sábado, 17 de março de 2012

O Luso-Merenguismo ou o Regresso de Miguel de Vasconcelos



O fenómeno mais irritante da actualidade futebolística é aquilo que poderia apelidar-se de "luso-merenguismo". É não só parolo, como anti-nacional.

Este fenómeno traduz-se por histéricos berros dos comentadores televisivos portugueses cada vez que o Real Madrid marca um golo e/ou comete uma façanha. Chega a ser equiparável ao nacional-lisboetismo dos nossos media.

De facto, ao seguirmos pela televisão os jogos do Real Madrid ouvimos as vozes dos nossos comentadores (que seria mais apropriado serem designados por propagandistas) a atingirem verdadeiros paroxismos de cada vez que os "merengues", a que eles chamam "rengues", fazem alguma coisa de notável.

Está, aliás, a criar-se uma muito típica mentalidade persecutória nacional, segundo a qual quem não é pelo Real Madrid é um traidor à Pátria. E isto porque o referido clube - símbolo do imperialismo castelhano - é treinado por José Mourinho e conta nas suas fileiras com o melhor jogador português.

Aqui pela zona do Porto sempre houve um saudável "barcelonismo", essencialmente pela sua oposição ao "madridismo", mas eu próprio temo pela regional alma quando entro num café e vejo inúmeros basbaques a aplaudirem um golo do Real Madrid.

Miguel de Vasconcelos decerto estará reconfortado no céu (ou inferno) dos iberistas. Quanto a mim: "Visca el Barça!", e nem que toda a selecção portuguesa alinhasse pelo Real Madrid eu algum dia apoiaria aquele clube.

PS: Força APOEL!

Imagem: defenestração de Miguel de Vasconcelos, 1 de Dezembro de 1640

28 comentários:

ℕℯℓsση ℳαcℎα∂σ disse...

Também me identifico mais com o Barça do que com com Real mas puxo hoje mais pelo Real do que alguma vez fiz, única e exclusivamente por ter o grupo de portugueses que lá tem. Não troquei nem esmoreceu a minha simpatia pelo Barça, apenas dou agora mais um pouco de atenção ao Real Madrid do que dava há uns tempos atrás.

Concordo contudo com as criticas feitas não só aos jornaleiros como aos carneiros que vão nas ondas hertzianas da moda. Neste momento, na comunicação social portuguesa, o segundo clube de todos nós é o Real Madrid. A rtp chegou ao ponto de ter enviados especiais nos States e nas Arábias aquando das pré-épocas dos clubes mas depois numa de contenção só seguiu um clube dos 3 grandes nacionais "por acordo entre canais". Quer se dizer, nos clubes nacionais poupa-se nas coberturas mas para o Real há dinheiro à fartazana.
Este país é de um autismo incrivel. Melhor que isto (ou pior) é ouvir o Vale e Azevedo a (tentar) explicar o porquê de ser tratado como o é.

Mitico disse...

Muito obrigado por este post!

OAutor disse...

Obrigado por este post!!!

É bom sentir que não estou sozinho! ;)

PS: estamos a ganhar 2-0 ao intervalo na Coruña!! Vamos Porto!!!!!

miguel87 disse...

Visca al Barça!

Finalmente estou de acordo com alguma coisa com o Alexandre Burmester! :)

Daqui a 1 hora jogo em Sevilla, com obrigação de vitória para dedicar ao Abidal.

Quanto ao Real, tem sido uma vergonha a maneira como têm sido beneficiados pelas arbitragens do campeonato nesta época! Os próprios jornais de Madrid (As e Marca) não se coíbem de mostrar muitos dos erros que já prejudicaram o Barça!

Jorge disse...

hear hear. não os aguento, palavra. e aposto já aqui que se o Real chegar à final da Champions vamos ter cobertura RTP em directo do hotel do Madrid. só porque sim. e nós que paguemos a espanholização da turba.

abraço,
Jorge

Filipe Sousa disse...

