terça-feira, 16 de abril de 2013

Um plantel para o futuro

Parece evidente que o FC Porto é cada vez mais um clube com um modelo de negócio muito bem definido e que nos tem trazido não só resultados no relvado como reconhecimento internacional. Descobrir jogadores, transformá-los em futebolistas de primeira ordem e vendê-los por uma pequena fortuna foi, durante quase uma década, o nosso trademark mundial.

A Europa não conhece o FC Porto pela metamorfose de "andrades" a "dragões", nem pelos "raçudos do Norte" ou pela fortaleza do espirito de balneário. Somos negociantes de primeira, na descoberta e na revenda do producto e com James Rodriguez, Jackson Martinez, Eliquiam Mangala e Alex Sandro, temos quatro novos jogadores para somar uma boa maquia nos próximos dois anos.

E no entanto, essa política, em si mesma, não pode ser exclusiva para um clube que aspira a tudo. Porque o FC Porto deve sempre aspirar a tudo. A vencer a Liga e a Taça ano sim e ano também. E sobretudo a melhorar as suas performances europeias. Se isso não suceder todos os anos - em Portugal só há, racionalmente, uma equipa que aspira ao mesmo - não é necessário fazer um drama, pedir cabeças e montar a guilhotina. Mas também é preciso ter consciência de que as distância se encurtam, sobretudo porque o rival copiou bem o nosso modelo de negócio e já pouco nos separa deles nesse capitulo. Numa era global é cada vez mais fácil a um miúdo de 18 anos saber quem é o James ao mesmo tempo que os olheiros de clubes europeus e só a falta de interesse em arriscar directamente por parte dos grandes tubarões permite a sobrevivência da classe média europeia e esses negócios de ouro. O que nós fazemos também já o fazem em Itália (Napoli, Udinese, Fiorentina), França (Lyon), Holanda (PSV) e Espanha (Atlético Madrid, Sevilla) relativamente bem. Nós ainda temos algumas vantagens, em determinados mercados, e a certeza a agentes e jogadores que passar pelo FCP faz bem ao curriculum, garante uma exposição regular na elite europeia, dinheiro a tempo e horas e títulos. Mas essas estâncias estão destinadas a ser cada vez mais curtas e o clube tem de pensar mais a médio e longo prazo. Reforçar a espinha dorsal da equipa com os Moutinhos de hoje e de amanhã.


Em 2002/03 o FC Porto estava mal financeiramente e desportivamente.
A construção do estádio do Dragão dava pouca margem de manobra na tesouraria e o maior hiato sem títulos nacionais desde o início do mandato de Jorge Nuno Pinto da Costa era algo que parecia pressagiar o fim. Foi o principio de uma nova era. Sobretudo porque o engenho de uma excelente equipa directiva nos escritórios da SAD, de um treinador de excelência (habilmente pescado pela mesma equipa) e a falta de dinheiro fresco nos levou a olhar para dentro. Para o mercado português. E recrutar entre jovens promessas e jogadores, aparentemente subvalorizados, os mecanismos dos nossos maiores anos. Neste contexto em que há cada vez menos liquidez para ir ao Brasil ou Argentina, e em que sabemos que o Benfica sabe fazer precisamente o mesmo, mais do que nunca devemos pescar dentro de fronteiras o que ainda há de bom no futebol português. É verdade que a formação lusa actual está em piores condições que em 2002. Que a qualidade média do futebolista estrangeiro decaiu. E que a nossa formação vive numa permanente interrogação. Mas em 2002, nas bancadas das Antas, durante um jogo de pré-época, ouvi vários sócios veteranos queixarem-se de Paulo Ferreira, Nuno Valente, Maniche ou Derlei. Os mesmos que olharam para o lado quando contratamos um jogador que nunca tinha actuado em Portugal chamado Costinha. Ou os que acharam digno de uma jogada encarnada, ir buscar César Peixoto depois de uma grande exibição contra nós no Restelo. Esses negócios, baratos e com um enorme potencial - não só financeiro mas, sobretudo, desportivo, permitiram criar um esqueleto que esteve por detrás do nosso sucesso europeu.
Quando Mourinho se foi embora, deixou atadas a compra de Pepe e tinha já na antecâmara Raul Meireles e José Bosingwa para render Paulo Ferreira e Maniche no onze titular. Nomes que não só nos deram triunfos no relvado como permitiram significativos encaixes de transferência.

Nem sempre vai haver dinheiro para pagar 9 milhões por Jackson, quase 20 milhões por Danilo ou 14 por Alex Sandro. O risco é cada vez maior e a margem de erro diminui a cada Verão que passa. O plantel de este ano pagou esse preço. Sem dinheiro fresco, há poucas camisolas à disposição do técnico e a equipa B ainda é um projecto demasiado verde para ser uma alternativa real. Com jogadores de 10 a 20 milhões mas poucas alternativas, chegamos ao final da época sem pernas, cansados e com poucas alternativas, de tal forma que em Janeiro a directiva teve de resgatar um avançado de 35 anos que não joga e um médio russo com um corpo que não aguenta forçosamente a exigência e tensão do final de temporada, apenas porque vieram a custo zero. Por isso é cada vez mais importante olhar para dentro e pensar que jogadores a actuar no futebol português ou de nacionalidade portuguesa (e aqui entra em jogo muito do que nos exige a UEFA nas inscrições da Champions League e não nenhum nacionalismo bacoco) para reforçar a estrutura do próximo ano. Dificilmente entrem como titulares indiscutíveis, mas serão as alternativas em momentos de aperto, os que vão ganhar traquejo para no futuro, como sucedeu com Ricardo Carvalho, Meireles, Alves, Bosingwa e companhia, recuperarem o testemunho dos que se vão embora (porque sempre se irão) e que nos permitam a continuar ser competitivos e um projecto ganhador.



E para que se diga que falar é fácil, agir é mais complicado, deixo a minha lista de oito sugerências pessoais que podem (ou não) funcionar como o futuro do FC Porto numa versão mais nacional, mais económica mas sem abdicar do nosso core principal e do faro que temos para cheirar grandes negócios.

- Ricardo (extremo-direito, Vitória Guimarães)
Se o Varela foi uma compra interessante, este jovem extremo do Vitória tem potencial para ser bastante melhor que o "Drogba da Caparica". É mais rápido, acutilante e demonstra uma maturidade competitiva bastante surpreendente para a sua idade.


Zé Luis (extremo/avançado, Braga)
Deu muito nas vistas na formação do Gil Vicente e foi uma das grandes contratações da SAD do Braga no ano passado. Só uma lesão grave o impediu de "explodir" antes. Está na hora das nossas relações com a "Pedreira" nos trazerem algum beneficio.



Vieirinha (extremo, Wolfsburg)
Quem o viu despontar, na sua etapa de júnior ainda no FC Porto, já lhe augurava um excelente futuro mas, inexplicavelmente  a sua geração desapareceu demasiado cedo do radar. As suas exibições na Grécia e Alemanha - e também com a selecção - deixam claro que é um jogador que pode oferecer o que a ala direita do FC Porto - quando James não está - não pode. O já estar no futebol alemão dificultaria qualquer negócio.

Paulo Oliveira (central, Vitória Guimarães)
Outra das grandes revelações da temporada no D. Afonso Henriques. Com o nosso Tiago Ferreira, um dos centrais de maior projecção futura do futebol de formação português. Rápido, bom sentido posicional, alto, com uma auto-confiança surpreendente, seria uma excelente adição apesar da contratação de Reyes e o overbooking de defesas a torne complicado. Não excluiria a ideia de o contratar e deixar um ano em Guimarães até se confirmarem as eventuais saídas de Mangala e Otamendi nos próximos dois anos.

