domingo, 6 de janeiro de 2013

E agora sem James



Fabiano, Ba, Castro, Defour, Kelvin, Sebá e Dellatorre.
É com tal banco que nos iremos apresentar na Luz?
Ou se calhar, com um banco ainda mais fraco, caso James não possa ser mesmo utilizado.
Alguém se lembra de algo semelhante num jogo tão importante?

Sim, em outras ocasiões também nos apresentámos no campo do nosso maior rival longe da máxima força e a coisa até não correu mal. O inverso também é verdadeiro. O facto, porém, é que deveríamos/poderíamos ter feito mais para evitar esta presente situação de alto risco em que nos encontramos.

Há muito que esta situação deveria estar resolvida.
Já há mais de um ano que todos sabemos que Kléber não está pronto para jogar num clube como o nosso.
Por outro lado, Hulk já saiu há mais de 3 meses. Já Iturbe, nunca por cá verdadeiramente andou.
Há meses que se sabe que Atsu andará longe em Janeiro. E agora, ficamos com a certeza que Kelvin está mais do que verde.
Este problema deveria, na pior das hipóteses, ter ficado resolvido em finais de Dezembro para que, logo no início deste mês, já cá estivesse alguém novo e pronto a ser utilizado.

E que bom seria ter um Quaresma no nosso banco no próximo Domingo.

Que dizer de um jogo como o de ontem?
Que Jackson não apanhe nenhum resfriado nesta próxima semana, é o que mais fortemente desejamos.
Dá arrepios pensar que, caso necessitemos de dar a volta ao marcador no jogo da Luz, olharemos para o banco e o melhor que arranjaremos será um Defour ou um Castro.
Ou isso ou os nossos jovens da equipa B.
Os mesmos que não têm chegado contra oposição de uma divisão secundária.


57 comentários:

Miguel Lourenço Pereira disse...

Luis,

Precisamente por isso, sempre que leio algum amigo portista por aqui falar em ganhar a Champions League dá-me um genuíno ataque de risa. Este é um dos planteis mais curtos e fracos da história recente do FCP.

É um espelho da nossa conjuntura financeira, de uma época de transição, de um buraco imenso que há que tapar, de juros que há que pagar e do dinheiro mal gasto ou gasto em intermediários que não fazem mais do que alimentar o polvo que vive à custa do nome FCP.

No meio deste cenário, parece-me claro que o FCP deve lutar pelo título nacional mas que vai ser ainda mais difícil que no ano passado e que todos os que olham para o nosso plantel nos próximos meses o comparassem com olhos de ver com qualquer outro plantel de top europeu saberiam onde estamos realmente.

DC disse...

Se James não recuperar vai ser complicadíssimo! Embora acredite sempre na garra dos nossos jogadores não estou muito confiante para o jogo do próximo fim de semana.

Pedro disse...

Confesso que nao compreendo este pânico ou miserabilismo sempre que se fala do plantel. Aparentemente pouco falta para termos o pior plantel em Portugal, é tudo uma cambada de inúteis, sejam na equipa principal seja na equipa secundária.
Vendo o que foi escrito no inicio da época, presumo que deviamos estar a lutar pela manutençao, e se isso nao acontece, apenas se deve ao fantástico VP, ergam-lhe uma estátua, é sem dúvida o melhor treinador de sempre do Porto!!
Cumps

Louro disse...

É uma realidade nua e crua, a manta esta cada vez mais curta e a miserável exibição na 2ª parte do jogo de ontem , é a prova disso mesmo.
Pior que isso, é ver o rival com 15,16 jogadores capazes de serem titulares e nós nem um onze já conseguimos ter em condições de lutar pelos objectivos.
Sem James e Atsu, com Kelvin demasiado verde e varela a milhas do que sabe e deve fazer , ficamos de calças na mão.
Sai defraudado do jogo frente ao Nacional, ficámos demasiado a jeito e com o arbitro a marcar faltas atras de faltas contra o FCP , só não correu mal porque o adversário era demasiado fragil ao ponto de não ter feito um unico remate á nossa baliza!
Depois querem ver mais adetos no estadio?.. depois disto acham que tenho vontade de ver o jogo na quarta?
Venha o Quaresma e o Izmailov mas tragam um ponta de lança, senão vamos sofrer muitos dissabores até ao final da época!

Mário Faria disse...

Foi um jogo medíocre. A equipa não conseguiu disfarçar as debilidades de um plantel curto e de uma condição física longe da ideal, apesar do trio do meio campo se ter exibido a um bom nível. Aos laterais, ambos muito bons de bola, exige-se mais. Alex bem na primeira parte, perdeu fulgor e caiu a pique. Danilo : continuo a considerar que tem todas as condições para ser uma referência, mas tarda a demonstrá-lo : o último passe não sai, o remate é fácil mas raramente encontra a baliza e a defender tem mostrado deficiências que tenta disfarçar recorrendo à falta. Noto ainda nestes dois jogadores falta de concentração e uma aparente sobranceria, talvez para “esconder” a incapacidade de manterem um alto ritmo durante todo o jogo.
Com excepção de Martinez, o ataque esteve sem ideias e sem fulgor. James muito mal, deixou a ideia que ainda não estava em condições físicas para jogar. Não me admirei que se tivesse lesionado. Varela tentou esticar o jogo, mas em todo o encontro só me lembro de uma boa iniciativa que não seguiu o melhor rumo porque decidiu mal no último passe. Raramente conseguimos transições rápidas, e se não tivermos Martinez na área não temos mais ninguém. Lucho dá uma mãozinha porque lê bem o jogo e ainda é dos poucos que sabe aparecer nos espaços que se abrem.
Acho que Defour entrou bem e foi dos melhores no segundo tempo. Kelvin não sabe resolver contra equipas fechadas e parece viver na eterna dúvida entre optar pela iniciativa individual e o passe para o colega, que no FCP frequentemente sai demasiado lento e curto, o que facilita o acantonamento nas zonas nevrálgicas do jogo. Defour, repito, esteve bem no jogo e deu quase sempre bom seguimento às jogadas. Não se pode exigir-lhe que faça melhor que um ala, mas afinal qual foi o ala ou o lateral, dos cinco que jogaram, que fizeram melhor ?
Valeu a vitória e o alegre e ruidoso apoio dos SD. O resto do público vibrou com o golo a com a notícia da vitória sobre o SLB em hóquei em patins. Estava frio e a equipa foi incapaz de aquecer o ambiente.
Uma palavra final para Lucho. Embora tenha falhado alguns passes, teve uma entrega ao jogo exemplar. Uma outra para referir que a equipa do FCP não podia uma gata pelo rabo no final do jogo.

