quinta-feira, 9 de maio de 2013

Jogadores que cresceram na era VP

(jornal O JOGO, 06-05-2013)
Desde o primeiro dia em que assumiu o comando técnico dos dragões, Vítor Pereira nunca foi levado a sério, nem beneficiou da simpatia de jornalistas, comentadores ou da maior parte dos adeptos portistas.
De facto, e apesar de apenas ter registado uma derrota em 58 jogos para o campeonato, as críticas a Vítor Pereira têm sido muito mais do que os elogios.

Uma das acusações que se ouve recorrentemente (principalmente entre adeptos portistas) é a de nenhum jogador da equipa do FC Porto ter evoluído e crescido futebolisticamente nos últimos dois anos.
Será isto verdade?
É óbvio que não. Aliás, já aqui falei nos casos de Maicon (considerado por muitos o melhor defesa-central do último campeonato), Alex Sandro (alguém se lembra de Alvaro Pereira?), Mangala (o defesa goleador, jogando quer no centro, quer à esquerda), Fernando (deixou de ser um pivot fixo que só defendia) e Jackson Martinez (cujo desempenho e veia goleadora com a camisola azul-e-branca até surpreendeu os seus compatriotas).

A todos estes exemplos, podemos juntar o caso de Moutinho que, como o jornal O JOGO destacou na passada segunda-feira (ver recorte/imagem neste artigo), está a fazer a sua melhor época de sempre, alargando a sua influência a outras zonas do terreno e batendo os seus recordes de golos e assistências.

Pode discutir-se qual o mérito de Vítor Pereira na evolução registada por estes e outros jogadores.
Pode alegar-se que estes jogadores são tão bons, que teriam evoluído independentemente do treinador, dos métodos de treino e do modelo de jogo adoptado pela equipa.
O que não me parece correto é negar as evidências e dizer que nenhum jogador evoluiu desde que Vítor Pereira é o treinador principal do FC Porto. Isso é que não.

55 comentários:

Saci Pererê disse...

Finalmente alguém com um pouco de bom senso. Eu até fui chamado de Benfiquista por ter dito que o Vítor Pereira era vítima de um campeonato falseado. Gostava de ver onde andam esses iluminados hoje em dia. É assim de bestial a besta e de besta a bestial em menos de um fósforo.
Espero que o Pinto da Costa surpreenda tudo e todos e renove com o treinador, digo isto não de agora desde a primeira jornada.

DC disse...

Bom artigo!

Daqui a pouco chega aí a "tropa anti-VP" a dizer que nenhum evoluiu e já jogavam todos igual ou melhor antes deste treinador chegar.

littbarski disse...

"De facto, e apesar de apenas ter registado uma derrota em 58 jogos para o campeonato, as críticas a Vítor Pereira têm sido muito mais do que os elogios."

Não me parece que as críticas sejam muito mais do que os elogios. E este blogue é um bom exemplo disso. Mas isto é só a minha opinião. E porque não é correcto negar (nem omitir, digo eu) as evidências, convém juntar a essa derrota em 58 jogos para o campeonato:

- 12 empates (12 empates são 24 pontos);

- duas derrotas em 5 jogos para a Taça de Portugal;

- duas derrotas e 1 empate, em 9 jogos para a Taça da Liga;

- uma derrota em 1 jogo para a Supertaça Europeia;

- Duas derrotas em 2 jogos para a Liga Europa;

- 4 derrotas e 3 empates em 14 jogos para a Liga dos Campeões.


Se calhar as críticas têm qualquer coisa que ver com isto, não?


De resto, concordo com a evolução de Alex Sandro e de Mangala, embora ambos cometam ainda erros infantis (ver golos do Olhanense e do Marítimo, nos jogos em que Jackson foi crucificado por falhar 2 penalties).

Moutinho, aceito que sim (e confesso que me surpreeende um pouco).

Maicon evoluiu, embora tenha sido desperdiçado no lado direito da defesa demasiado tempo.

O Fernando mais ofensivo já vem do tempo de Villas-Boas, mas é verdade que está melhor nesse aspecto.