Nabil Ghilas (avançado, Moreirense)
Aos 22 anos já demonstrou saber o "b-á-b-á" do golo e num plantel onde as únicas referências de ataque são Jackson e Liedson, é o jogador perfeito para desbloquear jogos dificeis a baixo custo. Vejo-o num patamar parecido ao de Lima e todos sabemos como isso acabou.


- Tiago Rodrigues (médio, Vitória Guimarães)
A crise no Vitória permitiu-lhes lançar miúdos com muito potencial que noutro contexto estariam agora na equipa B a acumular minutos. Aos 21 anos, este médio já não é uma novidade para quem o viu jogar nos últimos anos e seria uma adição muito interessante para o meio-campo já que na nossa equipa B só Tozé tem demonstrado ter perfil para ser promovido.

- Carlos Eduardo (médio, Estoril)
Um dos responsáveis directos da excelente época do Estoril. Um médio criativo com muito futebol nas pernas, jovem e potencial.

- Tiago Silva (médio, Belenenses)
Excelente médio de futuro, um dos melhores jogadores da II Liga esta temporada.

- Filipe Augusto (médio, Rio Ave)
Há dois anos que pertence ao plantel de Jorge Mendes, um player dos mercados que raramente falha nas suas apostas, é um médio com muito futuro e que tem estado em grande forma ao serviço do Rio Ave


Com um plantel para 2013/14 com dez/doze jogadores formados localmente, entre novas aquisições, promoções da equipa B (Tozé, Tiago Ferreira, Seba/Dellatore?, Caballero, Kelvin) e alguns dos jovens que já estão na primeira equipa (Fabiano, Atsu, Castro, Ba, Kadu) a que se juntariam as nossas apostas no mercado internacional (onde já se incluem Herrera e Reyes, os reforços confirmados para Julho) e os jogadores que consigamos manter (o core do plantel), teremos um grupo muito mais compensado, com mais opções e, sobretudo, mais barato. O que também significa uma maior margem de lucro em negócios de futuro, algo que se está a perder com compras cada vez mais caras e vendas e revendas de percentagens de passes.

Se num momento de aperto, a SAD do FC Porto teve o génio e engenho de fazer da fraqueza uma tremenda virtude, neste ano que pode ser dificil de engolir para os adeptos quando a época termine, é importante voltar às origens e não perder o norte. Garantir o futuro, não esquecer o presente e aprender com os erros e os triunfos de um passado não tão distante.


PS 1: Este artigo foi originalmente escrito à sensivelmente semana e meia. Hoje o jornal A Bola lança a notícia de que dois dos jogadores da lista, Ricardo e Tiago Rodrigues, já estão contratados. Um excelente sinal da SAD.

PS 2: Sobre jogadores baratos e com potencial de futuro no mercado internacional escreverei nas próximas semanas.

79 comentários:

DC disse...

Acho que Zé Luís não tem qualidade para o Porto.
Já o Vieirinha, apesar de ter, tem 26 anos, custou 5 milhões ao Wolfsburgo, portanto acho que já é tarde e já não vale a aposta (tivemos o maior talento do europeu de sub-17 e deitamo-lo fora).

Acrescentaria a esta lista o Josué, enorme jogador, o melhor do Paços e formado no Porto e o Jefferson do Estoril que seria uma boa alternativa ao Alex.
Menos jovens juntaria ainda o André Leão e o Éder.

Fico realmente a torcer para que se aposte no Ghilas, Josué, Jefferson e Filipe Augusto. Os outros, penso que ou não fazem falta (o central viria juntar-se a uma lista já bem larga de jovens centrais que temos), ou não me parecem poder alguma vez ganhar um lugar (o puto do Belenenses não conheço).


No entanto e achando que se deve apostar em jovens com qualidade, esta época provou que a falta de maturidade no plantel se pode pagar caro quando vimos que Iturbe, Kelvin e Atsu não explodiram e James tem sido muito irregular. Convém, na minha opinião, juntar a estes jogadores pelo menos 1 extremo de qualidade, 2 no caso da saída de James.

João disse...

Desculpe mas dinheiro há. Se os outros conseguem fazer um plantel completo, com duas ou mais soluções válidas para cada posição com metade do nosso orçamento, não há desculpa possível para termos um plantel com as lacunas do nosso, ponto final.

E já que temos a mania de competir por jogadores com o milhafre nos quintos da América do Sul, podiam abrir a pestana para a mercado europeu, onde deixamos passar de mansinho dois jogadores da classe do Suleijmani e Djuricic. O Ghilas arrisca-se a ser outro Lima, também não se percebe como é que ainda não está feito com a abundância de jogadores para a posição que temos e a saber perfeitamente que não deve custar muito mais que o subsídio de alimentação do Liedson.

JON disse...

Bom artigo, Miguel. Pena o "sugerência"... Ainda não falamos castelhano.

Bluesky disse...

Ricardo não me lembro bem, mas já vi o Tiago Rodrigues 2 ou 3 vezes e acho um diamante por lapidar...
Boa compra do FC PORTO!!!!

Bernini disse...

De facto aqui alguns dos miudos referidos são de muito valor, e eu assinalava em especial o Tiago Rodrigues que para mim tem sido uma das revelações da época.

Obviamente que necessitamos de reforços, mas mais importante que isso precisamos que termine o pesadelo de ter no nosso banco uma pedra com dois olhos a comandar a equipa.

Tenho de discordar é do que é referido acerca do Tiago Ferreira. Tenho acompanhado muitos jogos da equipa B, e é um central muito fraco. Dali acho que o unico que se aproveita é o Michael Seri... que máquina!!

José Rodrigues disse...

«Quem o viu despontar, na sua etapa de júnior ainda no FC Porto»

O Vieirinha foi comprado aos 19 anos ao Guimaraes por uma quantia bem jeitosa e estou praticamente certo q nunca chegou a jogar nos nossos juniores, sendo incorporado diretamente na equipa B. De qq forma, penso q infelizmente este comboio deixou a estacao e nao mais regressa ao FCP.

Quanto aos outros pronuncio-me apenas sobre o Ghilas: optimo racio valor/custo (e ja´ bem adaptado ao pais), era ele q eu pedia no Natal (mas veio o Liedson). Quanto aos restantes, nao me pronuncio por conhecer muito mal.

DC disse...

Desculpe lá mas tenho a certeza absoluta que quando aos 17 anos jogou o europeu em Viseu o Vieirinha, tal como o Paulo Machado, o Márcio Sousa e o Tiago Costa, era do Porto.
Posso-lhe garantir isso porque foi uma geração que acompanhei com muita atenção pois acreditava que o Vieirinha podia ser talvez o melhor jogador de sempre a sair da formação do Porto.

Ricardo disse...

Eu substituiria Vieirinha por Bebé. Aliás, acho que o FCPorto deveria quase "exigir" Bebé no negócio, se acontecesse, do James Rodriguez

Pedro Albuquerque disse...

José, julgo que está a confundir com alguém. Vieirinha nasceu em 1986 e foi para o FC Porto B em 2003, com 17 anos. Idade de júnior.

Relativamente ao artigo, concordo com tudo, mas falta-me ali ver descrita (e posso não ter lido por engano) uma PEÇA FUNDAMENTAL! O treinador! Com esse plantel que fala (com Reyes, Herrera, Tiago Rodrigues, etc) e o treinador que temos hoje será que vamos a algum lado? Não me parece.

Precisamos de um treinador que saiba lançar os jovens, que saiba potenciar jovens jogadores (como fez Jesualdo), que não tenha medo de mudar o esquema táctico quando necessário e que saiba fazer rotação de plantel.