Amphy disse...

Tem de se gerir com pinças o processo Jackson, mas não compreendo como é que com tão poucos jogos o rapaz está todo roto. Ainda por cima aparenta ser um jovem atlético. Até o Lucho deve aguentar mais. Será uma preparação física deficiente?

No entanto acho que o Jackson ontem nem fez um grande jogo. Bom golo, boa tentativa de chapéu, mas pouco mais. Tentou trocar alguns passes com o Alex Sandro, mas quase pareciam remates, tal a força que levavam.

As boas exibições de ontem devem ficar apenas pelos defesas centrais. No entanto, foi uma vitória e são essas que nos trazem os títulos.

Efetivamente temos um plantel muito curto, mas acho que se não houver dinheiro não se devem cometer loucuras e não será o fim do mundo ter o banco recheado de jovens das escolas do clube. Aliás, esse deveria ser o paradigma habitual. O problema é que se calhar alguns dos que lá podiam estar, jogam fora, em clubes de média dimensão e podiam perfeitamente preencher o plantel. Mas na altura esse espaço estaria ocupado por outro tipo de jogador, mais caro. Lembro-me de Josué, André Leão, André André, Steven Vitória, Helder Barbosa, Paulo Machado, Vieirinha, Thiago Silva (este foi em jeito de graçola, que também foi importado).

Não digo que o que se fez não foi bem feito, porque os jogadores passam e ficam os títulos, mas agora tem de se pagar a conta e não nos podemos admirar se a fatura for a falta de quantidade de jogadores de qualidade.

Nicolau T disse...

Boas...

Eu não partilho da ideia que o FCP poderia ter adquirido melhores e mais jogadores. É verdade que o plantel neste momento não é muito vasto, mas se fossemos comprar por comprar, isso não resolveria nada, bem pelo contrário.

A venda tardia do Hulk (continuo a pensar que o FCP queria ficar com ele) levou a que a SAD não estivesse no mercado à procura de mais avançados, uma vez que Martinez, James , Hulk e Varela seriam, à partida, mais do que suficientes para lutar pelo título e passar aos oitavos de final da champions. Mesmo que o FCP perca na Luz, não acho de todo que o campeonato esteja já entregue, até porque o FCP ainda tem de receber o SLB na penúltima jornada do campeonato.

E se o FCP não for campeão? Acho que não vem mal nenhum ao mundo, porque o mais importante está "praticamente" garantido, isto é, passagem directa à fase de grupos da champions, garantindo assim os milhões de euros que tão necessários são.

Se o FCP está mal, será que o seu adversário (SLB) está assim tão bom? Será que também não têm apresentado problemas físicos nos últimos tempos? Será que estão assim tão ricos, que consigam adquirir jogadores valiosos? Honestamente penso que não e acho que o FCP tem condições para não perder no Domingo, até porque a defesa do FCP tem estado "certinha" e ontem Mangala fez, a meu ver, o seu melhor jogo desde que chegou...

Amphy disse...

Tem de se gerir com pinças o processo Jackson, mas não compreendo como é que com tão poucos jogos o rapaz está todo roto. Ainda por cima aparenta ser um jovem atlético. Até o Lucho deve aguentar mais. Será uma preparação física deficiente?

No entanto acho que o Jackson ontem nem fez um grande jogo. Bom golo, boa tentativa de chapéu, mas pouco mais. Tentou trocar alguns passes com o Alex Sandro, mas quase pareciam remates, tal a força que levavam.

As boas exibições de ontem devem ficar apenas pelos defesas centrais. No entanto, foi uma vitória e são essas que nos trazem os títulos.

Efetivamente temos um plantel muito curto, mas acho que se não houver dinheiro não se devem cometer loucuras e não será o fim do mundo ter o banco recheado de jovens das escolas do clube. Aliás, esse deveria ser o paradigma habitual. O problema é que se calhar alguns dos que lá podiam estar, jogam fora, em clubes de média dimensão e podiam perfeitamente preencher o plantel. Mas na altura esse espaço estaria ocupado por outro tipo de jogador, mais caro. Lembro-me de Josué, André Leão, André André, Steven Vitória, Helder Barbosa, Paulo Machado, Vieirinha, Thiago Silva (este foi em jeito de graçola, que também foi importado).

Não digo que o que se fez não foi bem feito, porque os jogadores passam e ficam os títulos, mas agora tem de se pagar a conta e não nos podemos admirar se a fatura for a falta de quantidade de jogadores de qualidade.

reine margot disse...

Só lutando por tudo, se poderá ganhar alguma coisa... E, é óbvio,que Champions é onde os jogadores mais gostam de jogar... Vamos ver se o esforço que fazem, não será diferente...