Por estas e por outras é que eu fiquei desanimado com o resultado do sorteio da LC. Estava esperançado em assisir a um confronto colossal, titânico, épico entre o Clube do Regime português e o Clube do Regime castelhano, entre o melhor treinador do Mundo e o Mourinho! Ronaldo contra Cárdozo! Ozil contra Aimar! O dilema lancinante entre razão e coração do Concentrão! Uma pena ...

The Blue One disse...

“Aqui pela zona do Porto sempre houve um saudável "barcelonismo", essencialmente pela sua oposição ao "madridismo", mas eu próprio temo pela regional alma quando entro num café e vejo inúmeros basbaques a aplaudirem um golo do Real Madrid.”

Que me desculpem mas isto é um tremendo insulto á minha pessoa.

Sou Portista desde muito pequeno, assim como sou Merengue. Será que por causa disto serei menos "saudável" como diz o autor do artigo? Ou será que serei um “basbaques” só porque sempre fui Madridista?

Bom senso e moderação na escrita é algo que se recomenda para se evitar ofender a opinião e paixão clubística de outra pessoa que tem tanto direito a apoiar quem entender sem ter de ser insultado por não seguir a "saudável manada".

E não deixa de ser irónico que o autor do artigo critique quem rebaixa aqueles que não apoiam o Real Madrid CF e acaba por fazer o mesmo aos que não apoiam o seu FC Barcelona.

E mais uma coisa, a realidade Espanhola em nada tem a ver com a Portuguesa, pois falar em Imperialismo num País altamente Regionalizado e onde estas Regiões têm uma identidade muito própria é no mínimo caricato para não dizer outra coisa.

E Regionalização em Portugal é uma Utopia pois enquanto continuarem a existir inteligências que vão do Porto para Lisboa para tomarem as medidas ridículas que tomam no Cadeirão do Poder mais vale deixarmos tudo como está.

Como eu não sou uu Ser Odioso e tenho respeito pelo próximo eis que me despeço com um força Barça para que a Final possa ser disputada pelo meu Real Madrid CF e pela Melhor Equipa do Mundo.

Cumprimentos.

Alexandre Burmester disse...

The Blue One,

Claro que se não trata de insulto a ninguém, muito menos à sua pessoa.

Se ler com atenção eu falo essencialmente da onda de "madridismo" que surgiu por causa de Mourinho e Cristiano Ronaldo jogarem no Real Madrid, e não de casos esporádicos de portuenses adeptos de longa data do Real Madrid. São casos completamente diferentes. Não alinho, mas aceito.

P.S. Para a Espanha não ser centralista teria de dar a independência à Catalunha, País Basco e Galiza, pois se trata de um estado artificial como a antiga Jugoslávia. E os catalães não são menos que os croatas.

miguel_canada disse...

FEM BARÇA FEM FUNDACIÓ

flip disse...

Subscrevo o que o The Blue One disse. Cada um tem o direito de apoiar quem quer. O paralelismo que muitos portistas gostam de estabelecer com o Barcelona é pura e simplesmente bacoca. Os catalães estão-se nas tintas para os portugueses. Eles até acreditam que podiamos ter sido nós a ser absorvidos pelo reino espanhol, só não fomos porque os mercenários cá lutavam pela pátria por menos dinheiro (pagos em bronze) do que os mercenários catalães (pagos em prata). Quero lá saber de barças, reais, ou outro clube qualquer. Apoio os meus, os portugueses. Que aliás, foram sempre muito bem tratados no Barcelona. Enfim, apoio o RM porque quero ver compatriotas meus a triunfar.

João disse...

Porra, logo este post que ia fazer share metem-me uma imagem que não aparece como thumbnail.

The Blue One disse...

@ Alexandre Burmester

"Se ler com atenção eu falo essencialmente da onda de "madridismo" que surgiu por causa de Mourinho e Cristiano Ronaldo jogarem no Real Madrid, e não de casos esporádicos de portuenses adeptos de longa data do Real Madrid."

Completamente de acordo com o que escreveu!

