sábado, 11 de agosto de 2012

Uma maratona de 42 jornadas

Começa este fim-de-semana o campeonato da II Liga. Tradicionalmente é uma competição equilibrada e muito competitiva mas, devido ao acréscimo das seis equipas B, a época 2012/13 será também uma longa maratona de 42 jornadas.

(Calendário da II Liga 2012/13, fonte: JN)


Com a presença das equipas B dos três “grandes”, a II Liga vai ganhar um mediatismo que nunca teve e, consequentemente, será com reforçada curiosidade que os adeptos irão acompanhar o desempenho de equipas e jogadores.

Da minha parte, tenho alguma expectativa em observar a evolução de jogadores como o defesa central Tiago Ferreira, o médio Sérgio Oliveira (lançado há três anos por Jesualdo Ferreira e com uma cláusula de 30 milhões) ou o avançado francês Vion (contratado na época passada ao Metz por 300 mil euros), embora quem mais se destacou na pré-temporada tenha sido o brasileiro Sebá (cedido pelo Cruzeiro, com opção de compra).

Penso que vai haver muitos jogos interessantes e, por razões históricas e de rivalidade, já tomei nota na minha agenda dos seguintes desafios:
- FC Porto B x Belenenses (6ª jornada, 19/09/2012)
- FC Porto B x Leixões (16ª jornada, 06/12/2012)
- FC Porto B x benfica B (19ª jornada, 23/12/2012)
- FC Porto B x sporting B (30ª jornada, 03/03/2013)

Para além da visualização dos jogos através das transmissões televisivas do Porto Canal, julgo que valerá a pena algumas deslocações a Pedroso, ao Estádio Jorge Sampaio.

3 comentários:

Motinha disse...

Também aguardo com expectativa o início dos jogos da equipa B e tenho a intenção de ir ao estádio ver os jogos dos futuros craques. Para mim, os melhores são o Tiago Ferreira, o Diogo Mateus, Agu, Edu, Sérgio Oliveira, Vion e Sebá. Tenho pena que não tenham apostado no Kadu e tenham contratado o Stefanovic. Tem quase 24 anos e não se justifica na equipa B.

Anónimo disse...

Confusão após expulsão de Javi García
sábado, 11 agosto de 2012

Decorria o minuto 39 do particular entre o Dusseldorf e o Benfica, que servia de apresentação para os alemães, quando Javi García foi expulso e a confusão começou aí.

Luisão tenta evitar a expulsão e dirige-se rapidamente ao árbitro Christian Fischer. As imagens não esclarecem bem, mas parece ter existido um encosto forte do capitão benfiquista no juiz.

No entanto, toda a situação foi muito caricata, pois o árbitro caiu no chão como se estivesse inanimado, estando alguns segundos deitado de braços esticados e sem reagir. Depois do pânico instalado no relvado, o juiz recuperou e tudo se acalmou no relvado, mas a partida já não recomeçou.

Após as equipas deixarem o relvado, iniciou-se uma "peladinha" entre os suplentes e os titulares do Dusseldorf.

Foi o próprio Christian Fischer que rejeitou continuar com a partida, depois do comportamento de Luisão.

Acabou o jogo em Dusseldorf! O speaker do estádio anunciou que a partida foi cancelada.

Falando apenas de futebol, foram cerca 40 minutos em que se jogou muito pouco futebol.

O jogo deverá ser retomado pois as equipas continuam no relvado. Contudo, após esta situação caricata Javi García ainda não viu o vermelho.

Christian Fischer é um juiz alemão da primeira categoria. Os jogadores do Benfica estão todos sentados no banco de suplentes ainda sem saber se o encontro irá recomeçar. Jesus e Javi García vão conversando, ao mesmo tempo que se riem da situação, que, diga-se, foi um pouco caricata.

Momento muito tenso em Dusseldorf, Luisão aproximou-se do árbitro a reclamar da expulsão de Javi, tendo empurrado o juiz alemão. Temeu-se o pior, pois o árbitro esteve durante alguns segundos deitado no chão sem reação. No entanto, este parece ter exagerado um pouco.

Confusão no relvado! A partida está parada e não se sabe se será recomeçada.

Luisão dá um encosto no árbitro e este fica caído no chão. Incrível!

39' - Segundo cartão amarelo para Javi García e respetivo vermelho.

37' - Cartão amarelo para Javi García, depois de se ter desentendido com um adversário, que protestava contra uma entrada mais dura do espanhol.
in Record
---
Esqueceram-se que não estavam em Portugal ?!

Luis disse...

Também aguardo com grande expectativa este projecto. Gostava de realçar um nome que não foi citado que é o Fábio Martins que me parece ser, a par do Sebá e do Tiago Ferreira, uma das nossas maiores esperanças.
Convém lembrar ao Motinha que 23/24 anos para um GR é ainda uma idade de formação e que não restam muitos anos ao Helton na equipa principal por isso é bom ir previnindo.
Por último gostava de fazer uma pergunta meio off the topic a alguém que ande mais informado do que eu. O projecto da academia no Brasil liderada pelo Carlos Aberto Silva sempre vai em frente ou ficou esquecido?
Cumprimentos a todos.