terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Ganhar de outra maneira?!!...


(Miguel Sousa Tavares, A Bola, 21/02/2012)

16 comentários:

Pedro disse...

fabuloso MST. pena a descrença (e o entregar das faixas) q tem revelado nas últimas semanas.

Alexandre Burmester disse...

A minha resposta à retórica questão final do MST é: não, não há nem nunca houve!

Bacalhau_com_belgas disse...

Quanto aos jogos com adversários "amigos" marcados (ou adiados) para quando dá mais jeito, o Porto tambem tem a sua conta. Ou jogadores emprestados que se lesionam misteriosamente antes dos jogos contra a equipa mãe. Mais uma vez, aquilo que vestido de vermelho é um escândalo, vestido de azul é perfeitamente normal.

Quanto ao "jogo do título", expliquem-me por favor o que é que o Benfica devia fazer, ou o que é que o FCP faria de diferente se estivesse na posicão de ter um jogo decisivo para a CL na terca e ter que jogar no Sabado, emparedado com jogos das seleccões (este sim, o verdadeiro problema). O FCP tentou adiar o jogo? Houve conversas nesse sentido? Há quanto tempo estava cada um dos jogos marcado? Pergunto sem ironia, poque gostava mesmo de tentar perceber onde está a culpa do Benfica neste caso. Deve prejudicar-se para ajudar o FCP a recuperar os seus jogadores? Estará a culpa a ser convenientemente transferida da FPF e da LPFP para o Benfica?

Eng. Custoias disse...

"Mais uma vez, aquilo que vestido de vermelho é um escândalo, vestido de azul é perfeitamente normal."

É mais o contrario... A comunicação pouco ou nada falou desta "lesão" mas quando foi o Atsu... Ver Dia Seguinte da altura e comentários desse grande senhor do saber que é o Rui Gomes da Silva.

Eu diria que: Aquilo que vestido de vermelho é um encanto, de azul é um escândalo...

Bacalhau_com_belgas disse...

Caro Eng. Custoias, sinceramente deixei de ver os programas de futeboleiros em qualquer dos canais. É que 90% dos personagens que por lá andam causam-me ulceras nervosas só de os ouvir falar. E apesar de ser benfiquista, o Rui Gomes da Silva é dos que pior me faz à saúde...

JON disse...

Oh Sr. Bacalhau... Tudo muito bem que o Benfica tenha defendido os seus interesses, o que escandaliza é que mais uma vez os interesses do Benfica são os mesmos da LPFP e da FPF. Caso contrário, como explica que tais entidades permitam que o jogo da época seja realizado em tais condições?
Em mais nenhum país da Europa se marcou jogos para essa sexta-feira, em virtude dos jogos das selecções.

É, uma vez mais, uma vergonha!

Anónimo da Silva disse...

Pois bacalhau com belgas, acredito que assim seja, mas o Rui Gomes da Silva não é um adepto qualquer, nem um futeboleiro qualquer.
É vice-presidente do Benfica e como tal, o que ele diz para mim é o que diz a direcção do Benfica e portanto é a voz do clube.
E se o Benfica não quisesse ser associado à opinião desse traste não o deixava ir ao programa (se é que não o colocou lá estrategicamente, coisa que me parece muito mais plausível, especialmente porque antes dele estava lá o Cervan, mais um com funções no Benfica)
No Porto vejo Miguel Guedes, Serrão e Guilherme Aguiar, todos eles sem qualquer ligação profissional ao Porto e como tal com opinião meramente pessoal e na posição de adepto.
Só mesmo Benfica e Sporting é que colocam nesses programas membros da direcção ou da AG.


PS: Não dá para tirar estes captchas? demoro sempre meia hora até acertar :D

José Correia disse...

Bacalhau_com_belgas disse...
o que é que o FCP faria de diferente se estivesse na posição de ter um jogo decisivo para a CL na terça e ter que jogar no Sábado

Sendo os dois jogos em casa e não tendo, por isso, de fazer qualquer deslocação, qual seria o problema para o slb se o jogo com o FC Porto fosse disputado no sábado, com início às 18h00?
Do ponto de vista do slb estavam garantidas as 72 horas entre os dois jogos.
Como é óbvio, o que o slb quis foi disputar o jogo menos de 48 horas (!!!) após o Polónia x Portugal, disputado em Varsóvia.

