domingo, 6 de novembro de 2011

Continuamos na liderança!


Na liderança do campeonato (pelo menos mais três semanas...), sem derrotas e com o melhor ataque.
E ainda há adeptos (como eu) que não estão satisfeitos. Que ingratos!...

16 comentários:

Mário Magalhães disse...

O VP deve estar aos saltos em casa... Lamentável...

Duarte disse...

"E ainda há adeptos (como eu) que não estão satisfeitos. Que ingratos!... "

lolololol Tem razão, José Correia e eu junto-me ao lote dos ingratos.

Este Benfica não joga nadinha, nadinha, nadinha. Tem uma equipa fraca e limitada, para mim até pior que a do ano passado. Mais um motivo para nós, portistas, nos sentirmos revoltados porque já devíamos ter esta Liga no papo.

InVicturioso disse...

Este argumento é mesmo só para enganar os mais inocentes...
Meu caro José Correia, voce acha sinceramente que o Porto a jogar como está ganha a alguma das equipas mais fortes do campeonato?
Eu nao tenho a mínima dúvida que se tivessemos jogado contra o Braga hoje, teríamos levado aí uns 2-0.
Ou seja, esta lideranca nao passa de uma ilusao e toda a gente sabe disso!
Nao vale a pena vir com argumentos desses pois num ápice perdemos a lideranca e nunca mais a apanhamos! E depois quando ja for tarde demais, la nos decidimos por despedir o treinador...

Vitor disse...

Estará tudo doido ou sou apenas eu? Mas anda tudo a ler a bola???
Não concordo nada com esta onda de loucura para com o nosso treinador.
E despedimentos a meio da época, nunca provaram ser eficazes, mas quem sou eu...
Eu acredito no homem, sei que ele sabe do assunto e que tem coragem, pois não é qualquer um que aceita o desafio de treinar o nosso FCPorto sabendo à partida que para superar o AVB teria sempre de ganhar a Champions o que, diga-se, não é impossível mas bastante longe... E não estou maluco, sei que é quase impossível mas quero apenas deixar claro que no FCP não há cultura de "encolhe-os-ombros" ou do "deixa-andar"! Até ao fim, muito pode e vai acontecer, e os jogos desta noite são prova disso mesmo. É claro que não devemos contar com o ovo no cú da galinha mas, por vezes acontece e só temos de aproveitar.
Confio no Vítor Pereira e quero que fique onde está.
Não podemos ganhar sempre. Felizmente estamos muito mal habituados e não sabemos reagir da melhor forma quando não ganhamos, pois não estamos habituados...

Pedro G. disse...

Sim, mas empatar em Braga não é a mesma coisa que empatar em Olhão né...estes jogadores já não respeitam o treinador. Estava com esperança que fosse o fim da linha pro VP mas já vi que não.

Daniel Gonçalves disse...

Sim ainda continuamos em 1º, mas a questão é durante quanto tempo? Será que ganhamos ao Braga? Com o nível exibicional dos últimos jogos vai ser complicado.
O que se vê é uma equipa do FC Porto totalmente partida, ontem no jogo de Olhão era ver os nossos defesas a despejar bolas para o ataque, o meio-campo já não constrói jogadas.

Com um treinador competente nesta altura tinhamos 7 pontos de vantagem para o 2º classificado e a Liga estava bem encaminhada para o nosso lado. Temos o melhor plantel e a melhor equipa em Portugal, precisamos de um treinador, que não o VP, para a comandar.

Dragaoatento disse...

Pela minha parte também acho que nesta altura da época é capaz de ser difícil encontrar um treinador que faça a diferença, e nesse caso, o melhor é deixar andar mais algum tempo a ver se as coisas melhoram, mas a ir já pensando numa solução melhor para a próxima época! Eu no caso do presidente do FC Porto tentaria era arranjar adjuntos mais competentes do que os: da Quinta, Filipe Almeida e Semedo. São adjuntos sem provas dadas, ou seja, que não dão garantias.

Villas-Boas vs Vítor Pereira as diferenças de qualidade (competência)
Villas-Boas – É um perito a estudar o desempenho dos adversários e é exemplar a ler os jogos de futebol. É também um excelente estratega, um comunicador nato, e, um óptimo psicólogo. Consegue motivar como ninguém os seus pupilos! Além disso é suficientemente arguto, sagaz, para se rodear de adjuntos (colaboradores) competentes ( treinador de campo e preparador físico)!
A época passada Villas-Boas tinha como colaboradores: um bom treinador de campo V.P., um bom assistente de balneário (incentivador)Pedro Emanuel, e, um excelente preparador físico o José Mário!
Vítor Pereira – É capaz de ser unicamente um bom treinador de campo. O longo dos últimos 3 meses tem provado ter muita dificuldade em estudar (ler) o jogo do adversário e ser um péssimo estratega (táctico). Atendendo ao rendimento dos seus pupilos também se pode concluir que: tem défice de comunicação com os seus subordinados, que não controla o Plantel e que é um medíocre psicólogo! Além de ser evidente para os adeptos que está mal coadjuvado pelos seus colaboradores (da Quinta e Filipe Almeida, adjuntos sem currículos com garantia).

reine margot disse...