José Correia disse...

acho que o FCP tem condições para não perder no Domingo, até porque a defesa do FCP tem estado "certinha"

É isso, vamos acreditar no 0-0 e, quem sabe, pode ser que tenhamos sorte nas bolas paradas.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Reine,

É muito bonitinho esse discurso, eles podem esforçar-se mais do que contra o Estoril ou o Nacional, mas o valor real é imutável, está aí, e a profundidade de banco um mal necessário, especialmente para um projecto que está, forçosamente, em duas frentes.

Um clube para ganhar algo tem de ter um excelente onze e um bom banco, sem isso é quase impossível ganhar um título, quanto mais dois. Um jogador esforçado não é um jogador melhor e não faz, muito menos, multiplicar os peixes no banco de suplentes!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Pedro,

Não é por assinar comentários mais hipócritas e jocosos que automaticamente fará com que as pessoas se tornem cegas à realidade. A ironia é uma boa arma, especialmente quando a realidade nos deixa sem outra. O plantel do FCP é o que é, muito bom para a crua e deprimente realidade portuguesa, aceitável para o futebol europeu e insuficiente para ombrear com as super-potências a quem muitos adeptos sonham ganhar uma UCL.

O problema do FCP clube na sua gestão é consequência da sua realidade económica, ninguém pode pensar que temos um plantel curto e fraco porque temos tendências masoquistas, mas essas palas nos olhos aliadas a essa velha escola de bitaites oportunistas só demonstram que há adeptos para quem, joguem os melhores do mundo ou joguem onze mancos, está tudo bem!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Nicolau,

Passamos da escola do "vamos ganhar a Champions" a ponderar "e se não formos campeões"!

Parece-me muito bem, como raciocinio. Estamos todos muito mal habituados a ganhar tudo sempre e isso não é uma realidade matemática. Há anos que perdemos porque somos roubados e anos em que não somos melhores, há que saber viver com isso. A diferença com o SLB manifesta-se sobretudo em 3 linhas:
a) não têm os jogos da UCL onde, parece, alguns acham que somos favoritos.
b) têm uma formação mais preparada para tapar buracos pontualmente que a nossa (o que não quer dizer que a médio prazo sejam titulares indiscutiveis)
c) Venderam jogadores em posições onde lhes sobram agora alternativas (Matic, André Gomes, André Almeida, Bruno César) enquanto que nós vendemos o jogador que mais desequilíbrios fazia na Liga Sagres, o que torna o impacto no plantel menos evidente.

O problema do FCP não é comprar por comprar. É não ter comprado bem e ter vendido pior. É ter apostado em excesso em demasiados jogadores do mesmo perfil provocando razias noutras zonas do campo. É gastar dinheiro em comissões que pagariam outros jogadores para esticar a manta. E é, sobretudo, fazer tudo às últimas e depois queimar-se com o fogo.

Fosse Moutinho, fosse Hulk (um deles seria), o FCP não tinha alternativa para nenhum a 31 de Agosto. Assim não se pode ganhar muito!

Traficante de pneus disse...

Com todas estas (ou quase) mais valia publicarem uma sondagem por quantos golos seremos derrotados na Luz!!!
3-0;
4-0;
5-0;
Outro qualquer resultado acima de 5-0...

Tanto elogiam o plantel do adversário que se esquecem que tem suplentes a ganhar 100 a 200.000€ mensais.
Um dos primados deste blog é a denuncia das loucuras cometidas pela SAD portista...Querem suplentes a ganhar isso?
Entendam-se...

Pedro disse...

Hipocrisia??
Só se for por já nao se lembrarem do que disseram no inicio da época. Eu lembro-me perfeitamente, nem sequer uma dupla de centrais de jeito tinhamos.
Hipocrisia é achar que o problema se resume à falta de alternativas.
O problema nao é faltar um plantel ao nível de um Manchester City, para algum adepto pensar em poder ganhar a champions, o drama é parecer ser necessário ter um desses planteis para podermos fazer um bom espectáculos com equipas como o Beira-Mar ou Nacional.
O drama é que passado ano e meio, e 42 jogos para o campeonato os dedos de uma mao chegam e sobram para contar as boas exibiçoes da equipa, mas aparentemente ainda existem muitos adeptos que acham que tudo se resolve com mais este ou aquele jogador.

Claro que percebo perfeitamente que o plantel é mais curto e tem menos soluçoes que no passado, mas daí a pensar que é o pior plantel dos últimos 20 anos, como vocês dao a entender, também nao entro nesse exagero.
Ps. Já agora nao percebo essa sua obcessao com todos aqueles que nao concordando consigo, acusa-os automaticamente serem da "escola vamos ganhar a Champions". Eu pessoalmente acho que até o campeonato, com a competencia que temos revelado vai ser extremamente dificil, e mesmo pessoalmente nao sei se é o mais aconselhável.
PS1. É interessante achar que o Benfica vendeu jogadores para onde agora sobram alternativas. Porque será? Que estariamos nós a dizer se as nossas alternativas para o meio campo fossem Matic, André Almeida, André Gomes e Bruno César, a arrancar cabelos?

Nicolau T disse...

Caro Miguel,

Eu entendo e até partilho da sua preocupação em relação ao plantel, mas por outro lado entendo que o FCP não pode todos os anos efectuar avultadas contratações, porque pura e simplesmente não existe dinheiro para isso.. em 2010 o FCP efectuou um dos mais avultados investimentos na equipa (Danilo, Alex, Mangala e Defour) e que com certeza ainda andará a pagar a factura. Este ano o FCP limitou-se, basicamente, ao Jackson e para o próximo ano já investiu no jovem Reyes (grande defesa). Os jovens jogadores do FCP agora têm de crescer e ser alternativas credíveis, falo do Danilo, Alex, Mangala, Iturbe, Kelvin e Atsu e que se tudo correr como previsto, em 2/3 serão titularíssimos e mais valias garantidas... O que se vai perder pelo caminho não faço ideia, mas desde que o FCP continue a disputar todos os anos a champions eu já fico minimamente satisfeito..

