quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013

A azia de um golo “ilegal”

O golo marcado pelo “gigante” João Moutinho causou uma certa azia em Espanha, mas a azia ainda foi maior para os jornalistas e comentadores “portunhóis” (leia-se, anti-portistas) da comunicação social portuguesa e para alguns anónimos que vagueiam pela blogosfera sob diferentes identidades, que não se cansam de gritar, ou reproduzir a verborreia de outros, de que o golo foi “ilegal”.

No estádio não tive dúvidas e, revendo toda a jogada, continuo a pensar que esta situação do jogo foi ajuizada de acordo com as recomendações que a FIFA dá aos árbitros, isto é, em lances destes, com diagonais ou transições rápidas feitas por quem ataca, em caso de dúvida a jogada não deve ser interrompida. Foi isso que a equipa de arbitragem chefiada por Mark Clattenburg fez e, seguramente, o árbitro inglês não irá ser penalizado por causa disso.

(clicar na imagem para a ampliar)

Mesmo parando a jogada e observando a posição dos jogadores no exacto momento do passe (algo que, como é óbvio, os árbitros não podem fazer), verifica-se que em termos de pés e pernas (até aos joelhos), Moutinho está em linha com o defesa do Málaga. A parte que está ligeiramente adiantada é o dorso e a cabeça de Moutinho.

Mas eu compreendo esta azia, ó se compreendo…

11 comentários:

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...

é uma azia assim... como descrevê-la... «gloriosa», certo? :D

abr@ço
Miguel | Tomo II

Pyrokokus disse...

Lol

É uma "Gloriazia"

Anónimo disse...

Um clube que gosta falar do passado têm que saber falar nas derrotas...por isso nada como lembrá-los de uma final, que para conseguirem jogá-la tiveram que marcar um golo com a mão pois com os pés não conseguiam...à custa dessa incapacidade, além de se verem atrapalhados com isso... a final perderam-na...

Roberto Tavares disse...

É com cada melão que um gajo se depara!

Anónimo disse...

Estamos todos muito preocupados com as pseudo ilegalidades inventadas pelos mentecaptos da segunda circular...
Uma coisa curiosa: Barca e Malaga, no conjunto, fizeram UM remate a baliza dos adversários nesta jornada da Champions...

Manuel disse...

Vamos lá ser sérios! Isso foi um off~side de meio metro, pelo amor de Deus e não tem nada a ver com azia!

Vemos off-sides de centímetros - sim, de centímetros! - serem tirados todas as semanas cá dentro e lá fora e quando um fiscal falha é logo um barulho ensurdecedor! Por vezes sem razão!

Logicamente que parte que está adiantada é o dorso e a cabeça do jogador pois são essas partes que contam. Os braços não contam no off-side! Por isso, afirmar que os braços do defesa espanhol colocam o Moutinho em jogo, como aconteceu com um jornalista (Ribeiro Cristóvão) na SIC, é uma verdadeira barbaridade! Ou é burro ou está de má fé!

Louro disse...

Curiosamente,no jogo desta noite (do 5lb) anularam mal um golo ao Bayer Leverkusen por fora de jogo inexistente (50 mns),que na altura sería (1-0), mas nem repetições , nem nada.
Até estou para ver as reações das mesmas pessoas (imprensa, TV, Blogs) que falaram no golo do J.Moutinho!!!

Anónimo disse...

Desde quando é que o golo anulado ao Leverkusen é mal anulado???

cincoAzero disse...

como não existe fora de jogo diria que é mal anulado

Anónimo disse...

Eu não sei em que televisão viu o jogo, mas se aquilo não é fora de jogo ( ligeiro, mas fora de jogo) eu vou ali e já venho!!!

casino betclic disse...

Pois é.. Nada que uma pessoa já não esteja habituada. A imprensa em Portugal é mesmo assim no que toca ao tratamento do Porto e Benfica!