segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

A "preparação" dos adversários do SLB


Jogar contra 11 é desagradável. Jogar contra um adversário com todas as suas peças-chave também. Por isso, o slb em parceria com uma parte significativa da arbitragem nacional, tem vindo a “preparar” de véspera os seus jogos no campeonato de forma meticulosa. O de hoje, por exemplo, no terreno do Moreirense, começou a ser “preparado” na semana passada, mais concretamente na deslocação da equipa de Moreira de Cónegos a Setúbal para defrontar o Vitória local. Esse jogo acabou com 5 golos sem resposta para os sadinos e 2 expulsões por duplo amarelo para o Moreirense (Augusto e Wagner) mais 2 cartões amarelos a jogadores minhotos (Fábio Espinho e Filipe Gonçalves) que os deixaram fora do próximo jogo (contra quem? Contra o slb!). Curiosamente, excluindo estes 4 jogadores, mais nenhum jogador do Moreirense sofreu sanção disciplinar. O árbitro da partida foi Olegário Benquerença, árbitro votado ao ostracismo pelo slb depois de não ter validado um golo na Luz a Petit em 2004/2005 num lance em que as imagens não demonstram de forma cabal que a bola tenha entrado na baliza de Vítor Baía. A partir daí Olegário tem feito um longo caminho para se credibilizar junto das hostes benfiquistas, com alguns acidentes de percurso - Benquerença já se terá rendido aos princípios da "verdade desportiva" tarde demais. Para o jogo de hoje, entre lesionados e castigados, o Moreirense convocou apenas 16 (dos 18 permitidos) jogadores de campo. De fora ficam Castro, Pablo Olivera e Paulinho (lesionados), Fábio Espinho, Filipe Gonçalves, Augusto e Wagner (castigados). Será um duro e escaldante embate! Vamos poder assistir, mais uma vez, ao poderoso rolo compressor em acção!

Na próxima jornada o slb desloca-se a Braga. É tradicionalmente um adversário difícil. Nesta jornada o Braga jogou em casa e goleou o Setúbal por 4-1. O central bracarense Paulo Vinícius foi expulso aos 92 minutos, quando já nada o fazia prever, falhando o próximo jogo por castigo (contra quem? Contra o slb!). O árbitro foi Duarte Gomes, um velho conhecido dos benfiquistas. O presidente do Braga, António Salvador, ficou indignado com a arbitragem ao ponto de a comparar aos tempos de Calabote!


Presidente do Braga ataca a equipa liderada por Duarte Gomes e recorda que já na quarta-feira os bracarenses tiveram razões de queixa. Mesmo sem Paulo Vinícius ante o Benfica, promete: "Vamos ganhar de certeza" A arbitragem da equipa chefiada por Duarte Gomes, no Braga-Vitória de Setúbal, deixou indignado António Salvador, em particular a expulsão de Paulo Vinícius em cima do apito final, por vermelho directo. "O jogador não fez nada para ser expulso", começou por dizer o presidente dos bracarenses, que elogiou os seus jogadores pelo carácter demonstrado "depois de uma semana complicada". No entanto, insistiu: "Em dez anos, nunca saí deste estádio, após uma vitória expressiva, tão indignado com o que se passou dentro das quatro linhas". Salvador detalhou depois outras razões de queixa: "Há um penalti na primeira parte, também sobre esse jogador, que o árbitro não viu", acrescentando não entender como um dos assistentes anulou um golo por considerar que a bola passou a linha de fundo, "num canto, em que a bola cai no bico da pequena área, ao primeiro poste". Para melhor ilustrar a sua irritação, António Salvador recorreu a um conhecido caso do futebol português, referindo já não haver lugar para casos assim na actualidade: "Não consigo perceber uma arbitragem destas, que já não se usa há muitos anos. Só no tempo do Calabote é que se usava arbitragens destas. Hoje, no futebol actual, moderno, credível, não pode haver arbitragens destas".
OJOGO, 21/01/2012

20 comentários:

.:GM:. disse...

Proponho, caso tenham tempo e paciência para tal, que façam um estudo mais abrangente ao invés de se cingirem às últimas duas jornadas. Obviamente que será a partir desta altura que se verificarão com mais regularidade casos destes face à acumulação de amarelos, mas ainda assim será um exercício interessante a ter em conta do princípio e até ao final do campeonato.

Silva Pereira disse...

