cumpriu e nunca questionou opções técnicas.

18 - Emprestamos Sereno (PT), jogador polivalente com 26 anos, que sempre cumpriu e nunca questionou opções técnicas, que nunca seria titular indiscutível, mas cumpriu sempre que foi "chamado".

19 - Ficamos com Maicon (BR) no plantel, com 22 anos e boa margem de progressão (se jogasse regularmente), relegado a quarto central do plantel.

20 - Miguel Lopes (PT) nunca fez uma má exibição, nas poucas vezes que foi utilizado (por exemplo com os Mouros), treina sozinho, ou melhor, acompanhado por um assalariado (e nas instalações) do Clube, sem sequer estar inscrito até Janeiro..Tinha todas as codições para ser superior (ou junção de ambos) ao Fucile e Sapunaru..Por exemplo, o lesionado Emídio Rafael (terceiro lateral esquerdo), foi inscrito.

21 - Castro (PT) raçudo, prático e Portista (para sintetizar adjectivos), com "tudo" para ser o Nosso futuro Capitão, e que nada fica a dever a Souza, Belluschi e Defour (todos Eles estrangeiros) é novamente emprestado.

22 - Contrato do Cristian Rodriguez acaba no final da época, apartir de Janeiro pode negociar livremente..E se até lá brilha-se?!

22 - Alex Sandro, Walter, Iturbe e...Danilo, não estão inscritos na LC por excesso de jogadores estrangeiros.

23 - Etc.

Quem Decide/Ordena no PORTO?!

reine margot disse...

Infelizmente tenho de concordar com o Jorge, Porta 19: - bullshit!
Mas mais, afinal para quem jurava apés juntos que não havia linha editorial esta escolha de comentários para artigo, transformou-se numa prática maneira de dizer que sim, que não só há uma linha - que neste momento é anti-establishment - até ao ponto de realçar que há comentários preferenciais...

Hum! será que é só a equipe que está em crise?

MrCosmos disse...

Pois tenho de aplaudir a lucidez do Soren neste post.
Concordando e discordando com o homem em várias coisas, e sobretudo acrescentando que Mangala só peca por não ser Português... pois acho que tem raça e habilidade em progressão para vestir a nossa camisola N.º 2 com o peso que ela acarreta, reconheço o post como lúcido e objectivo.
Apesar dos defeitos do plantel, é evidente que não 'evaporaram' as suas qualidades anteriormente atestadas. Estão lá, embora andem neste momento bastante apagadas.
Claro que temos um excelente plantel (!) assim todos, e em primeiro lugar eles (jogadores) também queiram...

Agora o facto de o autor "chamar certos bois pelos nomes" neste texto, só vem demonstrar conforme a caixa de comentários que afinal existem mesmo demasiadas "Vacas Sagradas" no nosso plantel, endeusadas pelos próprios adeptos, cujos não admitem a leviandade da frontalidade nas evidências apresentadas, ao qual só faltou apelidarem Tal opinião apresentada como Herege e Blasfema...

Saudações Portistas.

José Correia disse...

Duarte disse...
A culpa não será só do treinador, José Correia, mas é 90% dele.

Conforme consta da nota introdutória, o texto publicado reflecte a opinião do Soren.

José Correia disse...

Jorge disse...
por favor diga-me que não concorda com isto, José. tenho-o em melhor crédito

Olá Jorge, ainda não tive tempo para comentar a opinião do Soren, mas conto fazê-lo hoje à tarde.
Agora, conforme é público, eu discordo de muitas das coisas que são publicadas no 'Reflexão Portista' e, inclusivamente, as minhas discussões com outro dos co-autores do blogue - José Rodrigues - até já se tornaram um clássico.

Alexandre Burmester disse...

Caro "reine margot",

O nosso amigo parece ter uma certa obsessão acerda de haver ou não aqui uma "linha editorial", como se tal, a existir, fosse algum escândalo.

Pois bem, é livre de escrever de sua justiça e mandar-nos um artigo para publicação.

Um abraço

José Correia disse...

reine margot disse...
para quem jurava a pés juntos que não havia linha editorial esta escolha de comentários para artigo

Eu sei que na cabeça de algumas pessoas, a publicação de um artigo baseado em comentários de um leitor significa concordância a 100% com esse(s) comentário(s). Talvez isso seja verdade noutros blogues, mas não é o caso do Reflexão Portista.
No RP não temos a preocupação de ser politicamente correctos e muito menos de ser yes-men. Pelo contrário, procuramos publicar temas que suscitem alguma reflexão, discussão e contraditório. Para quê estar a publicar artigos em que estamos todos de acordo?

Olhando para os comentários anteriores, parece-me que a publicação deste artigo valeu a pena.

Soren disse...

pedro, ainda bem que ha mais gente que sabe do que eu estou a falar.
Nao acho que VP também nao tenha responsabilidades. Mas para mim,
dadas as circunstancias é impossivel fazer melhor e mostrar valor.

Por aqui me fico.

Duarte disse...

Soren, não há nenhum tipo de paralelismo entre a atitude dos jogadores de agora com os de 2004/2005, pelo menos aparentemente. Não há relatos de saídas nocturnas até altas horas, de entrevistas inflamadas dos próprios jogadores, etc. Mesmo em campo a atitude é diferente.

Depois, desculpe-me, mas invocar um incompetente chapado como Queiroz para defender Vítor Pereira, é infeliz. E se reconhece que o Fernando tem feito bons jogos e se tem esforçado, então não vejo onde está o problema.

