segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Contas à moda de Lisboa


O Record publicou hoje duas infografias, com as entradas e saídas de jogadores do FC Porto e do slb.

No caso do FC Porto, foi seguido o critério de avaliar as vendas de acordo com a percentagem dos direitos económicos que eram detidos pela FCP SAD. É nesta lógica que surgem os 40 MEuros de Hulk (valor pago pelos 85% que a SAD portista detinha), Alvaro Pereira, que foi vendido ao Inter por 10 Milhões de euros mais 5 milhões em objetivos, aparece com uma valorização de 7,5 MEuros (correspondentes a 75%) e Belluschi foi valorizado em apenas 1,25 MEuros (correspondentes a 50% dos 2,5 MEuros pagos pelo Bursaspor).

E no caso do slb?
Bem, aí os critérios do Record (tal como da generalidade da comunicação social lisboeta) já são outros. As vendas de Javi García, Felipe Bastos e Ishmael Yartey são contabilizadas pelos valores que os seus novos clubes pagaram, ignorando o facto da slb SAD só deter 80, 70 e 75% dos respectivos direitos económicos (as restantes percentagens dos passes pertenciam ao Benfica Stars Fund).

Estas contas à moda de Lisboa, são ilustrativas da habitual “coerência”, para não dizer manipulação, do clube do regime e seus acólitos.

17 comentários:

Antonio Silva disse...

Paleio à moda de Lisboa.

Luis disse...

Deveria juntar-se a etiqueta "comédia".

Antonio Silva disse...

Também gostava de saber porque é que o Record decidiu prescindir do saldo entre compras/vendas. É que o clube do mais melhor bom ficaria pior em comparação com o Porto. Digo eu.

José Correia disse...

António, o Record fez essas contas noutra infografia (envolvendo os "três grandes") mas, como é óbvio, o ponto de partida foram estes valores.

Anónimo disse...

E admiram-se ?!

"Eles" apesar do esclarecimento das instancias internacionais ainda continuam a contar a Taça Latina.

Portanto em termos de equidistancia estamos conversados.

Anónimo disse...

Centralismo,Centralismo,Centralismo ou já é algo mais ???!!!

Anónimo disse...

Conclusão: o Rascord é tendencioso em benefício dos abutres em prejuízo do FC Porto.

Onde está a novidade nisso?

Porque ainda continuam a dar importância a essa gente?

Será por falta de assunto para escrever no blogue?

Quando dizem que estão a desmascarar a mentira, eu digo que estão divulgar e a promover a mesma.

Amanhã, haverá outra mentira para publicar impunemente. Esta é uma luta que não está nas vossas mãos.

Manuel disse...

Vocês também não estão a ser sérios, pois tem de se contar com o dinheiro que o Benfica já recebeu do Fundo assim como a parte da sua participação no Fundo.

Para além disso, não faz sentido calcular a diferença entre o saldo de vendas e de compras de cada clube, já que esse número não diz absolutamente nada. Faz mais sentido calcular quanto cada clube ganhou em cada negócio, não se esquecendo de colocar TODOS os custos com a compra, que no caso do Hulk, que é público, foi de 22M€ por 85% do passe, já incluídas as comissões de intermediação.


reine margot disse...

Gostei muito da infografia, para além do conteúdo sempre refrescantemente imaginativo, à saída os homenzinhos (cheios de pressa) são vermelhos e azuis; à entrada pretos...

bem, falta-lhes do que falar, e há que encher chouriços...
(se calhar a nós também... - que role a bola!...)

Pedro disse...

Não esquecer os 40 milhões de Witsel que aparentemente tinham percentagem sobre mais valias e comissões pelo meio. Mas isso a imprensa lisboeta já não se preocupa em descobrir...

José Correia disse...

Estas duas infografias do Record não visavam avaliar rentabilidades. Se assim fosse, teriam de incluir todas as comissões pagas na compra e venda dos passes.

Anónimo disse...

O J. Garcia era 100% do Benfica, não estava em qualquer fundo... Informem-se melhor! SCP4ever

José Correia disse...

Benfica Stars Fund is a football investment fund. It was set up by "ESAF – Espírito Santo Fundos de Investimento Mobiliário S.A." in 2009.

30 September 2009, Javi García, Spain, 20%
30 September 2009, Ishmael Yartey, Ghana, 25%
10 February 2010, Felipe, Brazil, 30%

Snob disse...

ESte anonimo so pode ser burro, o benfica recebeu 27milhoes pelo javi nem mais um tostao,20 % para fundo, mecanismo de solidariedade,empresario,intermediario,jogador.

Ja do witsel a historia tb esta mal contada pk o zenit ñ pagou a clausula.

Snob disse...

Manuel vai ler a bolha pah..o hulk custou 20m de passe 85% mas foi vendido por 40 limpos.

ja o witsel e o javi cm estamos em periodo de eleiçoes tem q ser tudo encoberto.

Manuel disse...

No caso do Witsel não só cobriu a cláusula, a pagar em 2 tranches num ano, como pagou o mecanismo de solidariedade, mais 6M€ de objectivos, que podem vir ou não. Assim como mais valias de uma eventual venda futura. Mas o Witsel custou apenas 6,5M€. O Hulk, com comissões, 22M€!


JOSE LIMA disse...

Caro João Correia
A CMVM já solicitou esclarecimentos nas transacções de Hulk e Witsel.
Entretanto pode ver um artigo de Bruno Prata no Público de hoje sobre osb Fundos de Jogadores. http://desporto.publico.pt/noticia.aspx?id=1563024
Abraço