quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Pepe, what an idiot


Foi esta a reação de Wayne Rooney, no Twitter, perante mais uma atitude inacreditável e inqualificável de Pepe.


«Pepe volvió a ser protagonista negativo en un Clásico. En la primera parte vio la tarjeta amarilla por una dura entrada a Busquets pero en la segunda amplió su repertorio. Simuló una agresión en la cara de Cesc cuando el azulgrana no le llegó a tocar en el rostro y posteriormente pisó a propósito la mano de Messi cuando el argentino se encontraba en el suelo tras una entrada de Callejón.»
in marca.com


«El comportamiento de Pepe en el Clásico, y en otros muchos partidos que constituyen para él un auténtico historial delictivo, es intolerable. Sólo la providencia evita que cada uno de estos encuentros se convierta en una carnicería.
El Real Madrid, en la persona de Florentino Pérez, debe valorar muy seriamente la posibilidad de deshacerse de un jugador que es una vergüenza para el Real Madrid, que no está ni a la altura de la historia del club, ni a la altura de sus compañeros ni de la profesión de futbolista. El mercado de invierno sería una buena oportunidad para sacar algún dinerillo y evitar que Pepe vuelva a vestir la camiseta blanca. Si queda un mínimo de cordura en el club, éste ha debido ser su último encuentro.
Hubo un caso, el de Juanito, en el que el jugador tomó la decisión voluntariamente. Juanito pisoteó la cabeza de Matthaus y, a los pocos días, decidió que abandonaría la disciplina del club por decisión propia tras lo vergonzoso de su acción. Pero estamos hablando de Juanito, tras cuyo corazón caliente se escondía un tipo de una pieza.
No parece que Pepe vaya a tomar la misma decisión de Juanito tras la exhibición de salvajadas ofrecida ante el Barcelona. Seguramente, optará por quedarse en el club, a la sopa boba, escondido tras la falsa identidad de ser el abanderado de la causa madridista y protegido por el clan que parece ha tomado las riendas de la entidad, traicionando cualquier vinculo con la tradición del equipo tanto en lo futbolístico como en el comportamiento deportivo.»
in marca.com



Propositadamente, retirei estes textos e imagens do jornal a Marca (versão online), o qual, como é sabido, é um jornal que está para o Real Madrid como A Bola está para o slb.

Ora, se perante o historial de atitudes lamentáveis de Pepe, neste e noutros jogos, no jornal semi-oficial do Real Madrid já se publicam textos com termos como “carnicería”, “vergüenza”, “intolerable” e se discute se Pepe deve voltar a vestir a camisola branca, a pergunta que me apetece fazer é: qual vai ser a atitude de Paulo Bento?
Para o atual selecionador português, que faz da disciplina a sua imagem de marca, e que se mostrou absolutamente intransigente nos casos Bosingwa e Ricardo Carvalho, Pepe continua a reunir todas as condições para ser convocado para a seleção das quinas?


P.S. Até o subdiretor da Marca entende que já não há mais espaço para contemplações...


22 comentários:

Pedro Reis disse...

E a simulação perante o toque do Fabregas? Hilariante... ai Pepe!

Alexandre Burmester disse...

De notar também a subtil referência a Mourinho & Coadjuvantes:

"protegido por el clan que parece ha tomado las riendas de la entidad, traicionando cualquier vinculo con la tradición del equipo tanto en lo futbolístico como en el comportamiento deportivo"

ℕℯℓsση ℳαcℎα∂σ disse...

Não querendo de forma alguma diminuir o gesto, é de notar que havendo clara intenção de pisar Messi este apenas sente o pé de Pepe e retira a mão rapidamente fazendo com que o acto vergonhoso não seja completamente perpetrado e bem sucedido.

Dito isto, acho que Pepe devia ser castigado como se tivesse sido admoestado com cartão vermelho logo após ter cometido tal cobarde acto.
Já para nem falar em retracção pública pois isso é como pedir ao Sócrates que devolva os mais de 300 milhões em off-shores "desviados" ao longo dos vários anos na politica. Quem?! Eu?! Eu sou do mais santinho, inocente, honesto e sério do que Deus ao Mundo botou. Está para nascer um melhor que eu.