O problema é que no seu texto (sem querer como disse no seu comentário) acabou por incorporar nestes "pseudo" Madridistas pessoas que sempre o foram e que continuarão a ser mesmo quando Mourinho e Ronaldo deixarem o Clube da Capital Espanhola.

Quanto ao seu P.S. este é um tema que daria para muitos comentários e textos. Tem a sua razão e eu até concordo, contudo a questão que se coloco é se todas estas Regiões de que fala querem mesmo ser Independentes.

Do conhecimento que tenho penso que só o País Basco é que o quer ser e só não o é porque a França também não o deixa.

Grato pelo seu esclarecimento e comentário.

Cumprimentos e já agora: força Abidal!

rbn disse...

Mourinho, reverenciado, idolatrado, endeusado e outros ados pelos comentadeiros lusos, desde que....

...deixou de ser treinador do FCP.

Até então, era malcriado, arrogante, mal educado e outros ados para estes mesmos comentadeiros, que passaram de detratores a fãs nº 1 desde que desembarcou em Londres para treinar o chelsi.

Basta Mourinho peidar que a pasquinada tem um orgasmo.

Que o Barça humilhe mais uma vez o clube do ditador franco.

Cá no burgo, o Camila (ou será Camelo) lampião(ver link)

http://1.bp.blogspot.com/-GvoEAZc8J6U/T2D1pk3AiRI/AAAAAAAAV7s/qAnBk0OiuLc/s640/camila-parker-bowles_e_jorge-jesus_portugal-porreiro.jpg

já voltou a arrotar soberba no diário oficial do clube das galinhas.

http://www.abola.pt/img/fotos/destaques/jorgejesus27171919.jpg

Bom sinal (para nós) essa fanfarronice, e só falta mesmo o cuentrão na 1ª página de um pasquim qualquer a fazer prognósticos:-)

Nightwish disse...

Com portugueses destes a representarem Portugal,só posso desejar que vão para o mesmo sítio para onde mandaram o desportivismo.
E merengues, para mim, só os suspiros.

Alexandre Burmester disse...

The Blue One disse:

"Tem a sua razão e eu até concordo, contudo a questão que se coloco é se todas estas Regiões de que fala querem mesmo ser Independentes."

Primeiramente, Catalunha, País Basco e Galiza não são regiões, mas sim nações. Regiões são a Andaluzia e a Extremadura, por exemplo.

Em segundo lugar, como haveremos nós de saber se essas nações querem ser independentes se é a própria constituição espanhola que proíbe os referendos dessa natureza? Provavelmente saberá que a Espanha, no âmbito da UE, não deu o seu apoio ao referendo que conduziu à independência de Montenegro e é, até hoje, o único membro da UE a não reconhecer a independência do Kosovo. A razão de ser destas posições é fácil de ver.

Mas enfim, isto são off-topics.

Abraço

Alexandre Burmester disse...

flip disse: "Cada um tem o direito de apoiar quem quer."

Sem dúvida. Cessem pois as críticas e a troça aos benfiquistas do Minho e aos benfiquistas disfarçados de boavisteiros (aliás, em boa hora desaparecidos!)

Felisberto Costa disse...

Pessoalmente acho que Miguel vasconcelos são aqueles que apoiam o Real Madrid e tambem os que são fãs do... Barcelona!
Eu, espanhóis era vê-los a todos no fundo do mar calçados com botas de cimento, já que me desgraçaram a vida... mas isso são contas de outro rosário.
Mas continuo a achar que é preferivel saudar quem tem portugueses de topo e que alguns nos tocam fundo como o Mourinho, o Pepe e o Ricardo carvalho.

Alexandre Burmester disse...

Caro Felisberto Costa,

Eu entendo que se veja com simpatia o desempenho dos nossos treinadores e futebolistas no estrangeiro - faltava mais! Mas daí a esta histeria colectiva pró-Real Madrid vai uma distância. Por essa ordem de ideias teríamos todos tido vários colapsos colectivos perante os resultados do Chelsea esta época, pois o clube era treinado por um português e contava (conta ainda) nas suas fileiras com quatro jogadores portugueses.