Apesar de terem todos razão, a verdade é que também se ganha quando se é o "menos pior"...

jotajota disse...

O Benfica joga pouco, o Sporting nada jogou contra o Leiria tendo ganho injustamente. As últimas exibições do Chelsea de Villas Boas ou do Manchester de Sir Alex foram deprimentes. Dos jogos do milionário A.Madrid, nem vale a pena falar.
No entanto passa a ideia de que a única equipa do mundo a jogar mau futebol é o Porto.
A segunda parte do jogo de ontem não foi má. Fizemos mais do que o suficiente para ganhar. Alguma inépcia, alguma inflicidade e uma arbitragem desastrosa não permitiram que isso acontecesse.
É um facto que temos desperdiçado alguns pontos de forma inglória. Mas apesar de tudo lideramos a liga.
Enveredar por teorias do apocalipse parece-me dejajustado e perigoso. Acredito que é possível melhorar o nível exibicional e tirar o melhor partido de um excelente plantel a que faltam apenas um laterl direito e um ponta de lança.
Ainda hoje vi jogar pelo Leiria, a lateral direito, o jovem Ivo Pinto cedido pelo Porto. Que jeito nos daria neste momento. O que fica a dever em relação a Sapunaru ou Fucille?

João Pedro disse...

Deixem-se disso,o Vítor Pereira não vai sair e acho que bem que não saia a meio da época,vamos deixar isto nas mãos de Rui Quinta? Chega de atirar pedras ao Vítor pois, não é o único culpado.
Eu ainda acredito e apoio o Vítor e o meu clube!


Força Porto!
Abraço aos machos beijo as princesas portistas.

Duarte disse...

Vítor, desculpe, mas nesta altura não esperava ler comentários como o que escreveu, mesmo que os respeite.

Ninguém pedia ao Vítor Pereira que ganhasse a Champions, que fizesse melhor ou o mesmo que Villas-Boas. O que se pedia era a qualificação na fase de grupos da Champions em primeiro, de preferência, já que viemos do pote 1, e a vitória destacada na Liga, com um bom futebol. Acha que alguma destas coisas está perto de acontecer?

"E despedimentos a meio da época, nunca provaram ser eficazes, mas quem sou eu..."

Em 1999/2000, o Sporting despediu o Giuseppe Materazzi e foi buscar o Augusto Inácio, recuperou uma quantidade inacreditável de pontos e foi campeão. Em 2001/2002, Pinto da Costa manteve Octávio Machado até ao limite e só o despediu em fevereiro para ir buscar o Mourinho. Estávamos em 5º lugar e ficamos em 3º. Se o agricultor não tivesse sido despedido, tínhamos ficado em 5º, não íamos à UEFA ( na altura o 5º lugar não dava acesso às competições europeias)e, no ano seguinte, não teríamos atingido a final de Sevilha. Mas se Pinto da Costa tem sido mais lesto e despede o Octávio 3 ou 4 meses mais cedo, não tínhamos garantido o 3º lugar só à última jornada e, quem sabe, se calhar tínhamos lutado pelo título.

Vítor, pelo seu comentário, concluo que também foi contra o despedimento de Octávio Machado, correcto?

David Duarte disse...

Talvez me engane, mas senti uma ironia bem portuense (e não portista) no comentario do José Correia que finalemente exprime o que a reine margot disse.

Pedro Reis disse...

"Deixem-se disso,o Vítor Pereira não vai sair e acho que bem que não saia a meio da época,vamos deixar isto nas mãos de Rui Quinta?"

Sim, isso seria sair de um pesadelo para um suicídio colectivo!
Se o VP já é limitado como treinador principal, o resto da equipa técnica nem para o Pero Pinheiro servia... Quinta "Bigodes"? Semedo? Realmente há dias em que o PdC deve andar a pensar em tudo menos no FCP...

José Correia disse...

Vitor disse...
Mas anda tudo a ler a bola???

Eu de A Bola só leio as crónicas do Miguel Sousa Tavares e do Rui Moreira, quando estas são reproduzidas em blogues portistas.
De resto, sou apenas leitor regular do JN, Grande Porto e O JOGO.

José Correia disse...

Vitor disse...
E despedimentos a meio da época, nunca provaram ser eficazes

Os resultados alcançados com a mudança de um treinador dependem, basicamente, de três coisas:
1) timing da mudança;
2) situação da equipa aquando da mudança (classificação no campeonato e LC, calendário de jogos por disputar, estado físico e moral dos jogadores, etc.);
3) capacidade do novo treinador (ao nível táctico, estratégico, motivacional e comunicacional).

José Correia disse...

jotajota disse...
Ainda hoje vi jogar pelo Leiria, a lateral direito, o jovem Ivo Pinto cedido pelo Porto. Que jeito nos daria neste momento. O que fica a dever em relação a Sapunaru ou Fucile?

E têm visto jogar o Atsu (que está emprestado ao Rio Ave)?