quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013

71 horas e 45 minutos

"Quem fez a lei definiu uma precisão à hora e não ao minuto. A partir do momento em que a precisão é a hora, 71 horas e 45 minutos são 72 horas"
Armando Leitão, professor na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP)



62 comentários:

Joao Goncalves disse...

Mas é óbvio que não vamos ser castigados... bastou para isso o Benfica ser apanhado numa infracção semelhante...

Anónimo disse...

É lamentável surgirem este tipo de desculpas inacreditáveis. Nem quero imaginar a quantidade de exemplos da vida no dia a dia se existissem sempre estes arredondamentos. Por exemplo se no meu contrato de trabalho diz que é de um ano, então eu assumiria que poderia trabalhar até ao máximo de um ano e meio (intervalo aberto). O josé correia nem teceu qualquer comentário e bem.
joão, o benfica não foi apanhado numa situação semelhante porque esses jogos de que se fala são ambos da equipa principal. As regras são claras e dizem que para existir infração os jogadores teriam de jogar pelas equipas A e B num espaço de tempo inferior a 72h.

Juca

Costa disse...

Ó Antónimo,

Não é:
jogar pelas equipas A e B num espaço de tempo inferior a 72h

É:
jogar pelas equipas A ou B num espaço de tempo inferior a 72h

Vai ler a lei.

Como disse o João Gonçalves, estamos nas meias...

to13 disse...

Sr. Juca, é benfiquista? Se sim, porque a preocupação nos arredondamentos? Se o Porto for excluído da prova é o Benfica repescado ou o Setubal? Não consigo entender a sua preocupação.

Falando da teoria do Sr. Leitão, é mais do que normal que cada pessoa tenha interpretações diferente dos regulamentos e é normal que vão tentar encontrar falhas no mesmo.

Em relação a situação do Benfica penso que não faz qualquer sentido. Mesmo que fosse um caso igual ao do Porto acho que se devia seguir a tradição do colinho e excluir apenas o Porto e manter o Benfica, é que sinceramente já me habituei a eles serem constantemente levados ao colo.
Eu até proponho outra coisa, no inicio da época ofereçam a taça ao slb e assim poupam os adeptos desta tão mal estruturada competição.

Pi disse...

Os regulamentos são para cumprir, estão claramente definidos, e não são para serem ajustáveis e e moldáveis em função de algo. O FCP é o prejudicado como é óbvio, mas é o verdadeiro culpado de o ser prejudicado. Não é a Liga, não a FPF nem é ninguém. O FCP deveria na minha perspectiva inclusive, visto que não há nada mais em jogo que o troféu em si, fazer um "MEA Culpa" e assumir publicamente que a houve um erro e afastar-se por iniciativa própria da taça da Liga. Em vez de se andar com folclore e assim além de mostrar um comportamento ímpar e único em Portugal, mostrava-se que somos diferentes e muito melhores.... saudações portistas

Andre Correia disse...

Este professor tem toda a razao é pena que a liga esteja entre o intervalo da burrice e da estupidez......e nao tenha a capacidade de entender uma analise tao simples quanto esta..

alex disse...

Ninguém recebe ao ano! Recebe ao mês, e só recebe os dias trabalhados etc.

Sérgio disse...

As regras são claras? Onde?

1. Qualquer jogador apenas poderá ser utilizado pela equipa principal ou equipa “B”, decorridas que sejam 72 horas após o final do jogo em que tenha representado qualquer uma das equipas, contadas entre o final do primeiro jogo e o início do segundo.

CLARAMENTE não há aqui nenhuma destinção se é por uma no primeiro jogo e por outra no segundo.
Diz que se representar uma das equipas não pode jogar por nenhuma das equipas antes das 72 horas.

miguel disse...

Como Portista gostaria de ver mudado o paradigma do meu Clube, aqui está uma boa oportunidade para fazer mea culpa e não tentar arranjar bodes expiatórios, teorias da conspiração e etc. tão famosas na nossa administração.
O regulamento é claro, não queiramos entrar por campos menos limpos,como infelizmente já se assistiu noutras situações

Anónimo disse...

Alex, você não sei mas eu recebo um salário, e é sempre o mesmo independentemente dos dias úteis que cada mês tem. ou seja recebo ao mês. mas por esta ordem de ideias posso dizer que recebo até mês e meio (com intervalo aberto).
to13, sou portista. mas não sou advogado do porto. não procuro a argumentação mais ridicula que encontrar só para defender o meu clube.e estes argumentos só prejudicam a imagem do clube.
no entanto peço desculpa porque se calhar interpretei mal a lei, se calhar o benfica pode mesmo ter infrigido as regras. não sei.

juca

alex disse...

Será que, sendo as regras para cumprir, o FCP perde 2 a 3 pontos na Taça da Liga e o Benfica 2 a 3 pontos na Liga Zon Sagres?

