segunda-feira, 30 de julho de 2012

Mais um particular, mais uma convocatória


Mal acabou a época passada, Hulk, Danilo e Alex Sandro foram imediatamente convocados para uma digressão da seleção brasileira, que abrangeu quatro jogos particulares: Dinamarca (26 de Maio), Estados Unidos (30 de Maio), México (3 de Junho) e Argentina (9 de Junho).

Depois foram para o Brasil, onde gozaram um período de férias.

Terminadas as férias, no dia 9 de Julho integraram o estágio da canarinha tendo em vista os Jogos Olímpicos de Londres.

Atualmente estão em Inglaterra, onde poderão ficar até ao dia 11 de Agosto.

Mas desenganem-se aqueles que pensavam que a comissão de serviço (sempre ao serviço da seleção brasileira!) iria terminar após a final do Torneio Olímpico de futebol.

Soube-se hoje que todos os jogadores presentes em Londres (à exceção do lateral Marcelo, que se encontra suspenso) foram chamados por Mano Menezes para mais um jogo particular, a disputar no dia 15 de Agosto, contra a Suécia, em Estocolmo.
De facto, após os quatro jogos disputados entre 26 de Maio e 9 de Junho, a que acrescem os 4, 5 ou 6 jogos que a seleção brasileira vai disputar no Torneio Olímpico, faz todo o sentido mais um jogo particular, para os jogadores se conhecerem ainda melhor e ficarem mais entrosadinhos...

Entretanto, o clube que comprou os passes e paga os chorudos salários de Hulk, Danilo e Alex Sandro, joga a Supertaça a 11 de Agosto e vai a Barcelos, para o 1º jogo do campeonato, a 18/19 de Agosto. Mas, como é óbvio, aos senhores da FIFA isso não interessa nada. Até um dia...

13 comentários:

OAutor disse...

Isto é sem dúvida uma questão que a FIFA deveria ter em conta. Uma solução seria limitar o numero de jogos amigáveis entre selecções. É de facto estúpido o Brasil fazer um jogo amigável imediatamente depois de uma grande competição...é claro que não é um jogo com uma componente desportiva, apenas económica!!! E se assim é, os clubes deveriam receber parte dessa soma como indemnização, visto que neste caso o nosso FCP e talvez outros vão ficar sem jogadores para disputar uma final!!! Quando as épocas estão paradas o impacto dos jogadores serem seleccionados acaba por ser positivo para os clubes, mas impedir jogadores de jogar nos clubes que pagam salários milionários para fazerem jogos de treta é inadmissível!

RBN disse...

Caro José Correia, tens razão num ponto que é o FCP ficar sem 3 dos principais jogadores mais 4 ou 5 dias.

Mas quanto a salários é diferente da FPF, e acredito que da maioria das federações e confederações de outros países.

Enquanto os jogadores estão na seleção, a CBF paga os salários, ou cobre o período em que os atletas estão à disposição do escrete, de modos que nenhum clube se queixou da CBF, pelo menos até hoje.

Nem mesmo o FCP queixou-se disto, como tantas vezes queixou-se da FPF.

Abraço e saudações portistas.

Pedro Polónio disse...

mas se o Hulk não fizer muitos jogos pela seleção brasileira... não consegue ser vendido para inglaterra. a federação inglesa não concede "work permit" para jogadores que não façam 75% dos jogos da seleção nos últimos 12 meses.

The Blue Factory of Dreams disse...

O FC Porto é o maior interessado em ter 3 jogadores no escrete!

Ou alguém está a ver o antero ou o PdC a ligar para a cbf indignados por ter 3 jogadores convocados?

Valorização! Nós somos um clube vendedor.

Os grandes clubes são compostos por internacionais de renome.
São obrigados a saber gerir esta realidade.


Nesta convocatória vão grandes jogadores, de grandes clubes, ainda foram chamados outros. De grandes clubes.
Como o Daniel Alves do Barcelona.


O jogo de dia 15, PODERIA não estar previsto na agenda do Dragão, mas já se sabia que até à final dos Olímpicos pelo menos era previsível que não houvesse Hulk, Danilo e Alex Sandro.

Hulk ninguém sabe se volta.
É folhetim para arrastar até 31 de Agosto e ninguém sabe o que acontece depois independentemente do desfecho.


A grande questão no meio disto tudo prende-se com as nossas laterais.
Sem Alex e Danilo, facto que já sabíamos há muito, andamos há um mês a treinar e jogar com Djalmas, Serenos e Mangalas.
Que não são jogadores para jogar aí.
Arrasta-se o outro folhetim Álvaro Pereira...
Miguel Lopes chegou a tarde a más horas também...

