sexta-feira, 31 de agosto de 2012

SMS do dia

Obrigado à SAD que "recusou" vender por 50 milhões um jogador que não queria ir mas que aceitou vender por uns 40 milhões que nunca chegaram (e demorarão a chegar) por aquele que é o melhor avançado centro desde Ronaldo Nazário. Vendo a final da Supertaça Europeia, como se fizesse falta, não é difícil imaginar que até com Vitor Pereira no banco a participação na Champions (ou em defeito na Europe League) com Radamel tinha sido bem diferente. Parabéns gestores, não se esqueçam de pedir o recibo ao Atleti!

107 comentários:

Anónimo disse...

Eu como Portista só me pergunto como é que é possível ter deixado sair o Falcão no ultimo dia do mercado e nem sequer foi pela cláusula???
Outra coisa que me pergunto é se o libras boas não tivesse partido o Falcão também não teria ido e o que teriamos feito na cl??
Cada vez que o vejo jogar só me apetece chorar, como é possível!!!!

Anónimo disse...

O Falcao tinha cláusula de 30, que foi aumentada para 45 já com Jorge Mendes ao barulho. E foi por esse valor, metendo-se ali o Micael ao barulho. Não tem nada que ver com o Hulk, que tem uma cláusula de 100.

A única coisa que podia ter evitado a saída do Falcão, tal como a do Villas, era a vontade deles - mas, infelizmente, a vontade deles foi sair.

Luis disse...

É tão fácil falar ou escrever, com o rabinho sentado na cadeira, um ano depois...
Vamos também pedir o recibo ao Real Madrid pelo Pepe, ao Barcelona pelo Deco, ao Lyon pelo Lisandro e Cissokho, ao Chelsea por uma catrafada de jogadores e dois treinadores, que tal?
Se eu soubesse o que o jogador A ou B vão render daqui a 2 ou 3 anos era empresário da bola e bem sucedido, não tenho dúvidas!

Alexandre Burmester disse...

Falcao foi vendido por necessidade, isso parece-me óbvio e nada há de que nos envergonharmos.

Quanto a Hulk e Moutinho, os clubes por essa Europa fora já vão conhecendo o bluff que o PC faz, mas o PC não é o único grande negociador neste mundo.

O que me preocupa é que a 1 de Janeiro tinhamos um passivo líquido de curto prazo de € 100 M, ou seja, até 31 de Dezembro deste ano tinhamos, entre valores a receber e a pagar, um deficit de € 100 M. Isto não é especulação, basta olhar, com ohos de ver, para os Relatórios & Contas.

Anónimo disse...

O MLP com frequencia não tem noção do que diz ?!

Grilo Falante disse...

Pagaram a cláusula de rescisão, o jogador queria ir. Qual é a dúvida?

Alexandre Burmester disse...

Felizes aqueles grilos falantes para quem nunca há dúvidas até as coisas se desmoronarem, como o Lehman Brothers, ou o Glasgow Rangers.

Anónimo disse...

Tinha cláusula de 30, o PdC arranjou maneira de sair por 40 mais 7 por objectivos e ainda despachar o Ruben por um valor bem acima do que ele valia e ainda se queixam?

Alexandre Burmester disse...

O PC arranjou maneira foi de tão cedo não ver o dinheiro - como ele decerto bem sabia (imagino, aliás que ele se ria de alguns comentários feitos a seu favor a propósito desse negócio). Fez o que pôde, ninguém discute isso, mas não é preciso defender com unhas e dentes todos os seus negócios.

E quanto a essa de "despachar o Ruben", não sei se foi uma grande coisa, mas provavelmente tratar-se-'a de mais um jogador com que o inacreditável Vítor Pereira não soube lidar.

A propósito de Vítor Pereira: que raio de azar! Não é que ninguém se chegou à frente com € 18 M??

Alexandre Burmester disse...

Também acho porreiro continuarem alguns a alcunhar o AVB de "libras boas" enquanto ignoram o modo cínico e subreptício com o qual o Zé Mourinho nos deixou. Mais vale cair em graça que ser engraçado.

José Lopes disse...

Se o Falcao tivesse continuado no Porto, que garantias tinha a SAD que haveria novamente alguem a dar 40 milhoes ou ate mais um ano depois? Acham que, ido directamente do vencedor da Liga Europa MAS clube do campeonato portugues, seria realista esperar que alguem viesse dar mais? Acho sinceramente que a SAD fez o que tinha de fazer, alias, o aumento da clausula para 40 milhoes foi certamente apos acordo com o jogador para deixa-lo sair por aquele valor. A saida do Micael foi a martelo, mas foi provavelmente o unico jogador do tempo do Villas-Boas que fez uma epoca bem abaixo do que se esperaria. Alem disso, era obvio que precisavamos de dinheiro e, tarde ou cedo, ele acabara por chegar. O que mre preocupa e o estado actual das contas e a ausencia de uma venda gorda, somando ao facto de haver jogadores que seriam para vender e que nao o foram (Rolando a cabeca). Perante isto, e imperativo que a campanha na Champions nao tenha nada a ver com a anterior, para que nao haja ainda maior desvalorizacao.

Miguel Magalhães disse...

Segundo consta no Relatório e Contas da FCP SAD relativo ao 3º trimestre de 2011-12, a 31 de Março deste ano a dívida do Atlético de Madrid ascendia a 28 milhões de euros, dos quais 16 milhões classificados como dívida "não corrente", o que significa que será recebida num prazo superior a um ano.

Ou seja:

1. É mentira que o At. Madrid tenha pago a cláusula de rescisão. O Porto acordou com o clube espanhol que este pagasse os 40 milhões num período pelo menos superior a um ano e meio. Quando o PdC diz que não pode fazer nada quando alguém "bate" o dinheiro na mesa pela cláusula está coberto de razão mas acontece que neste caso o At. Madrid não "bateu" com o dinheiro na mesa.

2. O At. Madrid está a pagar o Falcão com o chamado "pêlo do cão", ou seja, o rendimento financeiro que advém para o clube espanhol da performance desportiva do Falcão permite-lhe ir pagando ao Porto. Diria que não vendemos o Falcão, antes fizemos uma espécie de aluguer do jogador

3. Citando o referido relatório, a "alienação dos direitos de inscrição desportiva do jogador Falcao ao Atlético de Madrid, pelo montante de 40.000.000 de Euros, que gerou uma mais-valia de,aproximadamente, 20.170.000 Euros, após dedução de: (i) custos com serviços de intermediação no montante de 3.705.000 Euros prestados pelas entidades Gestifute e Orel B.V.; (ii) de responsabilidades com o mecanismo de solidariedade no montante aproximado de 2.000.000 Euros; (iii) da proporção no valor de venda do passe detido pela Natland Financieringsmaatschappij B.V., no montante de 1.805.000 Euros; (iv) do efeito da actualização financeira das contas a receber e a pagar a médio prazo originadas por estas transacções, no montante de,aproximadamente, 1.690.000 Euros; e (v) do valor líquido contabilístico do passe à data da alienação, no montante de, aproximadamente, 10.629.000 Euros, que incluía os encargos com os prémios de assinatura acima referidos e respectivas comissões de intermediação" ; esses foram "encargos com assinatura de contrato e serviços de intermediação nos montantes de 6.585.150 Euros"

4. Que o Falcão quisesse ir embora, que tenha forçado a saída, que o Porto precisasse de realizar algumas mais valias contabilísticas (bem diferente de dinheiro em caixa como se viu com a falta de ar para pagar o Mangala e o Defour), tudo bem. Agora que se defenda que foi um bom negócio e que não havia nada a fazer, já é outra conversa.

Para terminar diria que as Libras do André Villas Boas não foram Boas, foram excelentes porque entraram na conta do Porto no momento em que ele saiu. Ao contrário, os Euros do Falcão foram péssimos pois não só foram distribuídos por um conjunto de entidades e beneficiários que ninguém sabe nunca quem são como a grande maioria nem sequer entrou ainda na conta do Porto.

Miguel Lourenço Pereira disse...

