quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Os encargos adicionais...

Um dia depois da FC Porto SAD ter anunciado a contratação de Danilo, o site Maisfutebol falou com o presidente do Santos:

«O Maisfutebol seguiu a par e passo umas das mais intrincadas conversações deste mercado de transferências. No day after à decisão, fazemos-lhe o resumo. O nosso interlocutor, privilegiado, é o presidente do Santos Futebol Clube, Luís Álvaro de Oliveira.
A proposta do F.C. Porto era imbatível”, começa por assegurar ao Maisfutebol o dirigente. “Foi uma luta dura entre Porto e Benfica. Acreditámos que fizemos a melhor opção, para o Santos e para o Danilo”.
Segundo nos explica o dirigente, o Santos adquiriu na segunda-feira os 37,5% que pertenciam ao Grupo DIS. Por essa altura, já o Benfica fizera uma proposta. Recusada.
No dia seguinte, terça-feira, o FC Porto dialogou directamente connosco e ultrapassou claramente a oferta do Benfica [13 milhões contra dez]. Entrámos em contacto com o Danilo, explicamos-lhe tudo e decidimos que a liga portuguesa é o destino ideal para ele. As pessoas do FC Porto foram muito correctas. Depois disso nada mais havia a fazer”.»
in Maisfutebol, 20/07/2011


No dia 19 de Julho, pagar 13 milhões de euros por um jovem lateral-direito (que também pode jogar a médio) promissor, mas ainda sem um curriculum assinalável, parecia um balúrdio apenas justificável por, mais uma vez, ter envolvido um disputa com o slb. Contudo, os números reais não eram estes, faltavam os “encargos adicionais”...

O quadro seguinte corresponde às principais aquisições realizadas no período entre 1 de Julho e 30 de Setembro de 2011, tendo sido extraído do Relatório e Contas Consolidado da FC Porto SAD, 1º Trimestre 2011/2012 (página 16):


(clicar na imagem anterior para a ampliar)


No negócio Danilo (em que a SAD portista ganhou mais uma corrida à SAD do slb!), os designados Encargos adicionais (incluem serviços de intermediação, serviços legais, prémios de assinatura de contratos, etc.) perfazem a escandalosa soma de 4.839.131 Euros, atirando o custo total desta aquisição para quase 18 milhões de Euros!

E somando os encargos adicionais das cinco contratações feitas pela FC Porto SAD neste trimestre, chega-se ao bonito número de 9.074.870 Euros.

É normal que haja intermediários e, que me lembre, no futebol sempre houve comissões, mas estes números são de arrepiar e não sei como é que clubes/SAD's portuguesas podem suportar este tipo de encargos. Até quando?

P.S. Atendendo aos valores gastos na compra, aos encargos salariais e às comissões que a FC Porto SAD também costuma pagar aquando das vendas, o Danilo terá mesmo de ser um grande craque, de modo a que os "tubarões" europeus abram os cordões à bolsa e a SAD portista não perca dinheiro se e quando o vier a vender daqui a uns anos.

8 comentários:

Duarte disse...

Saúdo a transparência dos números do relatório e contas apresentados pela SAD. Independentemente do que se possa considerar, os números foram avançados pelo FC Porto abertamente, não pela imprensa. Podemos discuti-los e isso deve-se à postura da direcção. Não podia ser outra, claro, mas noutras bandas bem sabemos que as coisas são disfarçadas.

Contudo, creio que deveria haver uma entrevista, em tom de sessão de esclarecimento, que interpretasse e justificasse estes mesmos números. Ou seja, uma explicação feita por quem de direito: Pinto da Costa e Angelino Ferreira. Já que temos uma parceria com o Porto Canal, podíamos aproveitá-la para lhe dar finalmente algum sentido prático e que beneficiasse realmente os interesses do FC Porto. Seria provavelmente interessante que fossem colocadas questões à administração por parte de pessoas independentes e com conhecimentos no assunto - Rui Moreira, por exemplo - e não de yes men's, que apenas fariam perguntas superficiais com algumas risadas à mistura.

