domingo, 8 de janeiro de 2012

Meio cheio ou meio vazio?


No meio das críticas que muitos portistas vêm fazendo às exibições da equipa, ao treinador ou à circunstância de ainda não ter sido contratado um ponta-de-lança que pudesse colmatar, com a qualidade mínima exigível, a saída de Radamel Falcao, há outros (não menos portistas) que contrapunham com a liderança no campeonato.

A perspetiva das coisas depende de quem olha e das expectativas de cada um mas, no regresso ao campeonato após a paragem de Natal, o copo está meio cheio ou meio vazio?

Do lado dos portistas que defendem a perspetiva de um copo meio cheio, está o treinador (naturalmente), o presidente (não sei se naturalmente ou por obrigação) e todos aqueles que veem um FC Porto em crescendo e a fazer exibições quase empolgantes.

Quanto a factos para sustentar esta perspetiva, há quem refira a conquista da Supertaça (frente ao Vitória Guimarães no primeiro jogo oficial da temporada) e, principalmente, a série de 53 jogos que o FC Porto leva sem perder para o campeonato.

Eu não partilho esta perspetiva e, pelo contrário, estou de acordo com os portistas que olham para este FC Porto de Vítor Pereira e veem um copo meio vazio e, infelizmente, cada vez mais vazio.

Derrotados na Supertaça Europeia pelo Barça, enxovalhados na Taça de Portugal pela Académica e escorraçados da Liga dos Campeões pelos “colossos” Zenit e APOEL, a liderança do campeonato, embora frágil, funcionava como uma espécie de boia de salvação. Agora nem isso. 609 dias depois, o FC Porto foi novamente ultrapassado pelo slb…

O que sobra?
Naquilo que depende de nós, e a curto prazo, bater o recorde do slb, atingindo os 57 jogos seguidos sem perder para o campeonato. É algo que, olhando para o calendário, eu diria ser uma obrigação (mesmo com as limitações que tem evidenciado, nem me passa pela cabeça que o FC Porto não seja capaz de ganhar os próximos quatro jogos).
O problema são as perspetivas para Maio, quer no campeonato, quer na Liga Europa. Eu sonhar, sonho, mas parece-me que só os mais otimistas do copo meio cheio ainda acreditam convictamente na revalidação destes dois títulos.

17 comentários:

Pedro disse...

Se... e realço o se, ocorrer a contratação de um avançado centro decente, se nenhum jogador importante sair (Guarin) e com a incorporação de Danilo prevejo um cenário diferente.

Sem os "ses" também não acredito.

portodocrime disse...

2 pontos?
e não é que ainda não chegamos a meio?......
ehehehe
fosgasse se bóçes num acreditam.
Abraço

Duarte disse...

José Correia, subscrevo mais uma vez.

É engraçado que antes de ler este seu post tinha escrito algo parecido numa página do FCP no Facebook. Os argumentos que os defensores do VP ainda têm vão caindo, um após o outro. Começou por ser o de estarmos em todas as frentes. Depois da eliminação da Taça, diziam para termos calma que ainda podíamos perfeitamente passar na Champions. A seguir ao jogo com o Zenit, já diziam que tínhamos todas as possibilidades de ganhar a Liga Europa e no campeonato seguíamos em primeiro. Agora que perdemos o primeiro lugar dizem que, apesar de irmos atrás, estamos dependentes de nós mesmos.

Para mim o copo está meio vazio. Aliás, está completamente vazio. A grande questão é quantos portistas pensam desta maneira. Estou muito desiludido com os nossos adeptos. Nunca eu pensei que uma época tão pobre como a que estamos a ter suscitasse ainda dúvidas na massa associativa sobre o desempenho do nosso clube. Este Porto não ganha um único jogo de dificuldade elevada e ainda se dá ao luxo de perder pontos nalguns confrontos de dificuldade reduzida. Este Porto não é o meu Porto. Este Porto não é nada.