Joao Goncalves disse...

Portanto Sérgio... a regra é clara.

Tem de haver um intervalo de 72 horas depois de jogar por qualquer uma das duas.

Onde a regra é omissa é onde é que isso pode acontecer.

Se até este ano, um júnior podia jogar no seu campeonato e estar 56 horas depois convocado para um jogo da equipa principal sem restrições, pois tratam-se de duas competições que não são similares nem tem nada a haver uma com a outra o que mudou este ano?

Quando uma equipa B está impossibilitada de disputar uma taça de Portugal e uma taça da liga obviamente esta regra não é aplicável.

Esta regra existe para evitar que os jogadores da equipa A e B que disputam e podem influenciar o campeonato nacional, possam jogar pelas 2 equipas no mesmo fim de semana.

Quando se faz a lei esqueceram-se de acrescentar na regra das "72 horas" o "de uma competição em que ambas as equipas (A e B) se encontrem inscritas".

Com este anexo, tudo estava esclarecido.

José Correia disse...

Está a pôr em causa a idoneidade e/ou a competência cientifica do Professor Armando Leitão?

Mas, por acaso, você conhece o Professor Armando Leitão?

Se não o conhece, por que razão é que acha que isto é uma manobra da Administração do FC Porto e, pior ainda, por que razão acha que o Professor Armando Leitão se prestaria a tal?

Mário Faria disse...

Não percebi a mensagem de Pi. Ainda que seja portista, não significa que o seu entendimento sobre a questão em causa seja pertinente e a sua crítica corajosa. Nem uma coisa nem outra, na minha perspectiva.
É óbvio que os regulamentos são para cumprir, mas estes não estão claramente definidos. Se assim fora o “crime” cometido já tinha sido julgado e o FCP condenado. Se o julgamento público contasse, se não tivéssemos direito a recurso e feito valer os nossos direitos, tínhamos sido condenados pelos tribunais e pelo TAS, e não fomos. Estivemos na CL, lembra-se ? Os julgadores têm que fazer prevalecer a lei, os acusados têm direito á defesa, que não devemos prescindir em qualquer caso, nem que seja para uma melhor clarificação (alteração) desta regulamentação sem jeito.
O FCP ainda nada disse. Apenas se têm ouvido algumas vozes do universo portista, mas a SAD entregou o caso ao seu departamento jurídico e ainda não fez qualquer declaração, o que é um direito que lhe assiste e com o qual concordo.
Entretanto deram à costa uma série de outros casos. Até lá o silêncio é de oiro. É tempo dos acusadores.

Sérgio disse...

João Gonçalves,

Se quisermos ir mais fundo na análise, o ponto que eu inseri no meu comentário é o ponto 1 do artigo 13º do anexo V que tem como título: "REGULAMENTO DE INSCRIÇÃO E PARTICIPAÇÃO DE EQUIPAS “B” NA II LIGA POR CLUBES DA I LIGA".

Até por aqui se pode inferir que apenas seria para jogos da liga (I e II) e não da taça da liga.

E quando eu referia que a lei não era clara estava a referir-me à intrepretação da mesma por algumas pessoas. Se calhar isso não ficou claro no meu comentário. ;)

Anónimo disse...

José Correia, acho que ninguém questiona isso. Mas se calhar o professor abusou da sua parcialidade portista. Senão repare, porque não sugeriu o arredondamento por truncatura?

José Rodrigues disse...

"Competência cientifica"? Por amor de Deus, os níveis de conhecimento ao nível de matemática necessários para esta questão são ao nível da escola primaria. A opinião do Armando Leitão conta nisto tanto como a de qualquer um de nós, fico admirado de o ver num jornal nacional com direito a foto e tudo (pelo menos neste assunto).

Já agora ele foi meu professor e é um gajo muito porreiro (até porque nao só deu-me uma nota alta a Estatística, como é um portista do mais ferrenho q há :-)

José Rodrigues disse...

Por muito q eu queira q a Liga nos dê razão, nao me parece q o argumento tenha pernas para andar. É q pela mesma lógica e como comparação, um atleta suspenso durante um jogo de andebol podia entrar passado 1 min e 31 segundos, já q o regulamento diz "2 minutos" e nao "2 minutos e zero segundos"...

Duarte disse...

Certo José Rodrigues, mas também se reparar quando se marca um golo ao minuto 83:41, por exemplo, nos dados finais do jogo (disponibilizados pela Liga) esse golo aparece como tendo ocorrido ao minuto 84.

alex disse...