Em relação à SAD, têm culpa de quê? Mantiveram a equipa, reforçaram-na, não com aqueles jogadores baratuchos e desconhecidos, mas com atletas de créditos firmados e que eram referências nos seus antigos clubes. Ou seja, demonstraram ambição. Não era isto que a esmagadora maioria dos adeptos queriam? Preferia que se tivessem vendido os jogadores que tudo nos deram a torto e a direito? Têm culpa de uma coisa, sim: na teimosia que os leva a manter o treinador.

Com todo o respeito, discordo completamente de si.

PS: a única coisa boa que Vítor Pereira está a conseguir é fazer justiça a um homem chamado Jesualdo Ferreira. Se tiver tempo mais logo, justificarei esta minha afirmação.

Duarte disse...

PS2: José Correia, desculpe, mas só depois dei conta de que o artigo era do Soren.

Duarte disse...

"Mangala só peca por não ser Português... pois acho que tem raça e habilidade em progressão para vestir a nossa camisola N.º 2 com o peso que ela acarreta, reconheço o post como lúcido e objectivo. "

E porque é que tem de ser português? Porque é que não o ser é pecado? Lá estamos nós com os nacionalismos injustificáveis.

Alexandre Burmester disse...

Caro "Soren",

Faz também parte do papel de um treinador - e que parte! - saber gerir amuos e tiques de vedetismo. Mas Vítor Pereira aparenta não saber lidar com isso, tal como Victor Fernandez há 7 anos.

O plantel é suficientemente vasto para se poder "encostar" dois ou três meninos amudados ou, simplesmente, em má forma, mas só recentemente o treinador enveredou por esse caminho. Mas os que entraram para o lugar dos "amuados" mostraram em campo a mesma desorientação que as "vedetas" que foram chamados a substituir. E se se sentem desorientados, é porque não há quem os oriente.

A sua análise é muito oportuna e certeira, mas parece-me demasiado indulgente para com o treinador.

Abraço

Luís Negroni disse...

"Mas para mim,
dadas as circunstancias é impossivel fazer melhor e mostrar valor."

É lá agora impossível, Soren. É mas é impossível alguém fazer pior, isso sim. Estivesse lá, já não digo um Mourinho, já não digo um Villas-Boas, já não digo sequer um Bobby Robson, apenas o António Oliveira que passou por lá há uns 15 anos atrás, a ver se não faziam melhor e se não mostravam valor.

Com todos estes ataques na comunicação social (agora é a creolina a revelar essa coisa terrível, nunca antes suspeitada, de que os jogadores do Porto têm sexo com mulheres), com um treinador minimamente capaz de passar a mensagem, a motivação dos jogadores do Porto estava nos píncaros. "Picados" como deve ser, até comiam a relva.

Mas está lá um sujeito que até mete pena. É pior que um soporífero (para os adeptos e suponho que também para os jogadores).

Mário Faria disse...

Estive a ver – alternadamente – os jogos de, hoje, do MU e do Chelsea e, as suas exibições foram (e têm sido) tão pobres quanto as que o FCP tem produzido, apesar de, hoje, terem vencido, de forma muito, muito sofrida, diga-se. Os jogadores destas equipas parecem sem chama, força e talento. Os onze têm mudado, mas a mediocridade parece instalada. O primeiro tem um treinador acima de qualquer suspeita, relativamente à sua competência e capacidade de liderança, o segundo tem um jovem estrangeiro com um passaporte de glória, de Portugal e made in FCP, de quem a imprensa de lá, ultimamente, tem descascado tanto como a de cá o VP.

Não sou capaz no FCP de apontar o dedo ao réu (se é que o há) porque ainda não fui capaz de o definir. Tive dúvidas, mas percebi a opção de PdC por VP. Estranhei a restante composição da equipa técnica.

VP não é um comunicador hábil, isso viu-se logo, não sabe criar empatia, como o fazia tão bem AVB, e isso pode ser uma desvantagem, mas não serve ou não deveria servir, na minha opinião, para desqualificar (ou despedir) um treinador.

PdC é um presidente que resolve bem as embrulhadas e sai (quase) sempre por cima. Espero que o saber e a sorte o continuem a acompanhar nesta fase complicada. Acho, porém, que o VP, por alguns erros próprios e muitos pecados alheios, é que pagará a factura se houver prejuízos desportivos próximos que lhe roubarão, certamente, o direito à continuidade.

Fernando B. disse...

Gosto do Reflexão Portista, porque tem textos e até comentários, acima da média, em blogues quer nossos, quer de outros clubes, que também frequento, alguns. Gosto que no RP haja ideias, diferentes e polémicas, caso contrário não valia a pena chamar-se " Reflexão..", poderia ser " Tudo vai porreiro, pá"
Tenho uma pagina onde vou colar, diversas considerações sobre o Kleber, e quando ele tiver a idade do Falcão, conversamos.
Tenho a maior consideração pelo treinador. Não sou amigo pessoal dele, mas sou intimo de professores e amigos dele. Mas... espero o fim de Novembro, pois com aquela incapacidade de comunicação, não vejo saída airosa, nem para ele, nem para nós...

José Correia disse...

Soren disse...
O treinador é o elo mais fraco na conjuntura actual. O mais fácil de ser atacado.

De acordo, o que não significa que o Vítor Pereira tenha os requisitos necessários para, nesta altura, ser o treinador principal do FC Porto.

José Correia disse...

Soren disse...
Não acho que VP também não tenha responsabilidades. Mas para mim, dadas as circunstancias é impossível fazer melhor e mostrar valor.

Nisto já estamos em profundo desacordo.