Boa tarde,
Oportuno, mas para mim não faz o enfoque no verdadeiro culpado (mafioso) manipulador que é o nomeador lagarto Vítor Pereira.
Ele com a complacência da imprensa propagandista macrocéfala.
Já venho a escrever há anos que esse manipulador vai condicionando os árbitros para prejudicar o FCP. Por um lado se erram algum lance em proveito cai o Carmo a Trindade nos pasquins da capital e o árbitro vai para a jarra isso condiciona os árbitros menos conotados aos chifrudos, por outro lado esse mafioso nomeia (preparando com antecedência) os árbitros adequados para preparar os jogos do SLB. Isso que aconteceu esta 3 jornadas últimas foi tão claro e escandaloso que faz lembrar o ano dos tuneis e assiste-se ao branquear das coisas.
A mim só me faz espécie é as “vozes” conotadas ao FCP serem tão mansinhas, imaginem o que não se teria escrito visualizado na imprensa vermelhusca.
A p..da lata é tanta que ontem na SIC o Rui Diabo inverteu as coisas e propaganda nazi é tal que repetem n vezes os 3 lances que o SLB diz que o João amigo não sancionou o FCP mas nos lances que prejudicaram o FCP (muitos mais) quase não ouve imagens.
Outra coisa que me revolta é mencionarem a equipa A fez tantas faltas, isso não corresponde à verdade o que deveriam dizer é que o árbitro sancionou tantas faltas, que é muito diferente.
Como exemplo dou o jogo de sábado do FCP aquele tal árbitro que os vermelhos dizem que é portista, marcou tudo que fosse contato dos jogadores do FCP e até mostrou amarelos em faltas normais, mas se comparem com o que se passou com o PF a coisa é diferente, mas se compararmos com o jogo do galinheiro a coisa é gritante.
Ora nisto é que está o Sistema é no mafioso escolher os árbitros consoante os intervenientes e os pasquins tocarem a música.


José Correia disse...

"Ó major, eu não quero nem me tenho chateado com isto, porque eu estou a fazer isto por outro lado. (...)"
Extracto de uma conversa telefónica entre Luís Filipe Vieira e o Major Valentim Loureiro (na altura presidente da Liga), ocorrida em Março de 2004

José Correia disse...

Se nos quiser dar uma ajuda e contribuir para esse estudo, nós agradecemos.

José Correia disse...

Curiosamente, excluindo estes 4 jogadores, mais nenhum jogador do Moreirense sofreu sanção disciplinar. O árbitro da partida foi Olegário Benquerença

1º) Não havia mais nenhum jogador do Moreirense em risco de exclusão e, por isso, não havia "necessidade" de amarelar outros jogadores.

2º) Amarelos aos jogadores do Moreirense no V. Setúbal x Moreirense: Augusto (7'), Wagner (16'), Fábio Espinho (24'), Filipe Gonçalves (34'). Ou seja, em pouco mais de meia hora, o Benquerença já tinha conseguido amarelar estes quatro jogadores. Notável!

José Correia disse...

o Moreirense convocou apenas 16 (dos 18 permitidos) jogadores (...) Vamos poder assistir, mais uma vez, ao poderoso rolo compressor em acção

Se eu fosse benfiquista (livra!), perante este trabalho de "preparação do terreno", não ficava satisfeito com menos de 5-0.

José Correia disse...

As nomeações (e actuações) do Benquerença para o V. Setúbal x Moreirense e do Duarte Gomes para o SC Braga x V. Setúbal, nas vésperas destas duas equipas (Moreirense e SC Braga) receberem o slb, bem como, a nomeação do João "pode ser o João" Ferreira para o slb x FC Porto, são bem ilustrativas do que é e de quem manda no actual Sistema da arbitragem portuguesa.

Só um FC Porto perto da perfeição poderá aspirar a lutar por este campeonato até à última jornada porque, do lado do slb, será quase impossível que percam pontos.

José Correia disse...

Os talibans benfiquistas da comunicação social do regime, já começaram a reagir às queixas de António Salvador:

"De que se queixa agora António Calabote, perdão, António Salvador? Sobretudo da expulsão "cirúrgica" de Paulo Vinícius, no final do Sp. Braga-V.Setúbal. Pensei que era o caso sério mas vistas as imagens...não me parece que Duarte Gomes tenha exagerado."
Eugénio Queirós, in record.pt

José Correia disse...

