terça-feira, 26 de março de 2013

O Paulo herói

«A seleção tentou sempre fazer um jogo redondinho, afinado, daqueles que ficam bem na televisão. Não compreendeu a natureza do adversário [Israel] que enfrentava, nem o relvado onde estava, nem o momento. Em linha com aquilo que Pepe tinha dito antes: este jogo não era decisivo. Por acaso acho que era e os jogadores não compreenderam a exata dimensão da partida, o que se lamenta. Com uma fase de qualificação miserável, este era o instante correto para dar a volta a um texto mal escrito. Não conseguiram.»
Luís Sobral
in Maisfutebol, 22-03-2013


A seleçãozinha de Paulo Bento não joga nada, os resultados são maus (nos últimos cinco jogos nem uma única vitória para amostra!), mas o seleccionador continua com boa imprensa e em alta. E porquê?

Basicamente, porque Paulo Bento é um tipo esperto e percebeu rapidamente que, para se ser "herói" no futebol português, lhe bastava arranjar umas guerras com o FC Porto e, preferencialmente, com o Pinto da Costa.

Vejamos, em dia de jogo no Azerbaijão, de que é que se fala na imprensa desportiva?
Da miserável campanha da seleção nacional de futebol nesta fase de apuramento?
Do modo como Cristiano Ronaldo viu o cartão amarelo em Israel e que o afasta do jogo de hoje?
Não. A BOLA fez uma 1ª página elucidativa, em que escreve: "Reação dura de Paulo Bento aos recados de Pinto da Costa".
E mais abaixo: "Em véspera de jogo decisivo de Portugal no Azerbaijão, selecionador mostra pulso firme no caso Moutinho".
Só faltou dizer: Renove-se já o contrato do Paulo herói!
Resultados da Seleção?
Mundial do Brasil em 2014?
O que é que isso interessa?

19 comentários:

Anónimo disse...

touché!

Anónimo disse...

Concordo, José Correia. Principalmente com o facto da SN não jogar nada. Quanto à guerra, é a estratégia de Bento, como disse, para angariar simpatia; da parte de PC é a defesa do seu jogador. Mas convenhamos que se João Moutinho não estivesse fisicamente apto, não teria jogado. Quanto ao seu rendimento inferior, deve-se a um regresso de lesão (fora de forma), diferente de estar lesionado. E o problema maior de todos: Bento coloca Moutinho a 10 em vez de 8. Por mais falta de jogadores que tenha (e não tem, mas isso é outra história) colocar o segundo melhor jogador português da actualidade fora de posição, não é muito inteligente.

Anónimo disse...

Tenho que estar de acordo com o centeudo do artigo. É obvio que como fez Scolari o discurso contra o FCP desvia atenções e serve para ganhar força entre a corrupta e sem ética imprensa lisboeta. Eu pessoalmente tenho que agradecer a Paulo Bento o meu absoluto desinteresse em relação aos resultados da selecção que como é evidente não é de todos nós é apenas de alguns e todos sabemos quem. Pinto da Costa tem toda a legitimidade quando se queixa da forma como o selecionador de alguns trata os jogadores do clube. Nos particulares PB protege os Ronaldos da nossa praça e castiga sucessivamente João Moutinho. PC tem os factos a seu favor. A resposta de PB seria incompativel com o seu cargo se, volto a dizer fosse seleccionador de todos nós. Este homem, de curriculo profissional pobre respondeu com raiva e com odio. Lembro-me da triste e estupida comparação com o selecionador colombiano como se este tivesse a obrigação de zelar pelo intersse dos nossos clubes a nivel internacional e tivesse eticamente comprometido em tentar não desvirtuar a nossa competição interna. Claro que A Bola, como é seu timbre mete todos no mesmo saco mas eu há mais de 20 anos que deixei de me preocupar com o conteudo editorial do referido pasquim que como é obvio só pode ser seguido com humor e sem qualquer valor jornalistico.
Pois esta noite vou ver com tranquilidade a exibição da selecção de alguns. E como não pertenço a esse grupo se o resultado for adverso estarei entre a indiferença e a simpatia. Só espero um dia ver a minha selecção, a de todos nós, jogar novamente.

Pedro Moreira.

Lionheart disse...

Desculpem a intrumissão numa "casa" portista. É só para dizer que a FPF devia deixar de contratar treinadores que não saíram a bem do Sporting, porque por muitos problemas que tenha tido o clube, também teve treinadores francamente maus.