Quanto aos intermediários eu não partilho da sua opinião.. O FCP consegue muitos jogadores devido a esses mesmos intermediários.. Se o "sistema" é perfeito, aí já a conversa é outra.. preocupa-me bastante mais o facto de em 2015/16 a UEFA proibir os chamados "fundos" que tanto ajudam os clubes portuguese a conseguirem jovens promessas desse mundo fora.

A venda do Hulk, para mim, foi um bom negócio... Por alguma coisa foi o maior negócio efectuado por um clube português.. Bem sei que o "pessoal" do SLB continua a falar do Witsel, mas com o R&C do SLB penso que ficaram esclarecidos...

Resumindo... Claro que não está tudo bem, mas também não me parece que as coisas estejam terríveis... O FCP está na luta com o SLB para a conquista do título e tem boas perspectivas para disputar a passagem aos quartos de final da Champions.. A ver vamos...

Daniel Gonçalves disse...

Agora penso que não terá sido boa solução dispensar o Janko, sabendo-se, no início desta temporada, que a alternativa a Jackson era Kléber e que na temporada passada o jogador brasileiro não esteve à altura, sendo necessário, no mercado de Janeiro, ir contratar o Mark Janko para o ataque era preferível - não se contratando outro avançado além do Jackson, e na eventualidade de uma venda do Hulk - termos mantido o austríaco no plantel, sempre era uma mais credível do que o Kléber, que ainda não cresceu a ponto de se tornar uma alternativa fiável para o onze titular.

Anónimo disse...

Quando analisamos o plantel do Porto com o do Benfica e tendo em conta o quanto ambos custaram de acordo com os R&C das respectivas SAD; chegamos há conclusão que o plantel do FCP custou bem mais que o do SLB.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Traficante,

Eu do Benfica não quero nem preciso de nada. O que vejo é uma aposta (forçada, como a nossa) na formação com melhores resultados porque os jogadores ou são melhores ou estão mais bem preparados do que os nossos.

De resto, não há na primeira equipa do SLB, um jogador que eu queira para a minha, posição por posição.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Nicolau,

Naturalmente que não estão. Aliás, estão iguais a Setembro. Foi nessa altura que eu disse que tinhamos uma equipa para consumo interno ao nível habitual, ou seja, para lutar pelo título. Entretanto muita malta, não toda, empolgou-se na Champions e perdeu-se um pouco a perspectiva.

Eu sei porque temos o plantel que temos, e porque o clube faz as apostas que faz. Outra coisa é que esteja de acordo nesse circo de intermediários e na péssima gestão financeira dos últimos 10 anos que nos levou a esta situação quando fomos um dos 5 clubes que mais dinheiro tem recebido de transferências do Mundo!

Eu continuo a dizer que o FCP pode ser campeão e chegar aos Quartos da UCL. Mas se formos segundos não me surpreenderia, as diferenças são minimas está época!

Anónimo disse...

Nova campanha anti/FCP.
A rtp devia ser privatizada...

Miguel Lourenço Pereira disse...

Pedro,

Naturalmente que o problema não é só esse, a qualidade de futebol tem sido mediana, salvo momentos pontuais. Mas com falta de opções esse problema é ainda mais evidente e sem o talento individual torna-se impossível mascarar as debilidades colectivas.

PS 1: Não acuso todos, e se não é o seu caso, peço desculpa. Mas é certo que ultimamente muito pessoal se tem empolgado com isso e gosto de lhes dar um toque de realismo ;-)

PS 2: O Benfica não vendeu jogadores porque sobravam alternativas. Vendeu porque estava obrigado, como nós a vender. E pagou o preço onde mais doeu, na UCL. Em Portugal os médios valem muito menos que na Europa porque 12 das 16 equipas jogam com o autocarro à frente da baliza. É perfeito para o quase 4-2-4 do JJ e nesses jogos tanto vale o Matic e o Almeida como o Garcia e o Witsel. No nosso caso, vendemos o jogador que abria a lata contra essas equipas, o que é bem pior para consumo interno, mas mantivemos consistência no colectivo. Por isso estamos na UCL e eles não.

Anónimo disse...

Concordo plenamente com o comentário do Pedro. Não nos podemos esquecer que o investimento efectuado no plantel do Porto é o mais elevado a nível nacional. Sò em dois defesas laterais foram gastos mais de 30 M. Da equipa da época passada sò saiu Hulk. Já os encornados venderam dois titularissimos do meio campo: Witsel e J. Garcia; O valor gasto no respectivo plantel é bem menor que do Porto e os dois maiores investimentos em jogadores foram o de Salvio (13M) e em Olá John (9M) ou seja ambos custaram quase tanto que o nosso LD. Afinal quem é que tem um plantel fraco!

Anónimo disse...

O seu comentário ilustra bem o que se passou no jogo contra o Nacional de tão fraco foi que aqui na Reflexão nem se deram ao trabalho de comentar o jogo. Agora dá que pensar como uma equipa tão folgada de carga competitiva não aguenta uma gata pelo rabo.

Anónimo disse...

Uma boa gestão é aquela que assegura o presente e projecta um futuro ainda mais ambicioso. Infelizmente estas últimas direcções sò pensaram nos seus feitos, esquecendo o futuro do FC Porto. Desta forma arriscamo-nos em poucos anos voltarmos a ser os "Andrades" de antigamente.

Pedro disse...

Veremos entao o que valem esses médios nos jogos que aí vêm, e nos quais eles podem, supostamente, fazer a diferença. Confesso que que o meu optimismo é muito reduzido, porque nao acredito que de repente a equipa passe a jogar bom futebol.
Sobre reforços, espero que nao venha ninguém (apesar de realisticamente pensar o contrário), porque se é para gastar mais 3 milhoes num qualquer Janko que chega cá faz meia dúzia de jogos, marca 2 ou 3 golos e vai embora no final da época nao sei se vale ser campeao para tudo se manter na mesma.