Não me parece que do ponto de vista do FCP a questão se prenda com continuar ou não na Taça da Liga. Gostava de saber se o jornal A Bola levantou a lebre no que respeita ao FCP antes ou depois das denúncias que acusam o Benfica de violar os regulamentos. Quanto à pretensão de sermos diferentes, puritanos, quero lembrar, aqui, que após 18 anos sem que o FCP vencesse um campeonato nacional, José Maria Pedroto emitiu a opinião de que devíamos deixar de ser parolos... Como é que é possível ultrapassar as autênticas trafulhices que estão a ser praticadas, às claras, em benefício do clube grande de Lisboa?

Felisberto Antonio Oliveira Costa disse...

Simplificando:
Um inglês diz "encontro às 15 horas". Ás 15 horas em ponto, o inglês aparece!
Já o francês aparece ás 15.10!
O portuga, feito pontual aparece ás 16 horas, ainda cheio de razão, reclamando contra o mundo, jamais contra ele!!!!
Por isso essa do FC PORTO ser eliminado por uns miseros 15 minutos não dá vontade de rir. Mete dó!!!!!

P.S. Senão vejamos o caso da justiça! Há quanto tempo foi o caso e ainda não foi dado o veredicto!!!!!! Mas como é o azul-e-branco, far-se-á jurisdição, vão ver!!!!

HULK 11M disse...

"A Comissão de Instrução e Inquéritos anunciou, esta quinta-feira, o arquivamento do auto dos processos disciplinares instaurados a Benfica, Marítimo e Sporting, por alegada utilização irregular de jogadores.
No que diz respeito aos processos que tinham sido instaurados a Sporting e Marítimo, a Comissão de Instrução e Inquéritos considerou que nos jogos em causa não se aplicava a proibição de utilização de qualquer jogador num prazo inferior a 72 horas.
Já no caso do Benfica, a referida Comissão considerou que não existe ilícito quanto à utilização Salvio, Ola John, Lima, Aimar e Jardel nos jogos dos encarnados frente a Estoril e Académica, uma vez que a proibição de jogar num prazo inferior a 72 horas refere-se apenas aos jogos disputados pelas equipas B."
Alguém me pode explicar qual a diferença para o caso do FCPorto?

José Rodrigues disse...

Não é a mesma coisa.

No caso em discussão e nos exemplos comparativos q dei estávamos a falar de uma DURAÇÃO de tempo (suspensão), no seu exemplo estamos a falar do tempo em si como um dado pontual (em q as aproximações são irrelevantes, seja para cima ou para baixo).

Olhe, Se eu quiser sair da minha empresa tenho q dar x semanas de aviso com antecedência. Se eu anunciar numa segunda feira as 11h da manha, se a empresa quiser eu sou obrigado a trabalhar até às 11h de 2a feira "x" semanas depois, nao há arredondamentos possíveis (mesmo q a lei só diga "x" semanas, nao y dias ou z horas).

Mas os 2 exemplos q dei deviam ser suficientes, ninguém no seu perfeito juízo vai argumentar q no andebol o jogador pode entrar ao fim de 1'31" ou no futebol na 2a parte do 2o jogo tendo sido suspenso por 2 jogos.

José Rodrigues disse...

Alias, no exemplo acima de aviso prévio de "bater com a porta" no emprego nem era uma questão de horas, era uma questão de dias (se fosse arredondar à semana completa mais próxima, podia dar o aviso numa 3a feira e sair numa 6a feira (2 dias úteis antes de prescreverem as tais x semanas), o q manifestamente nao é o caso.

O mesmo com avisos de greve (q estão na moda em Portugal), já agora.

José Rodrigues disse...

Não é uma questão de ser parolos, é uma questão de nao defender argumentos espatafurdios.

Isto do arredondamento é como se num pénalti contra o FCP por mão na bola eu quisesse argumentar q a bola só tocou no cotovelo quano ficou bem claro nas imagens q houve contacto entre a mão e a bola (se foi intencional, já é outra discussão). Sou ferrenho e quero defender os nossos interesses mas nao vou defender argumentos espatafurdios.

Neste caso argumentem os dois pesos e duas medidas, argumentem q o espirito do regulamento era mais ou menos 3 dias e nao o q está escrito, ou outra coisa qualquer... arredondamentos matemáticos é q é andar a gozar com um gajo (mas se a Liga for suficientemente lorpa para o aceitar, óptimo).

ℕℯℓsση ℳαcℎα∂σ disse...

Só não entendo é o preciosismo da Liga neste pormenor (15 minutos numa contagem de 3 dias) e o FC Porto não ter o mesmo comportamento com eles.
Onde está o processo à Liga por aplicação de um castigo errado (por excesso) ao dois dos jogadores do FC Porto na época 2009/2010?
Isso sim seria de se levar até ao fim, doesse a quem doesse. E isso não seria um preciosismo porque foi algo bem mais grave que um qualquer "quarto de hora académico".

Miguel Lourenço Pereira disse...

