quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Direitos televisivos: slb, Liga e regulamentos

Extrato de um artigo de opinião de Luís Sobral (publicado no Maisfutebol, em 29-10-2012), com observações muito pertinentes acerca dos direitos e transmissões televisivas.

«(...) Fazer algo que soe a ataque à Olivedesportos gera aplausos na Luz e, viu-se, dá votos. Será também racional?
O presidente dos «encarnados» diz há muito tempo a mesma coisa: o clube merece receber mais pelos direitos. Oliveira já ofereceu mais, mas o líder benfiquista não acha suficiente. Pode ser estratégia negocial, legítima, ou início de revolução. (...)
Os próximos tempos serão, pois, fascinantes. Os clubes e a Liga estão a mexer no coração das receitas, no ponto fundamental do negócio. Com os riscos que isso acarreta, numa altura em que o mercado publicitário decresce a um ritmo assustador, as televisões compram muito menos e as tecnologias trazem novas oportunidades e desafios.
Para muitos emblemas, a dependência da tv ronda os 70 por cento. Pode ser que tudo acabe por ficar na mesma, apenas mais caro para a Olivedesportos. Mas também pode mudar, com consequências que ninguém consegue verdadeiramente antecipar. A hipótese de passar jogos na Benfica TV, a concretizar-se, obrigará também a rever a utilização que é feita das imagens televisivas em diferentes instâncias do futebol, da disciplina à arbitragem. Digo eu.
O Maisfutebol levantou o tema na última sexta-feira. Do meu ponto de vista, a Liga e a Federação estão obrigadas a olhar com lupa para os regulamentos de competições e disciplinar. Deixará de ser legítimo utilizar as imagens de jogos para tomar decisões, pelo simples facto de que o olhar deixará de ser neutro, distante, frio, igual para todos.
Eu sei que a minha opinião não será partilhada por muitos leitores. Mas também sei que já fiz mais transmissões de futebol do que a esmagadora maioria de quem me lê. E sei como se faz e conheço quem faz. Também sei que nada na prática atual dos clubes portugueses me leva a acreditar que algum dia poderão ser fontes justas e isentas. É contra a sua natureza, viciados em colocar o emblema antes do futebol.
Valia a pena começar a pensar sobre isto. É impensável que uma televisão de clube transmita jogos de uma liga profissional e os regulamentos e práticas não se alterem.»

21 comentários:

Nightwish disse...

Tudo isto é uma palhaçada. Deitar 30M€ (?) fora por birra é impensável.

OAutor disse...

Não é nada normal, mas concordo a 100% com o que luis sobral escreveu!

Antonio Silva disse...

"A hipótese de passar jogos na Benfica TV, a concretizar-se, obrigará também a rever a utilização que é feita das imagens televisivas em diferentes instâncias do futebol, da disciplina à arbitragem."

Bom ponto, queria ver que tipos de imagens é que a BenficaTV iria disponibilizar em jogos onde há casos polémicos de benefício aos lampiões. Seria muito bonito.

John Billy #32 disse...

E a Sporttv é neutra, distante, fria e igual para todos?

Anónimo disse...

Não me parece que possa haver outra opção: gravações da BenficaTV jamais poderão ser consideradas isentas. Basta fazer um zapping e ver que tipo e que nível(baixo) de programas tem para oferecer esse canal.

Duarte disse...

Evidentemente que é! Essa é uma fábula que vocês, vermelhos, repetem à saciedade, sem o menor fundamento. Todos os lances polémicos dos jogos transmitidos pela Sporttv são repetidos até à exaustão! Todos! Alguma vez isso deixou de acontecer? Se sim, quando? Em que situações?

O que vocês queriam era que a Sporttv seguisse a doutrina da Bola e do Record. Queriam que a televisão caísse na vulgaridade, que menosprezasse e amesquinhasse os adversários, que vos colocasse nos píncaros, mas isso não irá acontecer.