Anónimo disse...

Caro Miguel infelizmente há muitos que não conseguem ou não querem ver o que está bem á vista. Quem diz que basta analisar os R&C da FCP Sad e SLB Sad e afirma que o negócio Hulk foi melhor do que o do Witsel, ou está cego ou não sabe fazer contas. Quando fala que se contratou um DC para a próxima época quando estamos já há duas épocas há mingua de mais um PL ... Esta tudo dito.

Zefansa disse...

O nosso ataque é de facto muito debil, precisávamos claramente de um extremo de qualidade mais qualidade que varela ficando este ultimo como uma boa alternativa, e um ponta de lança com qualidade.

O nosso 11 titular é forte, e na defesa temos opções validas, resta esperar que do meio campo para a frente tenhamos a sorte de não haver lesões porque caso haja as hipóteses de perder pontos sobem exponencialmente.

Sendo um bocado controverso a lesão do james acho que não é mais critica por ser contra o slb porque nesse jogo jogando defour talvez não se perca tanto quanto se perderia em jogos mais fechados contra equipas que colocam o autocarro.

José Correia disse...

Traficante de pneus disse...
Um dos primados deste blog é a denuncia das loucuras cometidas pela SAD portista...Querem suplentes a ganhar isso? Entendam-se...

O Lima saiu do Belenenses para o SC Braga a custo zero, ou praticamente zero. Por que razão não veio para o FC Porto?
O Lima saiu do SC Braga para o slb por 4 milhões de euros (sensivelmente o mesmo que o FC Porto pagou pelo Kléber).
O Éder saiu da Académica para o SC Braga a custo zero.

Por acaso, o Kléber é melhor do que o Lima?
Por acaso, o Janko é melhor do que o Éder?

Nas contratações do Kléber e do Janko a SAD gastou 6,5 milhões de euros. Por muitíssimo menos, teriam vindo o Lima e/ou o Éder.

No início desta época, o FC Porto dispensou o Djalma, emprestando-o ao Kasımpaşa S.K.

Por acaso, o Kelvin é um melhor suplente do que o Djalma (que, se necessário, até faz a posição de lateral direito)?

Se, nesta altura, o plantel do FC Porto tivesse o Éder ou o Lima em vez do Kléber e se tivesse o Djalma em vez do Kelvin, a SAD portista não teria gasto mais do que aquilo que gastou, bem pelo contrário, teria era feito opções bem mais acertadas.

Anónimo disse...

Muito bem José Correia. Tocou num assunto que ainda não tinha visto ninguém tocar. a "dispensa" do djalma. Já na altura em que isso aconteceu, confesso que fiquei triste por achar que essa decisão foi das piores dos últimos tempos. Das poucas coisas que acho que Vitor pereira teve mérito no ano passado (ao nível da promoção dos jogadores) foi colocar djalma a defesa direito em variadas situações. Tanto na situação em estava a perder e o lançava para ter um defesa direito mais atacante, como nas situações em que também precisava de marcar e ele já estava em jogo e recuava para defesa direito. e meus amigos, pelo que vi, estava ali um verdadeiro ala direito capaz de fazer todo o corredor e com cortes de grande qualidade na defesa.

Juca

Carrela disse...

Anónimo6 de Janeiro de 2013 23:47


O FCP esta época que eu saiba INVESTIU APENAS 8,8M em Jackson, TUDO o resto já lá estava!!!

O clube do regime, esse sim, investiu 13M em Salvio, 9 em Ola, 4.5 em Lima

E nós é que investimos mais??? Que tristeza...

Danilo + Alex Sandro é: 17.8+9.6, pelo menos estes foram os valores oficiais, o que dá 27.4, ORA ISTO É MAIS DE 30M?????

Franco Baresi disse...

Penso que há mais alternativas para o meio campo, assim queira o treinador: Alex Sandro pode jogar a médio ala ou interior esquerdo; Danilo pode jogar nas mesmas posições na direita e ainda a trinco. Assim queira, repito, VP. Mas para isso não devíamos dispensar Miguel Lopes. Mal, mal, mal estamos é de pontas-de-lança - só temos um! Onde e quando é que eu já vi isto? Ah, foi na temporada passada...

Anónimo disse...

Do anónimo de 6 de janeiro

Caro Carrela o que eu escrevi é que olhando para os planteis actuais do Porto e Benfica e tendo em conta quanto custou cada jogador; o investimento e custo do plantel do FCP é bem mais elevado que o do SLB e é simples de constatar tal facto, basta analisar os respectivos R&C das respectivas SAD`s.

Também se pode constatar que a massa salarial do plantel do FCP é a mais elevada em portugal.

E que o Danilo custou com as ditas comissões 18 Milhões e o A.Sandro 13M; o que feitas as contas dá o valor de 31 MILHÕES DE EUROS; logo menos que os 27,4M que o SLB pagou por Salvio e Ola John.

Um abraço.

Anónimo disse...

"O Lima saiu do SC Braga para o slb por 4 milhões de euros (sensivelmente o mesmo que o FC Porto pagou pelo Kléber)."

Para ser mais preciso e tendo em conta o que foi divulgado no R&C da SAD; o FCP comprou 70% do passe de Kléber por 3.560.000 Milhões e mais 665.400 euros em comissões o que custou o total de 4.225.400 Milhões.

Em conclusão 70% de Kleber custou mais 225,400 mil euros ao Porto que os 100% de Lima ao Benfica.

Infelizmente e pelos vistos a compra de Lima não dava a ganhar comissões aos habituais abutres como deu o Kléber... assim em vez de LIMAS teremos sempre KLÉBERS.

