quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Alguns números do Gabão x Portugal

6 horas - tempo que demora a viagem de avião entre Lisboa e Libreville.

13.724 quilómetros - distância percorrida (ida e e volta) pela comitiva portuguesa.

28 graus - temperatura à hora do único treino que a selecção portuguesa fez no Estádio L’Amitié, em Libreville.

95 por cento - humidade à hora do único treino que a selecção portuguesa fez no Gabão.

0 convocados do slb para este jogo.

2 convocados do FC Porto (Moutinho e Varela)

7 convocados do SC Braga (Beto, Custódio, Hugo Viana, Ruben Micael, Ruben Amorim, Hélder Barbosa e Éder)

45 horas - tempo que medeia entre o fim do Gabão x Portugal (14 de Novembro, 21h30) e o início do jogo seguinte do SC Braga para a 4.ª eliminatória da Taça de Portugal (16 de Novembro, 18h45).

800 mil euros - cachet recebido pela FPF

0 euros - cachet recebido pelos clubes que cederam jogadores à Seleção.


Viva a FIFA!
Viva a FPF, sempre tão empenhada na defesa dos clubes e da integridade física dos jogadores portugueses.

7 comentários:

Pedro disse...

E a imprensa lisboeta pouco fala do assunto. Imaginemos o cenário de serem 6 jogadores de 1 equipa da capital com jogo na taça sexta-feira. Batiamos o recorde de crónicas e protestos.

Além de que um jogo no Gabão é interessantissimo do ponto de vista de preparação...

Anónimo disse...

O cachet são apenas 1,5 milhões de euros, confirmado pela FPF, valor esse a ser aplicado na futura casa do futebol, de forma a pedir o menos possível ao Estado Português. Muito honestamente e tendo em conta o objectivo deste jogo, não está nada mal.

0 convocados do slm: os futuros prodígios inter-galácticos da formação das aves ainda não conseguiram ser catapultados para a selecção através da imprensa bacoca mas já faltou mais.

Joao disse...

O mais interessante desta viagem é mesmo a presença do Isaltino Morais:

http://www.publico.pt/Sociedade/isaltino-diz-que-foi-ao-gabao-em-busca-de-novos-mercados-1572439

Abraço

Silva Pereira disse...


Boa noite,

Grande jogo Brazul- Colômbia.
James Rodri explêndido, assistiu para o golo.
fartou-se levar porrada principalmente dos chifrudos DL e Ramires. jacksom ~teve alguns pormenores, mais do que Falcao que parece que se tornou tipo C Ronaldo, vedeta.
Na Colombia todo o jogo passa pelo James, ataca defende é o patraão da equipa.

Pedro M. disse...

não me interessa o quanto a FPF ganha com este jogo mas parece-me que seria de bom tom destinar uma qualquer percentagem aos jogadores que, para irem jogar tao longe, prejudicam a preparação dos clubes que lhes pagam.

e não sei onde vai ser construída essa casa do futebol mas ao menos espero que descentralizem um bocado.. será caricato se o fizerem na capital.

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...

@ Pedro M.

a casa da selecção ficará sediada no complexo do Jamor...


abr@ço
Miguel | Tomo II

Anónimo disse...

O problema de eventualmente dar dinheiro aos clubes que fornecem jogadores, seria o de haver o efeito perverso do selecionador ou a própria federação ser sujeita altissimas pressões para os seus jogadores serem convocados, para nao dizer outra coisa.
Por outro lado poderia incentivar os clubes a terem no seu plantel sul americano, alguns portugueses.

Juca,