Ainda muita água vai correr de baixo da ponte, por que o vosso clubezeco está falido, por que as propostas das arábias, dos EUA, do pseudo canal do Paes do Amaral não existiram pura e simplesmente. Foram tudo notícias encomendadas para os vossos serviçais da imprensa lisboeta.

Podem assinar ou não com a Olivedesportos, estou-me perfeitamente nas tintas para isso! Financeiramente quem perderá é o vosso clube de regime, que nunca alcançará receitas que possam equiparar-se à proposta da Sporttv: por que fora deste país ninguém vos liga e por que nunca conseguirão com o vosso canal gerar receitas que cheguem sequer aos 20 milhões. Tenho inclusive dúvidas que haja muitos benfiquistas a cancelar a assinatura da Sporttv.

Adriano Garcia disse...

Excelente ponto e confesso que ainda não tinha pensado nisso mas não acredito de todo que a Sportv deixe de transmitir os jogos do benfas.

O FCP vai receber ate 2018 aproximadamente €20M por época. Assumindo que o SLB consegue mais e negoceia €30M, como é que através da BenfasTV vai conseguir receber um valor equivalente por 15 jogos/ano? Isto equivale a €2M por jogo. Como o canal esta disponivel apenas no MEO (aprox 1M utilizadores) e admitindo que 30% estaria interessado em pagar esses jogos, estamos a falar de mais de 15 euros/mês só para cobrir uma eventual proposta da Olivedesportos de €30M. A este valor seria necessário somar todos os custos da infraestrutura necessária e staff.

Outra alternativa seria a MEO/PT subsidiar o canal. Este cenário tem dois problemas, ou baixava as margens da empresa(que assumia essa despesa) ou aumentava os preços cobrados aos clientes mas corria o risco de ver vários clientes mudar para a concorrência.

José Correia disse...

A proposta da Olivedesportos, que o slb recusou, era de 110 milhões de euros por cinco anos (22 MEuros por ano).

Daniel Gonçalves disse...

Respondendo à questão colocada pelo benfiquista: claro que a SPORT TV procura ser o mais imparcial e isenta possível, situação que o canal benfiquista não é nem nunca será. Aquilo que os benfiquistas desejavam, como o excelente comentário do Duarte realça, era termos uma SPORT TV facciosa e aduladora do slb. O ridículo é a falácia que os benfiquistas usam para justificar a falta de isenção, o fanatismo do canal do clube: se os outros são incorrectos, facciosos também o posso ser. No fundo o argumento dos intelectualmente desonestos: inventam falácias e falsas intenções nos outros para justificar os próprios actos, ou seja, se os outros praticam a maldade (mesmo que tal não corresponda à verdade) eu também a posso praticar.

JOSE LIMA disse...

Caro José Correia

O tema que o meu amigo lançou é aliciante. Teremos contudo que o analisar de vários ângulos.

Segundo o Capitulo VIII Artigo 68º do Regulamento de Competições da LIGA, há diversas formalidades que terão que ser cumpridas para que um operador televisivo possa ser autorizado a realizar transmissões. Em abstracto não há nada no regulamento que impeça uma televisão dum clube de realizar essas transmissões, embora algumas condições de ordem técnica terão que ser ajustadas, para que fiquem em paridade com as restantes transmissões (seja lá quem for que as realize) como, por exemplo, as que se prendem com o número de câmaras existentes, etc. Mas digamos que, estes são pormenores técnicos e facilmente ultrapassáveis.

A promessa feita pelo presidente da LIGA (uma das bases da sua eleição) de que os Direitos Televisivos passarão a ser detidos pela LIGA será, na minha opinião, o principal óbice para esse desiderato, desde logo porque o actual operador detém contractos com alguns clubes a vários anos de distância. Depois é conhecida a relutância dos 3 grandes em negociar colectivamente os valores a que se acham com direito. Finalmente a questão de se saber se o actual formato, constitui um “monopólio” como se farta de apregoar o senhor Mário Figueiredo e, caso tal venha a ser considerado, a Autoridade de Concorrência terá argumentos para inviabilizar os actuais prazos já contratados. Não convém esquecer que “este” presidente da LIGA nem sequer conseguiu um patrocinador para a ex-liga Orangina, quanto mais negociar os Direitos Televisivos.

