quinta-feira, 11 de outubro de 2012

O outro duelo entre dragões e leões


«Há um oceano de diferenças entre o Sporting B e o FC Porto B, que nesta tarde [06-10-2012] se defrontaram em Rio Maior. Um oceano e 17 pontos. Um oceano em termos coletivos e em individuais. A matéria-prima com que se trabalha na Academia é superior à disponível no Olival. Evidências que a classificação mostra e que foram visíveis no mini-clássico deste sábado. (…)
A semelhança entre o FC Porto B e a equipa principal fica-se quase no esquema. Nem vale a pena falar de que aqui não há Moutinho, Fernando ou Lucho. O problema é que na B não há pressão coletiva, não há uma imagem do que é o FC Porto. E, por isso, esta equipa B está longe de ser vencedora. Sebá tenta dar ânimo a um ataque muito vítima do que o meio não consegue fazer. (…) O 2-0 pode dizer alguma coisa sobre as diferenças entre leões e dragões, mas o estilo, ou ausência dele no caso portista, a mentalidade ou a falta dela, uma vez mais do lado azul e branco, façam com que aqueles números, o 2 e o 0, sejam apenas uma consequência lógica.»
Luís Pedro Ferreira, Maisfutebol


Esta crónica pôs o dedo em algumas das “feridas” que, jogo após jogo, a equipa B portista tem evidenciado. No entanto, será que estes problemas, que são óbvios para todos os adeptos que têm visto os jogos do FC Porto B, estão em vias de ser resolvidos?

O que me foi pedido foi para trabalhar um grupo de jovens, a maioria sénior de primeiro ano. Pediram-me que os potenciasse sem perder de vista aspetos competitivos. Em relação à evolução de jogadores estou satisfeito.
Estas declarações foram feitas por Rui Gomes, no final do SCP B x FC Porto B

Satisfeito? O treinador da equipa B está satisfeito com a evolução dos jogadores?!
Mas qual foi o jogador que, desde o início da época e sob o seu comando, teve uma evolução visível?
Por exemplo, uma das grandes apostas, o ponta-de-lança brasileiro Dellatorre, teve uma “evolução” que foi passar de titular indiscutível a suplente no jogo contra o SCP B…

Rui Gomes disse que lhe pediram para potenciar jogadores, presumo que com o objetivo de poderem vir a ser chamados à equipa principal. Mas alguém vislumbra essa possibilidade nos próximos tempos?

Sinceramente, as declarações feitas por Rui Gomes, parecem ser de alguém desfasado da realidade e deixam-me pelo menos tão apreensivo como a péssima classificação e as pobres exibições da equipa que lidera.

Nota: Os destaques no texto a negrito são da minha responsabilidade.
Imagem: ojogo.pt

19 comentários:

Anónimo disse...

Não creio que as diferenças entre os dois planteis sejam assim tantas. Curiosamente o melhor jogador deles (João Mário)até era nosso...

Acontece que por diversos motivos o projecto arrancou um pouco tarde, os jogadores vêm de diversas proveniencias e fruto disso falta entrosamento, falta colectivo e agora por força dos resultados falta também estabilidade, tranquilidade.
Mas creio que com tempo vamos para um lugar descansado da classificação que era o que pretendiamos .
Mesmo nesta fase negativa já ganhamos tres jogadores : Stefanovic;Mikel e Dellatorre e há mais alguns ( não muitos claro) que podem aparecer durante o que falta da competição e falta muito.

E lembrar que este projecto está no seu "ano Zero" ...

Portanto, calma.

José Correia disse...

Ganhamos o Stefanovic?
Então, por que razão nos dois jogos anteriores ao jogo contra o SCP B, foi preciso recorrer ao Fabiano?

José Correia disse...

Ganhamos o Dellatorre?!
Tem visto os jogos da equipa B?
Por alguma razão este ponta-de-lança brasileiro foi suplente (entrou aos 80') no jogo contra o SCP B.

José Correia disse...

Todas as equipas B, com a excepção da do Marítimo, estão no seu "ano zero".

Duarte disse...

A prestação da equipa B devia ser elucidativa para aqueles portistas que, demagogicamente, passam a vida a pedir mais oportunidades para os jogadores da formação na equipa A.

O que não faltam são posts por essa vasta blogoesfera azul e branca em que se clama por futebolistas das camadas jovens. O que é engraçado é que todos esses posts são perfeitamente abstractos e feitos à base de ideias utópicas e pré-concebidas. Quando os autores desses textos são depois confrontados com a simples questão sobre que jogadores deveriam ter tido hipóteses de singrar como profissionais e não as tiveram, as respostas são inexistentes ou então resumem-se a: Ivanildo, Bruno Gama, Hélder Barbosa, Morais, etc. Convínhamos, estes não nos servem para nada, ou quase nada. A pura realidade é que a equipa sénior tem absorvido sempre os bons jogadores provenientes dos escalões de formação, mesmo sendo certo que raramente sai de lá alguma coisa de jeito.

Quanto ao treinador, não tenho grande opinião dele, mas acredito que seja difícil fazer-se melhor, tendo em conta a matéria-prima à disposição.