Jackson é um caso à parte. Uma grande percentagem do que ele faz é talento puro e tenho dúvidas de que a outra parte saia mais beneficiada do que prejudicada com o actual sistema de jogo do Porto.

Anónimo disse...

Não esquecendo que no 1º ano perdeu Falcao e no 2º Hulk

DC disse...

Maicon desperdiçado do lado direito? Ou se calhar esteve a evoluir do lado direito até ter estabilidade e confiança para ganhar o lugar no meio.

Jackson é sempre um caso à parte claro, só por acaso nunca tinha marcado tantos golos, só por acaso era a 3a escolha na Colombia, só por acaso o ex-treinador dele diz que ficou surpreendido com ele...
Talento puro? Um jogador que tem como grande vantagem a capacidade de jogar de costas para a baliza, de receber e combinar com os colegas tem muito talento puro em quê?

Já quanto aos números, um tal de Mourinho, com um plantel bem superior, contra um 5LB muito inferior, teve 12 empates e 4 derrotas em 2 anos de Porto (36 pontos). VP tem 12 empates e uma derrota, ou seja nunca fará pior do que Mourinho para o campeonato. O tal Mourinho também perdeu a Supertaça Europeia só que não foi contra o Super-Barça, de resto e aí sim, Mourinho ganhou a Champions e VP não fez uma boa prova. No entanto, se a prova do 1º ano pode ser criticada, a do 2º foi simplesmente o habitual no Porto: passar a fase de grupos e cair, tal como sempre fez Jesualdo, por exemplo.

Mas se fossemos analisar bem mais que números concluíriamos que se por exemplo dissermos que o balneário do Porto no ano passado estava tão instável como o do Real este ano, VP conseguiu ainda ser campeão enquanto Mourinho perdeu o campeonato em 3 meses. E ainda podiamos falar do que é perder Falcao para receber Kléber e perder Hulk para receber Kelvin.
Mas eu sei que isso não interessa nada, despeça-se o homem para ir buscar qualquer um.
Para o ano, veremos em que ponto ficamos.

Ruca disse...

Quase totalmente de acordo, sendo que a única observação na qual não subscrevo é relativamente ao Maicon: porque acredito que por o Maicon a jogar com regularidade no lado direito da defesa fez com que - na minha opinião - este evoluísse. O mesmo com Mangala na esquerda.

De resto, ainda não confio plenamente neste treinador. Não o vejo trabalhar todos os dias, não sei o que os jogadores pensam dele, só sei o que já nos deu. Não imagino, sequer, o que nos poderá vir a dar.
No ano passado, época razoável com uma (1)boa vitória no estádio das galinhas que nos tornou definitivamente BI-Campeões. Aliás, os jogos naquele antro parecem ser a especialidade do VP. Este ano, (2)Eliminação estúpida na Taça de Portugal. (3) Eliminação frustrante na Liga dos Campeões, contra os merdas dos "nuestros hermanos". (4) Apatia geral em muuuiiiitos jogos.

NGP, tem a palavra. Como 99% das x o faz, espero que decida bem.

Anónimo disse...

Pelo menos uma coisa é certa com o VP. Ele evoluiu e muito como treinador em relação ao ano passado. E se para o ano continuar no Porto, e evoluir tanto como entre o 1º ano e 2º ano, bem, ainda teremos grande grande treinador.

Pedro Albuquerque disse...

Através da táctica implementada pelo Vítor Pereira onde a posse de bola e a circulação é o seu núcleo, é mais que normal que os jogadores do meio-campo como o Moutinho ou o Fernando sejam jogadores que mais evoluem. Pior era se fosse o contrário.

Falam no Maicon, que evolui, começando no lado direito da defesa. Mas a que custo? Sapunaru e Fucile.
Sapunaru era um jogador muito importante na equipa e no balneário. Nenhum jogador estrangeiro (tirando o Helton e Lucho) sentia mais a camisola como ele.
Fucile que foi considerado o melhor lateral do Mundial de 2010 e agora treina à parte. E isto é culpa de quem?

Álvaro Pereira, foi um jogador que desvalorizou, de 26 milhões para 10 milhões. Acabando a época no banco por desavenças com o treinador.