Por mim, que não sou jurista, entendo que não se trata de um monopólio, mas sim a ausência de quaisquer outros investidores, pelo que prevejo uma longa batalha jurídica, a menos que apareça “outro” concorrente de Joaquim Oliveira que adquira os jogos aos clubes (os verdadeiros titulares dos direitos), por um preço mais aliciante. Na actual conjuntura não poderá ser muito mais alto, tanto mais que ainda terá que conseguir anunciantes que cubram o investimento.

Engraçado, engraçado era a ANACOM retirar o tal “monopólio” ao Oliveira, e depois não aparecer mais ninguém a licitar os jogos. Acho que o senhor Mário Figueiredo deve já constituir nas continhas da LIGA uma Provisão para a eventualidade dos clubes, quando e se, perderem as receitas que hoje (ainda) vão conseguindo, lhe caírem em cima.

Abraço

Duarte disse...

Manuel, tu sei muito bem quem és, meu caro! Não adianta, comigo estás cheio de azar, a tua conversa fiada e infantil não resulta. O lance em que o Alan agride o carniceiro racista... lol ia jurar que tinha sido ao contrário, que o nazi é que tinha pregado uma bela traulitada ao Alan, mas devem ter sido só os portistas a ver isso.

Mas a cassete desapareceu, como é que tu sabes que desapareceu? Em qual dos blogs afectos ao teu clubezeco de regime é que leste isso? Vá lá, manda o link que eu estou curioso. Ou foi o Marinho Neves que disse? É que se foi já acredito piamente :) Como te referi, já te conheço, a mim não me enganas e aos adeptos do meu clube também não permitirei que o faças.

O estado das finanças da Sporttv? Não te preocupes, nos primeiros anos do canal, o clube do regime do Estado Novo não tinha nenhum contrato com a Olivedesportos e não foi por isso que a Sporttv deixou de ser criada e não ganhou todos os meses milhares e milhares de assinantes. A estação vai continuar a transmitir os jogos de FCP e SCP, a Champions, o Barça, o Real Madrid e a Premier League (fora os eventos relevantes das outras modalidades)... e por muito que vos custe, transmitirá também os vossos jogos fora.

"E não será difícil ao Benfica conseguir mais receita a curto prazo do que os míseros 7,5M€/ano. A prazo irá ser muito mais."

LOLOLOLOLOLOLOLOLOLOL Imagino que sim, ainda por cima com a crise no mercado publicitário, é certinho que vão ter lucros brutais. Se eu fosse a vocês esperava sentados pelo futuro canal do Paes do Amaral :)

Off-topic:

É verdade, ó Manelinho, o que tens a dizer do Lima? Como é que admites que um jogador que se deixa corromper pelo meu clube, aceitando receber dinheiro para jogar mal na final da Liga Europa jogue agora com a cor do teu clube de regime? Ou já mudaste de opinião? É melhor pedires ajuda ao Marinho Neves para descalçares esta bota, não?

Ah e também estou à espera que o Rodriguez, agora no Rio Ave, vista de azul e branco.

Bem, vou arejar um bocadinho que o ambiente por aqui está pesado e com um cheiro bafiento a Estado Novo.

Carlos Santos disse...

Hahaha, estes galináceos realmente nunca falham quando é para nos fazerem rir!!

Sim, mais que 7,5M por ano até são capazes de conseguir num sistema pay-per-view, mas o que o LFV prometeu foram 40M! E a SporTV ofereceu 22M o que já não é nada mau para um clube que não ganha patavina...

Eu estou perfeitamente convencido que o LFV ainda vai voltar com a palavra atrás...É que isto seria um suicídio autêntico romper assim com a Oliverdesportos, porque o slb nunca conseguirá encaixar nem metade do que eles ofereciam.

Daniel Gonçalves disse...