Sempre disse isto no Sporting em relação ao actual seleccionador, mas a desculpa do orçamento foi prolongando o tempo do Paulo Bento, enquanto o nosso futebol se afundava. Depois da selecção ter acabado com o mito do Carlos Queiroz, foi a vez de acontecer o mesmo com o actual seleccionador.

Ainda se vão lembrar dele em Alvalade quando o Jesualdo se puser a andar, porque é um treiandor "barato" e disponível (pudera). Que ironia, novo "presidente", vida velha...

Anónimo disse...

Quem desdenha quer comprar.

Acredito que este senhor ainda virá a ser treinador do Porto. E se correr mal hoje e ficarmos desde já arredados do Brasil, até pode ser que aconteça já em 2013/14...

Anónimo disse...

Um artigo com o qual concordo plenamente. De qualquer forma é bom não nos deixarmos, também nós distrair com mais esta polémica entre Pinto da Costa e Paulo Bento. Pinto da Costa com esta polémica e inteligente análise, não só coloca em cheque as capacidades de Paulo Bento como treinador da selecção e a qualidade do futebol apresentado, tendo em atenção os recursos humanos colocados á sua disposição; mas igualmente é verdade para o FC Porto de Vítor Pereira.

Então leiamos as seguintes declarações de PdaC, hoje no jornal “O Jogo”
http://www.ojogo.pt/Futebol/1a_liga/Porto/interior.aspx?content_id=3130442

"Fiquei incomodadíssimo [com o que Paulo Bento disse], estive para nem vir à gala. Sabe o que é que me incomoda? É ver a Seleção com os jogadores fantásticos, dedicados, esforçados, a fazer tão maus resultados e a jogar muito mal. Isso é que me preocupa. Agora, o que diz o Paulo Bento não me aquece, nem me arrefece. Ver a equipa jogar é que me preocupa muito", afirmou.”
Onde está o nome Paulo Bento, poderia estar Vítor pereira; em vez de selecção, poderia estar FC Porto.

“Apesar de descontente com as exibições e resultados da Seleção, Pinto da Costa está confiante no apuramento. "Acredito que Portugal vai ao Mundial, mas é triste que, com uma das melhores equipas da Europa, sejamos neste momento um dos piores segundos classificados, isso é que é triste quando se tem o melhor jogador do mundo e jogadores excecionais", anotou.”
Não é tal e qual o caso do Porto, mas anda lá perto. PdaC está confiante que voltamos a ser campeões. Estamos em 2º; não temos o melhor jogador do Mundo ( pelos vistos já não é Messi e finalmente reconhece que CR7 é bem melhor que o saudoso Hulk), mas sem dúvida que temos igualmente jogadores excepcionais.

Pedro Góis.

To13 disse...

É um tentativa de imitação do Scolari, a diferença é que o Brasileiro tinha resultados.

David Duarte disse...

João Moutinho a 10 é um erro que não se admite num seleccionador nacional. O melhor futebol que Portugal jogou nos ultimos anos foi quando teve três jogadores versatéis no meio-campo, sem posições fixas na medida em que os três (Moutinho, Meireles e Martins... este ultimo, como é obvio, nunca deveria sequer ser seleccionado hoje em dia) tanto eram eficazes na pressão e recuperação de bola como na construção.

Quando vemos a selecção de Paulo Bento jogar, exceptuando o periodo pos-Queiroz onde naturalmente os nivéis de confiança aumentaram, tudo é parado, não existe dinamica alguma. A estratégia limita-se a passar a bola aos alas para eles correrem ou então lançar bolas longas para... Postiga (?!?!?). Paulo Bento é claramente pobre a nivel tactico.

P.S.: Sobre se ele tem ou não boa imprensa, não sei pois para emitir uma opinião sobre isso é necessàrio lê-la. Agora o que eu sei é que ele tem cada vez menos "bom publico" e isso é que é importante.

David Duarte disse...

Sobre a selecção nacional e numa leitura mais geral : o que doi é que temos bons jogadores. Se pensarmos na base da selecção, vemos que ela apenas fica atras de Espanha et Alemanha, estando ao nivel de todas as outras.

Patricio : um bom guarda-redes, não de qualidade excepcional, mas o melhor desde o Baia sem duvida alguma.

Pepe, B. Alves : a meu ver se não é a melhor dupla de defesas centrais do mundo não anda longe.