É o ano zero para nós? Ok, também é o ano zero para as outras equipas B e não é por isso que a maior parte delas deixam de estar mais bem oleadas e de apresentar melhores individualidades que a nossa.

Rui disse...

ide ver os jogadores formados no Barcelona B e os resultados deles na última década e depois digam-me que é importante ganhar muitos jogos.

http://en.wikipedia.org/wiki/FC_Barcelona_B

Anónimo disse...

O Fabiano jogou apenas porque precisa competição de forma a estar rodado se acontecer algo ao Helton.
De resto Stefanovic é excelente para a idade.

E o Dellatorre é jogador é só ter olhinhos.
Não é verdadeiramente um homem de area (embora desenrasque a função)é antes um avançado movel ou segundo avançado .
Mas o potencial está lá.

O Maritimo nunca deixou de ter equipa B....

Mas a analise não deve ser por aí.

Anónimo disse...

Tem havido de facto um decrescimo de qualidade nos ultimos anos mas isso é extensivo ao país.

Algumas equipas também estão no ano zero ?

Ok. Mas o FCP por diversos motivos partiu um pouco tarde para o projecto B, desta epoca e com alguns azares à mistura e uma ou outra má arbitragem ficamos em situação desconfortavel.

Mas no fim, estaremos mais ou menos onde pensavavamos e espero melhor na proxiam epoca.

Anónimo disse...

O Vion e o Delatorre têm caracteristicas diferentes.

Opções tacticas provavelmente...

Nuno Silva Leal disse...

Já não nos bastava preocupações com o VP, agora temos um clone nos B, o Rui Gomes... cruzes credo, mas que mal fizemos nós para merecer estes fulanos?

Silva Pereira disse...

Boa noite.

Tenho acompanhado os jogos transmitidos pela Porto Canal e SPORTV e alguns deles até os revi.
É verdade que existiram arbitragens escandalosas que subtraíram pontos ao FCP, casos que se tivessem acontecido na liga principal era um terramoto, ou tsunami. Mas também é verdade (e escrevi que se devia dar um tempo) que a equipa em vez de evoluir regrediu e se tem 7 pontos, 4 deles foram com recurso ao Fabiano e Iturbe e Kelvin e mais grave em 7 jogos tem 6 marcados e 14 sofridos.
Parece-me a mim que o discurso do Rui Gomes parece o de Sá Pinto.
Não sei a qualidade do treino, mas para quem acompanha os jogos da 2ª liga os jogadores do FCP parecem uns betinhos à imagem do seu treinador. Alguns jovens com os seus tiques de vedetas até parecem que são jogadores que já ganharam a LC.
Tenho muitas dúvidas sobre este projeto, acho que os jovens (aqui incluo todos os portugueses) acham que basta vestirem a camisola do FCP e têm o futuro garantido.
Alguma coisa tem que ser repensada, não é só a questão dos pontos mas não vejo neles a imagem de jogadores à Porto

José Rodrigues disse...

Vamos por partes: acho q e' indesmentivel que e' desejavel ter prata da casa no plantel principal, desde q os jogadores tenham qualidade suficiente para isso. Poupa-se imenso no passe e nos salarios (por exemplo: imaginem so' se um Moutinho tinha chegado ao FCP com 16 anos, poupando assim nos 11 milhoes no passe).

Sendo assim, se tal nao acontece (e no ano passado nao tinhamos um unico, este ano temos o Castro - isto quando ha' 5-10 anos tinhamos 3-6 jogadores), das duas uma:

1) a formacao nao presta
2) jogadores bons q.b. nao sao aproveitados

Comecemos pelo primeiro ponto: eu constato que a materia-prima portuguesa esta' no top10 mundial (veja-se resultados de seleccoes), logo nao e' por ai' q temos um problema na formacao, havendo muito mais um problema de captacao. Por uma ou outra razao nao se soube ou nao pode "descobrir" Coentrao, Moutinho e tantos outros enquanto eram adolescentes - e nesse ponto o SCP bate-nos aos pontos sistematicamente. Alias, repare-se q aos 16 anos tinhamos o Hulk ali ao lado no Vilanovense mas ninguem do FCP reparou nele.

Mesmo assim e sem seguir de perto, acho estranho q costumamos ter bastantes jogadores numa seleccao sub-16, sub-18 ou sub-20, e temos ganho uns quantos titulos de juniores; ora isso devia querer dizer ha' certamente alguma qualidade na prata da casa, a nao ser q alguma coisa nao bata certo.

Para finalizar neste 1o ponto, sobra a possibilidade de q a materia-prima bruta nos jovens ate' e' boa mas nao e' bem encaminhada para aquilo q se pede de um jogador para os seniores. Por outras palavras: que os jogadores sao mal formados. E' uma possibilidade, tambem, nao sigo de perto para ter opiniao.

Vamos entao ao 2o ponto...

Antes de mais nada, saliento que para a prata da casa ser muito util no plantel A nao precisa de ser da qualidade de um James: basta ter qualidade para ser uma escolha de 2o plano para o banco. Ou seja: basta estar ao nivel de um Kelvin, um E Rafael, etc.

