sexta-feira, 12 de abril de 2013

A equipa B e o regresso dos emprestados


No último FC Porto x SC Braga, que os dragões venceram por 3-1, o banco de suplentes portista era composto por: Fabiano, Quiñones, Abdoulaye Ba, Castro, Kelvin, Christian Atsu e Liedson.

Quatro destes jogadores - Abdoulaye, Castro, Kelvin e Atsu - estiveram, na época passada, emprestados a outros clubes e no início desta época foram integrados no plantel da equipa principal do FC Porto.
Um quinto jogador - Quiñones - tem jogado, essencialmente, na equipa B, tal como o "herói" deste jogo (Kelvin).

É cedo para tirar conclusões definitivas, mas penso que isto é um forte indicador de novos tempos na FC Porto SAD, que se traduzem em:
i) Incorporação no plantel da equipa principal de jogadores que estavam emprestados;
ii) Redução gradual do número de jogadores emprestados;
iii) Aposta crescente numa estratégia de "vasos comunicantes" entre a equipa B e a equipa principal;
iv) Diminuição do número de jogadores contratados (e montantes investidos), por época.

P.S. Não é só o sporting que recorre a jogadores jovens. Na recepção ao SC Braga, os três suplentes que foram utilizados por Vítor Pereira - Abdoulaye, Kelvin e Atsu - têm uma média de idades de 20,6 anos.

20 comentários:

Anónimo disse...

Se a potenciação dos atletas na equipa B deve ser o caminho, o facto de que dos 4 só um é português é preocupante. Que sentido faz ter uma estrutura de formação se ela não se traduz em nada? Para além do Castro qual o jogador formado no FCP? Se há não me lembro, o que é revelador dos quão poucos são.

Saci Pererê disse...

Eu mesmo no estrangeiro tenho acompanhado a época da equipa B, e nota-se e muito a subida de nível de jogo e principalmente o crescimento de alguns jogadores. É uma boa aposta e fundamental no seguimento do extinto projecto visão 611. Destaco a importância para o crescimento de jogadores como o Tozé e o Tiago Ferreira. Também gostava que se mantivesse o Delatorre que para mim é melhor que o Kléber e que o actual Liedson. O Sebá não me parece tão especial como o querem vender, mas pode também fazer-se jogador útil e é humilde e esforçado. Depois há jogadores bons mas que não sei se algum dia chegarão à equipa principal, dependerá do que consigam fazer nas próximas duas épocas, como por exemplo o David Bruno, o Edu, Fábio Martins, Michael Seri, Pedro Moreira, Thibaut e até o Sergio Oliveira. Estou convencido que a Equipa B é para continuar e espero que apareçam mais jogadores da cantera, porque o Porto necessita esse espírito não só dentro do relvado como nas bancadas.

Anónimo disse...

Isto é para rir ? Baseado num (!!) jogo e no banco (!!!) desse jogo tiram-se conclusões como esses 3 itens ?

Qual a média de idades do nosso 11 ? Quantos jogadores do plantel foram formados internamente ? E portugueses há ?

Anónimo disse...

Caro José Correia,

Sem dúvida que é cedo para tirar conclusões definitivas; mas penso pelos tempos que correm, esse será o caminho, não só do nosso clube, como dos principais clubes portugueses. Como aliás se pode constatar não só pelos factos por si evidenciados, em relação ao nosso clube e dos lagartos, o mesmo acontece igualmente com os tipos da 2ª circular.

Estive a fazer uma pequena pesquisa e constatei o seguinte (dei de barato o “mito” Sporting, como o grande lançador de jovens).

O FC Porto tem abaixo dos 22 anos (o limite por mim definido, para o jogador ainda em formação) os seguintes jogadores que habitualmente fazem parte do onze principal: Danilo (21), Mangala (22), A. Sandro (22) e James (21). São ao todo 4 jogadores.

Os tipos da 2ª circular têm: A. Almeida (22), Melgarejo (22), Olá John (20), Salvio (22) e Rodrigo (22). Ao são 5.