Anónimo disse...

ó senhor baresi. o caso é mais grave. o alex sandro e o danilo podem jogar no meio campo??? e depois quem é que joga na defesa? o quinones?

Franco Baresi disse...

Miguel Lopes, Mangala, Ba, Maicon, Emídio Rafael, Otamendi... Depende do adversário. E não é preciso jogarem os dois no meio campo ao mesmo tempo.

Duarte disse...

Tu és o "portista de Coimbra". Pensas que enganas quem? Mete-te na vida do teu clubezeco que está à beira da falência e não fosse ser a instituição do regime, a esta hora estava a lutar pelo título, mas era com o Belenenses e, se calhar, nem isso.

Duarte disse...

Sinceramente, até quando é que o Reflexão Portista vai continuar a admitir a vinda de benfiquistas anónimos no blogue? Eu nem me importo que eles venham para poderem ser vergados pelos nossos argumentos, mas que se assumam caramba! Chico-espertices é que não.

Caro benfiquista, presumo que o empresário do Witsel trabalhe de graça, como todos aqueles que trabalham para o clube do regime e, como tal, comissões é coisa que não existe por aí.

Nicolau T disse...

Caro anónimo,

O FCP encaixou com 80% do passe do Hulk, 40 milhões de euros. O SLB com a venda de Javi, Witsel, e outros dois que não me recordo o nome, encaixou cerca de 44 milhões de euros.

Continua a pensar que o Witsel foi melhor? Para mim não foi.. E pelos vistos quem não sabe fazer contas é o anónimo...

Quanto ao PL... O FCP investiu forte no Jackson e o investimento revelou-se bem efectuado, porque o jogador está adaptado ao futebol portista.. Acha que o FCP deveria investir outros 10 milhões na compra de outro PL titular? O FCP deve investir num PL mais "fraco" em termos económicos e que consiga ser um bom suplente.. Claramente o Kleber não o é... Mas se sabe de um bom PL a bom preço, é favor iluminar-nos com a sua sapiência...

José Rodrigues disse...

O Rafael já foi embora, de borla para o Braga.

No comments

miguel_canada disse...

"Lá está este a repetir a mesma lenga lenga" dirão vocês... Pois estou, digo eu.
A GESTÃO DO PLANTEL DO FCPORTO (ACTIVOS DA SAD) É FEITA PARA O MERCANTILISMO, PARA O NEGOCIO, PARA A COMISSÃO! NÃO É FEITA A PENSAR NAS NECESSIDADES DA EQUIPA! PONHAM ISTO NA CABEÇA DE UMA VEZ POR TODAS!
Obrigado.

Anónimo disse...

Caro Nicolau o que eu quero é que o Porto ganhe e que seja bem gerido. O primeiro ponto tem sido cumprido a preceito, já o segundo não, como é sabido e divulgado nos R&C da Sad. Quanto ao negócio de Hulk, na minha opinião foi um grande negócio, mas substancialmente inferior ao de Witsel. Porquê? É que os 80% de Hulk custaram cerca de 20M e foram vendidos por 40M, gerando uma mais valia de um pouco mais de 20M; já Witsel custou 7,5M e foi vendido pelos mesmos 40M, o que gerou uma mais valia de 32,5M. Aliás como o Nicolau referiu e bem no seu último comentário: Witsel e JG deram uma mais valia de cerca de 44M (11,5M é referente a JG). Está tudo muito bem explicito nos R&C das respectivas Sad's.

Abraço

Anónimo disse...

Quanto ao PL penso que é unanime que desde a época passada com a saída de Falcao que era necessário encontrar um substituto altura, mas também um PL para o banco, pois jã se viu que Kleber não serve. O substituito foi encontrado este época com a vinda de Jackson; o suplente deveria ter sido Lima. Agora quem investe 11M num DC para a próxima época, na minha opinião deveria investir esses 11M já esta época num PL.

P.S: já reparou que o investimento no Reys foi mais elevado que aquele que foi realizado no Jackson. Um é DC outro é PL

Anónimo disse...

miguel canada infelizmente o que escreve não é lenga lenga nenhuma é a mais pura das verdades. Fica aqui para todos lerem uma noticia saida no jornal record de 05 de Janeiro de 2013 referente a outra que saiu num jornal Belga e que reforça bem o que escreveu.

"A alegada intervenção de Luciano D’Onofrio na transferência de Defour e Mangala do Standard Liège para o Dragão é um dos atos de um novo foco de polémica envolvendo o antigo empresário e dirigente desportivo que eclodiu na imprensa belga. A revista “Sport/Foot Magazine” garante que, mesmo estando legalmente impedido de o fazer devido à condenação a prisão efetiva em França na sequência do caso das contas do Marselha, D’Onofrio continua a mexer os cordelinhos em várias negócios, tendo sido associado não apenas à vinda do central e do médio para o FC Porto, mas também de Witsel para o Benfica e Franky Vercauteren para oSporting. Aliás, na sequência do que já havia sido publicado em 2011 pelo jornal “Le Soir”, e replicado em Portugal, D’Onofrio é identificado como sendo o verdadeiro mentor da SOCIEDADE ROBI PLUS, encabeçada pelo seu sócio Maurizio Delmenico, Á QUAL A SAD AZUL E BRANCA CEDEU, SEM QUALQUER CONTRAPARTIDA, 10 % DA RECEITA LÍQUIDA DE UMA FUTURA TRANSFERERÊNCIA DE MANGALA E DEFOUR. O FC Porto comunicou esse facto à CMVM na mesma altura em que anunciou a venda de 33,3 por cento do passe de cada um dos ex-Standard, a troco de 5 milhões de euros, à Doyen Investments. Atualmente, os azuis e brancos detêm 56,7 por cento de cada um dos jogadores. A sua compra custou 12,5 milhões de euros, acrescidos de 2,87 MILHÕES EM COMISSÕES SEM CONTAR COM OS TAIS 10% CEDIDOS A D´ONOFRIO pela sua participação na operação e que, a preços de mercado, poderão valer 2,5 milhões de euros, segundo relata a imprensa belga"

Nicolau T disse...