Pedro Albuquerque disse...

Caso a SAD decida vender o James ao United porque não incluir este jogador no negócio?

Bébé (22 anos - Manchester United - Português) - Faz lembrar o Hulk com as suas arrancadas.

Pedro disse...

Fernando Ferreira. O pulmão do Belenenses. Seria a compra ideal para a próxima época!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Era capaz de jurar que o vi nos júniores ainda, mas provavelmente tens razão e era a equipa B, a mesma onde já estavam o Paulo Machado e o Hélder Barbosa, outros dois jogadores esquecidos dessa geração e que não faziam má figura no plantel.

O Ghilas parece-me uma contratação obrigatória tendo em conta o que custa, o que custa um avançado goleador no mercado e as provas que já deixou no futebol português.

Justiceiro Azul disse...

Parece-me que o Vieirinha já era da formação do Porto quando foi internacional pelos sub 18 ou sub 16 que, salvo erro ganharam um Europeu cá em Portugal.

Anónimo disse...

Realmente um excelente conjunto de reforços. Uma equipa de jovens inexprientes alguns sem qualidade minima. Boa ideia, em vez de lutarmos pelo campeonato nacional lutaremos para ser primeiros de Comibra para cima, sei lá instituiremos a taça do Norte. Já só falta no artigo a apologia da venda dos jogadores caros do plantel: o Moutinho, o Fernando, os colombianos. Esta teoria do empobrecimento certamente vai trazer alegrias ao clube: confrontos épicos e equilibrados como o Rio Ave, o Moreirense ou o Salgueiros. Certamente conseguiremos ganhar a alguns tubarões como a Académica, o Estoril ou o Nacional....
Sinceramente estou completamente em desacordo com este artigo, então quando fala da promoção dos jogadores da equipa B como se fossem Maradonas quando não valem um chavo (salvo uma ou outra excepção)....
Só estou de acordo no facto de alguns dos jogadores mencionados serem interessantes mas sempre para comporem um plantel de lementos mais experientes e qualificados sob pena de começarmos a ver o Benfica por um loooongo canudo.

Pedro Moreira

bruno cláudio disse...

o pizzi, paulo machado, manuel fernandes, quaresma e um bom guarda redes da escola ex-sovietica.
até arrisco dizer, o ricardo carvalho!

bruno cláudio disse...

e despachar os otamendis, defours, liedsons, danilos, heltons, fabianos..

Luighi disse...

Excelente post.

Trocava somente ze luis por eder.

Do futebol internacional jogadores que possam interessar ao FCP:

1º Wilfried Bony(vitesse) melhor marcador do campeonato holandes, este costa marfinense afigura.se como o possivel novo drogba. 24 anos e 1.82 altura

2º Carlos Bacca(club brugge) melhor marcador do campeonato belga, colombiano(bom sinal-jogador da moda) 26 anos 1,81 altura, pode jogar como ponta ou 2 avançado.

3º honda, o melhor japones da actualidade ja jogou contra FCP pelo cska moskovo, nº10 com remate igual ou superior a hulk, pé direito, de estatura baixa, e acima de tudo livre transferencia em junho.

4º rosales(twente) 24 anos idade ,defesa direito titular seleçao venezuelana em 2012 apontado como possivel reforço do FCP(pelo seu empresario), rapido, chega facil frente para cruzar e rematar.
Talvez danilo possa encaixar no meio campo.
E este craque esta a custo zero em junho.

5º Victor Wanyama(celtic) nascido no quenia com 21 anos idade este trinco com excelente tecnica e remate tambem pode jogar como box to box. Estampa fisica invejavel, 1,88 alltura.

6º anderson(m.united) caso queira regressar "a sua casa" e receber metade do que aufere no united, aqui sabe que tem o carinho dos adeptos e sera o 10 solto que nunca mais foi desde que abandonou o clube.

7º Víctor Ibarbo (Cagliari) actua normalmente como 2avançado ou como desenrasque descaido para alas, 1.90 de uma estampa fisica impressionante e uma velocidade super sonica, este colombiano(mais um made in colombia) seria jogador a custar 7 milhoes mais varela ou rolando.

8º Pierre Emerick Aubameyang(Saint.Etienne) 23 anos,1,85 altura uma estampa fisica impressionate,joga preferencialmente na ala direita,mas pode jogar na esquerda ou a P.Lança. o neymar do gabão tem sido o maior destaque da liga francesa, por menos de 10 milhoes de euros mais 1 djalma ou varela, por menos era impossivel visto que psg,arsenal, etc ja estão interessados.

9º K.Gameiro (psg) este possivel dispensado do psg, ja rejeitou a seleçao nacional para jogar pela francesa.
Outrora apontado ao dragao, este avançado movel e que pode jogar sobre a ala esquerda do ataque seria uma contratação avultada e dificil por parte da sad FCP.

P.S: poderia acrescentar nomes como o colombiano Cuadrado(udine\fiorentina), affelay(shalke\barça) cuenca(barça) etc..ect...

MBC disse...

Este é, de facto, o caminho.
Como disse o MLP a propósito da época de 2002-2003, quando o Porto se viu obrigado a gerir com menos dinheiro a "coisa" até correu bem. Lembrem-se do que se passou no início da década de 90: com uma grande equipa a acabar o seu tempo e sem dinheiro para grandes compras, o Porto deixou-se de "Ditos" e afins e virou-se para os da casa e arredores. Foi assim que se afirmaram o V Baia, o Rui Jorge, o F Couto, o J Costa, o P Santos, o J Couto, o Folha e (em certa medida) o Domingos.
Assim, as vitórias virão (como vieram) naturalmente; e com toda a naturalidade será banido no nosso clube o estado de espírito "desistente" característico dos jogadores do plantes nesta época.

Miguel Lourenço Pereira disse...

DC,

O perfil do Josué estaria bem coberto pelo Tiago Rodrigues e pelo Tozé, mas não deixa de ser mais um bom exemplo do produto de formação a quem se deu pouca bola. O André Leão parece-me já algo mais limitado para o posto - apesar de ser importante contar com jogadores com algum traquejo nas pernas no plantel - e entre o Éder e o Ghilas, naturalmente a minha aposta vai para o gaulês.

As apostas em jogadores jovens não podem ser para a primeira equipa - salvo que esteja demonstrado que realmente o merecem - mas sim para compor um plantel que foi demasiado curto. São todos jogadores habituados ao ritmo do futebol português e com uma mentalidade distinta aos Iturbes e companhia que chegam já com a cabeça noutro lugar. Isso, naturalmente, não implicaria como disse, abandonar o nosso core de negócio habitual nem buscar um perfil de jogador mais maturo!

Miguel Lourenço Pereira disse...

João,

Naturalmente que o mercado europeu - sobretudo o do leste e norte da Europa - é um excelente mercado onde o Sporting e o Benfica têm estado mais activos do que nós. O FCP sempre teve uma tradição de preferência ao mercado sul-americano mas não nos podemos esquecer que três das nossas referências da década de 90 - Kostadinov, Drulovic e Zahovic - vieram daí.

Miguel Lourenço Pereira disse...

It happens ;-)!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Pedro,

O artigo é exclusivamente sobre o mercado interno de jogadores assim como sairá nas próximas semanas um sobre o mercado externo. Não é sobre a equipa técnica que merece uma boa discussão noutro momento.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Pedro,

Seguramente o Pedro foi um dos que - como citei no artigo - adeptos que no estádio das Antas vi criticarem alto e a bom som, na pré-época de 2002/03 esses pequenos jogadores como Paulo Ferreira, Nuno Valente, Maniche e afins. Acontece.