Já agora, sabem quem é o próximo adversário do Vitória Setúbal?

Sabem quantos cartões amarelos foram mostrados pelo senhor Duarte Gomes a jogadores sadinos? ZERO!

Não é pelo senhor Duarte Gomes que o Vitória Setúbal vai ter algum jogador impedido de defrontar o... FC Porto.

Pedro disse...

A SIC Noticias também contribuiu para a evangelização encarnada, ao destacar no seu resumo uma expulsão "clarissima" perdoada a Salino, e não fazendo qualquer comentário ao lance de P.Vinicius.

Pena que o nosso comentador no Dia Seguinte esteja editorialmente preso pelo seu salário... senão colocava-os em cheque.

Silva Pereira disse...

Boa tarde,

Parece-me bem que, cada vez mais os editores destes blogues insistam nesta temática porque vejo e ouço muitos ditos portistas que embarcam no jogo da propaganda.
Costumo gravar e depois passo a correr certos programas (bolha TV, SIC, TVI e até a SPORTV) e verifico que há muitos portistas que embarcam nesse jogo, fazendo comentários convenientes ao SISTEMA.
Embora saiba que existe uma manipulação da sua edição acredito, mesmo assim que alguns são mesmo portistas e não percebem que estão a embarcar na propaganda.
Por isso, não se pode nunca dar o flanco, pois sabemos que irão sempre manipular a informação até que as competições fiquem definidas, e por conclusão se o FCP sai vitorioso foi com base na manipulação se forem os chifrudos foi com mérito.
Depois recomeça trudo noutra época

Fred disse...

Pelo menos desde o ano passado, que graças ao blog, comecei a reparar nestas coincidências que ocorrem com demasia frequência.

Anónimo disse...

atenção. o que tem distinguido os portistas dos demais é que não entram (tanto) nestas teorias da conspiração. elas até podem ser escandalosamente verdadeiras, mas tira-nos a principal arma de discussão e de prazer que é justificar as vitórias com o que se faz em campo e não nos bastidores.
Neste caso em particular o central do braga é muito mal expulso ( e logo aos 93 minutos) mas no caso do jogo do moreirense alguém se os amarelos são mal exibidos? Se os amarelos são bem exibidos é apenas uma feliz coincidência para o benfica e que podia acontecer para qualquer clube. Como já se disse e bem, nesta altura do campeonato é muito fácil ter cartões acumulados.

Silva Pereira disse...

Boa tarde,

Cá está um bom exemplo do que venho falando (anónimo das 17:06).
Os defensores dos vermelhos defenderam/acusaram que os portistas ao apontarem os erros grosseiros do amigo JF estavam a defender jogar contra 10 ou 9 … o futebol é para jogar 11 de cada lado, mas quando os seus adversários ficam reduzidos (exemplo do jogo em Setúbal aos 7 minutos o Set ficou a jogar com 10) os argumentos são bem diferentes, aí cumpriu-se a lei, blá, blá…
Esquecendo porém que a expulsão/cartões tem implicações nos jogos seguintes bem como uma punição monetária, para além de ficar no cadastro.
Este exemplos são bem significativos, ou é um “infiltrado” ou então é um anjinho, como diz o JNPC eu não sou anjinho, tenho 58 anos e já ouço esta ladainha desde o saudoso José M Pedroto.
Quando vir realmente igualdade de tratamento, passo a defender que os erros não passam de erros.
Ou será que acreditam que o bandeirinha marcou os 3 foras de jogo no galinheiro que é o mesmo que em Barcelos não assinalou os foras de jogo e os penaltis são coincidências do c…
O que é que a propaganda editou(e alguns portistas compraram de borla) do jogo de Barcelos é que se fez justiça divina (logo os jagunços que apitam) foram tipo soldados de Deus enviados para castigar a inépcia da equipa do FCP.


Fred disse...

Eu não queria acreditar nestas teorias mas as coincidências são cada vez mais frequentes... Além disso não é demasiado estranho o árbitro despachar o primeiro amarelo aos 7mn e o segundo aos 16mn, cedo e com tempo suficiente para na segunda parte dar a machachada final aos jogadores? Já para não falar que, como o artigo menciona, apenas levaram amarelo os jogadores do moreirense em risco e os expulsos...

Anónimo disse...