Saci Pererê disse...

Eu vivo em Espanha e já vi piores atitudes do que estas do Pepe. Eu vivo em Espanha e sei bem o que lixa alguns espanhóis que um português seja o treinador do Real Madrid e um português seja o melhor jogador do Real Madrid. Quando ganham no pasa nada, quando perdem lá vêm esses nacionalistas bacocos atacar a "armada portuguesa". Por isso não contem comigo para esta palhaçada. Não querem o Pepe, de certeza que o rapaz não vai ter dificuldade em arranjar clube e depois quero ver quem é que salva aquela defesa do Madrid.

Saci Pererê disse...

http://www.zerozero.pt/noticia.php?id=47218

e se acham que exagero quando digo isto, aqui têm as declarações de Schuster sobre Pepe e outro central históricos do Real Madrid, Fernando Hierro.

José Correia disse...

Saci Pererê disse...
Eu vivo em Espanha e já vi piores atitudes do que estas do Pepe

Eu não vivo em Espanha (vivo no Porto), mas vejo bastantes jogos do campeonato espanhol, principalmente os que envolvem o Barça e o Real.

Há quem faça pior que o Pepe? Não sei, mas em quê é que isso é relevante neste caso?

Lamento que o Pepe, um ex-jogador do FC Porto, desde que foi para Madrid tenha um historial de comportamentos lastimáveis, com um cardápio completo: provocações, entradas violentas, agressões, simulações (de ser vítima de agressões), etc.

O que o Pepe fez no jogo de ontem, e o que já o vi fazer noutros jogos, não pode ser ignorado, nem tem defesa possível.

Miguel Pereira disse...

José,

Vendo o jogo num bar esquina com o Bernabeu, cheio de merengues ao lado, a reacção era unânime e partilho totalmente dela: Pepe deveria ser vendido como sinal de que um clube que preza a sua imagem e valor não pode albergar nas suas filas um tipo que é muito bom jogador mas também é um grande imbecil. E todos lembraram o caso do mitico Juanito, capitão histórico que foi suspenso 1 ano depois de pisar o Mathaus num jogo da Taça dos Campeões.

Um abraço

Pedro Reis disse...

José Correia, completamente de acordo quanto à condenação destes actos repetidos do Pepe.

Por outro lado percebo perfeitamente e concordo totalmente com os comentários do Saci, os espanhóis têm uma dor de cotovelo com os portugueses que não acaba. Basta lembrar-mo-nos de como comentam os jornais espanhóis as transferências de jogadores de clubes portugueses para clubes espanhóis. São os jogadores que estão desesperados para jogar lá, os nossos clubes desesperados para vender e os valores anunciados que não podem ser verdade... Aconteceu isto nomedamente quando o FCP vendeu o Pepe por 30M. Basta ir reler a Marca aos arquivos...

Posto isto, é inquestionável que há uma campanha da Marca, porque o Pepe e o Mourinho são portugueses e é inquestionável que independentemente disso as atitudes do Pepe são inqualificáveis!

José Correia disse...

Pedro Reis disse...
é inquestionável que há uma campanha da Marca, porque o Pepe e o Mourinho são portugueses

Caro Pedro Reis, li coisas semelhantes no As, SPORT e El Mundo Deportivo (estes dois últimos são de Barcelona).

Custa-me a crer que haja uma campanha do jornal semi-oficial do Real Madrid - Marca - contra o treinador e um dos seus jogadores apenas porque são portugueses, até porque há mais portugueses no Real Madrid e não me consta que sejam alvo de qualquer campanha.

As "campanhas" contra o Pepe e o Mourinho, a existirem, não serão porque eles as provocaram?

InVicturioso disse...

Pedro Reis disse... "São os jogadores que estão desesperados para jogar lá, os nossos clubes desesperados para vender"

ora diga-me lá onde é que está a mentira nesta afirmação?

tenham eles dor de cotovelo ou não, o Mourinho voltou a conquistar outro record: o Real teve a mais baixa posse de bola no Bernabeu desde que são feitas as estatísticas e o Pepe voltou a comportar-se como um animal. Isto é verdade sendo eles portugueses ou chineses, ponto final!

Culé disse...