A SAD e Jorge Mendes sabem a resposta mas nunca a dirão a viva voz!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Falcao não tinha vontade de sair, foi convidado a sair porque era preciso sanear contas. Por isso se renovou a cláusula antes (com comissões a distribuir) e se vendeu a um clube que nem paga a tempo e horas mas que não levanta perguntas.

E não saiu pela cláusula, por muito Micael que se tenha dado de borla pelo meio!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Luis,

Quem visse o Falcao jogar no River já podia antecipar que jogador ia ser. Agora se precisa de falar sempre à posteriori para avaliar o potencial de um jogador, isso é consigo. O Falcao já no FCP tinha dado provas do que faz agora, não vejo a diferença a não ser um negócio financeira e desportivamente penoso para o clube.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Se quiser detalhar, está à vontade!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Mas quem pagou a cláusula? Porque o FC Porto não o vendeu pela cláusula, juntou o Micael para somar o valor de dois passes que igualavam uma pseudo cláusula como o euro de Quaresma há uns anos. O paleio da cláusula é algo que só em Portugal ainda se acredita, ninguém é negociado pela cláusula salvo contadas excepções.

PS: A lei da UEFA diz que se um jogador sai no último dia pela cláusula, o clube tem mais 1 mês para contratar jogadores. Não vi o FCP a mexer-se no mercado até Janeiro. Se calhar era porque não podia!

Miguel Lourenço Pereira disse...

O azar da SAD foi os únicos dois jogadores com mercado terem mais cabeça do que pensavam, particularmente Hulk que ia destruir a carreira em S. Petersburg, longe dos olhos do seleccionador brasileiro e numa liga que ainda não tem o prestigio que quer ter no futebol europeu.

Agora virão mais vendas a baixo preço e empréstimos para pagar empréstimos com vendas de percentagens pelo meio!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Curioso. Eu achava que a cláusula era de 45 milhões e que Micael valia cerca de 5 milhões, mas não vi 50 milhões em lado nenhum do Relatório de Contas!

Miguel Lourenço Pereira disse...

José,

Seguindo o mesmo raciocinio, porque não se vendeu o Deco em 2003 quando o Barcelona se chegou à frente com 20 milhões para o levar para o Camp Nou a pedido do Sandro Rossel?
Quem conhece o Falcao sabe que o mercado dele iria ser o mesmo e ainda acredito que o Atlético o venda por 50 ou 60 milhões sem problemas. A questão foi a falta de liquidez da SAD, a pressão do novo empresário e a falta de estofo da direcção! Nada mais.

Anónimo disse...

Meu caro, estás enganado. Aliás, basta ver a forma como o Pinto da Costa falou disso no Dubai e a forma como o Falcao lhe respondeu. Ele só aumentou a cláusula porque sabia que ia sair, e o Pinto - com ou sem comissões - acordou assim com o Jorge Mendes. Com a venda garantida, claro. Se não achas que o Falcao renovava com o Porto, numa altura daquelas?

Anónimo disse...

Acrescentando: claro que a SAD tem falta de liquidez, um dia pode estourar e já fez muitos maus negócios.

O de Falcao não foi um deles. Antes pelo contrário. É um péssimo exemplo. E dizes muitas mentiras para sustentar o teu argumento, ou por ignorância ou por má vontade.

Nightwish disse...

Apesar de achar que o AVB fez o que achou melhor, podia ter estado calado sobre a cadeira de sonho.

Anónimo disse...

Caro Miguel,

A cláusula era de 30 milhões. Quando ele renovou já a venda estava feita, obviamente. Pode achar que eram melhor 30 milhões a pronto. Eu acho que foi melhor 40 (menos comissões e efeitos de actualização financeira) mais 5 pelo Micael.

Anónimo disse...

Vai aqui muita confusão. O Falcao foi vendido por 40M€ (+ 7M€ objectivos). Mas entre comissões e prémios de assinatura,etc, só 20M€ vão entrar, mas há q reduzir o,micael e quanto custou Falcao (5+4). Ou seja, tivemos 10M€ de lucro.

José Lopes disse...

Sim, a questao foi essa mesma, mas gostava de saber onde e que o Miguel leu que o Falcao nao queria sair. Para quem nao queria, ele tem sido bastante convincente quando diz o contrario. A falta de liquidez era o problema e continua a ser, mas nao foi com a venda do Falcao que foi aliviada, exactamente pelo pagamento tao faseado e dilatado no tempo. Seja como for, foi a forma que arranjaram para vender... Quanto ao mercado do Falcao, isso e fazer futurologia, coisa que muitas vezes corre bem, mas outras ha em que corre mal. Veja-se o caso do Alvaro Pereira.

Sobre o Deco, fizeram bem em mante-lo, mas isso foi agregado a permanencia do treinador e de todos os jogadores fundamentais. Houve aposta no sucesso desportivo (nao compro a historia de terem, a partida, apontado para a conquista da Champions, mas claramente apostou-se numa boa campanha europeia), como forma de valorizar os jogadores e ate o treinador, coisa q ja nao foi bem assim desta vez pela saida do Villas-Boas. Alem disso, ja se sabia que o Deco iria ao Euro 2004, portanto era um risco relativo... Sim, mesmo com Vitor Pereira, parece-me que passariamos os grupos da Champions se tivessemos o Falcao, mas provavelmente pensaram que passariamos na mesma sem ele e que ele nao renderia mais que 40 milhoes.

Seja como for, vejo que o Miguel e sempre rapidissimo a disparar contra a SAD, sendo os seus posts repetidamente criticos em relacao a gestao. Tambem sou em muitos aspectos, acredite, mas nem tudo e pessimo, como faz fazer crer. Se sao assim tao vigaristas e incompetentes, como classifica-los-ia se fechasse o mercado e visse o seu clube sem defesa esquerdo, sem trinco que de garantias e com mil avancados? Nem Pinto da Costa e o mago da gestao, nem me parece ser incompetente. Ja houve muitos barretes e imensas historias mal contadas, mas tambem houve varios negocios muito proveitosos.

Abraco.

(Escrevo sem acentos, porque o meu computador foi comprado nos EUA, onde vivo)

Jorge disse...

Alem de todos os outros pontos salientados e relevante o facto de nenhum outro clube ter pago mais de que o Atletico. O valor do Falcao era tao obvio por esse mundo fora que nenhum clube da EPL fez uma proposta comparavel por ele.
Hindsight is 20/20

José Lopes disse...

Podia e devia. Sobre isso, sobre o facto de nao estar obcecado com o sucesso, sobre querer treinar no Chile, Argentina e Japao, sobre a possibilidade de ficar "muitos anos" no Porto... Sincaramente, passado o choque pela saida dele, ate comecei a torcer para que as coisas corressem bem no Chelsea, porque, la esta, a epoca com ele foi maravilhosa e, apesar de tudo, tinha o direito de querer ir para Londres. Agora, descer para o Tottenham para manter-se na Premier League so mostra ate que ponto tudo o que ele disse foi disparatado. E nao me cai muito bem ver a proximidade publica entre o Pinto da Costa e ele. Eu sei que entrou muito dinheiro vindo do Chelsea, mas o Pinto da Costa devia perceber um bocadinho melhor a reaccao dos adeptos que se sentiram legitimamente enganados. Que sejam amigos tudo bem, agora poupem-nos a demonstracoes de afecto e proximidade depois de termos sido tratados daquela maneira.

José Lopes disse...

O Mourinho e um escroque e o episodio da saida do Porto foi entre o ridiculo e a falta de respeito. Nunca foi capaz de ter UMA palavra simpatica para o clube e adeptos, excepto quando escreveu um texto a proposito dos 30 anos de presidencia do Pinto da Costa. Francamente, ate gostava de ve-lo nos mouros. Seria adepto fanatico de todo e qualquer conjunto de marmelos que jogasse contra eles.

Anónimo disse...