O artigo é muito claro e não dá espaço para teorias mirabolantes. O Core do negócio do FCP é o mesmo. Qualquer investida no mercado tem de ser analisada com base em pressupostos distintos, um dos quais a aposta no futuro a médio e longo prazo. O preço de todos os jogadores aqui citados, salvo o caso de Vierinha que nunca chegaria por menos de 6 milhões de euros, não superaria o de Alex Sandro. Sete jogadores pelo preço de um.

E, sobretudo, são jogadores para formar um plantel de 25 jogadores, não são jogadores para ser titulares. Mas terão tempo e companheiros com mais experiência para aprender o ofício. São portugueses, baratos, permitem inscrever 25 jogadores nas listas da UEFA e em caso do negócio sair bem (como os Paulo Ferreira, Pepe, Bosingwa, Meireles, Alves), oferecem uma margem de lucro muito superior à dos Hulk, James e Jackson porque são muito, mas muito mais baratos.

Comparar esta política com o Salgueiros não só é de má-fé. É de imbecil!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Bruno,

O Pizzi tem contrato com o Atlético de Madrid para o próximo ano. O Manuel Fernandes, o Quaresma e o Ricardo Carvalho são jogadores por cima dos 30 anos, não acrescentam nada ao que já temos e ganham muito mais. O Paulo Machado seria, como o Vierinha, uma boa opção, mas vejo-o muito mais distante do que o extremo e quanto a guarda-redes, o Fabiano demonstrou em Coimbra que pode perfeitamente desafiar a titularidade ao Helton.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Luighi,

Está a antecipar-se, em alguns nomes, à lista que vamos publicar mais à frente apesar de muitos desses jogadores nunca serem hipóteses reais para um clube que joga na liga portuguesa.

DC disse...

Porra, logo o treinador que dispensou Vieirinha, Paulo Machado, Bruno Gama, Hélder Barbosa, Nuno André Coelho, etc, etc, etc é que potencia jovens?
Jesualdo desperdiçou a melhor fornada de jovens que tivemos nos últimos 15 anos, dispensou-os TODOS!!!

É para mim quase chocante ler aqui que logo esse treinador que tanto mal fez à nossa formação (optando por dar oportunidades a Mariano, Tarik, Lino, Stepanov, entre outros mancos quanto tinhamos esses miúdos com tanta qualidade) é que lançou jovens. Ele não lançou jovem nenhum, a única coisa que se pode assemelhar a "lançar" um jovem foi o que fez ao Nuno André quando o atirou às feras contra o Arsenal numa posição que não era a dele e não mais o voltou a utilizar.

DC disse...

E o Sonkaya nos seus cruzamentos :)

portista_amadorense disse...

O Balde tambem tase a tornar um bom jogador, é forte, rapido, finta bem, domina bem a bola, cabeceia bem, quem sabe se nao sera melhor ko jackson, que nos ultimos tempos tem tado frakinho. Eu ia buscar tam bem o Manuel Fernandes, grande jogador e nao deve ser caro, para o lugar do Moutinho ou do Lucho.

Joaquim Lima disse...

Já aqui sugeri, mas volto a fazê-lo: Jelle Vossen, do Genk.

Pedro Albuquerque disse...

Quem trabalhou Hulk, Falcão, Lucho entre outros?
Quem é que Hulk e Falcão referem como tendo sido o treinador que mais os ajudou a melhorar como jogador?

Jesualdo.

Pedro Albuquerque disse...

Querer despachar aquele que tem sido o central mais regular e mais usado este ano é incrível.

Dispensar o Danilo que apesar de não ser o Maicon é bastante regular seria outra estupidez.

DeFour é bom jogador, mas precisa de um treinador que o saiba usar como deve ser.

DC disse...

O Lucho era um jovem quando chegou ao Porto?
E por ter treinado e talvez potenciado (embora o Hulk e o Falcao tenham jogado o dobro com o AVB) 3 craques isso invalida que tenha desperdiçado tantos outros?
Ele simplesmente esqueceu a formação do Porto que tinha uma fornada enorme de jovens talentos.
Hoje em dia esses jovens talentos são titulares em clubes como Wolfsburgo, Braga, Olympiakos ou Deportivo. Era falta de potencial? Ou era falta de alguém que o quisesse trabalhar?
Ele nunca sequer deu uma oportunidade aos putos, simplesmente queimou-so.

Jesualdo foi a pior coisa que aconteceu à formação do Porto. Nunca me esquecerei o que fez ao Hélder Barbosa, titularíssimo e figura da Académica, chamando-o em Janeiro de volta ao plantel para fazer apenas UM JOGO INCOMPLETO e logo contra o Sporting.
Ou o que fez ao Vieirinha lançando-o a titular numa derrota contra o E.Amadora e não mais o voltando a utilizar como que o culpando por essa derrota.
Ou o sacrilégio que fez ao Nuno André em Londres.

Só alguém muito esquecido pode pensar que Jesualdo sabe lançar ou potenciar jovens.

to13 disse...

"venda dos jogadores caros do plantel: o Moutinho, o Fernando"

O Fernando, por exemplo, veio com a idade do Ricardo para o Porto, se não me engano. Houve logo criticas de muitos adeptos e já o viam a perder-se em empréstimos.

O Moutinho, outro, para ser o craque de agora alguém teve de ter coragem e apostar nele quando ainda era muito jovem e jogava na formação do Sporting.

Fiquei extremamente contente com as contratações destes dois jovens, principalmente do Ricardo. Ainda espero ver mais algumas contratações a nível interno, gosto muito do Josué.

to13 disse...

"E o Sonkaya nos seus cruzamentos :)"

Que craque que tu foste buscar...

Miguel Correia disse...

Esqueceram-se do Pizzi do Desportivo? E concordo que o Manuel Fernandes no porto atingia uma dimensão brutal.

Anónimo disse...

O Vieirinha chegou ao Porto em Janeiro de 2003. Jogava nos juniores do V.Guimarães e veio para o plantel B do FCP.

Foi dispensado por Jesualdo Ferreira. Tinha o peso da comparação com o Figo...

MT

Duarte disse...

Porque felizmente Vítor Pereira tem lançado imensos jovens. É só ver o caso do Tozé, do Sérgio Oliveira e do Tiago Ferreira. E claro, o trabalho de Jesualdo foi muito pior que o de Vítor Pereira, muito pior. E no que toca a potenciar jogadores, nomes como Bosingwa, Lisandro, Falcao, Bruno Alves não devem nada ao Jesualdo Ferreira. Já Vítor Pereira fez um trabalhão com Belluschi, Guarín e etc. Mas se formos somar o desempenho de um e de outro época a época, aí sim VP bate Jesualdo a todos os níveis, sem dúvida. Enfim, sorte a de um ser portista e azar do outro ter vindo de lá de baixo. Se o de lá de baixo tivesse feito e dito 1/3 dos disparates do portista, não tinha aguentado meio ano.

Anónimo disse...

Acrescento:

Paolo Hurtado - 22 anos - Paços de Ferreira
Josué - 22 anos - Paços de Ferreira

Steven Vitória - 26 anos - Estoril (fica livre no final desta época)
Licá - 24 anos - Estoril


MT

.:GM:. disse...

O Drulovic já estava no Gil Vicente assim como o Zahovic já estava no Vitória de Guimarães, se não estou em erro. Assim, a nossa prospecção nesse caso foi local e não internacional.

Anónimo disse...

"Ou o que fez ao Vieirinha lançando-o a titular numa derrota contra o E.Amadora e não mais o voltando a utilizar como que o culpando por essa derrota."

Ou o q alguem fez ao toze, lançando-o no empate contra a Olhanense e não mais o voltando a utilizar como que culpando por esse empate.