Miguel Pereira disse...

Em Alvalade a equipa foi igual ao que tem sido, amorfa, briguenta mas sem qualquer tipo de clarividência, desnorteada, às vezes perdida e, sobretudo, sem um lider no terreno que se faça sentir.

A dinâmica está aí e é evidente. Uma Liga tão débil como a portuguesa pode permitir fechar a 1º volta sem derrotas porque nem o Sporting, nem o Braga nem mesmo o Benfica são melhores neste momento que o FCP. São, pura e simplesmente, iguais de maus e isso nota-se a cada soporifero minuto da esmagadora maioria dos seus jogos.

No final este campeonato será um duelo, mais do que regularidade, de jogos directos. É imperioso vencer na Luz porque contra Leirias, Olhanenses, Nacionais e afins vão-se perder, em ambos bandos, muito poucos pontos.

É aí que teremos de trabalhar e com o projecto actual não vejo que seja impossível ganhar a uma equipa que não é manifestamente melhor. O problema está em acreditar e quando olho para aqueles 11 jogadores vejo pouca crença.

um abraço

José Correia disse...

Miguel Pereira disse...
não vejo que seja impossível ganhar a uma equipa que não é manifestamente melhor

É possível ir ganhar à Luz?
Na época passada, liderados por André Villas-Boas, os dragões derrotaram o slb quatro vezes, duas das quais na Luz e uma em campo neutro.

Esta época, apesar dos jogadores serem praticamente os mesmos (só saiu Falcao) e de ter sido gasto cerca de 50 milhões de euros em contratações de "luxo" (se foi para as posições em que o plantel estava mais carente é outra conversa), alguém se atreve a dizer que estamos a um nível semelhante?

É possível ir ganhar à Luz?
Claro que é possível, mas convenhamos que o histórico deste FC Porto de Vítor Pereira não é famoso em jogos decisivos. Até agora, não ganhou nenhum dos jogos que disputou contra o slb ou SCP, nem tão pouco nenhum dos jogos decisivos que disputou a nível internacional.

José Correia disse...

portodocrime disse...
2 pontos? e não é que ainda não chegamos a meio?...

Embora seja melhor ir à frente do que com dois pontos de atraso, o problema principal não é esse. O problema principal é o desempenho da equipa e a (in)capacidade de Vítor Pereira para potenciar a matéria-prima que tem à sua disposição. E, sobre isso, penso o mesmo que pensava quando o FC Porto ainda liderava o campeonato.

Há portistas que pensam de forma diferente? Óptimo, venham de lá esses argumentos que, desde que não sejam acintosos ou incluam insultos, nós publicamos.

Pedro Reis disse...

Completamente de acordo consigo, José Correia!
A questão não é se levamos ´"só" 2 pontos de atraso, é a incapacidade revelada pela equipa... e especialmente pelo seu treinador e restante equipa tecnica. Em relação à época passada só saiu o Falcão, mas a verdade é que "desapareceram" também, Fucile, Sapunaru, Guarin, Varela e que os reforços contratados a peso de ouro nem sequer se equipam ou quase não saem do banco. Onde estavam no sábado Alex Sandro, Danilo, Iturbe, Kléber, Kelvin...???
Caminhamos para uma época completamente perdida, mas nem isso serve para mudar o comando e começar a trabalhar na próxima...

P.S. E depois ainda temos os jogadores como Hulk, Moutinho (e outros) que como disse o PdC são ambiciosos e gostam de equipas vencedoras, que pelo andar da carruagem se começam a desmoralizar e a querer ir embora, pelo comodismo em que a equipa se encontra. Não me admirava nada!

HULK 11M disse...