Tudo isto está a chegar a níveis da mais profunda idiotice.

A culpa parte de um regulamento que não é claro, como sempre passa em Portugal, que permite suspeitar que esse tal regulamento não é aplicável numa prova onde nem estão as equipas B ou juniores. No entanto nenhuma entidade oficial, como passa em qualquer lado, se apressou a clarificar essa realidade porque nem eles a sabem.

O FC Porto cometeu um erro profundamente infantil. Profundamente infantil, de equipa de distrital, de equipa de bairro. Não se pode estar ao mais alto nível a pensar em arredondamentos idiotas e desculpas de mau pagador. Se o FCP sabia que estava a cometer um erro de forma propositada, ou como resposta às decisões da liga ou braço de ferro, só tinha que o dizer. Mas não disse, porque sabe perfeitamente que alguém na estrutura se enganou, e bem.

No final de tudo não vai passar absolutamente nada, apesar de eu, que acho que nem as reservas deviam jogar neste prova, teria orgulho de um clube que batesse com a porta directamente em vez de alimentar especulações, teorias conspirativas e argumentos estapafúrdios e idiotas como diz o Zé Rodrigues!



Anónimo disse...

Mais uma vez gostei foi do comentário do Mário Faria.

alex disse...

Claro! O arredondamento não tem pés nem cabeça. O que eu queria dizer é que não devemos deixar-nos comer por parvos, com a pretensão de sermos diferentes...

José Correia disse...

"Competência cientifica"? Por amor de Deus, os níveis de conhecimento ao nível de matemática necessários para esta questão são ao nível da escola primaria.

A expressão "competência cientifica" pode não ter sido a mais adequada, mas dizer que a opinião e o conhecimento demonstrado/expresso pelo Professor Armando Leitão neste caso está ao nível da escola primaria é uma infelicidade, para não dizer um disparate.

A não ser que na escola primária onde tu andaste o ensino da Matemática permita formular explicações técnicas deste tipo e que, por exemplo, sustentaram afirmações como "Setenta e duas horas é o intervalo entre 71 horas e 30 minutos fechado até 72 horas e 30 minutos aberto".

Pi disse...

Sermos diferentes e melhores é algo que caracteriza a nação portista. O FCP têm de ser tão melhor, tão diferente no paradigma do desporto nacional( que é uma referência extra-portas) e tão mais competitivo, com tradução nos resultados obtidos e evidentes nas competições europeias. Esta falha quanto à taça da liga é algo que não deveria ter acontecido. Nunca se devia ter dado a oportunidade de isto ocorrer, para não haver o aproveitamento desportivo que há sempre por parte dos mesmos de sempre. Aliás, quem já viu as noticias já percebeu o resultado de uma situação que simplesmente não deveria ter ocorrido. Quanto ao julgamento concordo consigo Sr. Mário, temos direito todos à defesa. Relativamente ao regulamento é o que é. E sermos diferentes é sermos parolos? Sermos exigentes com os nossos é sermos parolos? Lembra-se como o Porto preparou o jogo contra o Penharol em Tóquio? Não foi diferente? Se não fossemos diferentes não eramos os melhores...

DC disse...

Pelos vistos estamos mesmo fora.
Ora bem, isso quer dizer que é mais uma para o 5LB.
Este ano torna-se ainda mais urgente ser campeão. Nem quero pensar no nojo que seria a imprensa caso o clube do regime conseguisse além das mais que prováveis taças, também o campeonato...

miguel disse...

Eu não estou a colocar a competência em causa, fiz estatística e sei perfeitamente o que são arredondamentos, agora a analise não deve ser feita na base da estatística, mas sim no direito....Caro José Correia sou daqueles Portistas mas adeptos do Futebol Clube do Porto e quando as coisas correm mal, não arranjo subterfúgios para escamotear erros, o que deve analisar é que o nosso Presidente está bem calado, ou seja deve ter consciência que houve um erro grosseiro de gestão e isso é a verdade absoluta, gosto de ganhar...Mas com seriedade e consoante as regras

Fred disse...

Caso estejamos fora podíamos boicotar a presença na competição na próxima época tal como fizemos há uns anos atrás... É um absurdo face a uma lei com interpretações dúbias.

José Correia disse...

Não se pode estar ao mais alto nível a pensar em arredondamentos idiotas e desculpas de mau pagador

Miguel, é perfeitamente legitimo que tu, ou qualquer outro portista, tenha a pior opinião possível da atual estrutura do FC Porto e/ou de pessoas dessa estrutura mas, neste caso, ainda não ouvi ninguém da estrutura do FC Porto pronunciar-se e muito menos existe uma qualquer declaração oficial do FC Porto sobre o mesmo.

Assim sendo, a que "desculpas de mau pagador" te referes?