Luís Negroni disse...

Pra mim, da lista, só interessam os 2 que aparentemente já estarão contratados e o Ghilas. Os outros, por um motivo ou por outro (incluindo a representação do abominável jm), não interessam. Mas quem já podia estar no Porto, a custo zero, e tão bom ou melhor que o Lima - basta olhar para o nº superior de golos que tinha no campeonato e cl antes de se lesionar - era o Éderzito, mais conhecido por Éder. Ficámos com a fama, andámos a ser mais ou menos denegridos e caluniados durante meia época, e quem ficou com o proveito foi o Braga.
E não percebo como têm andado tantos portistas a salivar pelo Lima, que quase trintão e só com mais uma época de contrato custou 4,5 milhões de euros ao slb, esquecendo-se completamente deste Éderzito, muito mais jovem, de borla, que marcou tantos ou mais golos que o Lima até se lesionar, e que para além de ter mais 10 cm que o Lima - o que num ponta-de-lança dá sempre jeito - podia vir a permitir um bom encaixe financeiro para o Porto, numa futura venda, coisa muito improvável com o Lima trintão.

Miguel Lourenço Pereira disse...

GM,

Eu sei que ambos já jogavam cá, o que quis dizer é que os dirigentes do FCP sabem perfeitamente a qualidade que existe nessas partes da Europa. Que não tenham ido lá nos últimos anos deve-se, sobretudo, a questões ligadas a empresários!

DC disse...

Duarte, a sua noção de jovem promessa deve ser diferente da minha porque eu não sabia que o Belluschi e o Guarin eram jovens promessas. Aliás por falar em Guarin, se não fosse o AVB será que tinha explodido? É que passou vários anos a não jogar nada com o Jesualdo.
Bosingwa? o que foi lançado a titularíssimo e a defesa direito com o Adriaanse? Chegou e manteve-o a jogar tal como o treinador anterior tinha feito.
Lisandro? O melhor marcador da Argentina era uma jovem promessa? Então se o Jesualdo o potenciou que dizer do que VP fez com Jackson que já bateu o seu recorde pessoal de golos numa época?


Quanto ao Tozé, que eu saiba apareceu este ano, vindo da equipa de juniores. Está no seu 1º ano se séniores, foi utilizado contra o Olhanense devido a várias lesões que obrigaram a chamar 2 elementos da equipa B. Continua no Porto, provavelmente fará a pré-época do próximo ano, e aí sim, caso seja integrado no plantel, veremos o seu aproveitamento. Está tudo completamente em aberto e só alguém muito mal intencionado pode afirmar que a sua evolução sofreu qualquer desvio por causa de 15 minutos com o Olhanense.

Querer comparar esta situação com a do Vieirinha, que foi emprestado 3 anos, que no ano de estreia de Jesualdo com o Rui Barros fez um golão na supertaça e que depois foi ostracizado toda a época até finalmente acabar dispensado é, no mínimo, desonesto.

Querem bater no VP a todo o custo e arrajam argumentos completamente ridículos. Só falta ler que a culpa da austeridade não funcionar é dele também.

Jesualdo foi péssimo na gestão daquela fornada de jovens, é um facto. Pelas suas mãos passaram Castro, Diogo Valente, Paulo Machado, Vieirinha, Bruno Gama, Nuno André Coelho, Nuno Coelho, Ivanildo, Ventura, Paulo Ribeiro, André Pinto, Rabiola, Rui Pedro, Tengarrinha, Ivo Pinto, Pelé, Josué, Dias, Sérgio Oliveira (olha o tal, queres ver que afinal a culpa não foi do VP?), Candeias, Diogo Viana, Orlando Sá, etc...
Isto para falar apenas em jovens portugueses. E todos eles tiveram o mesmo destino: a dispensa do clube. E se podemos dissertar sobre o real potencial de alguns deles, a verdade é que a grande maioria destes jogadores hoje em dia é titular em clubes de 1ª liga.
Em vez disso, andamos 3 épocas a levar com Bollati, Prediger, Mariano, Valeri, Tomás Costa, Benitez e companhia limitada.

Mas a culpa é certamente do VP que não potencia jogadores e estoirou milhões e milhões de euros em argentinos de qualidade duvidosa.

Anónimo disse...

você dá muita importância à estampa fisica já reaparei :)
assim nunca vamos descobrir um messi :)

Anónimo disse...

A equipa B tem bons valores:Seri,Sergio Oliveira, Tozé, Pedro Moreira(este é muito bom). Em portugal há outros portugueses entre os quais: éder, Josué, Licá. Há ainda um jogador que é daqueles que não percebo como ainda estão no estoril, mas que é brasileiro: Anderson Luis , um defesa direito soberbo e que faz jogos atrás de jogos sempre em alta rotação. Metia o Danilo num canto, talvez porque o danilo jogue melhor no meio campo.
Manuel Fernandes e outros do genero seriam contrataçoes desastrosas. não tem cultura do porto ja com idade avançada, ganham muito e tem o rei na barriga.

PS:Já que ninguém quer falar do elefante que está na sala falo eu. Estas contratações recentes, não poderão ter sido encomendadas por Rui Vitória (já sabendo que ia ser o proximo treinador do Porto)? pensem nisso.

Anónimo disse...

Em 10 jogos (900 minutos), o Jackson marcou 1 golo em jogada de bola corrida.

Já leva quase 3350 minutos nesta temporada. E não tem ninguém para o seu lugar.

Anónimo disse...

João,

Já para não falar do Witsel. Como foi possivel esse fenomenal jogador; como eu cheguei a referir em outros foruns um ano antes de ele assinar pelo SLB, ter ido parar ao SLB a troco de 7 milhões o mesmo valor que umas semanas mais tarde pagámos pelo Defour e um pouco mais pelo Mangala.

Já agora este Filipe Augusto do Rio Ave, não é o mesmo jogador que há umas duas semanas atrás mais ou menos foi dado salvo erro pelo o jornal "o Jogo" como jogador do SLB na próxima época? ou ficou com opção?

Anónimo disse...

Sou o único que acho qoe o edu da equipa b é uma completa nulidade, literalmente? é que joga ainda pior que o varela... e o tiago ferreira né assim tão bom como dizem ps: o vossen q joga na holanda, que acham?

Anónimo disse...

"Foi assim que se afirmaram o V Baia, o Rui Jorge, o F Couto, o J Costa, o P Santos, o J Couto, o Folha e (em certa medida) o Domingos."

Caro MBC

Como no Benfica se afirmaram pela mesma altura, o Rui Costa, P. Sousa, P. Madeira, J. Pinto, R. Bento etc... e no Sporting; o Figo, Capucho, P. Torres, Peixe etc... Ou seja, essa foi uma época que deu á luz uma geração de ouro do jogador português; uma geração que ganhou tudo o que havia para ganhar nos ecalões de formação. Essa foi uma época que passou a ser normal, e até moda apostar em jovens jogadores portugueses, principalmente aqueles que tinham sido internacionais nas categorias jovens.

Anónimo disse...

Luis,

O Eder tinha sido sem dúvida uma boa contratação; mas comparar Eder ao Lima p.f. O 2º é um avançado de corpo inteiro, que pode jogar em qualquer uma das posições da frente de ataque. Já o Eder é bom, mas muito mais limitado no seu raio de ação. Na verdade é mais jovem que o Lima. Mas também o Kléber o é. Mas diga lá qual foi o melhor negócio o SLB comprar o Lima por 4,5M ou o Porto comprar 70% do passe do kléber, por 4,7 milhões?

Anónimo disse...