Eu não entendo é a cegueira na comunicação social portuguesa e na maioria dos adeptos de futebol em portugal! As vezes parece que o maior clube português é o real Madrid...hoje os resumos do real - barça simplesmente omitiram a situação do Pepe e um grande banho de bola que aconteceu em Madrid! Isso sim é um patriotismo de meia tigela!!! Quem me irrita profunda mente...porque se formos realmente patriotas, já há muito tempo deveriamos passar no telejornal os resumos do besiktas e do cluj!! Portanto quero com isto dizer que patriotismo é por exemplo votar nas eleições, é não fugir aos impostos, é criar postos de trabalho, é comprar produtos portugueses...isso é patriotismo!!!! O que a comunicação social faz com o real madrid é MERDA em quantidade inqualificável!!!

O Caçador disse...

O Departamento do RM, trabalha muito bem. Perante mais uma derrota,nada melhor que escolher um BODE....

Nisto o Zé Mourinho é mestre.....

The Blue One disse...

Apesar de Portista sou também Merengue e acreditem (ou não) é com uma profunda tristeza que vi este acto ridículo e inqualificável de Pepe.

Já é a segunda vez que vejo este Jogador a ter uma atitude deplorável perante um colega de profissão/adversário de ocasião.

E o que mais me custa é que eu acreditei no Pepe quando este teve o seu mau período no FC Porto e agora tenho de ver isto...

Para mais a atitude de Pepe vem manchar ainda mais a imagem do Jogador Português que já não é muito boa nos meandros da UEFA e FIFA.

A única saída para este caso é o Pepe ser severamente castigado pelo Clube e pela Federação Espanhola. Isto não pode passar em branco.

O Real é um Clive com muita história e esta História deve ser respeitada. Assim como o Messi é um Grande Jogador e deve ser respeitado por isto.

O que eu não percebo é como podem meter o Mourinho ao barulho quando o burro aqui é, foi e será sempre o Pepe.

Quanto á eloquente questão sobre o Paulo Bento, este não irá faze nada. Aliás se o PB fizer alguma coisa ainda corremos o risco de ir ao EURO 2012 sem Jogadores.

Cumprimentos para todos os leitores e elementos do Reflexão Portista.

José Correia disse...

«A pisadela de Pepe a Messi no clássico de quarta-feira, para a Taça do Rei, foi mais uma machadada na reputação do internacional português, que em Espanha começa a ganhar o estatuto de "bad boy" devido às suas atitudes em campo.

Sendo, por natureza, um jogador viril, Pepe terá começado a ultrapassar a fronteira do aceitável a 9 de novembro de 2008. Num treino do Real, o luso-brasileiro protagonizou uma cena de pugilato com o ex-benfiquista Javier Balboa. Durante um meiinho, os dois jogadores entraram com tudo e o defesa terá levado a mal o descaramento do extremo, acabando por empurrá-lo no peito. Balboa respondeu da pior forma, socando o queixo do colega, que ficou a sangrar.

Mas o pior episódio estava ainda para vir. Em abril do ano seguinte, os adeptos presentes no Real Madrid-Getafe viram Pepe agredir barbaramente Casquero com dois pontapés na zona das costas, segundos após o capitão forasteiro ter caído dentro da área merengue. O central, visivelmente descontrolado, foi de imediato rodeado por adversários e acabou por socar Albín na face. Seria Casillas a "tirar" o companheiro de campo, já depois deste ter visto o vermelho. O descontrolo emocional valeu a Pepe uma suspensão de 10 jogos, um recorde no clube.

Mais recentemente, numa partida da Liga dos Campeões frente ao Lyon, Pepe esteve outra vez em foco pela negativa. Com a missão de marcar o antigo colega no FC Porto, Lisandro López, o internacional português voltou a exagerar na impetuosidade.

O argentino acabou por ser alvo de algumas entradas mais duras, com destaque para uma aos 88', quando Pepe pisou a perna do atacante, num lance que escapou aos olhos do árbitro da partida.»
in record.pt

José Correia disse...

