quarta-feira, 6 de março de 2013

O “marreta faccioso” já foi o nº 2 do Governo

«A análise aos casos do Beira-Mar-Benfica deu ontem azo a uma acesa discussão entre Dias Ferreira e Rui Gomes da Silva, ao ponto de o comentador sportinguista ameaçar deixar o programa “O Dia Seguinte”, da SIC Notícias.
“Já não tenho paciência para o aturar”, disse, irritado, Dias Ferreira. Rui Gomes da Silva desafiou então o colega de painel a deixar o programa, ao que o representante dos leões admitiu aceder depois de chamar “marreta faccioso” e “malcriado” ao benfiquista.»
in Record, 05-03-2013


«Na emissão de segunda-feira, Dias Ferreira ameaçou não ir mais ao programa e chamou “marretazeco” a Rui Gomes da Silva.
Você é um faccioso, um fanático, uma pessoa que não se pode aturar”, afirmou, exaltado, o comentador do Sporting. (…)
Ao CM, Dias Ferreira acusa Gomes da Silva de não ter "personalidade própria" e revela mesmo que, no fim do programa de segunda-feira, resolveu não falar mais com o comentador benfiquista. "Já nem liguei coisa nenhuma, não lhe dirigi a palavra. Nem tenciono dirigir", conta.»
in Correio da Manhã, 06-03-2013


Queria apenas recordar aos mais distraídos, que o “marreta faccioso” foi eleito deputado em 1987, 1991, 1998, 1999, 2002 e 2005 e, pior ainda, chegou a número 2 do XVI Governo Constitucional, chefiado por Pedro Santana Lopes, onde desempenhou as funções de Ministro dos Assuntos Parlamentares e Ministro-Adjunto do Primeiro-Ministro.

Pobre país este…


Act. O Rui Gomes da Silva é um caso extremo de clubite aguda, que ele mistura com uma dose assinalável de cinismo provocatório. Mas, por que razão é que os comentadores que representam o slb neste tipo de programas, não podem ser indivíduos que saibam discutir o futebol de forma civilizada (por exemplo, Júlio Machado Vaz) e, pelo contrário, têm de ser uma espécie de talibans do fundamentalismo benfiquista (exemplos: António Pedro-Vasconcelos, Sílvio Cervan, Rui Gomes da Silva e João Gobern)?
É por causa das audiências? É para agradar e cair nas boas graças da atual Direção do slb?

26 comentários:

Anónimo disse...

O marreta faccioso também é da maçonaria ?!

Alexandre Burmester disse...

Foi este cretino - aliás um benfiquista do Porto, e está tudo dito - que arranjou aquele sarilho como o Prof. Marcelo Rebelo da Sousa, a propósito dos seus comentários na TVI, na altura do "Governo" Santana Lopes. Aliás, quem se não importa de ser o número dois de uma nulidade como o PSL, está à partida definido.

JOSE LIMA disse...

Caro José Correia
"Queria apenas recordar aos mais distraídos, que o “marreta faccioso” foi eleito deputado em 1987, 1991, 1998, 1999, 2002 e 2005 e, pior ainda, chegou a número 2 do XVI Governo Constitucional, chefiado por Pedro Santana Lopes, onde desempenhou as funções de Ministro dos Assuntos Parlamentares e Ministro-Adjunto do Primeiro-Ministro."
.
Ou seja:
Diz a cara com a careta.
Abraço

Anónimo disse...

A minha questão é, como é que este tipo é do Porto cidade? e é tão anti-porto ? alguém me consegue explicar?

Antonio Sá

Bogalho disse...

A mim parece-me claramente que a missão de Rui Gomes da Silva é não destoar muito do resto do painel...

Luís Miguel disse...

O post é completamente irrelevante.

RP deveria tratar de assuntos relevantes para o FCPORTO.

Aproveito para destacar um tema para o FCPORTO, os jogadores do FCPORTO devem renunciar às selecções e concentrar-se exclusivamente no FCPORTO.