Moutinho, Meireles : um meio-campo que muito dificilmente é desequilibrado, quer em fase defensiva como ofensiva (temo contudo que o Meireles esteja a perder-se);

Ronaldo, Nani : do melhor que hà em termos de alas, como é tradição em Portugal. Espero que este ultimo ano do Nani não tenha consequêncas graves na suas exibições futuras.

Podia ainda meter aqui o Coentrão. Apenas não o fiz porque não penso que as laterais sejam posições nucleares numa equipa (consideração puramente subjectiva).

No que toca a estes jogadores, até compreendo que sejam sempre titulares mesmo se em mà forma. Contudo o grande problema é que esta logica de titulares indiscutivéis aplica-se à quase totalidade da equipa portuguesa, por questões que bem sabemos. Por que raios João Pereira é sempre titular? Idem em relação ao Veloso? E porra!! Postiga?!?!? Nem que metam um puto de 18 anos!

Lembro-me de uma época em que mesmo um Vidigal (um VIDIGAL!!!) podia ser titular por estar em forma.

Amphy disse...

Engraçado que se chegou a comentar que este seria um seleccionável para treinar o FC Porto, em tempos de procura por novo timoneiro. Que PdC gostava muito dele e tal.

Nightwish disse...

"Depois da selecção ter acabado com o mito do Carlos Queiroz"

A FPF acabou foi com o mito da sua competência.

Anónimo disse...

Na 1ª página da bola é o que é; troca de palavras entre o presidente e o selecçionador Nacional.

Na 1ª pagina de "O Jogo": Titulo em destaque: "Preocupa-me ver a selecção a jogar tão mal"- Afirmação de Pinto da Costa.

P.Bento 1-1 Pinto da Costa

No Record na 1ª página, nada de selecção, nada de polémicas entre Pinto da Costa e Paulo Bento. Lima do Benfica é o destaque. O que não dá para desempatar.

É a pobre imprensa desportiva que existe ai nesse cantinho á beira-mar plantado. Portugueses como eu que estão fora, temos pena. Como era bom que houvesse um toca a reunir em torno da selecção.

Volta Scolari, estás perdoado.

Português de Paris.

DC disse...

Selecção Nacional? Não está confundido José Correia?
Esta é a selecção da Gestifute!

Luís Miguel disse...

As selecções não interessam nada.

João Moutinho, Varela, Jackson, James, Defour, etc. não deviam representar as selecções.

Maicon e Fernando só jogam no FCPORTO.

José Lopes disse...

Se fossem impedidos de representar as seleccoes, quem perderia, alem dos proprios, seria o Porto, pela desvalorizacao obvia dos jogadores. Da mesma forma, o Porto tem todo o interesse que o Fernando e o Maicon sejam chamados a seleccao do Brasil, tal como aconteceu com o Hulk.

Alto Minho disse...

Deixei o comentário que se segue noutro blogue mas, tratando-se do mesmo tema, acho que não preciso de comentar com outras palavras, e assim faço copy-past:

"Pinto da Costa tem a razão de ética e justiça em seu favor, pois tal e qual um chefe de família que proteje os seus, o presidente do FCP limitou-se a exercer um direito básico!
Qual é o patrão de uma empresa que ao ver um seu funcionário a ser pago do seu bolso e ao serviço de outros valores...(neste caso honrar a camisola do seu país, é/foi escamoteada pelo ego e bazófia de um trauliteiro da segunda circular...etc.), não sinta a indignação à flor da pele, e saia em defesa dos seus créditos???

Facto de maior relevância e que credita ainda mais a indignação do presidente do FCP é o "BAZÓFIA" ter dito que Moutinho é que decidia se podia jogar!
Como????
Então isto - e tal e qual Pinto da Costa realçou -, não é depositar em cima do jogador toda a responsabilidade?!
Afinal qual é mesmo o papel do BAZÓFIA na selecção nacional?...

P.S. Eu também "casco" em Pinto da Costa quando vejo certa displicência...mas não sou cego nem seguidista como alguns "doentes"; e não critico só por ser chique ou mostrar que sou diferente."

Relembro que o comentário foi inicialmente escrito noutro blogue portista, e por isso caso os autores deste blogue vejam alguma indirecta no texto, ou principalmente no "P.S.", pois afirmo-o que não é fundamentada aqui(RP)!

Nightwish disse...

Vade retro, o VP é muito melhor do que ele.

Nightwish disse...

Então a culpa não era todinha do tosco do Queiróz?

Luís Miguel disse...

Estás equivocado, os jogadores desvalorizam-se nas selecções e tanto o FCPORTO como os jogadores ganhariam mais.