Pode ser ideia minha - nada me custa aceitar isso - mas a verdade é que sinto que os nossos queridos "comentadeiros" quase rezavam pelo dia em que pudessem ser às claras pelo Real Madrid, disfarçando esse apoio num suposto patriotismo, o qual, segundo dizia Sir Winston Churchill, e sem menosprezo pelos verdadeiros patriotas, é o último refúgio dos patifes.

Felisberto Costa disse...

Amigo Alexandre
Tambem estou plenamente de acordo com a histeria que se vive em relação ao Real Madrid, daí a RTP que em principio só transmite a Champions ás terças, ter dado na 4ª feira a 2ª mão do jogo do Real... Histeria esta que me faz lembrar os tempos em que a RTP era barcelonista por lá jogar o Figo e onde alguma escumalha vermelhoide se fez sócia desse clube (caso do realizador Vasconcelos - olha o nome!!!!) porque o clube do regime não ganahva nada e ficava a 15 pontos de nós...

Mas o que eu quiz dizer foi que entre um e outro a mim nem me aquece nem me arrefece, daí instintivamente ser neste momento um pouquinho madridista devido aos "nossos", como sou do Chelsea, do Gijon (onde joga o Castro) do Toulouse (onde joga o Paulo Machado e do... Fluminense onde brilha o Deco!

Alexandre Burmester disse...

Caro Felisberto,

Lembro-me bem do que refere em relação ao "figuismo/barcelonismo" e dos tristes benfiquistas desiludidos que ao fim-de-semana se metiam no avião para Barcelona, com Vasconcelos à cabeça (irónico apelido, de facto).

Diga-se que o meu "barcelonismo" é muito relativo: apenas simpatizo com aquele clube, e essencialmente por ser o anti-Real Madrid.

Um abraço

Nightwish disse...

Para mim, o Madrid é daqueles clubes que já nem tenta disfarçar que o futebol deixou à muito de ser desporto. Se calhar devia gostar, por não serem hipócriticas, mas não consigo.
Já quanto a apoiar gente como o Ronaldo e o Mourinho, por essa ordem de ideias tinham que apoiar gente como o Zé Manel e o António Borges, que é gentalha que também pouco se recomenda.
Isto além de achar um provincialismo atróz que só se costuma ver lá por terras de Lisboa quando se referem ao slb.

Lá se alguém gosta, pois que goste. Escusa é de ter mais cobertura que os clubes nacionais.
E antes os nobres tivessem ficado quietos em 1640 e não tinhamos que levar com governos de gatunos uns atrás dos outros. Ou, pelo menos, não tanto, que a democracia aos poucos morre não só cá como no mundo inteiro.

André disse...

Na mouche este texto!!

Como desde pequeno tenho uma enorme adoração pelo Barça não vão ser meia dúzia de portugueses que me irão fazer apoiar o real, ainda para mais estando lá pelo menos um infeliz com o cabelo descolorado que se espuma todo quando fala e joga com o FCP.

O rbn tocou num ponto importante, os mesmo que hoje tecem elogios e têm orgasmos com tudo o que seja relacionado com ele são os mesmo que quando ele era treinador do FCP o desprezavam e era o diabo a 7!!Disso eu não me esqueço e é mais uma razão para apoiar ainda mais o Barça e não ser um madridista de ocasião como muitos ultimamente.

Visca el Barça

Antonio disse...

Há uma dimensão que não está retratada.

Nao veremos todos os quinquénios um português a dar cartas em Madrid, a dizer como têm de se comportar e executar, a ser capaz de se bater de igual para igual com os melhores do mundo.

Muita gente de Madrid não gosta de José Mourinho por isso mesmo.

Nesse sentido percebe-se que haja alguma simpatia pelo ,Madrid, tanto mais que do outro lado, o Barça é demasiado sério, só fair Play...., Guardiola só diz coisas sensatas e obvias..... Jogam sempre bem, mas sempre igual.....não dão chances aos adversários..... Cansa....