Caro anónimo,

Eu referi que o Benfica recebeu 44 milhões pelos 4 jogadores que vendeu. Não falei em mais valias nenhumas... por isso é que comparei os 40 milhõs do Hulk... Até porque, que eu tenha visto, o Benfica não apresentou o valor das transferências em mais valias...

Quanto ao Reyes o caro anónimo volta a estar enganado. o FCP comunicou à CMVM que o preço total foi de cerca de 9 milhões de euros... É melhor rever as suas fontes ou então ler os comunicados e R&C com mais atenção

Anónimo disse...

Caro Nicolau com todo o respeito que me merece, mais uma vez mostra que quem não sabe ler os R&C é o senhor. Uma coisa é a data de alienação de direitos de atletas e o respectivo montante a receber e outra é a data em que esses montantes entram nas contas (R&C) e outra são as mais valias geradas com o negócio em questão. Sem querer ser muito exaustivo e só tendo em conta o último R&C da SLB SAD, pois pelos vistos as minhas observações em relação ao último R&C da FCP SAD não estão em causa; passo a informar que na pag. 24 do RC SLB SAD vem descrito que a alienação de 100% de Witsel (40M), J.Garcia (20M), Yartey (1,5M), Capedvilla (500m) e 80% de Emerson (1,6M) originaram uma receita (não confundir com mais valias) de 63.600,000 de euros e não os 44M que o Nicolau escreveu; esses 44M são referentes as mais valias da venda de Witsel e JG (60M de receita) como lhe referi, mas por exemplo neste último R&C só entram 20M de Witsel, pois os outros 20M só vão entrar num próximo RC conforme o plano de pagamentos acordado entre SLB e Zenit. Tal e qual como acontece com as verbas a receber pelo FCP em relação a Hulk que ainda são mais espaçadas no tempo.
Mas é por estas e por outras que a grande maioria dos portistas são apanhados de surpresa com as excelentes análises que aqui na “Reflexão Portista” em relação aos R&C da FCP SAD.

Anónimo disse...

Caro Nicolau,

Só para complementar e retirado do R&C da SLB SAD pag25 e para o Nicolau entender melhor como se processa um R&C.
O SLB até 30 de Setembro de 2012 recebeu 45.362.988 dos 46.638.896 previstos da venda de atletas, mas parte desse valor ainda tem a ver com a transferência de Di Maria e F.Coentrão para o RM por ex.
“A 30 de Setembro de 2012, os principais valores da rubrica de clientes referentes a vendas de atletas dizem respeito às alienações dos direitos desportivos dos jogadores Witsel para o FC Zenit, Di María e Fábio Coentrão para o Real Madrid, Roberto para o Real Zaragoza, Éder Luis e Fellipe Bastos para o Vasco da Gama e Capdevilla para o Espanyol. Adicionalmente, esta rubrica inclui o montante que a Benfica SAD tem direito a receber do Atlético de Madrid no seguimento da venda do alteta Reyes que o mesmo realizou para o Sevilha em Janeiro de 2012. A 30 de Junho de 2012, o saldo com o Atlético Mineiro está relacionado com a transferência do atleta Patric.”
Pag 25 último R&C da SLB SAD; onde vem o valor respectivo por jogador e entidade pagante.

Abraço.

P.S:Não se esqueça que o valor acordado com a venda só efectivo quando pago e é este que entra nos R&C... o resto são previsões e provisões.

Anónimo disse...

"Quanto ao Reyes o caro anónimo volta a estar enganado. o FCP comunicou à CMVM que o preço total foi de cerca de 9 milhões de euros... É melhor rever as suas fontes ou então ler os comunicados e R&C com mais atenção"

Caro Nicolau com este paragrafo só mostra que fala do que não sabe.

A última comunicação da FCP SAD á CMVM foi a seguinte em 28-12-2012: http://www.fcporto.pt/IncFCP/PDF/Investor_Relations/FactosRelevantes/ComunicadoResultados1T12.pdf

Também deveria saber que um negócio de abaixo de 15M não é obrigatorio informar o mercado e a CMVM de emediato (será através do R&C respectivo); logo o negócio REYS foi oficializado pelo FCP por um simples comunicado á C. Social mas não através de um comunicado á CMVM como é obrigatório em transacções iguias ou superiores a 15 Milhões de euros. (bem pode procurar o dito comunicado no site da CMVM que não o encontra)

O que passa é que fontes do AMERICA falam num negócio que lhes deu a ganhar uma verba de cerca de 9M, logo como se sabe e é habitual há uns anos na FCP SAD, esta normalmente paga umas belas comissões associadas quer na venda quer na compra e que em valores inferiores a estes é normal pagar cerca de 15 a 20% de comissões no minimo... agora, basta fazer contas e logo se chega ao valor de cerca de 11M não oficial, que é o unico que se sabe, pois o real só será desvendado no R&C respectivo.

Também o informo que os comunicados á CMVM só são referidos os valores pagos pelo jogador e não a soma desta verba com as ditas comissões e outros custos. Foi assim na compra de Danilo que foi oficializada em comunicado junto da CMVM por 12M e depois com o R&C soube-se que custou com comissões os cerca de 20M.

Abraço.

Nicolau T disse...

O caro anónimo não deve ler as mesmas coisas que eu...