Os jogadores ao disponibilizarem-se para representar as selecções desvalorizam-se, quanto mais jogarem efectivamente e prejudicam desportiva e financeiramente os clubes.

Alexandre Burmester disse...

O "Marreta Faccioso" foi também uma das vítimas da queda do avião na Jamba, que quase matava João Soares, e que também levou a um hospital sul-africano o deputado do CDS Nogueira de Brito. Rui Gomes da Silva, aparentemente, escapou ileso, mas há quem diga que alguns efeitos traumáticos só se manifestam anos mais tarde.

Daniel Gonçalves disse...

Convêm salientar que este tipo conseguiu ser nº 2 do Governo de Santana Lopes, porque era Vice-Presidente do P.S.D., mas nunca sem ter sido eleito ou mandatado pelos militantes do partido em questão. Tratou-se de um mero "golpe de Estado" no interior do PSD que permitiu que este cretino conseguisse alcançar o posto, não devido ao mérito ou valor pessoal ou político, e sem que os militantes se pudessem pronunciar ou legitimar a situação. Foi escolhido para o lugar porque era um lacaio, um mero "cão de guarda" que seguia ordens superiores sem as questionar, embora simultaneamente planeasse esquemas para fortalecer o poder, no interior do partido, de PSL ferido de legitimidade e tradicionalmente sem grande bases de apoio. Na Itália renascentista seria um condottiere, e na organização da Cosa Nostra desempenharia o papel de um “capo”.
Durante o período em que teve poder mostrou o carácter de que era feito: pressões, chantagens, "saneamentos" de quem não concordava com ele, prova disso é o caso do Prof. Marcelo, quando este, num discurso crítico e independente na televisão, comentava a acção do Governo de PSL, Rui Gomes da Silva tratou logo de falar com o Paes do Amaral para pressionar Marcelo a evitar falar do Governo no programa da TVI. Inicialmente quando se soube da pressão exercida pelo Governo, na pessoa do Ministro-Adjunto Rui Gomes da Silva, o mesmo negou qualquer pressão exercida, ou seja, não se coibiu de mentir publicamente para esconder a baixeza que cometeu.
A mentalidade fanática e sectária, a incapacidade de lidar com a opinião contrária, a incapacidade de lidar com a crítica ou com a liberdade dos outros de discordar, que este Gomes da Silva revela não são características de uma democracia ou de um Estado de Direito, mas sim da Alemanha Hitleriana ou a Rússia Estalinista, sítios onde este tipo encaixaria perfeitamente, quer socialmente ou politicamente.
O fanatismo, e a mentalidade intolerante e sectária, com que defende o clube dele é a consequência, ou na melhor hipótese - e tendo em consideração o contexto social e mental português - a causa do comportamento que revelou na vida política.

Nightwish disse...

Mais um que nunca teve que fazer nada na vida.

Daniel Gonçalves disse...

O benfiquismo de Rui Gomes da Silva é sinónimo de cegueira, intolerância, fanatismo, bazófia e megalomania, transferidos para a praça pública resultou em casos como o do Prof. Marcelo Rebelo de Sousa.
Uma larga maioria dos benfiquistas, mas não digo a totalidade nem generalizo, possuem uma personalidade semelhante à de Rui Gomes da Silva. O pseudo-cineasta António Pedro Vasconcelos ou Bagão Félix possuem o mesmo carácter.

Marco Boss disse...

é que este tipo nao se pode mesmo aturar..é um provocador nato..um imbecil que so ve para um lado..andou a comer a minha custa nos governos..andou na bosnia sabe se la a fazer o ke..pena tenho que neste programa o representante do fcp nao seja muito interventivo nem defenda as cores do nosso clube..so lhe louvo uma atitude..admitir que quer que o porto perca fora de Portugal..algo que eu tb assumo quando é o benfica e muitos pensam o mesmo e não o dizem

Anónimo disse...

