terça-feira, 12 de junho de 2012

Será que o processo também "caíu pela escada"?

Passam hoje dois meses, mas é como se tivessem passado duas décadas: dirigente do SCP deposita por vias travessas, uma maquia na conta de um árbitro-assistente em vésperas de um jogo, consequências zero.

Será que o Cardinal se queixou porque os árbitros estão habituados a receber mais e melhor do SCP, e por isso achou que €2000 era pouco? Em todo o caso, é preciso ter muita coragem para recusar uma oferta do Paulo Pereira Cristovão, pois são precisamente daquelas que "não se pode recusar"...
De qualquer forma, parece-me que há aqui material mais que suficiente para um best-seller, na linha, sei lá!, do "Memorial do Convento" ou assim. Fica a sugestão. No mínimo, um telefilme da TVI protagonizado pelo Nicolau Breyner, que interpreta o presidente de um clube do Norte, que urde um esquema para destruir um inocente vice-presidente de um clube rival. Tão verossímil que em vez de uma obra de ficção, ainda fazem um documentário.

P.S.: Onde anda o Dr. Ricardo Costa, esse «Iron Man» da Justiça Desportiva, quando mais precisamos dele?

3 comentários:

José Correia disse...

«Paulo Pereira Cristóvão anunciou, em conferência de imprensa, a sua demissão do cargo de vice-presidente do Sporting. Na base da saída estará a polémica em torno do "caso Cardinal", processo que corre na justiça e do qual o dirigente é arguido.

Foi a segunda vez que o antigo inspetor da PJ apresentou a sua demissão depois de, a 13 de abril, se ter autossuspenso das suas funções. No entanto, acabaria por reassumir o cargo poucos dias depois, explicando, numa entrevista a Record, que ainda tinha "obra para fazer até agosto".

Recorde-se que Cristóvão foi constituído arguido no âmbito de uma investigação por denúncia caluniosa ao árbitro auxiliar José Cardinal.»
in record.pt

G. disse...

O "Recorde-se" é importante aqui visto que a maioria das pessoas já se esqueceu ou irá esquecer-se.

Jman disse...

Como deixei na caixa de comentários do Portistas de Bancada sobre o mesmo tema:
O Problema (e bem a propósito do dia em que os habitantes do sorvedouro lisboeto-centralista, saqueadores dos nossos bolsos exauridos, aproveitam para "chonar") é que se está a preparar tudo, com a concordância do visado, o Cristóvão (PPC), para o transformar num Martim Moniz. Espionagem? Coacção sobre árbitros através do uso informação confidencial e pessoalíssima retirada de escutas ilegais? Armadilhas escabrosas para afastar um assistente de apitar um jogo calimérico na Madeira? Associação criminosa (ou conjugação de esforços) dentro de uma agremiação para que esses fins fossem atingidos? Não, não pode ser... Está tudo tolo? Foi sempre o PPC, a título pessoal, sem conhecimento dos seus colegas vice-presidentes e do seu próprio presidente, porque esses são "os viscondes", de mãos limpas e sempre na luta férrea pela verdade desportiva. E o dinheiro que saiu dos cofres de Alvalade para financiar essas actividades? Que ingénuos estes portugueses... Então não vêem que foi o PPC que, à sorrelfa, se aproveitou para desviar esses fundos (peculato)! O Zbordeing é uma instituição de bem... homessa! O PPC é que tem a culpa toda, até "gamou" o dinheiro! Não está na cara?
Ai se fosse o nosso JNPC, ou até mesmo, apenas e só, o Reinaldo Teles... Éramos um clube de corruptos, que usávamos a chantagem e as armadilhas sórdidas em proveito do clube que, com a complacência da polícia (PSP e PJ), magistrados (do MP e judiciais), políticos do norte, anda a comprar campeonatos há 30 anos. O Porto seria Palermo. Os portuenses e portistas espalhados pelo país e pelo mundo apelidados de mafiosos e de arrivistas. Não! Mas esperem... Querem ver... Isso já aconteceu? Pois... E por onde anda o Boavista? O que aconteceu ao Leça? Não me digam que os Rui Santos, Querido Manha, Bonzinho, Pinhão, o "Careca das taças latinas", Guerra, Delgado, Daniel Oliveira (que crónica sim, crónica não, confessa que detesta o Porto), José António Saraiva (que garante ser adepto do Belenenses e que só publica a verdade - ele julga-se, em conjunto com o "carapinha" dos domingos à noite, dono dela), Paulo Garcia, David Borges, Jorge Baptista, Ribeiro Cristóvão, Jorge Gabriel, Carlos Daniel, Gobern, Conduto, Domingos Amaral, Gato Fedorento... ufa, e tantos outros, já se indignaram perante este atropelo à verdade desportiva.
É por estas e por outras que, sejam eles verdes, vermelhos, ou híbridos na variante melancia, me merecem o mesmo respeito... Leia-se, aquele que voto ao desprezo porque se configuram na mais nauseabunda cloaca do poder centralista que tudo controla e que nos quer tomar por acéfalos, e não temos poder para os contrariar, porque nos deixámos espoliar há muitos anos.
Saudações portistas,
João
PS - E é curioso, lá prossegue, em quase silêncio, aquele julgamento que envolve um actual dirigente dos lagartos, um seu antigo dirigente, um ex-director do 5lb e um actual vice-presidente da FPF.