R&C do 1º trimestre 2012/13 do SLB página 6, existe uma tabela muito interessante onde aparece uma rúbrica onde se pode ler "proveitos com transacções de atletas" e à frente aparece o valor de 30,4 milhões de euros.

Na página 5 do mesmo relatório aparece descriminada a vendas dos jogadores: Javi (20 Milhões), Witsel (40 M), Yartley+Capdevila+Emerson (3,6 M) o que somado da 63,6 milhões de euros. no parágrafo seguinte aparece que o SLB gastou em contratações 18,1 milhões de euros.. Logo, a diferença é de 45,5 milhões...

Então qualquer coisa está mal... É que de 45,5 para 30,4 vai uma diferença de quase 15 milhões de euros... Claro que esta diferença é a que era devida às diferentes partes envolvidas nos negócios e aos intermediários... E se aos 30,4 tirarmos o preço que o Benfica pagou pelo Javi, Witsel, Yartley, Capdevilla e Emerson, aí sim saberemos qual foi a mais valia obtida...

Quanto ao Reyes continuo na minha.. Mas também não +e por aí que a gente se "chateia"..

José Rodrigues disse...

"Também deveria saber que um negócio de abaixo de 15M não é obrigatorio informar o mercado e a CMVM de imediato"

Ai devia?

Isso e' um disparate. Nao existe qualquer fasquia monetaria q obrigue a SAD a comunicar 'a CMVM, apenas o q julgar serem "factos relevantes".

Alem disso vai para ai' uma confusao no q diz respeito ao que e' "reflectido" ou nao no R&C no q diz respeito a vendas (e compras)... e' q cada venda e' de facto reflectida de duas formas diferentes: uma para a demonstracao de resultados (mais valias no caso de vendas, custo anual de amortizacao do passe no caso das compras); outra no balanco contabilistico i.e. activo, passivo e capitais proprios (onde o prazo de pagamento das compras e vendas faz diferenca no "curto vs longo prazo").

Anónimo disse...

Caro José Rodrigues em relação á confusão que por aqui vai tem toda a razão e também faço mia culpa; só que é dificil em poucas linhas e com pouco tempo tentar explicar melhor as várias rubricas etc... de um R&C a alguém que fala sem saber bem do que fala. E não conseguir entender que na minha opinião as mais valias geradas com Witsel foram bem mais que as realizadas com Hulk.

Quanto a sua 1ª parte do seu comentário, foi recentemente decidido pela CMVM que em relação ao negócio futebol e pelas suas especificidades de segredo de negociação etc.. que negócios abaixo dos 15M não é conciderado um acto relevante, dai o FCP não ter comunicado a compra e o valor pago por Reys á CMVM por exemplo (ao contrário que o Nicolau afirma); já o mesmo tinha acontecido em relação a Sálvio e Ola John, em que a SLB SAD nada comunicou.

Um abraço.

P.S: E quando quiser coloque a colher na sopa; pois quem acrescenta mais sabedoria ao debate é sempre bem vindo e ajuda a todos a compreender um pouco mais esta matéria tão densa para tantos de nós.

José Rodrigues disse...

Bem, q o slb fez (consideravelmente) mais valias com o Witsel do q nós com o Hulk é um facto, fruto do muito maior investimento q nos fizemos no passe. Porque motivo fomos buscar o Defour e não o Witsel é um mistério se os nossos olheiros são tão bons como dizem, mas isso já é outra história.

Quanto aos 15M só se for mesmo uma coisa muito recente. No entanto devia haver noticia sobre isso e não vi lado nenhum, incluindo o site da CMVM: importa-se de passar a fonte da noticia?

Nicolau T disse...

Caro anónimo,

Não vale a pena a "gente" se aborrecer por causa destes assuntos... Eles é que o ganham... E fico feliz por o caro perceber de R&C..

Cmpts e bem haja

Anónimo disse...

Caro José vou tentar encontrar essa informação; na verdade tomei conhecimento através de uma noticia especializada aquando das contratações de Olá John e Salvio pelo SLB e os valores não foram declarados á CMVM.

Caro Nicolau não estou nem fiquei aborrecido; Eu até gosto ter uma boa discussão desde que seja
construtiva e esclarecedora para todas as partes, incluindo eu próprio. E que não se ofenda a dignidade de ninguém, como foi o caso.

Um bem haja para os dois.

Manuel disse...

O Danilo e o Alex custaram cerca de 28M€. Juntem-lhes os 11M€ do Reyes. Mais o que custou o Mangala e o Otamendi e terão 50M€ em 5 defesas.

Manuel disse...

A razão pela qual o Porto se tem desfeito de jogadores e tem neste momento um plantel curto é devido ao facto da direcção querer diminuir os custos de pessoal rapidamente pois são muito elevados para os proveitos que o clube tem:

Leiam isto, retirado de um estudo sobre os clubes, feito por um professor catedrático:

"Benfica o único que cumpre
Em 2011/12, a SAD do Porto teve proveitos operacionais de 49,7M€, o Sporting de 40,8M€ e o Benfica de 91M€. Em salários o Benfica é o único que cumpre a recomendação da UEFA, do fair-play financeiro. O Benfica gastou 61%, o Porto 94% e o Sporting 104% dos proveitos operacionais."

José Rodrigues disse...

Achei piada ao "professor catedratico" (pelos vistos anonimo), como se isso desse maior credibilidade ao comentario... e' catedratico em aspectos economicos do futebol?

Para catedratico cometeu um erro basico... os proveitos operacionais da SAD do FCP segundo o R&C foram de 72M, nao 49.7M. Uma "pequena" diferenca... Esses 49.7M veem de ONDE?

Alem disso a comparacao FCP vs slb nao e' "apples to apples", pq ha' tipos de receita que entram na SAD do slb mas nao na SAD do FCP (indo antes para o FCP ou EuroAntas).