José Correia disse...

acho que nem as reservas deviam jogar neste prova

Não sou tão extremista como tu. Por exemplo, esta época, a Taça da Liga já deu jeito para o treinador poder fazer uma adequada gestão do plantel.

José Correia disse...

teria orgulho de um clube que batesse com a porta directamente em vez de alimentar especulações, teorias conspirativas e argumentos estapafúrdios e idiotas

Miguel, és capaz de apresentar alguns exemplos, em que pessoas da estrutura do FC Porto tenham avançado com "teorias conspirativas e argumentos estapafúrdios e idiotas" acerca deste caso?

Mas numa coisa estamos de acordo, eu também gostava que o FC Porto aproveitasse esta oportunidade para sair da Taça da Liga o mais rapidamente possível.

Fred disse...

Já agora, o Porto não foi obrigado a jogar àquela hora pela TVI?

Anónimo disse...

É mais uma para o SLB porquê? Que eu saiba ainda estão outras equipas em competição e uma dela é o SC Braga que nos eleminou da taça de portugal.
E se estamos fora, ainda não é certo. A culpa é dos dirigentes que são pagos a peso de ouro como dos melhores profissionais se tratassem; mas que depois cometem erros de autênticos amadores.
Goste-se ou não da taça da liga; ela é mais uma fonte de receita dos clubes e do FC Porto; porque mesmo que seja pouco o dinheiro que entra nos cofres do clube é sempre mais que nada e nós só estamos á beira da falência tecnica.
Agora esta falha infantil como diz bem o MLP é também penalizadora para os jogadores que tudo fizeram para ganhar a competição; é que eles não querem saber de politiquices desportivas ou outras; querem é jogar e ganhar.

Anónimo disse...

Fred boicotar porquê? Se queriamos boicotar a prova face a uma lei dùbia, então tinhamos boicotado já esta e não estávamos á espera de ser penalizados para depois reagir. Na verdade não podemos querer que o Porto seja tratado com respeito e como clube sério que é, e depois, tratamos os assuntos sérios como os aldrabilhas.
O que o Porto deveria boicotar era termos ao serviço do clube (ou servirem-se do clube?) dirigentes incompetentes.
Para mim a "borrada" é tão grande que até o nosso presidente tem estado calado como um rato. E todos nós sabemos que essa não é a norma.

Anónimo disse...

Não, até porque a TVI não tem poder para o fazer. E muito menos tem o poder de influência que a Olivedesportos tem normalmente nestes casos; seja nos clubes ou na Liga (só com esta direcção é que não tem). Inclusive o jogo estava marcado para as 17.30h e foi a pedido, salvo erro do Porto, que o jogo foi realizado aquela hora e claro que o V.Setubal esteve estar de acordo.

José Correia disse...

O que o Porto deveria boicotar era termos ao serviço do clube (ou servirem-se do clube?) dirigentes incompetentes

Pois é, os dirigentes do FC Porto são todos uns incompetentes, não há nenhum que se aproveite.
E o pior de todos é o Pinto da Costa, que é o presidente mais incompetente da História do futebol português, não é caro anónimo?

José Correia disse...

Inclusive o jogo estava marcado para as 17.30h e foi a pedido, salvo erro do Porto, que o jogo foi realizado aquela hora e claro que o V.Setubal esteve estar de acordo

Hum, esta piada era para ter graça?
Ai não era piada?
Então, por que razão é que o FC Porto quis marcar um jogo para o meio da tarde de uma quarta-feira?

Anónimo disse...

Do anónimo das 14,07H:

Todos incompetentes? não há nenhum que se paroveite? E o pior de todos é o Pinto da Costa? Essa pode ser a sua opinião, caro José Correia, mas não é a minha de certeza.

Tenho a certeza que há uns anos com o presidente Pinto da Costa na plenitude das suas capacidades, uma "borrada" destas era impossivel de acontecer. Infelizmente o presidente já não pode acompanhar tudo ao pormenor como era habito e sabido e o RT está em plena reforma activa.

Agora tenho a certeza que existem bons e maus profissionais ao serviço da SAD; como é normal acontecer em qualquer instituição.

Agora é evidente e basta analisar os sucessos desportivos do clube, os sucessivos R&C da SAD e as contas do clube; para todos nós podermos tirar as nossa conclusões sobre o que está bem e o que está mal; onde estamos bem servidos e mal servidos.

Anónimo disse...

"Salvo erro" repito "salvo erro" é diferente de uma afirmação.

O que eu escrevi e tendo em conta que posso estar errado (não fui confirmar é de memória) é que o jogo estava marcado pela Liga para as 17.30h e foi alterado para mais tarde a pedido do FCP e não a pedido da TVI. Claro que o V. Setubal, tinha que concordar com a alteração. Salvo erro... repito.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Zé,

Obrigado por fazeres referência ao que eu considero absolutamente grave numa equipa de topo europeu, numa equipa que maneja um orçamento de milhões, numa equipa de profile internacional, numa equipa que habituou o Mundo a ser um exemplo de gestão: o silêncio.