Caro Miguel:

Então o seu projecto para o futuro imediato do clube passa por manter 10 estrelas da equipa B, ir buscar mais 9 jovens promessas (?) sendo que depois acaba por dizer "E, sobretudo, são jogadores para formar um plantel de 25 jogadores, não são jogadores para ser titulares.". Portanto quer 5 ou 6 jogadores experientes e depois 19 estrelas do futuro...cada uma mais segura que a outra. Depois vai comparar a situação com a vivida em 2002. Pura falácia: primeiro o plantel do clube era bem melhor do que o actual e as contratações, feitas com mestria, foram cirurgicas. E comparar jogadores já com créditos firmados e "maduros" como Derlei, Nuno Valente, Maniche...com os que refere agora é pura demagogia. Também lhe digo que neste momento o nosso principal rival tem um nivel muito superior ao de então por muito que o seu portismo lha faça sonhar com duelos para si equilibrados entre Kelvin e Salvio, Seba e Gaitan e Atsu e Ola John. Pretende, e não me canso de repetir, uma gestão tipo Sporting, fazer uma equipa de miudos da "cantera" esperar 5 anos por resultados e ir vendendo os melhores. Em relação à resposta que me deu dou-lhe os parabens por manter o seu nivel no ultimo paragrafo: "Comparar esta política com o Salgueiros não só é de má-fé. É de imbecil!". Não sei onde encontrou a tal comparação. Claro que o Miguel não tem capacidade para entender uma ironia pelo que quando lhe responder vou ser mais cuidadoso, mais básico. Em relação ao insulto reflete falta de argumentos. Sabe que consulto este blog com prazer e interesse porque gosto de ler o que por aqui se escreve. Pena é que nem todos mantenham a mesma elevação.
Finalmente tenho que discordar com a opinião generalizada que critica o clube por não aproveitar os seus jovens jogadores, independentemente do treinador A ou B. E digo isto porque que me recorde desde os anos 80 de todos os jogadores dispensados (ou vendidos) só um rendeu a um grande nivel, Pedro Barbosa. O resto não singrou confirmando decisões correctas da administração. Neste clube só podem jogar os melhores entre os melhores por muito que isso custe a quem sonhe ter nos Kelvins futuros Ronaldos.

Pedro Moreira

Luís Miguel disse...

No mercado interno Bebé é o que tem maior potencial.

Luighi disse...

Miguel Lourenço Pereira,

Peço desculpa mas acabei por enumerar alguns jogadores que sigo com atençao, e que seriam interessantes para FCP para depois poder comparar com a vossa lista.
Assim ñ copiei por ninguem :-)


Aporveitava para deixar aqui uma pequena critica a nossa SAD por ñ ter contratado Lima e Eder a custo 0.
Tanto se falou dos 2 jogadores no FCP para depois se ir buscar farias,kleber,walter,janko,liedson.
Que falta de visão.

Anónimo disse...

Desde que seja sem o VP...comprem quem quiserem.

Duarte disse...

DC, eu não disse que Jesualdo não teve responsabilidades pela não utilização dos jogadores que referiu. Claro que teve e é um facto que JF potenciou vários jogadores que deram milhões ao FCP, mas nenhum deles foi proveniente da formação. De qualquer modo, quanto a mim, nem todos os jogadores que enumerou têm, ou tinham, qualidade para vingar no Porto. Mais, como o anónimo disse, pelo prisma do DC, o que aconteceu com o Tozé é perfeitamente comparável com o que aconteceu com o Vieirinha no jogo com o Estrela.

De resto, evidentemente que VP tem mérito, e muito, na adaptação rápida do Jackson ao futebol europeu. No entanto, também ele não se pode gabar de ter mudado o paradigma no que toca à aposta na formação.

"Em vez disso, andamos 3 épocas a levar com Bollati, Prediger, Mariano, Valeri, Tomás Costa, Benitez e companhia limitada.

Mas a culpa é certamente do VP que não potencia jogadores e estoirou milhões e milhões de euros em argentinos de qualidade duvidosa."

Podia ao menos ser um bocadinho mais coerente. O DC acha que VP não é o responsável pelas aquisições e pela construção do plantel, mas considera que foi Jesualdo a querer os Benitez, os Predigueres e os Valeris? Quis tanto qualquer um desses jogadores, como VP quis o Liedson. O tempo de utilização, aliás, deve andar ela por ela. Foi Jesualdo a estourar os milhões que foram estourados nesses jogadores? Não creio, mas Jesualdo ajudou muito a que um jogador chamado Cissokho, que foi comprado por tuta e meia, tenha sido vendido por 15 milhões meio ano depois. Este é um de vários exemplos.

Voltando às más contratações e à formação, a SAD (a quem se deve a maioria dos reforços) engana-se, mas normalmente acerta mais vezes do que as que erra. Se é verdade que houve casos de jogadores da "cantera" que podiam ter sido melhor aproveitados, também é um facto que estes estavam tapados por outros de maior qualidade.

DC disse...

Duarte, se o Vieirinha e o Paulo Machado estavam no plantel e foram dispensados, a direcção teve que se virar para o Mariano, Bolatti, Valeri, Prediger.

As soluções estavam em casa, o Jesualdo não as quis, obrigou a direcção a queimar dinheiro em jogadores medíocres que só deram prejuízo. quando a custo zero podíamos ter tido no mínimo o mesmo rendimento.
Não me parece que esteja a ser pouco coerente em nada aqui. A direcção contrata, mas o treinador dispensa. E uma prova disso é que a direcção fez um contrato de longa duração com o Vieirinha, por 4 ou 5 anos, e passado uns meses foi dispensado pelo JF.

http://www.publico.pt/desporto/noticia/fc-porto-vieirinha-renova-contrato-ate-2010-1280944


Quanto ao Tozé continuo a dizer que é incomparável falar dum jogador que não faz parte do plantel (ele é da equipa B e só casualmente vem treinar à equipa A) com um jogador que fez a pré-época, foi opção logo no jogo da Supertaça onde marcou um golaço, passou toda a época no plantel principal a treinar e no fim foi dispensado.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Pedro Moreira,

Quando não se sabe interpretar a língua portuguesa, não se pode exigir muito mais.

"Com um plantel para 2013/14 com dez/doze jogadores formados localmente, ENTRE novas aquisições, promoções da equipa B (Tozé, Tiago Ferreira, Seba/Dellatore?, Caballero, Kelvin) e alguns dos jovens que já estão na primeira equipa (Fabiano, Atsu, Castro, Ba, Kadu)"

Não sei que parte do ENTRE não entendeu, a mesma parte que coloca no lote de 25 jogadores 10 jogadores entre 4 ou 5 que já estão no plantel mais 5 que podem vir da equipa B ou de contratações. E que deixa um total de 15 jogadores de primeiro nível e créditos firmados para arcar com o peso da equipa. Não sabia que esse era o modelo do Sporting. Fiquei a saber hoje. Eu pensava-o mais num modelo parecido ao Barcelona, que todos os anos procura integrar jogadores da formação no apoio ao lote da equipa principal, mas talvez sou eu quem está enganado. Eu e o Vilanova, seguramente.

Realmente, a minha capacidade é bastante limitada. Aos leitores do RP, peço desde já, as minhas sinceras desculpas!

Pedro Albuquerque disse...

Qual foi o treinador que lançou o Fernando?

Lançar o Tózé quando tem o Castro no banco para mim só releva uma coisa. Incompetência.

Nightwish disse...

Regular a perder bolas em situações em que não pode fazê-lo?

Luighi disse...