É claro que é um grande negócio ! O Falcão é um jogador absolutamente formidavel, e só isso explica os valores da transferência para o Atlético. Antes de mais preciso sermos honestos: O Porto comprou um jogador por 6 ou 7 milhões de euros, e colocou-lhe uma cláusula de 30 milhões. Um jogador que deu nas vistas na Argentina e, tanto quanto passou para a imprensa, era seguido apenas por Porto e Benfica. Foi uma excelente compra. Na época seguinte... Um desastre ! O Porto acaba em terceiro e nenhum jogador se valoriza. Ninguem sequer ameaçou chegar aos 30 milhões e o Falcão passou para a época de ouro. Nessa época... BUUUM !!! Explosão total, o Porto ganha tudo e a europa põe cá os olhinhos: Problema: decerto que a europa vai querer o Falcão por 30 milhões... Curiosamente passam várias semanas e ninguem se chega à frente. Só mesmo no fecho, com o jogador a pedir para o Porto facilitar é que o atletico aparece... Sozinho. Como o Atletico nao tem 30 milhoes para pagar a pronto, o Porto consegue subir a clausula e negociar com os Espanhois a venda por uns astronomicos 40+7 milhões. E no mesmo megócio ainda mete o Ruben por mais cinco. Claro que o valor nao e pago a pronto, mas vai chegando aos cofres do Porto e os sete milhoes de bonus vao acrescentando ao bolo a cada vitoria do atletico e golo do colombiano. No final a transferencia do Falcao entra directo para as 20 maiores da história do futebol... E se contarmos os sete de bonus por vitorias pode ser a décima. À frente do Ronaldo, do Shevchenko ... Jogadores que foram bola de ouro ! Só por má fé se pode falar em mau negócio ... O Falcão sairá do Atletico um diaor um valor pouco acima desse.

Anónimo disse...

Claro que vendeu pela clausula. E a vontade do jogador era sair naquele momento.

Voce faz lembrar aqueles comentadores que depois dos jogos têm sempre solução para tudo.

D.Pedro disse...

A clausula era de 40ME.
Tivemos um jogador muito bom duas epocas, compramos relativamente barato, houve muito mérito da Sad.

Filipe Sousa disse...

Digam o que disserem, uma coisa é certa: ficamos sem o jogador e grande parte do dinheiro. O resto são cantigas.

Pedro disse...

A clausula era de 30 M€
Ele renovou para 45 M€ mas de certeza com a promessa que o deixavam sair por qulquer coisa acima dos 30. Ou seja fomos buscar mais 10 M€ dizer que isto foi um mau negócio é estupidez (não estou a dizer que o autor do post é estúpido por natureza, se o fosse era benfiquista) .

rogério almeida disse...

Mais um post intelectualmente desonesto do Miguel Lourenço Pereira. Se está a chover é porque chove, se faz sol é porque faz sol. O senhor é tão bem informado que levianamente afirma que Falcao não queria sair. Pois bem, a realidade é completamente oposta à sua afirmação feita à boca cheia. Falcao queria sair, e muito mais do que pode imaginar. Não foi à toa que foram necessários mais de 6 meses para que conseguíssemos prorrogar o seu contrato sob pena de ficarmos com ele com apenas um ano de duração, sendo que, obviamente, daí tirou imensamente partido o próprio Falcao. Se o senhor Miguel Pereira tem como única e desenfredada intenção limitar-se a "bater" e tomar por estúpidos e inválidos quem nos gere, achando-se o senhor um mestre de inteligência na gestão de um clube de futebol, esteja à vontade, o senhor é livre de dizer e pensar o que bem deseja. Mas se esse é o seu único caminho, pelo menos faça-o usando as variáveis todas de forma honesta, e não adulterando a realidade, deturpando factos ou mesmo inventando dados falsos. Podia começar por, por exemplo, e já que fala de Falcao, parabenizar quem nos gere por ter tido a capacidade de apostar nele, daí obtendo desportivamente um rendimento de excelência, promovendo posteriormente um retorno financeiro bastante bom ao Clube. Mas evidentemente este é um pedido demasiado ambicioso. O seu registo não passa de uma ânsia desmedida e leviana de criticar tudo o que de relacionado está com quem nos gere, independentemente de saber do que fala ou não. O senhor é um mestre do conhecimento e do saber fazer.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Anónimo,

Eu quando escrevo nunca minto, posso estar enganado, mas mentir não, que tenha isso bastante claro. No RP ninguém mente, dá a sua opinião, esteja de acordo com ela ou não.

Se a SAD tem falta de liquidez deve-a à gestão desastrosa da equipa que lá está há anos, não se esqueça. E Falcao, sendo um dos 5 melhores jogadores do MUNDO, ter saido pelo valor que saiu num ano de participação na Champions é, quer queira quer não, um mau negócio desportivo. E se só entrou metade do dinheiro também o é financeiramente porque o cashflow nem vê-lo nos próximos anos.

E acreditar que qualquer discurso feito pelo presidente é inocente e que não há uma comunicação orquestrada, especialmente em Guimarães com os dois lado a lado, é ser realmente inocente.

Agora se o PdC lhe pede que rebole e você rebola, isso é consigo.

Anónimo disse...

Meu Caro,

O Libras boas se tivesse saído a seguir a ter ganho a taça de Portugal pelos 15 milhões ninguém o criticava, agora saiu a uma semana de começar a época e deixou-nos a todos de boca aberta e desolados pois dizia-se Portista como nós, até pode ter sido mas hoje em dia o que ele ama é o dinheiro.
Fico contente que ele seja muito feliz mas Deus não perdoa e já foi despedido de um clube e vamos ver se não vai ser do segundo, a traição é que não se perdoa. Sendo ele Portista e sabendo da alegria que ia dar aos carneiros nunca mas nunca devia ter saído a uma semana de começar a época, é só por isso que os adeptos nunca lhe vão perdoar.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Curioso, eu era contra a venda de Falcao "antes" dele ter sido vendido. Onde estarei eu com a cabeça.

Se quiser mandar-me um fax com os detalhes da venda onde dizem que saiu pela cláusula, eu dou-lhe o meu número. E já agora pergunte à SAD porque teve liquidez e um mês para ir ao mercado e acabou por esperar a Janeiro para trazer o Janko e andou sem pagar salários uns meses a quem cá estava.

Obrigado!

Miguel Lourenço Pereira disse...

José,

Eu sei o que pensa o Falcao, por outras fontes que não os jornais, e se a falta de liquidez foi o principal argumento para vender o jogador - que também disse vezes sem conta que queria voltar à Champions e sabia que em Madrid isso ia ser dificil, já que estamos em discursos para jornais - então esse pagamento à Mendes tira ainda mais mérito ao negócio. E quanto ao valor futuro, há jogadores que todos sabemos que o valor futuro será constante ou superior. Ou alguém acha que o Messi e o Ronaldo ou o Iniesta deixam de ser bons jogadores de um ano para o outro? O Real deu quase 40 milhões pelo Modric, o mercado foi bem explorado pelo Tottenham e muito mal por nós.

A SAD já realizou óptimos negócios, especialmente quando se concentrou a comprar bom, bonito e barato, explorando o mercado interno, quando valorizou jogadores da formação que nos custaram zero. Anderson, Pepe, Meireles, Cissokho, Ricardo Carvalho, Paulo Ferreira, Deco, Bruno Alves. Esses são os grandes negócios da SAD. Mas por cada bom negócio há 10 desastres com nomes e apelidos. Há interesses por detrás de cada contratação, há jogadas arriscadas que comprometem o futuro financeiro do clube. A responsabilidade dessa gestão é da SAD, se fosse do trompetista do estádio eu seria sempre rapidíssimo a escrever sobre ele!

um abraço

Miguel Lourenço Pereira disse...

Não sabia que a venda já estava feita. Aliás foi por isso que se esperou ao último dia e não se comprou uma alternativa, porque a venda estava feita, claro que sim.

Ou terá sido porque, como ninguém se chegou com dinheiro à frente para acalmar a SAD durante Agosto que a venda foi feita à pressa, por muito que estivesse "apalavrada"?

Miguel Lourenço Pereira disse...

Miguel,

Exactamente. Aqui a história da cláusula é paleio para adepto ou sócio que não se preocupa minimamente em saber como está realmente o clube e se fica pelas declarações do presidente, que dá por verdades absolutas.