E temos mais casos, como Belluschi, Guarín. Já para não falar de Iturbe que nunca teve oportunidade a sério.

Joao Goncalves disse...

Acho piada estes posts inúteis e inoportunos...

VP evoluiu alguém? Curioso... e eu a pensar que João Moutinho já era um fantástico jogador no Sporting e agora mais velho e mais experiente, sabe medir melhor as suas acções.

Evoluiu Alex Sandro? E eu a pensar que ele custou 12M€ e era já chamado à selecção A do Brazil quando para cá veio...

Evoluiu Fernando? E eu a pensar que tinha sido Villas-Boas a meter o médio a fazer essas novas funções de transporte de bola...

Evoluiu Mangala? E eu a pensar que pagamos mais de 6M€ por um defesa central de uma equipa da 2º divisão europeia que tinha um potencial e qualidade imensa...

Agora se me disseres que aproveitou o trabalho de Villas Boas sobre o Fernando e Moutinho, que acalmou o ímpeto do Mangala e que não estragou Alex Sandro, tudo bem.

O único jogador que cresceu com VP foi Maicon... o único!

Agora vamos ao contra...

VP Estragou: Guarin, Bellushi, Sapunaru, Fucile, Rolando;

nada conseguiu evoluir em: Kelvin, Iturbe, Danilo, Kleber, Atsu, James.

Aliás, Kelvin e Atsu deviam ter ido para o Rio Ave novamente, para um treinador que os continuasse a evoluir e não para um parasita à VP que nada consegue ensinar aos moços.

Ignora a existência da equipa B onde os moços são chamados para aquecer o banco ou lançado às cobras em maus momentos da equipa...

Ignora Tozé (o melhor jogador da B), Tiago Ferreira, Seri, Caballero (mesmo sem contar com nenhum avançado).

Dá aval a contratações como Liedson e Izmailov que foram completos tiros ao lado e ao mesmo tempo dispensa Djalma, Candeias, Diogo Viana... jogadores úteis como se tem visto nas equipas onde estão.

Portanto não me venham com histórias que VP evoluiu alguém sff... Se me derem jogadores feitos para eu trabalhar também sou o melhor treinador do mundo a fazer evoluir jogadores já feitos...

Anónimo disse...

Eu sou um daqueles que desde o inicio da Liga que digo que o FC Porto, tinha tudo para ser outra vez campeão, mesmo com Vítor Pereira ao comando da equipa; pois com outro treinador há muito que já tínhamos comemorado o titulo.

Há quem concorde e quem discorde; mas esta é a minha análise, tendo em conta os factos em que me baseio, na obstante de reconhecer que o melhor futebol praticado por equipas portuguesas nestas duas últimas épocas foi dos tipos do lado sul da 2ª circular. Só que no futebol nem sempre quem pratica o melhor futebol, vence, como ficou bem demonstrado na última época e o mesmo como tudo indica vai voltar acontecer. Só não acontecerá, se o Vítor Pereira, for muito pior treinador do que eu penso que é.

Vamos aos factos. Vítor Pereira, nestas duas últimas épocas teve de longe há sua disposição os orçamentos mais elevados de todos os clubes portugueses para compor os seus planteis. Na época passada herdou uma equipa que tudo tinha ganho e que de longe era o melhor plantel do campeonato. Acabou de vencer como venceu, sem mérito e só o conseguindo, pela desnorte dos outros tipos no último terço da liga; que para quem está lembrado, tinha um plantel curtíssimo para estar a fazer a figura que estava a fazer na Liga nacional, quer na nos campeões. Enquanto o FC Porto, com um plantel fabuloso e recheado de campeões, tinha ficado pela 1ª fase da mesma liga; demonstrando internamente, quer externamente a falta de qualidade do seu futebol.