«Durante o jogo fiz questão de, através do “twitter”, dizer o que pensava da maneira de ser de um futebolista sensacional – um dos melhores centrais do planeta – chamado Pepe. Vou repetir a ideia base: é uma vergonha o que ele faz dentro de um campo de futebol. Ter reacções graves num momento, como aconteceu no passado, até se entende, mas o que se viu desta vez é pior. Revela falta de nível, de respeito para com adversários e companheiros de profissão. Sou um incondicional adepto da qualidade futebolística de Pepe, mas tenho vergonha de o ver representar o meu país fazendo coisas como aquelas de quarta-feira.»
Luís Avelãs
record.pt

ℕℯℓsση ℳαcℎα∂σ disse...

Como se pode ver no meu comentário anterior já esperava isto.

Há pessoas que são muito fáceis de ler.
Pepe sozinho é badalhoco mas tendo como mentor o seu actual treinador ainda é capaz de coisas piores.

Hugo disse...

Basta ler os comentários na Marca para perceber que os espanhóis detestam os portugueses no Real, por isso não contem comigo para linchamentos.
Se gostam de baixar as calcinhas aos espanhóis problema vosso

José Correia disse...

Hugo disse...
Se gostam de baixar as calcinhas aos espanhóis problema vosso

É, contra argumentos deste nível, não há factos que resistam...

José Correia disse...

«Se, anteontem, Pepe conseguiu escapar miraculosamente à expulsão, noutras ocasiões isso não sucedeu. O central luso-brasileiro já soma 11 cartões vermelhos na carreira, cinco deles directos. Desta mão-cheia, quatro foram relacionados com agressões e um devido a uma entrada duríssima sobre Daniel Alves na Champions da época passada. Em dez anos como profissional, Pepe só escapou ao cartão mais indesejado em três - e em dois deles (2001/02 e 2009/10) esteve mais de meio ano sem jogar.»
in ojogo.pt

David Duarte disse...

Duvido sinceramente que o Paulo Bento faça alguma coisa. Não é o mesmo mandar o Carvalho embora sabendo que se tem um Bruno Alves para o substitur e mandar embora o Pepe sabendo que quem o substitui é o Rolando ou o Carriço...

JCCJCC disse...

Vivi praticamente em Espanha durante muitos anos e digo, os Espanhois não têm dor de cotovelo nenhuma dos portugueses.
A maioria deles olha para Portugal como uma espécie de irmão mais novo, com carinho e respeito. Essa suposta rivalidade portugal - espanha só existe na cabeça de alguns portugueses com complexo de inferioridade.

Há aqui duas questões em causa, primeiro, mais uma agressão do Pepe, completamente inaceitável e indesculpável. Perder a cabeça é algo que acontece a qualquer um, ninguém está isento. A diferença vê-se pelas atitudes que se tomam a frio, Pepe devia ser homenzinho e pedir desculpa pelos erros que comete, como Juanito fez:
http://www.youtube.com/watch?v=tsmd4fTikRg

Por outro lado há a questão Mourinho. Há muitos adeptos do Real Madrid que não gostam dos métodos do Moutinho, que não gostam desta constante provocação e crispação com tudo e todos, que não gostam de ser constantemente derrotados pelo barcelona, e que não gostam da promiscuidade da relação com o Jorge Mendes. Nada disto tem a ver com o facto do treinador ser ou não português.

Tentar fazer parecer que há inveja no real madrid por o Mourinho ser português é coisa inventada pela imprensa (maioritariamente pelo jornal A Bola) que vê no Mourinho uma espécie de semi-deus.
Daí eu estar a torcer para um Benfica - Real Madrid na liga dos campeões, com muitas quedas na área, muitas quezílias, e muita confusão, para ver de que lado ficava essa imprensa vermelha.

Saci Pererê disse...

JCCJCC eu vivo em Espanha e muita imprensa espanhola é tendencialmente anti-português. Não porque seja português, mas porque o português está em destaque, esse facto sim já o "jode".

E posso-te dizer porque aconteceu-me a mim, os espanhois na sua generalidade (não todos obviamente) não reagem bem a ter um chefe português no seu próprio país.

Existe sentimento de inferioridade português não tenho dúvida (também nem todos nos sentimos assim), mas os espanhóis não nos vêm mal até que nos vêm em algum lado com destaque em relação a eles.