No caso concreto do Danilo, os números parecem-me excessivos. Fui a favor da sua contratação e os 13 milhões pareciam-me valores razoáveis atendendo ao seu valor. Agora esta cifra é demasiada, embora também acredite que seria impossível fazê-la por verbas mais baixas.

De futebol gosto muito, de economia futebolística percebo o essencial. Este relatório e contas serviu, quanto mais não seja, para que tenha aberto definitivamente os olhos sobre os bastidores dos negócios futebolísticos. Isto não serve só para o Porto, serve para todos os clubes e no final até me sinto feliz por chegar à conclusão de que ao menos connosco as coisas estão mais claras do que nos outros.

Pedro Reis disse...

Para mim é um escândalo! Podemos dar as voltas que dermos, elogiar a transparência (??? mas não é suposto uma SAD ser transparente), mas os números que acabam de ser públicos especialmente os que dizem respeito à venda do Falcao e à compra do Danilo são uma vergonha. Por isso não dou 1 cêntimo que seja para este carrossel de ladrões! Vejo quando me apetece pela televisão e ponto final.

João Saraiva disse...

Que cambada de ressabiados! Sempre a criticar quem tanto nos dá. Esta é a melhor equipa de gestão do futebol mundial (quiçá europeu).

No futebol hoje em dia é assim que se fazem os negócios, ou preferiam vender o Coentrão e o David Luiz e não ganhar nenhum campeonato? E quantas liga europa ganharam os da 2ª circular? Somos o clube europeu que, no séc. XXI, mais troféus ganhou. O que querem mais?

Comparem o passivo do Porto com o da concorrência e nem tem comparação.

Negócio vergonhoso é o do Roberto.

Alexandre Burmester disse...

Assino por baixo, João. Que bando de ingratos e ressabiados!

João Saraiva disse...

Ah! E faltou dizer que a culpa neste negócio é exclusivamente do Falcao, e da escandalosa pressão que fez para sair. Um verdadeiro ingrato.

Se o Falcao não tem falado e feito uma vergonhosa pressão para sair, eram 40 milhões limpinhos (e nem 1€ de desconto).

Luís Negroni disse...

Nuns casos houve prémio de assinatura elevado, noutros não, daí os encargos adicionais serem muito elevados nuns casos e relativamente baixos nos noutros. Que culpa tem a SAD do Porto, que alguns jogadores (e quem os rodeia) sejam mais "peseteros" que outros?

A alternativa é não ter esses jogadores e eles irem para o slb ou para outros clubes, com valores de aquisição de passe e encargos adicionais muito semelhantes. Só que aí esses valores já não incomodam a comunicação social nem ninguém. Por exemplo - e é só um de muitos possíveis do slb - os 3 milhões de euros ou coisa parecida que o Capdevila recebeu (prémio de assinatura), para (não) jogar pelo slb, incomodam alguém?

Nightwish disse...

"Que cambada de ressabiados! Sempre a criticar quem tanto nos dá."
A mim o FCP não dá nada, eu é que lhe dou dinheiro todos os anos. Não o estará a confundir com o pai natal? Aliás, não só tem o meu dinheiro das cotas como ainda tenho que pagar pelos meus impostos os impostos reduzidos que paga e os jogos transmitidos na RTP e Antena 1.

"E faltou dizer que a culpa neste negócio é exclusivamente do Falcao, e da escandalosa pressão que fez para sair. "
Olhe, tenho uns CDSs para lhe vender, prometo que só dão lucro...

Jorge disse...

O FCPorto nao te da nada? A mim da-me muito gozo e quem me dera poder ir ao Dragao e pagar para ver o Porto ao vivo, e pagar para poder ver todos os jogos do Porto na TV, ainda mais gozo me daria.