Nós depois temos em vias de lançamento ou não, entre emprestados, e vai e vem entre equipa A e B os seguintes jogadores: Kelvin (19), Atsu (21), Quinonez (21), Ba (22), Tó Zé (20), Sebá (20), Iturbe (19) e por último Kléber (22) – que para mim já era. No total são 7 potenciais candidatos a integrar o plantel principal da próxima época, excluindo o “coxo” do Kléber.

Já os outros tipos, têm: A. Gomes (19), Roderick (22), N. Oliveira (21), Oblack (20) e Mika (22). Três já fazem parte do plantel principal.

Mas se tivermos em conta o seguinte ciclo de vida de um jogador:
• Fase de formação (até ao 22 anos)
• Desenvolvimento (dos 23 aos 24)
• Maturidade (25 até aos 30)

Então ainda temos em desenvolvimento o Maicon (24) e o Defour (24), enquanto os tipos têm o Matic (24), M. Vítor (23), Urreta (23) e Kardec (24)

Como se pode constatar esta é já uma política, onde é visível uma aposta mais consistente na juventude, logo com muito mais espaço de manobra de formação e valorização por parte dos clubes.

Pedro Góis.

Jorge disse...

não me tinha apercebido do banco contra o Braga, francamente...bem visto, Zé.

abraço,
Jorge

DC disse...

Para o ano acredito que além destes Tozé, Sebá, Tiago Ferreira, Caballero e talvez Seri farão a pré-época.

Precisamos de um 11 forte mas as alternativas terão que ser jogadores deste estilo.

Anónimo disse...

Em 20 anos o Fc Porto foi por 14 vezes melhor ataque da Liga e por 10 vezes conseguiu ter o bola de prata. Porto é sinónimo de golos e nomes como Jardel, Mccarthy, Lisandro, Falcao e agora Jackson Martínez não deixam mentir. Leiam a crónica que está a fazer furor nas redes sociais e a pôr em causa a suposta supremacia do Sl Benfica. http://palavrasaoposte.wordpress.com/2013/04/12/o-faro-azul-e-branco/

Anónimo disse...

Quanto ao "mito" Sporting; vamos lá a dados e estes mais recentes, pois no início da época eles eram bem diferentes.

Actualmente os jovens lagartos em fase de formação são os seguintes: V.Golas(21), Joãozinho(23), Rojo(23), Ilori(20), Cédric(21), E.Dier(19), Laybad(20), Viola(21), Carrilho(21) e Bruma(18). Total de 10 jogadores; mas quantos teriam lugar na nossa equipa principal ou dos outros do lado de lá da 2ª circular e/ou mesmo no plantel principal? Na equipa principal, na minha opinião nem um, ou se calhar na nossa, o Carrilho ou Laybad. Claro que como o plantel deles é muito fraco, dê lugar a que muitos mais jovens consigam chegar á equipa principal. No Porto, ou no clube do regime, tudo se torna mais difícil; pois há muito mais para peneirar.
Já agora e para acabar a análise ao plantel actual dos lagartos; na fase em desenvolvimento estão três jogadores e ai sim aparece um que faria parte de certeza do nosso plantel e provavelmente do plantel dos outros tipos. São eles: Wolfswinkel (o tal) e outros dois são André Martins e Andrien. Ou seja, no total 13 jogadores, só três e que poderiam fazer alguma diferença.

Em conclusão e olhando para as fases de formação e desenvolvimento, ou como queiram, jogadores até aos 24 anos. Os planteis de Porto, Clube do regime e Lagartos, tem o seguinte número de jogadores respectivamente.

• FC Porto: 12 Jogadores
• Clube do Regime: 10 Jogadores
• Lagartos: 12 Jogadores.