Caro anonimo

Tem que pesquisar e ver mais futebol.
Honda tem 1,80 e 74 kg...certamente ja o viu jogar contra FCP e ñ nenhum monstro.
Anderson,rosales, e pricipalmente gameiro sao de estatura bastante baixa.
Logo tenho uma mistura de etnias,genetica,altura,posição,lingua, etc etc


P.S: Certamente ñ conhecera a maioria dos jogadores que referi e so deu enfase a palavra "estampa fisica"(vi que gostou..lol..)

Luighi disse...

Vossen é interessante sem duvida,mas neste momento tem pelo menos 2 jogadores a frente dele na seleçao belga, falo do titular Benteke (aston villa)e do suplente lukaku.


Além de que vossen é 3 melhor marcador da liga belga e bacca é o 1. Acho bacca mais jogador, com uma velocidade impressionante.

Contudo gosto do Vossen, tem muita tecnica,pode jogar avançado centro ou descair para direita.

DC disse...

O Tozé e o Castro a única coisa que têm em comum é estarem no Porto.
Um é um médio criativo que também pode jogar na ala, um 10 ou um 7. o outro é um médio mais recuado, que pode inclusive jogar a trinco, um 8 ou 6.

Lançar um em vez de outro tem a ver com o simples facto de um ter características mais ofensivas do que o outro.

Mas claro, isso quando se fala de VP qualquer coisa é desculpa para o chamar de incompetente.


O Fernando foi lançado pelo Jesualdo sim, porque o Paulo Assunção fugiu e por acaso tinhamos esse puto emprestado no Estrela que na 1ª pré-época tinha passado todos os jogos a defesa direito. Bendita a hora em que o Assunção traiu o Porto porque senão a esta hora o Fernando estava no Moreirense. Tem o "mérito" de acabar por desistir do Bolatti e ficar com o Fernando mas é apenas uma excepção que confirma a regra.

Hostile disse...

Bony - clubes de topo da Premier interessados, fora de questão, nunca teríamos dinheiro nem para salário nem para a transferência
Bacca - talvez mas não é melhor que o Jackson e seria um suplente caro
honda - salário incomportável obviamente
rosales - mais um suplente caríssimo
wanyama - claro, depois de Man Utd e Arsenal mostrarem interesse o Porto ia todo contente buscá-lo não sei com que dinheiro
Anderson - o Anderson deve estar mortinho para cortar o salário a meio (e mesmo a meio não sei se o conseguíamos pagar)
Ibarbo - o Cagliari deve comer iogurtes com a testa para aceitar Varela e Rolando assim do nada. Não temos dinheiro obviamente!
Aubameyang - para este acho que tínhamos que vender James, Moutinho e Mangala e não sei se ficavamos com dinheiro suficiente para a transferência e salários. E o St. Ettiene deve estar mortinho também por ir buscar o Djalma e o Varela.
Gameiro - é outro pior que o Jackson mas que ganha mais. era muito bom mesmo ter um suplente a ganhar 200 mil euros por mês...

Affellay - este ganha mais que o nosso 11 titular todo
Cuadrado - mais um para custar tanto como o Danilo para termos 2 defesas direitos milionários. Quem pode, pode.

Cuenca - vá lá, um nome mais ou menos coerente!

Anónimo disse...

Já vejo aqui tantas vezes a referência ao Bebé que tive de ir buscar um vídeo que exemplifica e bem o barrete que ele é.

http://youtu.be/sHyeRiIEK0M


MT

Anónimo disse...

Grande confusão aqui vai em relação ao Vieirinha. Baralha-se o percurso de Bruno Gama com o de Vieirinha. Este veio de Guimarães, por nenhuma pipa de massa, jogando no Porto pelo menos desde os juvenis. Vieirinha, Paulo Machado, João Dias, Márcio Sousa, etc... eram os nossos internacionais por essa altura. A ânsia da crítica é tão grande que tudo serve de arremesso, mesmo que para isso se usem inverdades ou falácias constantes.

MBC disse...

Tem razão quando diz que nessa altura (início de 90) esteve na moda lançar jogadores portugueses.
Note, no entanto, que tal como deve estar recordado, cerca de dez anos mais tarde (2002-2003), depois de termos andado a esbanjar dinheiro no Pizzi, no Esnaider, no Quiñones, num ponta de lança paraguaio cujo nome "se me foi" e outros que tal, refizemos o plantel com jogadores de cá (a jogar em Portugal) e a preços mais acessíveis, e a coisa voltou a resultar em pleno. É muito importante que o nosso plantel seja constituído por gente que alie o talento ao conhecimento de quão importante é vestir a camisola do Porto: era isso que dava força extra às equipas do Porto. É isso que quase não se encontra na equipa de hoje.

Anónimo disse...

Reforçando novamente, o Vieirinha veio para os juvenis do Porto, com 15 anos. Não baralhem, por favor. Não custou nenhuma pipa de massa, como foi dito atrás. Estão a confundir com o Bruno Gama. Vieirinha jogou com Márcio Sousa, João Dias, Tiago Costa, Paulo Machado, etc... Este eram os internacionais do Porto no Europeu de Juvenis disputado em Portugal. Dessa equipa também faziam parte, por exemplo, o Moutinho e o Bruno Gama.

José Rodrigues disse...

Quais juvenis, qual carapuca.

Vieirinha veio para o FCP em 03/04, i.e. quando tinha 17 anos (eu tinha feito mal a subtraccao inicialmente tendo calculado 19 anos, mea culpa). Isto e' facilmente verificavel em qualquer lado (zerozero, etc).

E tenho a ideia clara de q pagamos 1M por ele (imenso dinheiro na altura para um puto de 17 anos) e de q foi diretamente para a equipa B (alias eu lembro-me de o ver jogar na equipa B em 03/04), como alias indicado no zerozero, mas nao descarto a possibilidade de q a memoria me atraicoe e ele tenha TAMBEM feito jogos pelos juniores.

Duarte disse...

Tem o mérito de ter lançado o Fernando, tem o mérito de ter feito render o que rendeu o Cissokho, tem o mérito de recuperar o Bruno Alves, que estava queimado pelo Adriaanse, tem o mérito de ter trabalhado, melhorado e adaptado ao futebol europeu o Hulk e o Falcao (El Tigre reconheceu ainda há um ano publicamente a sua gratidão para com o professor) e etc, etc, etc.

Tem é o demérito de ter passado muito tempo no Benfica, ao contrário do actual treinador. E por esse "demérito" é que foi tantas vezes condenado. Em sentido inverso, é o mérito de ser portista que salva o VP, mas a diferença do trabalho dele e de Jesualdo Ferreira é abissal. É, uns falam em ódio ao VP, mas o que na maior parte dos casos há da parte dessas pessoas é uma adoração irracional, tal como irracional era a aversão a Jesualdo.

Dois pesos e duas medidas, que se tornam ridículos tão gritantes foram e são as diferenças entre o trajecto de um e de outro no mesmo clube.

Anónimo disse...

Lamento, mas Vieirinha veio para os juvenis do Porto, escalão onde foi Campeão Nacional, vindo de Guimarães. Jogou nos juvenis, juniores e B. O que está no zero-zero está errado. Se quiser confiar no que lhe digo, faça-o, se não quiser, também não há problema algum, pois sei bem o que lhe estou a dizer. Vieirinha integrava a equipa com Paulo Machado, Márcio Sousa, Tiago Costa, João Dias, Hélder Barbosa, etc... nossos internacionais, por exemplo, no Europeu Sub-17 (Juvenis) disputado em Portugal, ganho à Espanha. Moutinho e Bruno Gama faziam também parte dessa equipa.

DC disse...

Tem muitos méritos, nunca disse que não tinha. A discussão era sobre o aproveitamento da formação e nisso foi catastrófico, é que nem sequer foi mau, foi mesmo péssimo.