O negócio Falcao será sempre um dos piores negócios desta SAD, porque o Atletico pagou 20 milhões a pronto - dos quais as arcas viram metade desse valor - e tardará larguíssimos anos a pagar o resto, vendendo entretanto o Falcao por mais da mesma forma que aplicou o mesmo negócio com o Forlan e o Villareal. Mas claro que a SAD já o sabia, desde o caso Assunção que eles sabem como se fazem as coisas no Calderon.

Mas temos de dar graças e rezar para Meca por ter uma SAD que gere tão bem os melhores activos desportivos do clube. E Falcao, não se enganem, é um dos melhores jogadores que já passou pelo FC Porto em toda a sua história.

Anónimo disse...

Se acha, acha mal. A cláusula era de 30! E ele teria saído por 30 se quisesse, mas o PdC conseguiu convencê-lo a aumentar a cláusula imediatamente antes de sair. Foi um grande acto de gestão, coisa que não se vê em mais nenhum clube.
Mas se você é tão bom gestor faça-nos um favor, candidate-se às próximas eleições!

Enfim, infelizmente o disparate ainda não paga imposto senão a crise portuguesa era ultrapassada rapidamente.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Exacto. Um grande negócio se falamos do 3 ou 4 melhor jogador do Mundo! E eu que pensei que o Manchester United tinha recebido 98 milhões pelo segundo melhor a pronto.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Jorge,

Que nenhum clube tenha feito uma proposta por ele não quiser que o valor de mercado fosse outro. Nenhum clube fez uma proposta por Ronaldo, Messi e Iniesta e o valor de mercado deles é fácil de avaliar.

O Chelsea ofereceu 50 milhões pelo Modric mas o Tottenham vendeu-o por 40 ao Real Madrid, qual é o seu valor real de mercado?

O Chelsea não ofereceu por ele, como minimo, 50 milhões porque tinha de abaratar o dinheiro que gastou em Torres. Para o ano está lá, com o selo Mendes.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Se dorme tranquilo à noite pensando que é um bom negócio, bendigo a suas noites a pensar que o que entrou nas arcas do FCP pelo melhor avançado do Mundo desde Ronaldo foi precisamente o que se pagou pelo seu suplente na Colombia!

Astronómico!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Sem dúvida, sem dúvida, obrigado Senhor pela SAD e o seu faro!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Cada golo de Falcao pelo Atletico devia ser uma punhalada no orgulho dos portistas. Em vez disso é mais um pretexto para adorar ao Senhor. Fico contente de ver que a massa critica deste clube se vai amolecendo, ficando-se pela rama quando o problema está na raiz.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Fomos buscar? Eu acho que nos cofres da SAD estão 10 milhões, que foram gastos a comprar o substituto. Que 10 milhões foram perdidos em comissões e afins. E que os outros 20 vão demorar 10 anos a chegar, em tranches tão pequenas que nem vão ajudar a maquilhar as contas.

Se eu tivesse uma casa e vendesse uma casa desta forma todos achariam que sou louco.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Rogério,

O que eu sou, e isso já devia saber, é um agente infiltrado que vai minar a confiança do balneário e fazer tremer a SAD com a minha desonestidade intelectual e a minha malícia, isso é que é uma grande verdade. Por favor!

O Falcao antes de vir para o FC Porto já era uma referência do futebol sul-americano, não o descobriram na terceira divisão argentina. Temo até que se um certo clube não tivesse demonstrado interesse, talvez o clube tivesse deixado passar a oportunidade e ele tivesse acabado em Itália, o segundo mercado preferencial do futebol argentino, como Cavani, Lavezzi, Pastore e companhia, outros jogadores que escaparam ao radar dessa magnifica equipa de gestores.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Adoro o conceito de lavagem cerebral, na internet encontram-se tantos exemplos para estudo! Agora foi o PdC que o conseguiu convencer a aumentar a cláusula para deixá-lo ir no último dia num grande acto de gestão?

Ao contrário de muitos, eu sou sócio e adepto do FC Porto, não candidato a cargos directivos e à mama que deles advém!

Anónimo disse...

Convém lembrar o que fez Falcao no final do jogo em Guimarães.

Jorge disse...

Que ofertas e que houve pelo Falcao. Ha dezenas de clubes que poderiam pagar aquele valor e precisavam de um ponta de lanca na altura ou mesmo antes e nunca o tentaram.
Parece-me que a leitura que tu fazes das performances do Falcao na liga portuguesa e na liga Europa (com o Porto) nao e a mesma que os tubaroes europeus fizeram.
Na EPL depois dos flops do Torres e do Caroll ha muita pouca gente a pagar grandes montantes por um jogador e nem este ano foram atras do Falcao.

Adriano Garcia disse...

Sr. Pereira,


Não sei quais são as suas habilitações nem o que faz actualmente mas é por certo um desperdício de talento. O mestre da gestão e dos negócios deveria neste momento ter um papel de destaque na sociedade portuguesa.

Infelizmente, nós carneiros (como o senhor nos apelida)estamos bastante satisfeitos com os resultados obtidos pelos incompetentes que gerem o clube e a sad e por isso não haverá lugar para si na administração.

Reconheço-lhe o direito de escrever os disparates que entender, quem faz má figura é o senhor. No entanto, devia, na minha opinião, fazer uma análise dos resultados desportivos e até financeiros do clube antes de disparar em todas as direcções com o objectivo de ter os 15 minutos de fama.

Sobre o Falcao: contrariamente ao que diz não era um jogador reconhecido internacionalmente, jogava no River que lutava para não descer e quando veio para a europa era desconhecido pela maior parte da comunicação social europeia e adeptos (poderia estar referenciado por alguns clubes mas a verdade é que veio por um valor relativamente baixo). Desde a final da liga europa que o jogador manifestou vontade de sair mas aceitou renovar e aumentar a clausula mas como o senhor é desonesto e mal informado deturpa os factos.

Sobre o Pastore: antes de ir para o Palermo as noticias referiam o interesse do Porto mas devido ao salário oferecido pelo clube italiano e o valor inflacionado do passe para um jogador de 19 ou 20 anos acabou por não vir. Mais uma vez a sua desonestidade (ou ignorância) manifesta-se.

Sobre o Cavani e Lavezzi vá-se informar sobre o percurso dos jogadores nomeadamente momento em que se mudaram para Itália e que jogadores tinhamos para as mesmas posições.

Seria bom para este blog (que sigo atentamente) se o senhor se informasse melhor antes de escrever mas como já referi está no seu direito passar uma imagem de ignorância e desonestidade intelectual.

Cumprimentos,
Adriano Garcia


Manuel disse...

(v) do valor líquido contabilístico do passe à data da alienação, no montante de, aproximadamente, 10.629.000 Euros, que incluía os encargos com os prémios de assinatura acima referidos e respectivas comissões de intermediação" ; esses foram "encargos com assinatura de contrato e serviços de intermediação nos montantes de 6.585.150 Euros

Alguém me explica a que se referem concretamente estes 10 milhões de euros e como é que 20 milhões de mais-valias são de repente transformados em 10, tanto como se pagou pelo J. Martinez?

Miguel Lourenço Pereira disse...

Adriano,

Não tenho a mais minima pretensão de ser um dos elementos que "mamam do tacho" da gestão desportiva do meu ou de qualquer outro clube, não se preocupe. Se está satisfeito - e gosta de falar por outros, sempre uma caracteristica a ter em conta em discursos honestos - então seguramente que não se deve afligir com o que pensa um simples sócio e simpatizante. Mal ao mundo não vem até porque palavras num blog, por muito importante que seja o RP dentro do portismo, não devem afectar gestores profissionais.

Conheço demasiado bem o futebol argentino para olhar com um sorriso para as suas considerações sobre os jogadores citados, particularmente Falcao e Pastore, que o FCP não contratou, efectivamente, não só por uma questão salarial mas, vá-se lá ver, uma questão de comissão de empresário, coisa que a SAD do FC Porto domina muito melhor que um pobre escriba como eu, como se tem visto nos Relatórios de Contas.