Que este bardameco seja benfiquista e vá disparatar para a televisão, é mau, mas nada de muito grave. Já que ele tenha chegado ao Governo, aí sim, é gravíssimo Portugal ser liderado por gente como esta.
Pena que seja preciso o fulano ir para a televisão falar de futebol para nos apercebermos da sua mediocridade. E antes dele já lá passaram Sílvios Cervans que estão na mesma linha. Ainda por cima é gente do Porto

Anónimo disse...

Ha muito tempo que lhe coloquei o apodo, e nao nao e Marreta Faccioso, era simplesmente o Rapaz das Mijas do Santana....qdo o santana estava apertado la entrava o rapaz das Mijas.

RCBC disse...

Um cabrão que nunca fez mais nada na vida do que andar a coçá-los na assembleia da república, à custa de tachos do partidinho…

Um cabrão que recebe uma pensão milionária à custa da meia dúzia de anos que andou a coçá-los na assembleia da república…

Um cabrão que levou na boca num restaurante do Porto e a primeira coisa que fez foi queixar-se ao jornal a bolha…

Um cabrão que em 10 palavras que saem daquela retrete, 11 são a falar mal do FC Porto, (este merdas devia limpar aquela retrete imunda e nojenta antes de se referir ao MELHOR clube português)…

Um cabrão que acorda, vive e deita-se a pensar nos árbitros, no sistema e na p*** que o p****…

PS: Percebe-se a anormalidade deste personagem… O acidente de avião deve ter-lhe mexido com o cérebro, que já de si deve ser bem pequenino…

RCBC disse...

"que este Gomes da Silva revela não são características de uma democracia ou de um Estado de Direito, mas sim da Alemanha Hitleriana ou a Rússia Estalinista, sítios onde este tipo encaixaria perfeitamente, quer socialmente ou politicamente."

Nem mais... rui goebels da silva... Um mentiroso compulsivo que acredita nas próprias mentiras através da sua repetição exaustiva...

Algum dia que esta besta imunda se digne a vir sujar o Dragão com a sua presença deverá ter a recepção condizente com a personagem execrável que é...

Anónimo disse...

Sou sócio do Benfica e não tenho qualquer problema em afirmar que detesto tal personagem, não tenho o mínimo de paciência para o ouvir e detesto a forma cega e doente como ele analisa certos lances futebolisticos da jornada, acabando na minha opinião, por descredibilizar o próprio clube. Dito isto considero também que o Dias Ferreira não é propriamente um exemplo de pessoa educada...
PS :Para finalizar, uma provocaçãozinha: para quando um post sobre as contas do Porto? Gosto de andar bem informado sobre o meu clube mas também sobre os rivais.
Cumprimentos
Ângelo Oliveira

Remigio Costa disse...

Só tomo conhecimento de que o individuo aqui referido ainda existe através das referências que lhe fazem os blogues que sigo.

Subscrevo inteiramente a perplexidade do autor da notícia perante o percurso político da criatura, o que, no caso dele, nem é muito surpreendente face à qualidade da "quadrilha" onde milita onde abundam tantos e excepcionais "mestres" da aldrabice e da corrupção.

Remígio Costa.

Anónimo disse...

Em alguns circulos, é conhecido como a Santanete do Vieira, pela disponibilidade para fretes como nos seus tempos de membro do Governo, onde andava a levar 'recados' a Paes do Amaral para correr com Marcelo Rebelo de Sousa. Por estas, é que Dias Ferreira recorre na invectiva de não andar ali a levar 'recados'....

DC disse...

Este gajo e outros que tal representam o pior que existe no futebol. É que não é só o serem fanáticos. Se fosse só porque numa jogada de penalti eu via penalti e ele não, tudo bem, até podia compreender que face ao fanatismo dele ele visse mesmo isso.
O problema é que este, e outros como o António Pedro Vasconcelos, mentem várias vezes em directo e sabem perfeitamente que estão a mentir.
E para pessoas que não se importam de colocar a sua palavra e consequentemente a sua honra, em causa só para defender um clube, não há limites!

Isto é um doente e realmente só um país muito doente pode ter levado um indivíduo sem palavra a um cargo no governo.

Nuno Leal disse...