O silêncio desta gestão da FC Porto SAD sobre este caso é culpado directo de muita da especulação e desculpas de mau pagador que têm sido públicas nas últimas semanas. Não digo que as desculpas venham da SAD, vêm da esfera que rodeia o universo FCP, de adeptos e sócios como tu ou eu podemos ser, de figuras públicas e mediáticas associadas ao clube e de juristas e afins que podem opinar com mais conhecimento de causa do que eu sobre o assunto (a opinião dos de lá de baixo dão-me igual).

O FCP deveria ter sido um clube senhor e no dia a seguir a levantar esta polémica pronunciar-se oficialmente (mas a sério) e dizer a) sim senhora, enganamo-nos (se for o caso) ou b) não admitimos que ponham em causa nem a nossa gestão, nem a utilização desses jogadores pelos motivos X, Y, Z.

A partir desse momento, o principal visado e prejudicado no meio deste circo, que é o FC Porto, deixava as coisas claras. Depois a justiça desportiva que seguisse o seu caminho e se fossemos expulsos da prova, sê-lo-íamos de cabeça bem alta, sem calar.

PS: Eu pessoalmente, sendo organizada por quem é, tendo o historial que tem, esta é uma competição que me provoca um particular desprezo. Seria melhor uma digressão na Colombia para fazer dinheiro nas semanas da fase de grupos do que estar a gastar energia com este troféu, mas essa é uma opinião pessoal!

Alexandre Burmester disse...

Onde estaríamos nós sem os professores da FEUP! :-))

José Rodrigues disse...

Jose' Correia disse: "mas dizer que a opinião e o conhecimento demonstrado/expresso pelo Professor Armando Leitão neste caso está ao nível da escola primaria é uma infelicidade, para não dizer um disparate"

Mas quem e' disse isso?!

Le^ outra vez o q escrevi com "olhos de ler", por favor, porque pelos vistos leste muito mal... O que eu disse e volto a repetir as vezes q forem precisas: os níveis de conhecimento ao nível de matemática necessários para esta questão são ao nível da escola primaria.

E' TOTALMENTE irrelevante para o caso se o intervalo de que ele falou e' aberto no limite inferior e fechado no limite superior, ou vice-versa, ou ambos fechados, ou ambos abertos. Isso e' tao relevante para a discussao como conhecimentos em fisica quantica...

Eu tenho muito apreco pelo Armando Leitao (e sei do q falo tendo sido ele meu professor); mas lamento muito mas ele ate' podia ter o premio Nobel da Matematica q nao teria 0,1% mais autoridade em opinar sobre este assunto do q um gajo com a 4a classe (no q a conhecimentos de matematica diz respeito). Fosca-se, ate' o meu filho de 7 anos percebe bem o conceito (e pratica) de arrendondamentos!

Este tipo de argumentacao utilizada e' ridiculo, e sinceramente ate' tenho alguma vergonha q haja portistas (incluindo o Armando Leitao, que muito apreco como disse) q o defendam e lhe facam eco.

José Rodrigues disse...

"Assim sendo, a que "desculpas de mau pagador" te referes?"

As avancadas por adeptos do FCP (como esta q fez eco no RP).

"Miguel, és capaz de apresentar alguns exemplos, em que pessoas da estrutura do FC Porto tenham avançado com "teorias conspirativas e argumentos estapafúrdios e idiotas" acerca deste caso?"

Exemplos desses vindos da estrutura, nao.

Mas vindos de adeptos e socios, eu podia dar imensos (tanto para as teorias conspirativas; como argumentos espatafurdios, em q nao e' preciso ir mais longe do q este artigo).

José Rodrigues disse...

Para o bem da reputacao dos professores da FEUP, eu preferia sinceramente q esta opiniao do Armando Leitao nao tivesse tido o destaque e eco q teve, porque nao me parece q ajude a reforca-la :-)

Daqui a um bocado ainda vao buscar a opiniao de um professor em Engenharia Civil para defender o FCP neste caso :-D

DC disse...

Meu caro, não tem acompanhado esta e as outras edições da taça da Liga?
A bem ou a mal, é mais uma para o 5LB. Nem que seja preciso tirar o Lucílio da reforma.

José Correia disse...

Professor de Engenharia Civil para defender o FCP?
Acho que não vai ser preciso.
Os jornalistas do JN, sempre atentos à caixa de comentários do RP, já andam é à procura dos colegas de escola primária do José Rodrigues... LOL

José Correia disse...