Enquanto isso anda um Sapu a treinar-se à parte, um Fucile pelos Brasis...

E quem é que vai começar a época nas laterais?
Ninguém sabe.

E a CBF não é culpada disso.

José Correia disse...

OAutor disse...
Uma solução seria limitar o numero de jogos amigáveis entre selecções

Óbvio. Faz algum sentido que a seleção brasileira de futebol faça tantos jogos particulares quando, ainda por cima, há um Torneio Olímpico pelo meio?

José Correia disse...

OAutor disse...
É de facto estúpido o Brasil fazer um jogo amigável imediatamente depois de uma grande competição...é claro que não é um jogo com uma componente desportiva, apenas económica!!!

Evidentemente. A CBF enche os bolsos à custa dos jogadores pagos pelos clubes.
E o facto de haver clubes que já estão a disputar jogos oficiais é algo que pouco interessa à CBF ou à FIFA.

José Correia disse...

RBN
Caro José Correia, tens razão num ponto que é o FCP ficar sem 3 dos principais jogadores mais 4 ou 5 dias.

É mais 4 ou 5 dias na sequência de um período de três meses (!), em que os jogadores estiveram ao serviço da CBF ou de férias.

José Correia disse...

RBN
Enquanto os jogadores estão na seleção, a CBF paga os salários, ou cobre o período em que os atletas estão à disposição do escrete

Caro RBN, não acredito que a CBF vá pagar a totalidade de dois ou três meses de salários de jogadores como Hulk, Danilo e Alex Sandro.
Mas mesmo que o fizesse, isso não chegaria para repor o prejuízo desportivo que para os clubes representa não poder dispor dos jogadores.

José Correia disse...

Pedro Polónio disse...
mas se o Hulk não fizer muitos jogos pela seleção brasileira... não consegue ser vendido para inglaterra. a federação inglesa não concede "work permit" para jogadores que não façam 75% dos jogos da seleção nos últimos 12 meses.

O principal problema está no exageradíssimo número de jogos particulares que a CBF faz todos os anos.
Ou melhor, o problema está no facto de a FIFA permitir que isso aconteça.

José Correia disse...

The Blue Factory of Dreams disse...
O FC Porto é o maior interessado em ter 3 jogadores no escrete!

Sim, desde que não haja exageros, que comprometam a preparação da equipa e o desempenho da mesma em jogos oficiais.

José Correia disse...

The Blue Factory of Dreams disse...
O jogo de dia 15, PODERIA não estar previsto na agenda do Dragão

Haver um jogo particular do Brasil no dia 15 de Agosto é uma aberração (pelos motivos todos que já expus anteriormente) e só é possível porque a FIFA permite que haja uma relação desequilibrada entre os legítimos interesses das selecções e dos clubes de onde são convocados os jogadores.

Nightwish disse...

Então, mas os clubes não são entidades publicas desportivas com o fim de promover o desporto?
Aí este é um daqueles casos onde já interessa dizer que são empresas para retirar benefícios e não o contrario...

RBN disse...

"Caro RBN, não acredito que a CBF vá pagar a totalidade de dois ou três meses de salários de jogadores como Hulk, Danilo e Alex Sandro."

Caro José Correia, dou-te um exemplo:no mundial 2006, haviam Ronaldinho Gaúcho(o melhor do mundo à época), Ronaldo, Roberto Carlos, Kaká, Adriano, Robinho, Fred(hoje no Flu, na época no Lyon),Juninho, Cafú, Dida, enfim um monte de craques que não chegaram a jogar como equipa, e numa reportagem da Globo, o editor de economia e finanças da emissora brasileira pegou na calculadora e começou a fazer as contas dos gastos que a CBF ia ter só com os salários do 4 primeiros, que à época, deviam ganhar muito mais que o trio portista na seleção de hoje.

Resumindo, o editor de economia no final da reportagem disse:"Thanks Nike".

Mas sou contra isto, afinal, jogar na seleção nacional devia ser de borla e motivo de orgulho em servir o país, já que ganham milhões nos clubes.E quer queiram quer não, um título continental ou mundial para um país é intemporal, inesquecível e histórico.

Vejam a Espanha, que de todas as seleções no euro 2012, foi a que MENOS GASTOU nas hospedagens e a que mais parecia uma família, sem ciumeiras, vedetismos ou primmasdonnas.

Abraço.