No fundo, devíamos reflectir numa coisa: todos esses "paineleiros" passe a expressão, são pessoas bem pagas para o fazer, para estar ali uma vez por semana para discutir assuntos em torno da actualidade desportiva da semana em questão. Defender a dama faz parte, como todos defendemos a nossa dama numa conversa de café. Onde às vezes também nos chateamos com o colega mais ou menos simpático e discordante. Onde até podemos sair da mesa (já o fiz) por não aguentar mais ouvir alarvidades. A maior parte delas, ditas não por acreditarem nelas, mas sobretudo para "picar" quem está a ouvir e não concorda, o opositor de outro clube. E quanto mais nos picamos (é o meu caso), mais nos fazem isso. Agora, o que temos de reflectir, é que nunca recebi um cêntimo por me chatear com o que dizem do FCPorto na minha vida privada. E eles recebem. Muito. Por isso, acima de tudo, estes programas de comentadores são teatro, mais propriamente circo, onde normalmente há leões, dragões e palhaços.

Cumprimentos

Anónimo disse...

Pois é cada um vê com os olhos que lhe deu, em portugal somos muito monocromaticos... mas ja agora nesse comentario muito eloquente gostaria de fazer um comentário "Uma larga maioria dos benfiquistas, mas não digo a totalidade nem generalizo" hum??? pois eu percebi... ou não

Jilhas disse...

Sou sportinguista mas gostei do vosso artigo. Sem maldizeres ou bocas descabidas. Quanto aos "paineleiros" concordo, bem venham pessoas como o Júlio Machado Vaz ou o Sérgio Godinho. Porém isso não dá audiências e o que se quer é uns tipos a disparar a ver quem cospe mais alto...

Daniel Gonçalves disse...

Caro Anónimo das 13:20,

A intenção e o sentido das minhas palavras eram evidentes, para «bom entendedor meia palavra basta». Que eu me tenha expressado mal não implica a invalidade factual da minha afirmação, qualquer pessoa intelectualmente honesta e bem-intencionada percebeu o que eu quis dizer. Se o Anónimo tem problemas de entendimento ou fraca capacidade cognitiva (já que elogiou a minha eloquência permita-me então utilizar palavras eruditas) não é problema meu, portanto a sua indignação é-me profundamente indiferente. O que ficou bem saliente no seu comentário foi um tom inquisidor, típico da mentalidade que eu caracterizei no meu comentário.

A minha conclusão é que o Anónimo ficou magoado e incomodado com o meu comentário, mas não o refutou nem lhe apontou falhas de conteúdo ou factuais, logo -indirectamente - confirmou que as minhas afirmações eram verdadeiras e com sentido, mas a sua mesquinhez só lhe permitiu, à falta de contra-argumentação, apontar um mero erro de sintaxe ou de construção de frase. O Anónimo é uma das personalidades visadas pelo meu comentário?

Ângelo disse...

Já há muito que não escrevo para o Reflexão Portista, mas hoje faço-o para dar os parabéns ao José Correia que explanou, argumentou, apelidou cenários e indivíduos, tal e qual o que eu penso e tenho referido entre amigos.
Notas:
- O Júlio Machado Vaz deixou o programa da RTP 1 porque é urbano, inteligente, diz o que pensa e não se vende ao “establishment”, muito menos à gentalha que governa o clube de que é simpatizante.
- Gostava um dia de saber se há grandes diferenças nas audiências do “Dia Seguinte” quando estava lá o Fernando Seara e agora com o RGS... Há benfiquistas que não suportam o seu representante.

Ângelo Henriques

Anónimo disse...

Estas a especificar apenas o RGS é o cumulo... e ainda o acusam de cegueira! loool

Todos os que lá estão são assim. Até mesmo o José Guilherme!

José Correia disse...

Dizer que o comportamento e as afirmações do Rui Gomes da Silva são iguais (do mesmo tipo) às do Dias Ferreira ou Guilherme Aguiar, só revela a cegueira e fanatismo doentio de quem não consegue (não quer) ver as diferenças.