domingo, 6 de maio de 2012

A festa do bicampeão




Fotos: Maisfutebol

3 comentários:

Franco Baresi disse...

A festa foi simples e muito bonita. No final foram chamados os jogadores, um a um. Todos os jogadores tiveram sensivelmente a mesma "intensidade" de aplausos, excepção feita a Hulk, Moutinho e... Sapunaru! Revelador de que o portista aprecia muito mais a entrega à luta - outros chamam-lhe jogadores "à Porto".
A única nota negativa foram os cânticos mencionando um clube rival. Sinceramente, a festa era do FC Porto, para quê dar importância aos outros? Para alguns adeptos parece que o FC Porto não faz sentido sem os rivais. "Melhor" só a Comunicação Social do regime. Como se diz na minha terra: "Caguem nisso! - NÓS somos campiões. O resto é treta".
Finalmente, há que notar as palavras de Hulk no final: "A torcida às vezes vaia a gente, mas depois a gente marca o gol e já aplaude". Grande Hulk - Bem metida! É que já cheteia ter de ouvir o parceiro do lado a dizer "tira o Hulk", "num joga nada", "passa a bola", "vai-timbora", etc.! Gente que não sabe o que é futebol...
P'ró ano há mais... Títulos!

Vitor disse...

O melhor da noite? Não sei bem mas, sei que não esquecerei a expulsão do Fernando! Mágico Porto.

Rui Anjos (Dragaopentacampeao) disse...

Festa muito bonita, principalmente a partir das bancadas, muito bem preenchidas e coloridas, a construir um espectáculo só ao nível dos maiores clubes do Mundo.

O jogo podia ter sido de melhor qualidade já que os intérpretes eram de fino recorte técnico. Mas acabou por ser o espelho de toda a época. Futebol pausado, pouco intenso, com momentos fastidiosos e outros de muito bom nível. Hulk, em noite em que as coisas nem sempre lhe saíram bem, acabou por ser a figura da noite, com mais dois golos.

Vitória justa num jogo mal arbitrado, com prejuízos claros para a equipa da casa.

Um abraço