Digo isto pq regularmente vejo comentarios q parecem usar dois pesos e duas medidas para os jogadores q vem de fora (calando-se como uns ratos mesmo qdo os q chegam tem um CV fraquinho e eram suplentes na sua equipa, como um Ezequias ou um Benitez) e para a prata da casa (a quem quase se pede q sejam um Messi para merecerem lugar no plantel).

Ora por essa bitola eu acho q temos regularmente produzido 1-2 jogadores por epoca nos ultimos 5-10 anos q tinham qualidade q.b. sim senhor para fazer parte do plantel, como P Machado, H Barbosa, Tonel, B Gama, Castro e mais uns quantos de jogadores.

Concluindo, a minha opiniao:

1) alguma coisa esta' "podre" na formacao (comecando pela captacao), esta pode e deve melhorar

2) Apesar das limitacoes da formacao, acho q e' perfeitamente possivel com a formacao q temos conseguir ter "ongoing" uns 4 jogadores saidos da formacao no plantel A, mesmo q sendo 2as escolhas. Nao e' um objectivo sequer particularmente ambicioso (a SAD queria 6, ha' poucos anos...4 = ~ 15% do plantel) mas estou convencido q podemos certamente fazer melhor do q 0 ou 1...

HULK 11M disse...

Perfeitamente de acordo com o Silva Pereira!
Tenho assistido a quase todos os jogos, umas vezes deslocando-me ao "Jorge Sampaio" outra vezes pela TV e a ideia que fica é que, longe de melhorar, a equipa cada vez está pior!
A ideia de que a "culpa" é do projecto ter arrancado tarde não é admissível porque eu vi jogos de preparação na pre-época em que a equipa ganhou e prometia uma boa época! E nos primeiros jogos oficiais as exibições foram bem melhores. Os jogadores estão a baixar de rendimento de jogo para jogo.
Acho que, ao contrario do que é pretendido, formar e fazer evoluir os jogadores, o que se está a conseguir é precisamente o contrário: destruir a sua carreira! Esperemos que não de forma definitiva!
Espero que o "RP" continue a acompanhar este tema!

Anónimo disse...

Ou seja a receita é a mesma de sempre : "Mudar de Treinador" ?!...
É tipo UE : Austeridade .
Tenham Juizo.

É preciso alguma reflexão e dar tempo e as coisas compoe-se por esta epoca.

Silva Pereira disse...

Boa tarde,

Já não me recordo quando arrancou este novo projeto (anterior a esta equipa B) mas o que sabemos é que o escalão etário mais proximo do profissionalismo (Sub 19) nos últimos 10 anos o FCP ganhou 2 titulos nacionais o SCP 6 e o SLB e Boavista 1.

Mas se recuarmos ao passado da décadas 80/90 o FCP dominava.

Acho que desde os históricos formadores se perdeu a mistica portista. Eu olho para esta juventude e sinceramente só vejo peneiras.

Quanto ao Stefanovic não lhe auguro futuro no FCP, para jogador de 23 anos tem muitas falhas, 7 jogos 11 golos sofridos, Fabiano 2 jogos 1 sofrido. Aliás em 22 equipas só há 6 equipas com mais golos sofridos e repare-se que as piores têm 15 golos sofridos, não é por acaso que o VP chama os guarda redes dos sub 17 e 19 e que me tenha apercebido nunca o Stefanovic.

Óbviamente se a defesa é fraca o ataque ainda é pior 6 golos. Só há 3 equipas piores e com 5 golos. Isto é confrangedor. E se compararmos as equipas B então se vê o descalabro só o Braga está ligeiramente pior que o FCP.
Até o Guimarães está bastante melhor e não tem histórico nenhum nas camadas jovens.

José Correia disse...

Não, a "receita" adequada é meter a cabeça na areia e fazer de conta que está tudo bem, apesar dos resultados serem maus e das exibições serem paupérrimas.

Aristodemos disse...

Alguém sabe quanto o Porto gasta por ano nas camadas jovens?

Snob disse...

O treinador é fraco, os jogadores na sua maioria sao fracos e ñ sabem o q é representar um clube cm a mistica do fcp.

Um s.oliveira q ja prometeu imenso,grandes golos de livre, parece.me estar a estagnar..
Os def esq e drto brasileiros sao maus de mais.
Stefanovic é fraco, ate kadu parece melhor.
ze antonio ja ñ tem idade,nem merece estar na equipa b.

É necessario por a jogar e bem jogadores cm kelvin,iturbe,fabiano,abdoulaye,mangala,quinones...

Parece.me q temos 2 bons avançados cm dellatorre e vion,mas q para ja ñ sao pontas de lança.

No meio campo mikel é mau de mais para ser verdade, faltam soluçoes para o meio campo,defesa e ataque.

Preferia o nuno capucho do q o actual treinador.

Andre Correia disse...

Honestamente ja vi os jogos da equipa b e aquilo da pena.... vion seba to ze pedro moreira delatorre mickel tiago ferreira stefanovic quiñones etc axo que nunca terao espavo numa equipa A do porto ......o unico k poderá é o Abdoulay de resto da pena ver