Esta época é em tudo semelhante há anterior. O orçamento é bem mais elevado; o plantel é sem dúvida mais fraco, mas a culpa é de quem? Na verdade e analisando factos concretos o FCP desta época só perdeu da sua equipa titular Hulk, mas em compensação, passou a ter um PL de qualidade, de seu nome Jackson Rodrigues. Ou seja; a saída de Hulk em termos de equipa em nada afectou a sua estrutura. A qualidade do futebol apresentado é que continuou a ser mais ou menos a mesma da época passada. Fraco; aborrecido, sem chama e a paixão digna do DRAGÃO. E só assim se compreende como é que chegamos á penúltima jornada e ainda não somos campeões de facto.

Convém lembrar, que a partir da 3ª jornada desta liga, só quem não percebe de futebol é que teve dúvidas que o FC Porto tinha tudo para ser campeão. É que quem teve que alterar e muito a sua habitual estrutura foram os outros tipos, que da 2ª jornada para a 3ª ficaram amputados de quase meia equipa titular com as saídas de Witsel e J. Garcia; as lesões de Aimar e Gaitan e o castigo do seu capitão, Luisão. Imagine-se como é que VP lidaria com caso semelhante por ex as saídas de Hulk e James, lesões de Moutinho e Lucho e o castigo de Mangala. De certeza que os outros tipos tinham encomendado as faixas de campeão, logo nessa altura.

Em conclusão temos tudo para comemorar por fim o título na penúltima jornada desta liga; GRANDE FEITO, contra os outros tipos, que tiveram que se refazer completamente, já com a época a decorrer; que tem tido um desgaste enorme tanto a nível físico como psicológico, desde o início de Janeiro e que os colocam num espaço de 15 dias a jogar mais uma vez a cada 4 dias e a disputar títulos em três frentes distintas: Liga, Liga Europa e Taça de Portugal e ainda estiveram nas meias da Taça da Liga. Enquanto nós, há muito que só estamos a jogar uma vez por semana (nossa sorte!!! Dizem hoje muitos, tendo em conta o plantel) e sem ter que recorrer a todas as opções do plantel ao dispor para lhes fazer frente, pois os melhores estão operacionais e bem descansadinhos; assim uma vitória por menos que dois, para mim é um péssimo resultado. Tudo o resto será desculpar a incompetência de um fraco treinador.

P.P

littbarski disse...

«Maicon desperdiçado do lado direito? Ou se calhar esteve a evoluir do lado direito até ter estabilidade e confiança para ganhar o lugar no meio.»

Exacto. Porque o Maicon nunca tinha jogado no meio. Foi preciso alguém colocá-lo a defesa direito para se descobrir que havia ali potencial para um bom central.

«Talento puro? Um jogador que tem como grande vantagem a capacidade de jogar de costas para a baliza, de receber e combinar com os colegas tem muito talento puro em quê?»

A grande vantagem do Jackson é fazer golos. Golos como este, ou este, ou este, inventados por ele. Talento puro.

«ou seja nunca fará pior do que Mourinho para o campeonato»

Para fazer igual a Mourinho, Vítor Pereira precisa de ser campeão. Quanto ao resto, não há comparação possível.

«No entanto, se a prova do 1º ano pode ser criticada, a do 2º foi simplesmente o habitual no Porto: passar a fase de grupos e cair, tal como sempre fez Jesualdo, por exemplo.»

É isso mesmo. O melhor de Vítor Pereira, nas competições europeias, é banal. O pior é simplesmente ridículo.

Que se salve ao menos o campeonato. Já não será mau.

E se depois for para mudar, que se mude sem medo. Já perdemos treinadores (e jogadores) muito melhores.

Saci Pererê disse...

Onde está o Sapunaru? Se é tão bom por onde anda? Nunca se assumiu como alternativa viável no Porto, não brinquem comigo.
Quanto ao Fucile esse traidor, que e bem dizes que foi o melhor lateral do Mundial de 2010 tal como os agora não europeus Guarin e Álvaro Pereira quiseram-se pôr a andar e achavam-se mais importantes do que a equipa e o clube, por isso e bem o VP pôs os gajos a andar, resultado fomos campeões.
O Iturbe não fez nada de jeito quando teve oportunidades e o Belluschi queria jogar com regularidade, coisa que nunca teve no clube, e já agora onde anda o Belluschi. São este tipo de análises que me deixam assustado para o período pós NGP porque há muito portista a pensar assim.

littbarski disse...