É triste mas o MST tem toda a razão, os benfiquistas não sabem ganhar de outra maneira.

José Correia disse...

JON disse...
o que escandaliza é que mais uma vez os interesses do Benfica são os mesmos da LPFP e da FPF

Exactamente.
É um escândalo, um atentado à verdade desportiva que tanto apregoam, que a LPFP tenha permitido que o slb x FC Porto seja disputado menos de 48 horas após o final do Polónia x Portugal, sabendo, ainda por cima, que os jogadores convocados para a Selecção (onde não haverá um único jogador do slb) terão de fazer uma viagem longa e cansativa.

David Duarte disse...

Mas digm-me là uma coisa : o FC Porto não teve de dar o seu acordo para que o dia fosse mudado? Não é sobre isto que os adeptos portistas deveriam falar em vez de seguir a retorica excelente, mas demgogica do MST? Dando o seu acordo é mais que obvio que o FC Porto não defendeu os seus interesses.

Alexandre Burmester disse...

Não, David Duarte, o FCP não teve de dar o seu acordo. Os regulamentos assim o ditam.

Neste caso, portanto, não se trata de demagogia do MST mas de ignorância sua.

David Duarte disse...

Sim Alexandre Burmester, ignorância minha. Mas devo admitir que estou pouco convencido. Acho bastante estranho que se possa alterar a data de um jogo sem que um dos intervenientes dê o seu acordo...

Sobre a demagogia do MST, ela não é contradictoria com a minha ignorância.

David Duarte disse...

Jà agora, o Alexandre Burmester confirmou se de facto "os regulamentos assim o ditam"?

David Duarte disse...

Capitulo III, artigo 23.° Calendario dos Jogos, ponto 4b "Quando um clube, participante nas competições da UEFA, tenha de disputar um jogo dessa competição à terça-feira tem direito, sem necessidade de acordo do clube adversario, à antecipação para sexta-feira do jogo da jornada anterior a essa participação internacional;"

Sim, os regulamentos assim o ditam. Contudo os regulamentos são para todos e tentar associar este episodio a uma maior condescendência da parte da Liga em relação ao Benfica é abusivo porque :

1°. Sendo universais, o FC Porto também poderia fazer apelo aos regulamentos se a situação fosse inversa (sem que a Liga pudesse negar esse direito pois, como està no artigo, trata-se disso mesmo, um direito);

2°. O Benfica também terà jogadores em jogos internacionais. A decisão do Benfica em utilizar o seu direito mostra simplesmente que o Benfica considera, "à tort ou à raison", o jogo com o Zenit mais importante que o jogo com o FC Porto. Muito provavelmente uma decisão que teve como argumento principal o aspecto financeiro.

José Correia disse...

«A marcação do clássico para sexta-feira é um dos expedientes em que o futebol português é fértil mas que não fica bem ao clube da Luz. Utilizar a Seleção, a Nacional e as outras, como estratégia para ganhar vantagem sobre o FC Porto no jogo do título é inteligente. Mas feio. Pena que assim seja.»
Bernardo Ribeiro
in Record

David Duarte disse...

Sim José Correia, isso eu não meto em causa. Duvido é que isto tudo beneficie realmente o Benfica até porque o Benfica também tem jogadores em jogos internacionais (Luisão, Garay, Maxi... ou seja a defesa "comestivel" que o Benfica tem). Se de facto é uma artimanha, não sei até que ponto foi bem pensada. Vejo em tudo isto um efeito boomerang.

O que eu critico no texto do MST (e nisso ele é demagogico) é o facto de atribuir ao Benfica a exclusividade destas artimanhas. Até porque jogadores emprestados com doenças de ultima hora, guarda-redes que dão frangos contra uma equipa com a qual estão em negociações, "affaires" de tunéis, isto jà vimos em muito lado.