Manuel disse "a repentina preocupação hipócrita de vocês todos pelas finanças do Benfica..." Não sei a quem o Manuel se refere quando fala em «vocês», mas não li, aqui no RP, nenhum post a analisar detalhadamente as contas do seu clube, muito menos qualquer preocupação «hipócrita» - foi a palavra utilizada por si - pelas contas do seu slb. Mas é permitido debatermos - refiro-me à opinião pública nacional - a questão dos direitos televisivos no futebol, que veio para a praça pública pela boca do presidente do seu clube ( ao afirmar que não iria renovar o contrato com a Oliverdesportos), pois vivemos num Estado de Direito com a liberdade de expressão e debate salvaguardadas. Incomoda-o que se fale livremente, de forma racional e crítica - mas não hipócrita - sobre as questões que o seu slb suscita e que podem atingir terceiros?
Pelo contrário vejo muitos benfiquistas intensamente preocupados - mas com a oculta intenção de denegrir - com a situação financeira do FC Porto, tão preocupados que até se dão ao trabalho de lerem pormenorizadamente o Relatório e Contas do FC Porto, como parece ser o caso do Manuel que sabe onde estão mencionados os valores das transmissões televisivos e data abrangida pelos mesmos.

"E não será difícil ao Benfica conseguir mais receita a curto prazo do que os míseros 7,5M€/ano." A sério???? Vamos esperar para ver, mas olhando para a conjuntura económica nacional, e internacional, e para a quebra de receitas publicitárias, pois o investimento em publicidade e marketing efectuado pelas empresas está a ficar mais selectivo, considero que esse optimismo de que o Manuel sofre não passa de mera ilusão.

"Eu se fosse a vocês preocupava-me é com o estado das finanças da SportTV..." Imagino que o Manuel - assim como outros benfiquistas - terá aberto uma garrafa de champanhe e comemorado a venda dos Jornais, do grupo do Joaquim Oliveira, a outro grupo financeiro, tal é o ódio que nutrem pela referida personalidade. Não se preocupe Manuel que, numa mera hipótese, se deixar de existir a SPORTTV - e a Oliverdesportos - quem quer que a substitua desejará transmitir jogos do FC Porto e oferecerá uma boa quantia pela transmissão dos mesmos, ou julga mesmo que só a Oliverdesportos está interessada nos jogos do FC Porto, e que a mesma só existe para "ajudar" o FC Porto no que diz respeito a direitos televisivos?

Anónimo disse...

Caro Nightwish; já deixei a minha opinião PORTISTA/CONSUMIDOR sobre o que escreve no artigo VEJA OS JOGOS DO SLB… na SPORT TV.
Infelizmente para nós PORTISTAS essa dos de mandar para a rua os 30M não é bem assim.
Fica aqui parte do meu texto que explica o porquê: “ …Porquê? Basta fazer este simples raciocínio se a SPORT TV tem cerca de 600 de assinantes ao preço que é; então se eles fizerem da BENFICA TV um canal PREMIUM por ex a 5 euros e tendo em conta o seu nº de adeptos (só sócios são mais de 150,000) penso que em um ano de emissão atingirão facilmente os 500 MIL ASSINANTES a 5€, o que vai dar originar uma receita de 2,5M mês e uma de 30 MILHÕES ANO, mais que os 22,5M oferecidos pela Olivedesportos. É verdade que também vão ter mais custos, mas também mais receitas de Publicidade, patrocínios etc.”

Daniel Gonçalves disse...

Manuel disse "Gestão brihante!"
Não entendo a sua surpresa pelo facto de os direitos televisivos serem negociados por um período de anos, foi assim como o FC Porto e todos os outros clubes (inclusivé o seu slb), é habitual os contratos serem extensivos a vários anos, sempre foi assim. Mas do alto da sua soberba, e da sua alta sabedoria em gestão económica, o Manuel entende que tal não é condizente com os príncipios de uma boa gestão, portanto na sua opinião aquilo que foi feito até agora nesta questão está errado, mesmo no seu clube. Que tal oferecer o seu talento, e a sua excepcional sabedoria em gestão económica, ao seu clube, ou a outras instituições como o FMI ou o Banco Central Europeu?

Anónimo disse...