Como se pode constatar de facto as diferenças ou não existem ou são insignificantes. A única coisa que difere é mesmo a qualidade desses jogadores que são em muito maior número no Porto e nos da 2ª circular, lado sul.

bruno cláudio disse...

eu gostaria de ver portugueses na equipa! da equipa b ou c, é igual!
estou cansado de ver brasileiros e argentinos e outros.
jovens e outros menos jovens, resgatar para o futebol portugues alguns que andam perdidos por outros campeonatos: vieirinha, manuel fernandes, rolando, quaresma ou antunes (como nos escapa o antunes para o malaga e temos um alex sandro que custou uma barbaridade??)
quero ver jogadores do campeonato portugues como faziamos no passado, drulovic, deco, zahovic, artur, pepe, derlei, cissoko, etc..

E guarda redes, porque o helton..

os kelvins, iturbes, sebas e atsus não me convencem!

onde anda o sergio oliveira já agora? queimamos mais um parece-me.

e o kleber, se tivessemos um "treinador" acredito que possa render, porque ele no maritimo jogava bem e com classe.

Anónimo disse...

Na verdade uma boa omeleta tem que ser confecionada com bons ovos; claro que ter só bons ovos não chega, o cozinheiro também tem que ser bom. E o nosso já deu para ver que nem para ajudante serve.

reine margot disse...

Desculpe, caro anónimo, mas:
a) a conclusão é evidente e anterior a este jogo; para que interessava criar uma equipe B se não fosse para isto? acha que fica barato? que é um luxo que podemos ter, só porque tem graça?
b) a questão dos portugueses resume-se a isto: "quem não tem cão, caça com gato!"
E ponto final. O nosso grande capitão é argentino, e o Deco não era nascido cá. E, nenhum deles foi da cantera. É mau???? Foi mau???

E, que média de idades tem o nosso plantel? - quer jogar com quem? com o izma o lucho e o helton - ±24 ; quer jogar com o Kadú, o Castro e o Atsu: 21,63...

João disse...

O Sérgio Oliveira consta que se tem queimado bastante bem sem precisar de ajuda. Eu não faço ideia, mas pelo que vejo nos jogos da equipa, não me custa acreditar.

Tatiana mamalhuda disse...

Dos que enumeras.te gosto de toze vion s.oliveira M.seri e seba, tudo resto é mediano e ñ devem chegar ao plantel pricipal. Tb gosto de quino.

P.S: Actualmente dellatorre tem mais golos que liedson e kleber juntos.

Anónimo disse...

Cada um tem a sua opinião.Se bem me lembro,nas grandes conquistas europeias,qual a media de idades das nossas equipas?Aquela equipa de Porto Vintage de 87?Jogadores a roçar os 30 anos.Ou a de 2004... e nesta ultima quantos jogadores formados tinhamos?2... J. Costa,R. Carvalho e Baia.Isso de só termos Portugueses da formação,ou recorrer à formação é,além de utopia,um sinal de fraqueza.Uma grande equipa tem de ter um vasto leque de opções em qualquer mercado.Se os quisermos bons durante muito tempo no clube,temos de lhes dar condições,e eles não podem ser o que ainda não são.Depois temos as eternas promessas,vedetas no papel.Humildade e capacidade de esperar.alguns exemplos:Ricardo Carvalho no Porto e para mim,um bom exemplo para qualquer um,doia a quem doer,o Rodrigo do Benfica.Era bom no enorme Real Madrid,aceitou dar um passo atrás ao vir para o 5LB,deu mais dois atrás ao ser emprestado ao, penso eu,Charlton e está aí a crescer.Como em tudo na vida,há que saber estar,crescer e aprender,e isso não está ao alcance de todos.só dos melhores.

Anónimo disse...

Posso estar enganado,mas o Tiago Ferreira é um bocadinho para o desajustado... Vale lhe a experiencia do Zé Antonio.Tozé,de facto enche as medidas,o melhor 10 da segunda liga.Delatorre,tem escola,e tomara eu ver a dupla que fez com Leandro damião.O sergio Oliveira é um exemplo de vedeta de papel,não cresceu como devia.O Seri está a adaptar se à Europa,,mas há ptencial para ser um verdadeiro trator do meio campo,sempre em rotação alta.Mas há mais tres que podem ser enormes,Gonçalo Paciencia,Joao Graça e Podstawski.