E, por uma questão de justiça, Jesualdo chegou aos quartos-de-final da Liga dos Campeões.

Anónimo disse...

"Evoluiu Alex Sandro? E eu a pensar que ele custou 12M€ e era já chamado à selecção A do Brazil quando para cá veio... "

O dinheiro por vezes não reflecte o que o jogador joga naquele momento. VP soube criar condições para que este evoluisse relativamente rapido. em pouco tempo está um senhor jogador. O mesmo se passa com Mangala. nota-se que evoluiram porque não têm comparação as suas primeiras exibições e as mais recentes.

"VP Estragou: Guarin, Bellushi, Sapunaru, Fucile, Rolando;"

Estes estragaram-se a eles mesmos com ilusões e com peitos cheios. Houve a coragem de VP ao despacha-los e limpar o balneario

"nada conseguiu evoluir em: Kelvin, Iturbe, Danilo, Kleber, Atsu, James."

Kleber não joga nada. não há milagres. James apareceu precisamente com VP. com villas-boas nem calçava.

Mas concordo que aproveitou muito mal a equipa b e a saida do djalma foi muito má também.

Juca


DC disse...

Eu não disse nunca que Maicon não tinha jogado ao meio. O que disse foi que esteve "a evoluir do lado direito até ter estabilidade e confiança para ganhar o lugar no meio."
Coisas muito diferentes. Maicon era um central terrível, que não dava confiança a absolutamente ninguém, que comprometeu em diversos jogos principalmente em importantes como com o 5LB e o Sporting. Depois, passou a um central bem mais fiável nas mãos de VP. Isso é inegável e a passagem pelo lado direito da defesa fez-lhe muito bem.

A grande vantagem do Jackson não são os golos, nem que fizesse golos a fazer o pino. A grande vantagem são as capacidades de ligação com a equipa que ele traz e que se traduzem depois em golos. Da mesma forma que o Messi não é bom por marcar golos mas sim porque encontra forma de os criar. E esse interacção com a equipa é uma questão treinada e explorada tacticamente. E como eu penso que não é o Jackson a dar as tácticas e organizar os treinos, é sim uma consequência do trabalho com o VP.

"Para fazer igual a Mourinho, Vítor Pereira precisa de ser campeão"
Concluo portanto, que para si o campeonato ganho pelo Trapattoni é igual a qualquer um do Mourinho ou ao do AVB.
Já eu prefiro focar-me na qualidade do trabalho e da equipa. Ganhar porque os outros são maus não é bom da mesma forma que perder porque os outros são bons não é terrível. O Porto se perder este campeonato não deixará de ser uma equipa competente e competitiva, mas se calhar para o ano com um Domingos no leme deixa de ser...

Sim, o melhor de VP é tão banal que, por exemplo, o nosso adversário consegue-o apenas esporadicamente.
Mas sublinho que de Hulk e Falcao não lhe conveio falar. Fala-se de tudo o que está contra o treinador, não se fale do absurdo de lhe terem dado um Kléber e um Liedson.
Eu não estou a por o VP ao nível do Mourinho, mas lembro-me de na final da Champions termos no banco um tal de McCarthy, hoje em dia olho para o banco e vejo um incapacitado do joelho, um russo que ainda questiono se não fez de propósito para não jogar este jogo e meia dúzia de putos que nem na equipa B conseguem estabilizar o seu jogo.

O Angelino já veio avisar que para o ano vai haver mais contenção de custos, iremos perder o Moutinho e talvez James, Mangala ou Fernando. O Littbarski diz que é só mudar. Um treinador que resistiu à saída do melhor ponta de lança do mundo e dum fantástico extremo, mantendo a equipa competitiva é para mudar.
Se calhar para o ano ao fim de 3 meses vai querer mudar outra vez, o problema é esse...

DC disse...

O Iturbe é suplente do Mora no River Plate. É preciso dizer mais alguma coisa?

DC disse...

Eu nem vou falar do resto dos disparates que por aqui foram escritos, mas o Candeias e o Diogo Viana foram dispensados por quem? Ora reveja lá os seus dados.
Qualquer dia a culpa de termos vendido o Thiago Silva ao desbarato também foi do VP.