O que eu acho piada no seu, e noutros comentários, é o constante apelo à ignorância ou desonestidade dos meus argumentos, como se isso fosse verdade, em primeiro lugar, e como se os mesmos homens que glorifica a cada suspiro não fossem eles mestre na arte de deixar os outros ignorantes com a sua profunda desonestidade.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Convém lembrar o que fez Pinto da Costa, que estava ao seu lado, quase a rir-se como um miudo que acabou de preparar uma armadilha ao vizinho!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Havia clubes?

O Real Madrid tinha o investimento coberto, o Barcelona também. O Man United tinha Rooney e não tinha dinheiro para investir, o Chelsea tinha de abater Torres e não conseguiu livrar-se de Drogba (a ideia inicial de AVB) e o City tinha Aguero e Balotelli recém-comprados. O Milan tinha o Ibrahimovic por empréstimo e o Inter não tinha dinheiro para gastar, o Bayern Munchen é um clube que raramente compra no sul da Europa, o caso de Martinez foi uma excepção, e o PSG ainda não nadava em tanto dinheiro.

Portanto, os tubarões europeus tinham a vaga coberta para essa época, o que não sucederia nesta (cash flow em Manchester, o desejo do Chelsea de encontrar substituto para Torres, dinheiro fresco em Milan, o cash flow do PSG, a renovação de Higuain com o Real por um fio, a Juventus a voltar ao mercado em força) e seguramente se o mercado viu serem pagos 45 milhões por Lucas Moura e 40 milhões por Luka Modric, seguramente que o FC Porto teria colocado por 50 milhões Falcao num clube que pagasse a pronto!

Carlos Santos disse...

Caro Miguel Pereira,

na minha opinião o seu raciocínio tem duas falhas:

- primeiro, se Radamel Falcão já era tão conhecido quando jogava no River Plate e a sua qualidade e margem de progressão uma certeza para toda a gente, como é que ele foi parar ao FCP e não a um Real Madrid ou a um Barcelona?

- segundo, explique-nos como é que o Sr. sabe que Radamel Falcão queria desesperadamente ficar no FCP. É que só afirmar não basta, porque o que todos os adeptos ouviram foi o jogador afirmar perante a televisão que queria deixar o FCP e seguir para o Atlético de Madrid.
Essa de dizer que o Pinto da Costa estava ao "lado" (estava longe o suficiente para não ouvir nada, mas tudo bem), não convence ninguém, com todo o respeito...

Miguel Lourenço Pereira disse...

Carlos,

Se conhece a dinâmica de mercado internacional sabe, perfeitamente, que salvo casos muito pontuais, os chamados tubarões europeus raramente vão à fonte original e compram jogadores depois de eles estarem em clubes pontes, de nível médio. É disso que tem vivido o nosso clube durante mais de 15 anos.

É muito raro ver o City, United, Barcelona, Madrid, Juventus, PSG, clubes russos, os que têm dinheiro ir directamente a esses mercados, pelo que o FCP, ou outro clube do mesmo perfil, é quase sempre o destino de Falcao e jogadores como ele (Cavani, Lavezzi, Pastore, Lamela...) que despontem nesses campeonatos.

Quando ao segundo caso, um jornalista nunca revela as suas fontes. Não vou eu abrir agora uma excepção, além do mais num blog público. É a minha palavra. Quer acreditar nela força. Não quer, força também, não procuro a aprovação alheia, apenas informo o que sei.

um abraço

Manuel disse...

Então? Foi aqui afirmado que o Porto ganhou apenas 10 milhões de euros com a venda de Falcao. Importam-se de me explicar como é que chegam a este número? E o que são afinal os 10.629.000 Euros do valor contabilístico do passe, deduzidos no cálculo da mais-valia de 20.170.000 Euros? A sério que não percebi.

Alexandre Burmester disse...

Bom, já que insiste: o valor do passe de um jogador vai-se depreciando, contabilisticamente falando, ao longo da vigência do respectivo contrato. Assim, por exemplo, um jogador que tenha custado € 20 M e assinado um contrato de 4 anos verá o valor contabilístico do seu passe passar a € 10 M ao fim de dois anos de contrato.

A mais-valia de uma eventual venda desse jogador faz-se subtraindo ao valor obtido na venda o valor do passe nessa ocasião (além da subtracção de outras eventuais quantias).

Mais-valia e lucro não são, portanto, a mesma coisa. O lucro será a simples diferença entre o custo de aquisição e o valor da venda.

Espero ter sido claro.

miguel87 disse...

Miguel, se queres criticar a $AD pela venda ter sido "apenas" por 40 + 7 milhões (independentemente de apenas chegarem 10 aos cofres do clube) tudo bem, mas nesse caso e na mesma medida também tens que concordar que ter conseguido aumentar a clausula para 45 milhões apenas semanas antes da transferência foi um bom acto de gestão, caso contrário o negócio poderia ter sido feito por 30 milhões (e nesse caso quantos chegariam aos cofres? 5?), ou não?

Adriano Garcia disse...

Sr. Pereira,

Já percebi que gosta de passar por entendido, usando meias palavras e insinuações mas nunca concretizando as acusações que faz. Agora agita a bandeira das comissões como se isso não fosse uma prática comum na industria e até bastante transparente pois como refere constam do R&C da sad. Como, ao que julgo saber, nenhum auditor pôs em causa as contas e as mesmas foram aprovadas em AG não há razão para alarme.

Existem AG's, eleições e várias outras oportunidades para escrutinar a actuação da administração do clube e sad e até agora quem de direito (sócios e accionistas) têm dado a esta a sua confiança. Se calhar a si doi-lhe que assim seja mas é como as organizações funcionam. Faça-se sócio ou accionista (se não for) e comece a participar nas AG's do clube e da sad. De certeza que contribui mais para o futuro do clube do que apenas escrever uns disparates online, mas como já lhe disse está no seu direito de o fazer. Embora pontualmente possa discordar de uma qualquer decisão, genericamente estou bastante satisfeito com a gestão do clube, sobretudo no que toca a resultados desportivos. Ou acha podia ser muito melhor?

Financeiramente, há um notório problema de liquidez (mas que empresa em Portugal não tem?). Não é um mar de rosas mas dentro do panorama nacional a situação é bastante mais favorável.

Já agora parabéns por ser especialista em futebol argentino. Deve jogar muito football manager. Eu não tenho essa pretensão mas tendo vivido quase 10 anos na América Sul, dos quais 4 na Argentina fiquei a conhecer muita gente e vi muito futebol. O senhor continua a insistir que o Falcao queria ficar e eu garanto-lhe que não, que queria sair. O senhor insinua que o Pastore talvez fosse possivel contratar e eu digo-lhe foi o jogador que preferiu ir para Itália.

Esqueceu-se de responder ao meu desafio sobre o que tinha dito sobre o Cavani e o Lavezzi. Como entendido que é no futebol argentino devia informar quem o lê que o Cavani foi para Itália muito jovem (18 ou 19 anos) e por isso só um génio como o senhor podia saber que ia dar jogador. Quanto ao Lavezzi, na altura em que saíu da Argentina tinhamos cá um manco chamado Lisandro Lopez e por isso, foi obviamente mais um erro crasso de quem gere o clube não ter contratado o jogador.

Mais uma vez o senhor demonstra a desonestidade com qual se refere ao clube, à sua gestão e a quem tem paciência para lhe responder. Pela minha parte, não dou mais para o peditório.



Miguel Lourenço Pereira disse...

Adriano,

Como ainda nem sequer percebeu que sou sócio deste clube posso então deduzir que não percebeu nada do que escrevi, pelo que, nesse caso, não há nada mais que possa fazer. Cada um é livre de acreditar no que quer, cada um é livre de pensar o que quer, e o que é triste neste clube é a progressiva estalinização da opinião publica que, se não rema na mesma direcção, encontra sempre quem esteja disposto a duvidar, insultar, insinuar ou desqualificar. Lembro-me que isso se passou noutro periodo da vida do FCP, precisamente antes da chegada do actual presidente e tenho pena que isto se tenha tornado num ciclo.