Dado que o Nacional teve hoje dois jogadores expulsos e o seu próximo adversário é o Setúbal... dado que o Moreirense teve dois jogadores expulsos contra o Setúbal... dado que o Vinicius foi expulso contra o Setúbal... O Setúbal é que tem os árbitros na mão, vocês tomem atenção que o Setúbal ainda vai ser campeão.

José Correia disse...

Sim, qualquer pessoa minimamente inteligente, percebe que a expulsão do Paulo Vinícius ao minuto 90+2, foi para beneficiar o V. Setúbal...

Felisberto Antonio Oliveira Costa disse...

Desculpem lá, mas só em Portugal, país desportivamente analfabeto, apesar de ter 3 clubes vencedores em provas europeias, julga-se sempre a arvore pela floresta. Ou seja o árbitro é o gatuno, a grande besta o Lucifer do futebol!!!!
Para nós portistas está a soldo da corja vermelha, para os avermelhados, é a fruta a torto e a direito!!!!
Haja bom senso e pedagogia pois estou FARTO de ver arbitragens estrangeiras que são uma autêntica vergonha!!!! Ainda me lembro de um célebre jogo nas Antas contra o Hamburgo em que um defesa faz de guarda-redes e o ábitro marcou... canto!!!!
Lembro-me de um jogo em que o Jorge Andrade no Corunha amigavelmente simulou bater em Deco e foi expulso, malgrado o próprio Deco afirmar o contrário...
Mas aqui em Portugal até num simples jogo de infantis o árbitro já é um grande filho da puta cabrão....

Anónimo disse...

Em primeiro devo confessar que não vi a ultima parte do jogo por pura irritação. Cedo se compreendeu que um jogo banal entre duas equipas de níveis opostos iria terminar desta forma. É que o jogo enfrentava os futuros rivais de Porto e Benfica. E o arbitro escolhido: o artista do sistema, o homem dos favores, o que se engana de forma escandalosa e sempre varre para o mesmo lado seria a estrela mor. Os exemplos multiplicam-se e este senhor vai-se mantendo intocável face à passividade dos médio, outro dos alicerces do sistema. E claro, ao Duartito ninguém segue os passos, ninguém escuta o telefone que para isso só há dinheiro para alguns. Mas enfim voltando ao jogo deixei de o ver na altura em que Peseiro fez duas substituições e deixou em campo o amarelado Hugo Viana. Era óbvio que o artista tinha a missão de desfalcar o Braga para o próximo compromisso. Imagino que Viana tenha fugido dos adversários no resto do jogo e deixou espaços grandes para que Duartito não vislumbrasse um contacto tenebroso. No jogo que vi aos jogadores do Braga o amarelo saia por nada e aos felizardos de Setubal (que nada têm a ver com isto) tudo era simpatia. O genial Gomes acabou por expulsar o Vinicius, fulcral na equipa tanto mais que a defesa está desfalcada. O sistema terá que ser “generoso” com ele. INACREDITAVEL o descaramento deste malabarista poupado da censura porque defende o clube certo, esse que o regime abriga com fervor. Agora meus amigos verão a segunda parte do sistema: o silêncio dos média. Não, não vai haver capas de jornais, insinuações, ódios, declarações de campeonato inclinado e aldrabado…no máximo vai-se dizer que a expulsão foi injusta e o prejudicado foi o Braga, mas certamente não há beneficiados (cuidado que ainda acabam por beliscar a honra do grande SLB). Resta que VP volte a ser incisivo nas conferências de imprensa e que alguém denuncie estes actos corruptos, mesmo que depois enfrente a fúria dos sobrais da nossa praça. É lamentável ver alguém defender a verdade desportiva, o bem contra o mal com aquele ar angelical que têm personagens com LFV ou Rui GS. Esses são os que hoje cumprimentam efusivamente o Duartito e que amanha o defenderão nas instancias certas, nos bastidores do futebol. Por isto é que o apito dourado não tem qualquer valor ético porque se limitaram a procurar a fruta a norte do Mondego quando ela graça por toda a nossa geografia…acreditem ou são desonestos ou fanáticos.

Pedro Moreira

Manuel disse...

Não foi exagerado, pois o jogador do Setúbal estava isolado e sozinho em frente da baliza. Quem também devia ter sido expulso foi o defesa direito do Braga que agrediu um jogador do Setúbal. Foi bem visível. Portanto, acho que não há razões para queixas.