José Correia disse...

A chamada e integração de jogadores da equipa B na equipa principal depende sempre de duas coisas:
i) valia do jogador;
ii) lacunas/necessidades da equipa principal.

Dos jogadores referidos - Tozé, Sebá, Tiago Ferreira, Caballero, Seri - penso que Tiago Ferreira terá uma dupla dificuldade.
Em primeiro lugar é um jogador ainda com deficiências óbvias, quer no posicionamento, quer no timing de entrada às bolas (ontem, na Trofa, estes defeitos foram evidentes).
Em segundo lugar, a SAD tem, nesta altura, contrato com 7 defesas centrais: Otamendi, Mangala, Maicon, Abdoulaye Ba, Diego Reyes, Rolando e Sereno.

Bluesky disse...

A gula capitalista que invade o planeta, estende-se a todos os niveis das atividades económicas. Antigamente havia nas empresas, uma ou duas mulheres que faziam limpeza, agora são empresas próprias que fazem isso. Dantes havia os revisores (os picas), agora são as "prosegures" que fazem isso... havia as camareiras nos hoteis, agora há empresas especializadas!!! Ou seja qualquer dia uma empresa trabalhará plenamente sem ter um unico funcionário próprio ao seu serviço...
E o que é que isso tem a ver com futebol? A tal falta de portugueses nas nossas prinicpais equipas! Sai muito mais barato ir buscar um miudo á America do Sul por 500 e vendê-lo por 50.000 do que formar um português que jogará sempre na equipa!!!! Não sei se me fiz entender...

DC disse...

Sim concordo, por isso é que falei apenas na pré-época.
Ontem o Tiago esteve muito mal, mas tem estado a um nível muito interessante e evoluiu muito esta época.
Mesmo assim, quanto aos 7 centrais, rolando e sereno não contam, Reyes ainda estou na dúvida se virá para central ou trinco (o Fernando não vai renovar?) e Mangala ou Otamendi, um deles quase de certeza será para sair.

DC disse...

jogará sempre na equipa como o Bruno Alves que não descansou enquanto não saiu?

Quanto ao resto, o seu raciocínio está errado por uma razão. O Porto pode ir buscar o miúdo à América do Sul e vendê-lo mas não deixa de ter os gastos com os outros miúdos da formação que não são aproveitados. Ou seja, se fosse linearmente como no seu raciocínio, o Porto estaria a deitar fora todo o dinheiro investido desde muito cedo nesses miúdos portugueses que tem na formação.

O que se passa é uma junção de duas coisas: falta de qualidade dos formadores e mercado muito reduzido pois somos um país pequeno e cada vez mais envelhecido (e não é só o Porto, veja a selecção de sub-21 e diga-me 1 único craque).
E um clube bem gerido, deve sim apostar na formação interna, mas deve ter noção que é impossível ter a qualidade na formação que tem a Espanha, Brasil ou Argentina, simplesmente porque nós somos 10 milhões e eles são muitíssimo mais. E portanto a aposta em putos estrangeiros desde bem cedo é muitíssimo correcta. Aliás, o Messi é o reflexo disso mesmo.

Tatiana mamalhuda disse...

Eu gostaria de ver G.Paciencia,j.graça e o trinco podstawski na pre-epoca com plantel principal.
Acho tambem que toze e quino são os unicos da equipa b com capacidade para fazer pre-epoca.


Com as vendas de moutinho, rolando, possivelmente otamendi e pk ñ j.martinez( fala.se que zenit e anzhi pagam a clausula)
Penso que o FCP deveria dispensar\vender defour,izmailov,varela,lucho e os emprestados sereno,djalma,kleber,walter...


FCP poderia contratar rosales(def.drto) e honda, ambos terminam contrato em agosto.

Para frente de ataque parece.me que bony do vitesse bacca(c.bruge) e eder(braga) sao os alvos da sad.

Mesmo assim seria necessario contratar mais 2 medios 1 Extremo e 1 avançado.