PS: Parabéns pela sua etapa sul-americana, não tenho é culpa que não tivesse seguido a carreira de Cavani nas selecções juvenis uruguaias ou de Falcao nos primeiros anos no River. Quanto a Lavezzi e Pastore não percebi sequer que me estava a "desafiar". Continuo na minha quanto ao médio e relativamente ao avançado, quando "explodiu" no Estu, no FC Porto ainda não estava Lisandro. Está a confundir com a sua etapa no San Lorenzo. Acontece!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Miguel,

Aumentar a cláusula seria um bom acto de gestão se o Falcao tivesse saído pela cláusula. A SAD gosta de dar muito enfase à história das cláusulas e ninguém sai pelas cláusulas. Os jogadores podem sair por mais e por menos, e se o Falcao tivesse saído por 30 milhões que entrassem directamente nas contas do clube seria melhor negócio que sair por 40 dos quais entraram 10 e os outros 10 já se vê quando chegam.

De qualquer forma o aumento da cláusula no contrato de um jogador de Jorge Mendes só quer dizer que o jogador vai sair brevemente e é uma forma do clube se defender mediaticamente. Pena foi que, se tenham pago comissões de renovação por parte da SAD ao empresário que um mês depois também ganhou a sua comissão por vender o mesmo jogador. Ou não?

miguel87 disse...

Bem sei que ninguém sai pelas clausulas, mas o meu argumento é que se a clausula continuasse nos 30 milhões de certeza que ninguém pagava 40, com ou sem comissões e/ou pagamentos faseados!

Manuel disse...

Foi claro e agradeço a sua disponibilidade. Como deve calcular, nem todos temos formação para distinguir mais-valia de lucro com a sua facilidade. Gostava apenas de colocar mais uma pergunta: o Falcao custou 20 milhões de euros?

Alexandre Burmester disse...

Não me lembro quanto custou o Falcao, nem qual a duração do seu contrato. Os números que mencionei foram a título exemplificativo.

Também não tenho formação na área económico-financeira, mas procuro informar-me. Isto não é propriamente, como dizem os americanos, "rocket science"!;-)

Adriano Garcia disse...

Sr. Pereira,


Tinha escrito que não voltava a responder mas como me acusa de não ter opinião própria e de o insultar aqui vai:

1. Tratei-o respeito e deferência, se ficou incomodado por ter escrito que o considerava (e continuo a considerar) desonesto e ignorante garanto-lhe que não foi um juizo de valor mas uma constatação de um facto, que aliás pode ser verificada por todos que o leêm. Já agora, por ter uma opinião diferente da sua não significa que não lhe reconheça o direito de manifestar uma opinião diferente. O meu problema consigo é o facto de não concretizar algumas afirmações, de insinuar, usar meias palavras, de fugir a factos e moldar a verdade quando esta não lhe interessa.

2. Não sei nem me importa se é sócio ou accionista ou se deixa de ser. Se é, devia participar nas AG's e levantar as questões no local próprio. Eu sempre que posso participo nas AG's do clube e sad (embora seja um muito pequeno accionista) e garanto-lhe que os assuntos são discutidos e esclarecidos.

3. Está enganado quanto ao facto de não ter seguido o Falcao no River. Foi precisamente quando estive em Buenos Aires. Torci pelo Boca e lembro-me do Falcao. Nenhum adepto do River (e conheço muitos) imaginava que ele ia transformar-se no melhor 9 do mundo. Talvez o senhor soubesse.

4. Dou-lhe os parabéns por acompanhar a selecção jovem do Uruguai. Imagino que também seja um expert relativamente às selecções do Botswana, Brunei e até das ilhas Fiji. Eu infelizmente não tenho tempo para isso e mesmo das selecções jovens de Portugal terei alguma dificuldade em dizer mais de 2 ou 3 nomes. Como acho que estamos a discutir jogadores para jogarem no plantel principal do FCP, jovens de 18 ou 19 anos não se enquadram no perfil que o clube costuma contratar pois muitas vezes não têm maturidade suficiente para fazer uma transição feliz para o futebol europeu. O James é uma excepção e o Iturbe confirma o que estou a dizer.

5. Quanto ao Lavezzi que idade tinha então quando "explodiu"? Que jogadores tinhamos nessa altura nessa posição?

6. "Sobre o Cavani e Lavezzi vá-se informar sobre o percurso dos jogadores nomeadamente o momento em que se mudaram para Itália e que jogadores tinhamos para as mesmas posições." Foi o que escrevi e pelos vistos não percebeu. Acontece...

Anónimo disse...

"Parabéns gestores, não se esqueçam..." ? Quem são os "gestores"? Ou será que o Pinto da Costa só é lembrado quando as coisas correm bem? E quando correm mal, ou cheiram mal (como parece ser o caso), são os "gestores"...

Alexandre Burmester disse...

Lamento os ataques pessoais aqui feitos ao meu colega Miguel Lourenço Pereira. Se não concordam com o que algum de nós possa escrever - o que é naturalíssimo - rebatam com argumentos racionais e educação mas, por favor, deixem de parte os ataques pessoais, os quais, diga-se, afectam mais quem os lança do que os seus supostos alvos.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Miguel,

A questão das cláusulas é uma falsa questão. Para um jogador sair pela cláusula o outro clube tem de pagar a totalidade da cláusula a pronto: cash flow na mesa a 100%. Se não o clube pode recusar, não há pagamentos faseados de cláusulas obrigatórios, só negociáveis. Se o Falcao tivesse saído pela cláusula com os 30 milhões na mesa em Julho, a tempo de comprar um avançado de nível e evitar ter tido salários sem pagar durante Novembro e Dezembro tinha sido melhor do que sair por uns pseudos 40 milhões que ninguém, repito, ninguém viu.

abraço

Miguel Lourenço Pereira disse...

http://www.marca.com/2012/09/01/futbol/equipos/atletico/1346526769.html

http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=350390

Não me surpreendia nada que em Janeiro o colombiano chegue a Londres. Até porque poderia jogar a Champions League. Caso contrário, tenho a certeza que em Junho não está em Madrid. E será por mais de 50 milhões, dos quais a Hacienda espanhola agradecerá a sua quota parte.

Mefistófeles disse...

O futuro do FCP está assegurado, com tão ilustres e iluminados sócios. Estou descansado.

Anónimo disse...

Eu também sou sócio e adepto. Mas ao contrário de si não critico só por criticar ou para encher chouriço num blog.
A cláusula de Falcao 1 mês antes de sair era de 30 milhões. O Porto conseguiu surpreendentemente aumentá-la. Bateu claramente o recorde de transferências em Portugal.
Mas você deve pensar que 40 milhões + 7 por objectivos são bananas ou qualquer coisa do género.
Tem noção do que são 40 milhões de euros?
Tem noção do que é o campeonato português?

Deixe de viver na lua e acorde para a vida!

Anónimo disse...

Sabe onde fica a Inglaterra?
Sabe o que é a Premier League?
Sabe quais são as receitas do Man Utd?

E sabe o que é o campeonato português?

Acorde para a vida homem!

Anónimo disse...

Milan com dinheiro fresco? Bojan por empréstimo! Pazzini por troca com Cassano!

Juventus a voltar ao mercado em força? Bendtner por empréstimo!

Higuain renovou há meses e meses atrás! E roubou o lugar ao Benzema.

Chelsea procurou substituto para Torres? Onde? Será por isso que não contratou nenhum avançado para ser suplente dele?

Começo a concordar com o anónimo que disse que você é mentiroso.

Anónimo disse...

Mas não se cansa de mentir?

Anónimo disse...

Este homem sabe mais das nossas contas que o PdC. E isto tudo a partir de Madrid. Ele deve ser como o Jorge Mendes, sempre a falar ao telemóvel.

Já viu aquele sketch dos Gato Fedorento relativo ao nível de bazófia?

Anónimo disse...

O Sr. Rogério fez sem dúvida o melhor comentário ao post.
Resumiu bem a tristeza deste MLP!

Anónimo disse...

Miguel, desde Madrid a ler pensamentos de PdC e Falcao. Fabuloso!