De resto, eu nem sequer devia ter entrado pela conversa do VP já que nunca falei dele. Fiz um crítica objectiva ao Jesualdo e ao seu aproveitamento da formação. VP nunca foi chamado à conversa nem sei porque razão o foi (ou se calhar sei, há quem durma e sonhe com o VP pelos vistos).

Quanto ao clube do Jesualdo interessa-me pouco e, mais uma vez, é conversa do Duarte que está não sei porquê a meter palavras na minha boca. Estou a criticar o Jesualdo por factos, disse 15 jogadores que ele não aproveitou, enunciei casos absurdos de desaproveitamento de jogadores com potencial, citei casos em que queimou jogadores. Porque raio é que, depois de apresentar os meus motivos tenho que levar com argumentos ridículos como o de não gostar dele por ser do 5LB????

Fui pouco claro nos argumentos que enunciei ou é o Duarte que nem sequer os lê?

Para mim, o que Jesualdo fez nesses anos com a formação do Porto é CRIMINOSO! Não me interessa se era do 5LB, do Carcavelinhos ou o Olival e Moscavide, não me interessa (nesta discussão) se o VP, o AVB, o Mourinho ou o Rui Quinta fez melhor, interessa-me que ele foi péssimo e limitou muitíssimo a carreira de vários jogadores com potencial e consequentemente prejudicou gravemente o Porto por ter deitado fora esse talento.

Duarte disse...

Não acho que seja criminoso porque nenhum desses jogadores é um verdadeiro craque, que pegasse de estaca como titular da equipa do FC Porto. No máximo, os nomes que referiu seriam bons suplentes, podendo entrar pontualmente no onze em função de alguma ausência, mas mais nada. Por isso mesmo, o epíteto de criminoso parece-me manifestamente exagerado.

Depois, quando fala no Fernando está também a fugir à conversa da formação e foi nesse sentido que lancei o meu último comentário. Relativamente aos outros, confesso que interpretei mal as suas palavras.

Voltando à formação, Jesualdo não fez nem pior nem melhor do que os treinadores que por cá passaram nos últimos 10 anos.

Anónimo disse...

Caro MBC,

Sim, na verdade na época de 2002/03, houve uma aposta no mercado interno. Mérito total para José Mourinho, que veio cortar com a politíca da direcção de comprar e vender jogadores consoante os interesses dos empresários e comissionistas. Hoje outra vez em voga.

Duarte disse...

PS: Se quisermos falar em prejuízos de activos, mais uma vez podemos reportar-nos a outros casos e não me interessa se vêm da formação ou não. Aquilo que Jesualdo fez com um Cissokho, com um Bruno Alves e com um Falcao cobre desportiva e economicamente os erros que possa ter tido quanto aos talentos da formação. E de resto, repito, nenhum dos últimos treinadores se pode vangloriar de ter aproveitado a formação. Aliás, a qualidade da própria "cantera" tem muitíssimo que se lhe diga.

Luighi disse...

Caro Hostile

para ti é tudo caro, moras no iraque,aleixo ou zona j?

bony caro? salario caro? p,fffavvvoorr
rosales livre tb é caro, e ñ pode ser titular pk?

E acabares a dizer que tinhamos que vender tantos jogadores por aubameyang quando o seu passe ja se fala em 10..15m no maximo..um jogador que recebe normalmente no modesto s.ettiene.

E ja agora gostei imenso das suas opçoes, das zero que apresentou gosto de todas.

Hostile disse...

Luighi sabe onde é que eu moro? Moro no país real, naquele onde existem relatórios e contas. Não moro naquele mundinho ridículo do Football Manager onde todos os anos a época chega ao fim e o clube dá um lucro brutal mesmo sem vender ninguém.

O Bony custa, para início de conversa, 15 milhões de euros. Tem Chelsea, Liverpool, West Ham e mais uns quantos a disputá-lo. Sabe quanto é que o Chelsea costuma pagar aos jogadores? Sabe quanto pode pagar o Porto? Ridículo!!!
http://www.dailymail.co.uk/sport/football/article-2300376/Chelsea-want-sign-Wilfried-Bony.html

Rosales se for titular mete um jogador de 20 milhões no banco! Chama-se gestão de activos.

O St. Ettiene já rejeitou verbas de 15 milhões pelo Aubameyang. Ele tem PSG, Chelsea, Newcastle e mais uns quantos milionários interessados. Achas que podemos pagar o mesmo que o PSG? Acorda para a vida!
http://espnfc.com/news/story/_/id/1313705/st-etienne-reject-aubameyang-bids?cc=5739#

Apresentar opções? Podia fazer como o Luighi e fazer uma lista no Football Manager completamente irrealista. O que você disse não são opções, são nomes de jogadores caríssimos que nunca jogarão no Porto!

Opções listou o Miguel Lourenço Pereira na sua lista, jogadores jovens e baratos. Quer mais opções? Fala-se que o Barcelona vai dispensar 14 ou 15 jogadores no final da época. Existem alguns (da equipa B obviamente, antes que o Luighi comece a dizer que podemos ir buscar o Alexis Sanchez por 2 bifanas e uma cerveja de pressão), que podiam ser interessantes como Jonathan dos Santos, Sergi Roberto, Rafinha, Cuenca ou até Montoya.

De resto, o Porto tem um departamento de scouting, tem as tais equipas de possíveis contratações elaboradas. Quem sou eu para dar "opções" ao Porto?

Pedro Albuquerque disse...

Consegui arranjar um vídeo que fala mal dele.
Por cada desses vídeos, arranjo-lhe 10 que mostra o porque dele ser um grande jogador.

Se quiser também lhe posso mostrar vídeos do flop que o Hulk era quando veio para o FC Porto.

Luighi disse...

Acho as tuas opçoes ridiculas, desculpa a franqueza mas querias ir pagar pelo montoya,quando tinhas o rosales muito melhor a custo zero? danilo ñ pode jogar no meio campo pk?

Esses miudos vão ser dispensados?o irmao do giovanni e do t.alcantara?ñ me parece...o barcelona dispensar 2 activos tão valiosos.

E depois fala.me de jogos virtuais, eu tenho 30 amigo,voce certamente tera mais idade para jogar esse tipo de coisas.

Eu como tenho o possibilidade de ver diversos jogos futebol de diversos paises, como é obvio fiz uma lista dos jogadores que se estão a destacar, e que eu aprecio, é obvio que so teriamos dinheiro para 3 ou 4, isto pk jogadores como otamendi ou mangala james,j.martinez ou moutinho podem sair no final de epoca.

O FCP tem um departamento de scouting,isso todos os blogs sabem, e ñ é por isso que deixam de fazer post sobre futebolistas interessantes para os clubes portugueses.

Ja agora como ñ o vejo muito actualizado va pesquisar na net e veja nomes como bony, rosales, bacca, anderson... todos eles referenciados ao fcp.(segundo imprensa nacional e internacional)

Se para o proximo ano james for para m.united e no dragão aterrar cicharito ou anderson, quero velo aqui a desculpar.se.
Tb quero ver se j.martinez for vendido e aterrar no dragao eder e bony de uma so vez, vem dizer ah e tal o chelsea virou.se para suarez ou falcao..por isso o FCP fechou o jogador por 10m.
Moutinho vai sair, lucho esta de moletas, logo é necessario criatividade para meio campo.

Quem sou eu para dar opçoes ao FCP?

Socio e acionista(entrei com 50 euros,agora valem 20 no maximo), se isso ñ lhe chega..ñ sei o q lhe diga.

Anónimo disse...

Ryan Mendes do Lille seria uma grande contratação!!!