Eu sinceramente não concordo com a análise de Luis Sobral, mas estou completamente de acordo com a sua génese:

“… Rever a utilização que é feita das imagens televisivas em diferentes instâncias do futebol, da disciplina à arbitragem” e “Deixará de ser legítimo utilizar as imagens de jogos para tomar decisões, pelo simples facto de que o olhar deixará de ser neutro, distante, frio, igual para todos”

Esta preocupação não tem para mim razão de ser tendo como premissa em que canal os jogos são transmitidos ou realizados (até por grande partes das vezes as equipas de realização e transmissão são transversais aos vários operadores, pois contratados são recursos externos).

O que deve estar aqui em causa é se todos os clubes são tratados do mesmo modo e de forma independente e isso passa logo pelo o nº e qualidade de meios utilizados nas transmissões TV se são ou não iguais para todos; é que se não são logo podem criar distorções de análise… é que os pormenores por ex de uma agressão, fora de jogo ou penalti são mais e melhor discricionários quanto mais e melhores meios de cobertura. E como todos nós já hoje sabemos, isso não acontece nem na SPORT TV, pois variam de jogo para jogo e sua importância.

Relembro também e que é útil para discussão, que uma coisa é o que nós vemos em casa e outra é o que está ser gravado em bruto pelas diversas cameras presentes, ou seja, o BRUTO da transmissão.
Desde que este seja de livre acesso por parte de quem julga, ai não há truques de realização.

Até deixo aqui o exemplo do caso da agressão do Paulinho Santos ao J.Pinto nas Antas que o 1º partiu a cachaça ao 2º… nas imagens transmitidas nunca se conseguiu confirmar a dita agressão. Só passados uns dias com a descoberta da K7 do Bruto é que se conseguiu por fim confirmar a dita agressão… a K7 que por caso tinha sido escondida por funcionário da RTP, que como nós também era um bom Portista. Um abraço já agora para ele do P.

Anónimo disse...

Bastava que fosse o "bruto" da transmissão; pois fica lá tudo que for captado pelas cameras sejam a favor ou contra do clube em causa.

Anónimo disse...

Não não é... basta ver o tratamento que é dado ao nosso FC PORTO, Benfica e Sporting e o que é dado aos clubes mais pequenos. Logo se vê que entre iguias há uns mais iguias do que outros.

JOSE LIMA disse...

Caro Daniel Gonçalves
Não vale a pena o amigo perder tempo com quem não sabe interpretar as Contas.
Se o “Manuel” reparar nos valores adiantados pela Olivedesportos, estes constituem uma pequena parcela do saldo até à época 2004/2005.
Mistura tudo. Uma coisa é o valor do “adiantamento”, outra coisa é o valor da “facturação”, outra coisa é o “saldo”. Então se formos calcular o valor total até 2008… veja quanto ainda teremos a receber.
Aliás não é crime nenhum receber “por conta de”. O clube da treta faz o mesmo com o contrato das cervejolas.
Abraço

Fernando Tavares disse...

Nem mais Lima

Mais bem explicado será difícil, a não ser apelidar de oportunista um tal de Figueiredo que tudo prometeu e tudo irá perder em breve e o tempo o dirá!
Sempre ouvi dizer que « a viola quer-se na mão do tocador e este individuo, nem unhas tem para dedilhar as cordas da dita»
Abç

Anónimo disse...

Fonte CMVM e não CM: COMUNICADO:A Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD, em cumprimento do disposto no artigo 248.º do Código dos Valores Mobiliários, vem informar que recebeu da Olivedesportos, SA uma proposta para aquisição dos direitos de comunicação audiovisual dos jogos disputados pela equipa profissional na competição principal da Liga Portuguesa de Futebol Profissional.
Esta proposta compreende o período de 1 de Julho de 2013 a 30 de Junho de 2018 (5 épocas desportivas), e apresenta um valor global de 111 milhões de euros.
Após análise da referida proposta pelo Conselho de Administração desta Sociedade, a mesma foi rejeitada.
O Conselho de Administração
6 de Março de 2012