Pouco depois do início da época e quando alguns portistas ficaram alarmados com as péssimas exibições da equipa e começaram a prever que a temporada iria ser de descalabro se a nossa famosa "estrutura" não rectificasse algumas das más opções que havia tomado, logo o NGP veio avisar-nos que isto não passava duma vil campanha orquestrada pela CS lá de baixo.
Agora, com quase tudo perdido, o NGP foi à CS lá de baixo, dizer ao nosso querido "amigo" Nuno Luz que afinal a culpa é dos adeptos portistas que criticam VP e não percebem nada de futebol!
Estou completamente de acordo com PdC! A culpa não é de VP mas de quem o escolheu e tomou outra opções claramente erradas. E confirmo: sou dos tais que não percebem nada de futebol.

HULK 11M disse...

Mas pior do que ver os jogos... é ouvir as declarações de VP no seu final!
Eu já há muito que desisti de o ouvir, mas no final deste jogo quis perceber o que lhe ia na alma!
E fiquei aterrado quando o ouço dizer num ar conformado: "só vamos com 2 pontos de atraso"!
Ufff que alívio!
Mas, como ele vem falhando todos os objectivos, é natural que também falhe esse de ficar a 2 pontos e em breve o nosso atraso passe para 4,5,7, etc...
Como disse aqui logo no início da época: lá continuaremos de derrota em derrota até à derrota final!
Que pena eu tenho de não me ter enganado!

Miguel Pereira disse...

José,

Como disse no final do comentário, e estou contigo nessa ideia, "O problema está em acreditar e quando olho para aqueles 11 jogadores vejo pouca crença."

Este Benfica não é nenhum papão, o problema deste grupo (técnico+jogadores) é que se assustam com pouco.

um abraço

Bernini disse...

Por muito que me custe dizer isto, vamos todos fazer figas para que o slb se interesse por um ponta de lança nos próximos dias, já que parece ser essa a única forma de irmos buscar algum...

Felisberto Costa disse...

A chama de VP nunca foi de intenso fulgor, pois apesar de ser verdade que nos falta um PL, acho que VP faz chantagem com isso, pondo a equipa a jogar para não perder em vez de a por a jogar para vencer!
Quanto aos queriam ver Domingos no FC PORTO, acho que no sabado foi igualzinho ao VP; tambem quiz não perder o jogo em vez de o ganhar!
Treinadores ousados precisam-se!

ℕℯℓsση ℳαcℎα∂σ disse...

Acabei de ouvir no programa "Somos Porto" do Porto Canal este blog e mais precisamente este post ser usado como exemplo da maneira como os adeptos vêem o estado actual da equipa.

miguel_canada disse...

"Quanto aos queriam ver Domingos no FC PORTO, acho que no sabado foi igualzinho ao VP; tambem quiz não perder o jogo em vez de o ganhar!"

Com uma diferença abissal, caro Felisberto. O Domingos tem no seu plantel um quarto da qualidade que o VP tem no do FCPorto. O Domingos não é parvo! Sabe perfeitamente que se dá um metro ao Hulk ou ao Moutinho perde em casa e diz adeus ao campeonato. Nos, fomos para lá temer exactamente quem? O Capel?

José Correia disse...

ℕℯℓsση ℳαcℎα∂σ disse...
Acabei de ouvir no programa "Somos Porto" do Porto Canal este blog e mais precisamente este post ser usado como exemplo da maneira como os adeptos vêem o estado actual da equipa

Ontem não vi o 'Somos Porto'. Qual dos participantes falou no 'Reflexão Portista'?

ℕℯℓsση ℳαcℎα∂σ disse...

Se não estou enganado no nome foi o Pedro Froufe.

ℕℯℓsση ℳαcℎα∂σ disse...

Atenção que ele não referiu explicitamente o Reflexão Portista. Apenas reforçou a sua opinião dizendo que "tal como tinha visto hoje(ontem) num blog Portista há quem veja o copo meio vazio e quem o veja meio cheio,ou seja, uns vêem a conjuntura actual da equipa de uma maneira e outros doutra, dependendo da vontade de se ver as coisas".
Foi qualquer coisa deste género. Mias palavra menos palavra.