terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Nacionalismo bacoco

Que haja quem considere o CR7 melhor que o Messi, eu dou de barato, encolho os ombros e digo que não gostamos do mesmo futebol.

Que haja quem considere que em 2011 CR7 foi melhor que o Messi, eu dou de barato, encolho os ombros e digo que não gostamos do mesmo futebol.

Que o seleccionador do meu país e o suposto capitão (ver http://desporto.publico.pt/noticia.aspx?id=1528308) considerem que além do CR7, o Nani foi melhor que o Messi, e que o suposto capitão - um tal de Nuno Ribeiro (não é digno de usar o nome Gomes) não considere o Messi um dos 3 melhores em 2011, já não dou de barato e já não encolho os ombros.

Envergonham-me como Português. Detesto nacionalismos bacocos.

12 comentários:

Pedro disse...

O Messi também não votou no Ronaldo... colocando o Aguero em 3º lugar. Isto também é ser nacionalista bacoco?

Já agora, convêm ter algum cuidado com essas expressões de "envergonham-me como Português". A mim envorgonham-me os politicos corruptos, os assassinos etc etc. Nunca um delito de opinião pode ser descrito dessa forma.

Creio até que uma afirmação dessas não vai de encontro à linguagem e cultura deste blog.

Hugo disse...

Presumo que isso também se aplique ao próprio Messi que não votou no Ronaldo.

José Rodrigues disse...

Concordo.

Ha' coisas q sao discutiveis, e outras q nem por isso: quando se puxa demasiado a brasa 'a sua sardinha, perde-se credibilidade e respeito. Esta gente nao e' para levar a serio, pelos vistos.

Nuno Nunes disse...

Condenável a actuação da RTP nos espaços noticiosos de ontem sobre este evento. Vimos (e ouvimos) Messi, considerado o melhor jogador de 2011, e soubemos que o vencedor da classe de treinadores foi Pep Guardiola mas não pudemos ouvir as declarações do treinador do Barça. Ao invés disso fomos presenteados com as declarações do Mourinho a dizer que achava que o vencedor - merecido - ia ser o Guardiola. Ridículo.

ℕℯℓsση ℳαcℎα∂σ disse...

Eu gosto mais do jogador Cristiano Ronaldo do que o individuo Cristiano Ronaldo e gosto mais do Messi jogador do que o Messi "pessozinha" (há quem o diga humilde e recatado e depois quando ele manda calar o público maioritariamente português num amigável entre Portugal e Argentina na Suiça, após marcar um penalti duvidoso que lhes deu o 2 a 1... ninguém vê as suas atitudes) mas para mim, sendo jogadores completamente diferentes, prefiro e escolho o Ronaldo para melhor profissional do desporto rei.

O Messi é excelente e não lhe retiro mérito aos elogios que todos lhes dão mas também não posso deixar de dizer que Messi é o que é por jogar no Barcelona, uma equipa que joga de olhos fechados, uma equipa com jogadores que se conhecem a vários níveis há vários anos. O Barça é uma máquina de jogar futebol bonito e Messi é a peça mais visível dessa máquina. Porém quando essa peça ou várias peças dessa máquina são substituídas os resultados não são diferentes. Tanto ao nível das vitórias como ao nível da "estética". Os jovens da "cantera" quando são chamados mostram o mesmo tipo de jogo que fazem Xavi, Messi e Iniesta e as restantes "peças".
Ou seja, Messi é uma excelente peça no meio de outras muito boas peças da máquina catalã. Mesmo sem essa peça a máquina carbura.

Já Cristiano Ronaldo sem jogar numa máquina especifica dá sempre bons resultados. Tanto joga bem com fulano como com beltrano. Porquê?
Porque o que ele sabe fazer dá para ele sozinho chegar ao resultado desejado (vitórias).
Treinou e treina muito e esforça-se diariamente para conseguir chegar ainda mais longe e ser ainda melhor.
Isso para mim torna-o melhor profissional de futebol se não mesmo o melhor profissional de futebol.

Resumindo, para mim são dois excelente jogadores que com estilos diferentes a nível individual e com estilos diferentes a nível colectivo, conseguem estar no topo daquilo que qualquer jogador de futebol almeja.
Só os distingue o facto de um ter que jogar com uma equipa e o outro ter uma equipa com quem jogar e isso, para mim, é o que faz toda a diferença para poder dizer quem tem mais capacidade individual(ista).

Ah. E que saudades tenho do Ronaldo de Manchester que não só corria que se fartava e marcava muitos golos mas também fintava e deliciava os adeptos com as "maldades" que fazia aos adversários.

Quanto à votação, subscrevo o primeiro comentário(Pedro).

flip disse...

Subscrevo ao que o Nelson Machado diz. E digo mais: O CR7 cometeu um erro nestes anos que foi ganhar massa muscular a mais o que o tornou menos ágil, tirando-lhe capacidade técnica em espacos curtos. É olhar para ele quando praticamente sozinho roubou o terceiro campeonato seguido ao mourinho pelo chelsea. Ele era um jogador que fazia tudo e mais alguma coisa. Hoje em dia dá-lhe só para marcar golos... Diz que foram 52 a época passada. Seja como for, se o RM ganhar tudo esta época, CR7 será bola de ouro, certamente. É só isso que faz a diferenca. Os troféus.

nexus disse...