Anónimo disse...

Tinha sido melhor 30 a pronto do que 40 faseados porquê?
Com base em que argumentos é que diz isso?
Porque razão é que um pagamento faseado de 40 milhões com 20 imediatos é melhor que um de 30 imediatos?
Tem algum argumento com base no relatório e contas do Porto que suporte isso?
Ou para variar está a usar a sua bazófia?

Miguel Lourenço Pereira disse...

Continue a pensar assim, seguramente será uma pessoa mais feliz! ;-)

Miguel Lourenço Pereira disse...

E eu que pensava que falávamos de cláusulas de rescisão, de dinheiro a pronto e de rentabilização de jogadores. Alguns acordados vêm menos do que muitos a dormir!

Anónimo disse...

Guimarães? Lado a lado?

Lembra-se do que o Pinto disse no Dubai? E sabe qual a resposta do Falcao, já há muito em Madrid? Acha que foi orquestrado?

Acho engraçado que por cada vez que discordam de si, o seu argumento na resposta acabe na tacanhez mental/seguidismo do arguente. Isso sim, é ser-se democrático. É a democracia à Benfica. Eu, porque sou tacanho, claro, prefiro uma ditadura à Porto.

Miguel Lourenço Pereira disse...

O Milan decidiu não investir o dinheiro que recebeu por não encontrar alvos "apetecíveis". A Juve ofereceu 30/40 milhões por Aguero, por Higuain, por Van Persie e por Villa. Não deu, mas a oferta foi feita. O Higuain renovou mas passou o Verão com meio pé fora de Madrid e o Chelsea já tem, provavelmente, um pré-acordo com Falcao e gastou 100 milhões este Verão.

Informar-se ajuda!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Até me cresce o nariz, imagine!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Agora é preciso viver na Alameda das Antas para saber o que se passa dentro do FCP. Não sabia, vou apontar!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Podia ligar o modo de ironia, como tenta fazer. Podia relembrar-lhe que alguns dos melhores negócios do FCP foram feitos com jogadores, como Anderson e como será com James, na idade que Cavani e Lavezzi despontaram, 18 e 19, antes de ir para a Itália. Podia discutir o que pensava ou não do Falcao. Mas para quê? Se continua a achar que o céu é amarelo não sou eu que lhe vou explicar que é azul.

Daniel Gonçalves disse...

Miguel,

Eu também gostava de Falcão tivesse continuado a jogar no nosso clube, mas, pelo que o jogador deu a entender, não havia vontade dele em continuar de Dragão ao peito. Penso que a SAD fez o negócio possível. Poderia ter sido melhor? Talvez, mas não surgiram propostas concretas para comprar Falcão, apenas rumores de interesses mas sem que nenhum clube se chegasse à frente. A alternativa era recusar a proposta e não vender Falcão ao Atlético Madrid ficando com um jogador desmotivado no plantel que, provavelmente, se desvalorizaria, como aconteceu Álvaro Pereira e Guarin.
A subida da cláusula de rescisão para € 40M, já antecipava uma possível venda ao clube madrileno, quando se suspeitava que não iriam surgir propostas de outros clubes.
O erro foi supor que Walter e Kléber seriam substitutos à altura de Falcão, a realidade provou o contrário, mas neste aspecto penso que o problema se deve a Vítor Pereira que é bom a trabalhar com jogadores "já feitos" e demonstra dificuldades em potenciar jogadores em crescimento, pois Kléber tinha/tem margem de progressão. Esta temporada temos Jackson que já demonstrou o seu valor e ser um substituto ao nível de Falcão.

Abraço.

Anónimo disse...

Claro que ofereceu! O Aguero tinha custado 45 um ano antes. Depois de uma época fabulosa onde marca o golo do título a Juventus vai toda feliz tentar contratá-lo por menos dinheiro.
Faz todo o sentido sem dúvida!

Antes não me informar do que informar-me no jornal "abola" e outros como tal como o Miguel faz.

Anónimo disse...

Grande resposta sem dúvida!
Ao nível do post, aliás!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Daniel,

Partindo desse principio, do jogador querer sair, que continuo a dizer que não é verdade, não é porque um clube aparece com uma oferta inferior ao seu valor de mercado que um clube tem porque aceitar. Até porque, com o contrato renovado, não havia risco do jogador ficar livre passado uma época. E não acredito que um jogador como o Falcao se desvalorizasse numa época, até porque ia estar num palco privilegiado como a Champions League e ia querer exibir-se, nem que fosse para forçar uma venda em Janeiro ou Junho.

O negócio não foi mal por ser de 40 milhões. Apesar de eu achar que o Falcao vale mais de 60. O negócio foi mau porque dos 40 o FCP só vai ver 20 e só viu até agora 10 e conhecendo o Atletico de Madrid tão bem posso dizer que vamos demorar anos até ver os outros 10. É o que tenho dito, mas as pessoas encornam nos 40 e esquecem-se de que esses valores são ficticios. Leiam o relatório de contas e depois comentem por favor.

Quanto aos substitutos, foi um erro de gestão imenso, qualquer pessoa dentro do clube sabia que Walter, desde os dias de AVB, era um caso perdido e que Kleber era verdinho. Uma equipa que queria atacar a Champions não podia partir só com esses jogadores. O problema é que o clube não assume que não havia dinheiro como se viu depois, quando o S. Liege e o Santos reclamaram dinheiro e ficaram salários por pagar.

um abraço

Miguel Lourenço Pereira disse...

Eu tenho boa memória. Sinceramente espero que os demais também a tenham quando fizer falta o dinheiro de Falcao e a SAD repita a mesma operação com outros jogadores.

Se aqui o "atacado" como mentiroso e falso seu eu, mas não me importo. Não critico ninguém por seguidismo a não ser quando vejo que falam sem argumentos e seguem a doutrina do clube. Para isso basta ver o PortoCanal e ler o Jogo, não faz falta nada mais.

Eu não gosto de ditaduras, nem à Porto. Preferir uma ditadura à Porto, diz muito de quem fala, capaz de aceitar um regime ditatorial em troca de troféus.

Miguel Lourenço Pereira disse...

A Juventus ofereceu 40 milhões porque Aguero tinha deixado cair a ideia de não estar contente do protagonismo que tinha perdido para o Balotelli com o Mancini que não lhe garantia que ia ser titular indiscutível. Passou o mesmo com o Higuain.

Eu informo-me em muitos sitios, não só jornais. Se prefere não se informar, força!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Em primeiro lugar, faça o favor de ler o Relatório e descubra que não são 40, são 20 milhões o que realmente o FCP vai encaixar pelo Falcao, dos quais 10 a pronto e 10 faseados. Quanto conseguir entender isso, pode ser que o resto do cubo de rubik encaixe no seu devido lugar no seu raciocinio.

Eu prefiro vender a minha casa por 30 milhões e receber 30 milhões a pronto - como sucedeu com o Javi Martinez que sai agora do Bilbao para o Bayern por 40 milhões pagos no acto - do que vendê-la por 40, distribuir 20 por várias personagens e ficar com 20, recebendo 10 e ficando à espera uma década para receber os outros 10. Mas isso sou eu!

Zebreu Antunes disse...

O que faltou dizer foi que o 50% do passe do walter custou 7,1 milhões de euros (incluindo as comissões). A totalidade do passe do Falcao custou 5,4 milhões + comissões que tinha sido contratado no ano anterior.

Como foi possível tal negócio?

Há negócios em que o Marco Belini é que sabe, o segredo está na "pasta".

Anónimo disse...

Caro Miguel,

Nunca o chamei de mentiroso. Disse, isso sim, que se baseava em mentiras - ou inverdades, se prefere o eufemismo - para sustentar o seu argumento. Diss, ainda que isso acontecia ou por ignorância, ou por má vontade.

Referia-me a isto: "Falcao não tinha vontade de sair, foi convidado a sair porque era preciso sanear contas."

Isto não é verdade. Prova-se por dados públicos, como as declarações de Pinto da Costa no Dubai e respectiva resposta de Falcao. (Sei por outras fontes que assim foi, mas isso não interessa para o caso. O que vem nos jornais chega).