Ó Miguel, primeiro dizes que "não se pode estar ao mais alto nível a pensar em arredondamentos idiotas e desculpas de mau pagador" e que o FC Porto (presumo que te estivesses a referir à estrutura da SAD e não os adeptos) está a "alimentar especulações, teorias conspirativas e argumentos estapafúrdios e idiotas".

Agora, afinal, o que criticas é o silêncio da SAD, como causa de todos os males que referes.

Conforme já disse, tens todo o direito para pensar o pior possível da atual estrutura do FC Porto mas, lendo os teus comentários, é caso para dizer que são presos por ter cão e por não ter.

José Rodrigues disse...

Curiosamente tenho pelo menos 2 colegas da primaria formados em Engenharia Civil, por isso pode-se arranjar um "2 em 1".

Miguel Lourenço Pereira disse...

Não Zé,

O que eu estou a dizer é que desde o primeiro dia não deviam ter estado calados para permitiram esta troca de argumentos à volta de coisas sem sentido do qual a responsabilidade é, exclusivamente, de um regulamento mal redactado.

Se, repito, se, o FC Porto tiver razão nesta história e não existir aqui um erro de gestão, uma posição firme do clube seria algo que apoiaria, sem especulações, sem teorias e argumentos idiotas. Foi assim que nos fizemos grandes, firmes, directos e sem papas na lingua.

Se o FC Porto não tivesse razão, e tivesse existido realmente um erro de gestão, o clube deveria assumi-lo e retirar-se da prova, acontece aos melhores. Ainda há uns anos foram contratados pelo Inter e pelo Real Madrid jogadores para jogar a Champions que afinal depois não podiam jogar porque alguém se esqueceu de ler o regulamento. Mas fica bem assumir o erro.

O que não fica bem é, por um lado estar caladinho à espera de resolver as coisas às escondidas (ou esperar que as resolvam por nós), e por outro dar larga a trocas de argumentos sobre arredondamentos. Isso não é a atitude de um clube grande!

José Correia disse...

O silêncio desta gestão da FC Porto SAD sobre este caso é culpado directo de muita da especulação e desculpas de mau pagador que têm sido públicas nas últimas semanas.

Porquê?
Eu também gostava que a FCP SAD já se tivesse pronunciado oficialmente sobre este assunto, mas daí a dizer que o facto de não o ter feito é culpado directo (direto!) de especulações em blogues ou na comunicação social, vai uma ENORME distância e é algo com que eu não posso concordar.

Era mesmo só o que faltava, que os timings que a FCP SAD entende como correctos para se pronunciar publicamente sobre este assunto, tivessem de ser condicionados por aquilo que jornalistas ou adeptos dizem/escrevem.

José Rodrigues disse...

"Presos por ter cão e por nao ter"??

A mim parece-me evidente q a SAD tinha varias hipóteses de reacção para além dessas duas, como o Miguel exemplificou (oferecendo mais 2 alternativas). Quem é q disse q só podiam escolher entre 1. O silencio e 2. Os argumentos espatafurdios?

De qq forma como disse logo desde o principio parece-me obvio q meteram a pata na poça e por isso o silencio nao me admira minimamente. O Miguel gostava q o admitissem, mas isso parece-me um bocado lírico sinceramente. Alias, como se vê bem pela amostra nesta caixa de comentários, se a Liga condenar o FCP até vai haver portistas a defender q tínhamos razão e fomos vitimas de injustiça, nao perdendo a SAD a face (pelo menos perante uns quantos adeptos).

Mas apesar de terem metido a pata na poça, isso nao invalida q à posteriori até consigam q a Liga lhes dê razão (mas nao à custa de argumentos espatafurdios como este q aqui teve eco no RP), a ver vamos.

Até porque tenhamos razão ou nao, nao me parece q convenha à Liga q o FCP fique afastado das 1/2 finais, porque é mais um prego na competição.

José Correia disse...

O que não fica bem é, por um lado estar caladinho à espera de resolver as coisas às escondidas (ou esperar que as resolvam por nós)

Miguel, a tua opinião profundamente crítica acerca da atual estrutura da SAD, faz com que seja qual for o assunto, tu partas sempre de pressupostos negativos em relação a tudo o que fazem ou, como neste caso, não fazem.

Em que te baseias para dizer que estão "à espera de resolver as coisas às escondidas"?
Mas resolver às escondidas o quê?
Por acaso achas plausível que a FCP SAD esteja a negociar (às escondidas) com a Liga (presidente, CD, etc.) a continuidade do FC Porto nesta prova?

Tu podes não gostar, mas em casos como este (Apito Dourado, Apito Final, UEFA/TAS, caso Kléber, etc.), que envolvem uma possível punição para o FC Porto, o modo de actuação dos dirigentes do FC Porto nunca foi vir para a praça pública esgrimir argumentos.