Messi é tendencialmente melhor, e tem um futebol mais estético. CR é mais um utilitário com toques de brilhantismo.

Mais do que considerar que um é melhor que o outro ou discutir que tipo de futebol gostamos é mais saudável discutir o plano pragmático da questão. Quantos golos e assistências vale cada um, e qual deles tem a melhor equipa por trás?

Em 2011 Messi merece o prémio, já em 2012 nem Messi e CR estão particularmente exuberantes. A ver.

De qualquer das formas não percebo o porquê do autor do post chamar de bacocos a alguns portugueses e não o fazer a Messi. É que Messi votou num banalissimo Aguero ( o de 2011) no 3º posto. E mais, olhando para o votos dos outros capitães vê-se mais do mesmo, há sempre uma defesa dos mais próximos.

Mais do que nacionalismo bacoco esta opinião parece mais de uma universalidade bacoca e fundamentalista. Envergonha-me mais o João Jardim do que uma opinião futebolistica.

Felisberto Costa disse...

Para mim tanto o CR7 como o Messi são bons jogadores, mas perfeitamente vulgares ao lado de Pélé, Maradona, Cruijff e Cubillas, os meus 3 mosqueteiros (que eram 4!!!) do futebol mundial.
Mas tambem acho que Messi é Messi por jogar no Barcelona com Xavi e Iniesta a carregarem o piano que ele toca! Vejam bem que já foi agredido por adeptos da selecção argentina por não fazer mada de jeito lá!!!!

agostinhop disse...

As opiniões são livres, afinal vivemos numa democracia. Quanto a achar que que CR7 é melhor que Messi, só por falta de conhecimentos de futebol. Já achar que Nani é melhor que Messi, aí só pode ser mesmo brincadeira de criança.

Francisco Vidal de Sousa disse...

Estamos certamente a falar dos dois melhores jogadores do mundo.
Três profissionais da modalidade, por sinal portugueses, declaram preferência por um, opinião que o meu caro amigo não partilha.
E você diz que se sente envergonhado e que não consegue "encolher os ombros", como se a sua opinião fosse em absoluto a opinião correcta.
Meu caro, cuidado com a forma como aborda este tipo de questões. Tal extremismo raia a infantilidade e a irracionalidade.
Os meus cumprimentos.

José Rodrigues disse...

"Meu caro, cuidado com a forma como aborda este tipo de questões. Tal extremismo raia a infantilidade e a irracionalidade."

Bem, eu acho q o Agostinhop disse tudo, na linha do q eu escrevi anteriormente.

Opinioes sobre estas coisas sao naturalmente subjectivas (ainda q haja dados objectivos, como titulos q se ajudou a conquistar, golos & assistencias, ...).

Mas vamos chamar as coisas pelos bois: relativismo total, NAO. Estou certo q o proprio Francisco ira' considerar ridiculo se eu disser q o Maicon foi o melhor jogador do mundo em 2011...

E' aceitavel q se discuta quem foi melhor em 2011 entre Messi e Ronaldo (embora para mim seja claramente o primeiro), mas o nosso seleccionar ao colocar o Nani acima de Messi esta' de facto a enveredar por um NACIONALISMO BACOCO como o meu colega disse, sim senhor.

Messi colocou Aguero acima de Ronaldo? Nao sabia, mas e' tambem ridiculo. No caso dele estara' provavelmente a enveredar pelo ressabiamento ou antipatia pessoal (para com Ronaldo, claro).

José Correia disse...

«Os jornalistas que votaram na eleição para o melhor jogador do Mundo deram a vitória por larguíssima margem a Lionel Messi. Por números, aliás, esmagadores. Vamos às contas:

156 JORNALISTAS EM REPRESENTAÇÃO DE 156 PAÍSES

140 COLOCARAM MESSI EM 1º LUGAR (5 PONTOS)
10 COLOCARAM MESSI EM 2º LUGAR (3 PONTOS)
3 COLOCARAM MESSI EM 3º LUGAR (1 PONTO)

Ou seja, se a eleição fosse realizada apenas através dos votos dos jornalistas, a vitória de Messi teria sido ainda mais esclarecedora. De um máximo possível de 780 votos, o argentino arrecadou... 733!

3 PAÍSES (Uzbequistão, Guiné Equatorial e Letónia) não deram qualquer voto a Messi
13 PAÍSES que não atribuíram a pontuação máxima a Messi: Azerbeijão, Bolívia, Cambodja, Chad, Djibouti, El Salvador, Geórgia, Grenada, Quirguistão, Honduras, Marrocos, Tadjiquistão e Venezuela).

Para finalizar, destaque para a votação do jornalista português (Joaquim Rita)
Treinadores: 1º Guardiola, 2º André Villas-Boas 3º Alex Ferguson
Jogadores: 1º Messi, 2º Cristiano Ronaldo, 3º Xavi»
Nuno Farinha
Record