Se se lembra disso, e mesmo assim afirma o que afirmou, proferiu inverdades por má vontade. Se não se lembra, foi por ignorância.

O Pinto da Costa nunca me mandou rebolar, mas se mandasse eu rebolava - embora não concorde com muitas coisas que faz, admita que já fez muitos maus negócios e acredite que gere a SAD no limite do risco financeiro. Rebolava porque acredito que o Porto só pode competir com os outros sendo um clube fechado, onde tanto os erros como as virtudes se guardam lá dentro, de preferência com Pinto da Costa ao leme. Isto não é uma ditadura porque eu, e uma maioria bem grande dos sócios, querem que ele lá esteja. É uma democracia fechada, onde quase todos não se importam que assim seja, porque sabem ter o maior dos portistas à frente do clube. Com um sem fim de provas dadas. Acreditam que este é o melhor caminho para o Porto continuar a ser grande.

Na minha opinião, o pior que podia acontecer ao Porto era mudar para uma pseudo-democracia, baseada na vitimização e enfrentando sempre qualquer discussão na base da tacanhez do arguente/adversário. Baseada numa superioridade moral. Isso é uma democracia à Benfica. Percebo que o Miguel, não pelas suas opiniões, mas pela forma como as defende, como argumenta e como se vitimiza, se reveja nela.

Anónimo disse...

Mas você sabe a diferença entre uma mais valia e um cash flow?
20 milhões é o valor final deduzido do valor contabilístico do passe de Falcao à data da transferência, Ou seja o Porto recebe 40 milhões, paga cerca de 10 com comissões, uma percentagem devida a um fundo e os direitos de formação do Falcao e tem um lucro de 20 milhões relativo ao valor do passe do Falcao avaliado em 10 milhões de euros.

Eu depois de tanta conversa sua duvido é que você tenha lido o relatório e contas. Ou então das duas uma, ou é mentiroso ou é ignorante. E qualquer uma das duas torna ridículas todas essas críticas idiotas que tem vindo a fazer.
Acabou de demonstrar que ou não sabe ler um relatório e contas, ou não quer saber porque o seu objectivo é "bater" na direcção.
Parabéns pelo seu portismo!

Anónimo disse...

Pois foi e o Anzhi ofereceu 90 milhões ao 5LB não foi?
E o Man Utd ofereceu 35 milhões pelo Gaitan...
E o Real ofereceu 45 pelo Witsel...

Miguel Lourenço Pereira disse...

Zebreu,

Ninguém discute que o Falcao tenha sido uma grande, grande contratação. O que se discute é se foi uma grande, grande venda ;-)

Miguel Lourenço Pereira disse...

E eu continuo a dizer que Falcao foi convidado a sair e daqui não vamos sair. Se tem informações num sentido, eu tenho noutro e também não são dos jornais.

Quanto à questão final, a mim dá-me exactamente igual como é gerido o Benfica, o Sporting e o Aliados de Lordelo. Não tenho nenhuma obsessão com clubes rivais nem em quem lá manda, dá-me igual. Mas não gosto de regimes unanimistas e acriticos como se tem vindo a cultivar no FCP onde sócios e adeptos que sabem o que se está a passar, como depreendo da sua afirmação sobre o risco financeiro, aceitem rebolar porque sim.

Que a gestão desportiva de Pinto da Costa é absolutamente irrepetível, histórica e um exemplo para o Mundo não acredito que haja alguém que discuta. Dificilmente o FC Porto voltará a ter um presidente tão exitoso, seja pelas circunstâncias que for. Mas também não significa que passe um cheque em branco para que faça o que quiser, de portas para dentro, deixando adeptos, sócios, accionistas e afins cegos de uma realidade que é perigosa.

E sim cumpro democraticamente com os meus direitos como sócio (jamais como accionista) e como democrata respeito a maioria. Mas não quer dizer que concorde com ela ou fique calado.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Mas isso não está em causa. O que está em causa é que dos 20 milhões o clube só viu 10 milhões a pronto e irá ver 10 milhões a prazo. Num negócio que surge para tapar as urgências do clube, os valores não são suficientes para resolver um problema financeiro e geraram um problema desportivo que obrigou o clube, passado 1 ano, a pegar no que recebeu liquido e comprar outro jogador, anulando praticamente a margem de lucro por ter Falcao.

Vendendo por esse valor o FC Porto não fez um bom negócio, porque já sabia que iria perder 20 milhões entre fundos, comissões e valor do passe. O que eu tenho dito desde o principio é que os números de venda não coincidem com os números que entraram frescos para gastar no clube, mais valia e cash flow.

Lamento que não o tenha compreendido.

PS: Javi Martinez foi comprado por 40 milhões pelo Bayern pagos a pronto (100%) e dos quais o Bilbao apenas tem de deduzir 5 milhões entre comissões e valor do passe do jogador. Isso sim, é um bom negócio!

Velasquez disse...

Miguel, quem passou essas informaçoes passou-lhe informaçoes falsas.

Anónimo disse...

Mas ainda não percebeu? Não são 20 milhões!!!! São 30!!!
20 milhões é a mais-valia contabilística, ou seja o valor recebido (30 milhões) menos o valor em que o passe do Falcao estava avaliado (10 milhões).
Como é possível alguém criticar tanto, mandar alguém ir ler as contas e nem sequer perceber estes conceitos básicos?

Em relação ao Javi a diferença prende-se no valor do fundo e no valor dos direitos de formação. De resto, em comissões o Porto pagou o mesmo que o Bilbao. O Bilbao teve uma receita de 35 milhões e o Porto de 30.

Anónimo disse...

Caro Miguel,

Independentemente das informações que tem, acha que Pinto da Costa se atreveria a dizer coisas destas se o tivesse convidado a sair: "Disse-lhe que ia dar um passo atrás na carreira"; "Foi para uma equipa que não ganha nada"; " Optou pelo dinheiro em detrimento do sucesso desportivo".

E o Falcao respondeu assim: "Pinto da Costa pode pensar o que quiser"; e mais tarde assim: "O presidente do FC Porto disse que eu não iria ganhar qualquer título. Mas ganhei, ganhei a Liga Europa e voltei a ser o melhor goleador."

Acho fácil de perceber, pelo tom crispado das declarações, que as suas informações estão erradas.

Digo-lhe mais: Pinto da Costa é o melhor presidente de sempre porque gere o clube não só dentro do binómio económico/desportivo.

Villas Boas foi embora dia 20 de junho - apanhou Pinto da Costa de surpresa. A renovação de Falcao, mesmo que tenha implicado uma perda de dinheiro - o que eu não me acredito - foi um sinal para dentro do balneário. Acalmou todos os outros jogadores que depois da saída de Villas lhe queriam seguir os passos. Foi uma jogada emocional. Daí a venda no último dia de mercado - para não dar espaço a outras -, tendo esta sido combinada aquando da renovação, se houvesse proposta.

A táctica foi esta: mexer o menos possível. Apostar no Kléber. Apostar no Vitor Pereira. Concorde-se ou não, no Porto as coisas são feitas com pés e cabeça. Obedecem a uma estratégia, que suplanta em muito o financeiro ou o desportivo. Chama-se feeling. E é neste feeling que a maior parte dos portistas acreditam, mesmo que se materialize em jogadas de muito risco. Porque acreditam, como eu, que só assim continuaremos a ser Porto.

Basta olhar a história e ver o que Pinto da Costa fez mal chegou a um clube na falência: comprar jogadores muito bons, resgatar Gomes por um balúrdio, rebaixar o estádio... e olhe no que deu!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Claro que percebi. Mas esses 10 milhões, que derivam também do resultado da renovação, seriam pagos igualmente no caso de Falcao tivesse ficado e renovado, com a diferença de poder contar com o seu contributo para o plantel.

Portanto, sem esses 10 milhões, o clube realmente só pode sair beneficiado em 20 milhões apesar do Atlético ter pago 30. E desses 20 o clube só ficou com 10 em cash flow e os outros 10 terá de esperar para ver.