Um português a mandar no centro do centralismo e um Barcelona que já cansa são duas boas razoes para que Portugal tenha virado mais madrileño......

Pela parte que me toca, ainda me recordo dos cânticos dos adeptos do Barça no Mónaco..... Ese português, hino de puta és......

Os de Madrid provavelmente diriam o mesmo, mas eu só ouvi estes....

reine margot disse...

Os clubes para mim têm interesse pelos jogadores que lá jogam... como tem o Flu, como tem o Lyon , etc e tal... sempre fui mais portuense que de portugal, sempre fui mais portista que da seleção ou do que de outro qualquer clube...
nada disto quer dizer que quando portugal joga não me interesse em ver e torcer, e que quando algum português se destaca não me emocione...

Seja o seu sentimento imbuido de uma posição política forte, ou de convicções sobre patriotismo que respeito, uma coisa lhe digo:
os catalães tem um mote em comum com os restantes povos de espanha: - cagam para os portugueses!
sobre o porto, clube, ou sobre o porto cidade sabem tanto como sabem falar outras línguas: mal e porcamente.
simplesmente, porque não precisam.

e, assim, haverá para mim respeito por certas equipes e admiração pelos seus jogadores.
Dedicação e amor a quem caga em mim, com certeza que não!

Alexandre Burmester disse...

Tudo bem, reine margot, mas o tema do meu artigo não era o Barça, mas sim o "luso-mereguismo". Temo qua a conversa esteja a ser desviada do essencial desse artigo.

Se estivessemos a assistir a um fenómeno semelhante em Portugal em relação ao Barça, eu era capaz de escrever algo de parecido, salvaguardadas as devidas distâncias, porque para mim o Real Madrid, por mais que isso possa custar a alguns dos nossos indefectíveis comentadores (minúscula amostra no universo dos nossos leitores, diga-se), é um símbolo maligno.

Estou-me bem a marimbar para o que os catalães possam pensar ou dizer dos portugueses, mas desejo-lhes, mesmo assim, boa sorte e Liberdade!

Quanto à fluência linguística dos catalães, conheço-a de perto, e regra geral é bem melhor que a da generalidade dos espanhóis. Ou nunca ouviu a expressão "aquele tipo fala inglês como uma vaca espanhola"?:-)

José Correia disse...

Jorge disse...
aposto já aqui que se o Real chegar à final da Champions vamos ter cobertura RTP em directo do hotel do Madrid

E o enviado especial vai ser o Hugo Gilberto, presidente do clube de fãs do Mourinho FC.

André disse...

Mas vai ter uma enorme concorrência da SIC pois o Nuno "saco de mijo" Luz não deve querer ser ultrapassado e então é capaz de fazer um directo do quarto do Mourinho enquanto ele dorme ou coisa do género...

Tuga disse...

A ida do Mourinho e do Ronaldo para madrid está inserida numa lógica de media prazo que visa a promoção do real madrid em portugal já a pensar na destruição do nosso campeonato e na fusão com o castelhano. Tudo máfia iberista. chega-se ao cumulo de se comparar o Portugal - espanha ao ream madrid barclona com portugal segundo os imbecis dos jornalistas a defender as cores do rela madrid, dos castelhanos, vejam só onde chega a humilação.

Depois há ai muito porco iberista infiltrado pelos serviços secretos espanhóis, incluindo jornalistas.

O Helder Conduto, hoje e nos dias que antecederam este jogo foi só propaganda iberista desde Donetsk, chegou a dizer que eram as 2 selecções ibericas a jogar, e pior disse uma pior, passo a citar:

" Hoje vai haver ibericos, russos e ucranianos a ver esra meia final"

ibéricos?

Somos portugueses e europeus.

Ou seja, está-nos a tentar inventar uma nova nacionalidade.

Não quisemos ser espanhóis no sec XVi, querem fazer de nós ibericos no sec XXI, o objectivo mantam-se, castelhanizar os Portugueses.

Este traidor deste helder Conduto de certeza que está a ser pago pelos espanhóis, só pode.