José Correia disse...

A mim parece-me evidente q a SAD tinha varias hipóteses de reacção para além dessas duas, como o Miguel exemplificou (oferecendo mais 2 alternativas). Quem é q disse q só podiam escolher entre 1. O silencio e 2. Os argumentos espatafurdios?

E lá voltamos nós ao mesmo.
Quais foram os argumentos estapafúrdios que a SAD apresentou?

Ah, pois, não foi bem a SAD que apresentou argumentos estapafúrdios...
MAS, como os dirigentes da SAD, para já, entenderam que não deviam fazer declarações públicas sobre este assunto, permitiram que os pobres adeptos especulassem, o que, como todos sabemos, é muito mau...

José Rodrigues disse...

Eu pensava q o assunto do artigo era um argumento sobre arredondamentos em defesa do FCP, mas pelo q acabei de ler no 1o paragrafo do comentário anterior parece q afinal também é sobre se os comentadores são em geral muito, pouco ou nada críticos da estrutura da SAD...

E eu a pensar q a única coisa q interessava é o q os comentadores têm a argumentar sobre o caso em discussão...

Mas como já disse, nao me admira nada (nem me choca) o silencio da SAD (pelo menos antes da Liga se pronunciar), nisso discordo do Miguel.

José Correia disse...

Eu pensava q o assunto do artigo era um argumento sobre arredondamentos em defesa do FCP

Engraçado, eu também e, por isso, estranhei quando a discussão passou a estar centrada no "maléfico" silêncio público da estrutura da SAD acerca deste caso.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Zé,

Quando uma situação deste género se gera, a qualquer nível da esfera pública, quanto mais tempo o protagonista se demora a pronunciar, maior é a especulação, penso que isso está claro. Se horas depois de isto estar na rua, o FC Porto se tivesse pronunciado, esgrimindo os seus argumentos, que especulação poderia haver? Alguma, porque sempre há espaço para ela, mas a anos luz do que se tem vivido.

Isso passa no desporto como na política. Se um cargo político é acusado de algo e fica calado semanas a fio, vai ver toda a sua posição ser esmiuçada por próprios e contrários. Por isso os comunicados, as declarações surgem de seguida: chama-se "conter danos" e deixar as coisas claras.

Partindo desse ponto - e eu também acho que a outra postura é lírica, Zé Rodrigues, o que não significa que não defenda um pouco mais de transparência - seguimos para o ponto seguinte. O FC Porto cometeu um erro ou não, e decide que em qualquer dos casos a sua posição é de confronto (que lhe parece ridiculo o regulamento, que não é claro, que há precedentes, etc..)
A partir desse momento o clube está numa posição de força pública, tem os adeptos atrás de si (mesmo que alguns acreditem que há erro de gestão) e transforma uma novela dos jornais e blogues em mais um exemplo de como deviamos ser.

Claro que muitos dos exemplos que citas do silêncio da SAD estão intimamente ligados com casos onde a nossa defesa não era muito fácil, e talvez tenha sido esse passado de casos que tenha mudado a postura do FC Porto em que Pinto da Costa era, de facto, uma figura com uma liderança que jamais se calava, tivesse ou não razão. A liderança que todos aprendemos a admirar e que nos últimos anos passou, efectivamente, a ser de conversas à porta fechada.

Quanto à minha postura sobre a SAD, peço-te por favor que não mistures alhos com bugalhos. O facto de eu condenar a atitude da SAD em algumas coisas - essencialmente na gestão financeira onde um passivo gigantesco não me deixa mentir - isso não significa que cada vez que a SAD faça algo ou deixe de fazer, vou-me imediatamente levantar em contra. A SAD faz coisas boas, coisas más, coisas excelentes e coisas péssimas, e eu pronuncio-me quando acho que devo, no meio de todos esses cinzentismos. Já aqui disse que a minha sensação pessoal é a de que houve erro de gestão. Também já aqui disse que a atitude da SAD até este ano com esta prova foi exemplar e que devia tê-lo sido igualmente este ano. E também o digo desde já que qualquer punição é ridicula, por uma idiotice deste género, mesmo que seja de acordo com a lei porque a lei também deve ser flexível quando não faz sentido tomar decisões extremas. O que isso não significa é que vou desculpar tudo o que a SAD faça ou deixe de fazer, só porque sim!

PS: Eu não sou accionista da SAD por vontade própria mas sou sócio do clube, sinto-me parte dele. E se alguém me diz que eu cometi um erro e que vou pagar por ele, o mínimo que espero é que aqueles que gerem aquilo do qual sou parte tomem medidas para deixar claro se o que me acusam ou não é verdade. Uma dessas medidas é defender a sua honra publicamente. Se a direcção não é capaz de defender a sua honra publicamente, é capaz de fazer o quê?