Anónimo disse...




littbarski9 de Maio de 2013 à0 13:50

E, por uma questão de justiça, Jesualdo chegou aos quartos-de-final da Liga dos Campeões
---

E que plantel tinha ?!

Alvaro Pereira, fez de tudo para ir embora. O problema era com o clube não verdadeiramente com o treinador.

Vitor Pereira, tem no seu plantel bons jogadores mas plantel desequilibrado.

O FCPorto não fez época brilhante mas há uma ideia de jogo.

O Malaga? Como se viu com o Dortmund não era a equipa fraca que venderam aos adeptos portistas.

Anónimo disse...

Mandar embora Vitor Pereira ?

Certo. Mas só se de facto vier um treinador nitidamente melhor.

E os nomes que por aí vejo não justificam a troca.

São uma aventura.

littbarski disse...

«Maicon era um central terrível, que não dava confiança a absolutamente ninguém»

A Villas-Boas dava. Tanto assim é que fez 21 jogos e teve 1648 minutos de utilização, no campeonato. Um campeonato em que o Porto acabou com a melhor defesa, com 16 golos sofridos. E atenção que eu não neguei a evolução de Maicon. O que digo é que não era necessário colocá-lo a defesa direito para ela acontecer.

«A grande vantagem são as capacidades de ligação com a equipa que ele traz e que se traduzem depois em golos.»

Eu não digo que o Jackson não seja importante nessas funções. Embora, em vários jogos, essa ligação se tenha traduzido quase exclusivamente em pontapé para as costas da defesa contrária... Mas o Jackson tem 25 golos marcados no campeonato. São 38% dos golos da equipa, alguns só possíveis para um grande ponta-de-lança (não é só metê-la lá dentro). Sem golos, não há vitórias...

«Concluo portanto, que para si o campeonato ganho pelo Trapattoni é igual a qualquer um do Mourinho ou ao do AVB.»

Não. Mas estou plenamente convencido de que os benfiquistas preferem o campeonato ganho por Trapattoni, com 65 pontos, do que o 3.º lugar, com 67 pontos, conseguido na época seguinte...

«Sim, o melhor de VP é tão banal que, por exemplo, o nosso adversário consegue-o apenas esporadicamente.»

Eu prefiro guiar-me por aquilo que o Porto tem feito, num passado recente.

«O Littbarski diz que é só mudar. Um treinador que resistiu à saída do melhor ponta de lança do mundo e dum fantástico extremo, mantendo a equipa competitiva é para mudar.»

Competitiva em Portugal. Fora de portas, não foi bem (ou sempre) assim, pois não? E eu não digo que é só mudar. O que digo é que não se deve ter medo de mudar, se tal for necessário. Há pessoas que falam como se a saída de Vítor Pereira fosse o passo que falta para a queda no precipício...

E, por favor, não me fale das saídas de Falcao e de Hulk porque todos os anos o Porto vende os seus melhores jogadores. Não é só Vítor Pereira que tem de lidar com esta realidade. Mais: se neste momento o plantel do Porto é curto, isso deve-se, em parte, à incapacidade de aproveitar alguns jogadores que poderiam, no mínimo, construir um banco mais capaz.

CJ disse...

A realidade é esta... nas últimas duas décadas só dois treinadores foram consensuais:

José Mourinho e AVB.

Anónimo disse...

E não era uma aventura trocar um homem como Jesualdo com 3 campeonatos, 2 taças e 4 apuramentos na fase de grupos na champions em 4 anos, para a seguir ir-se buscar um rapaz com 6 meses de Académica? E a aventura calhou mal?

Anónimo disse...

O Málaga é a equipa que ainda agora levou 6 do Madrid e 5 do Valência. É a equipa que vai em 6º lugar na liga espanhola. Naquele jogo o Dortmund esteve desinspiradíssimo. Em qualquer situaçao o Porto podia e devia ter eliminado o Malaga.

José Correia disse...

O Málaga é a equipa que ainda agora levou 6 do Madrid

Viu o Real Madrid x Málaga?
Sabe o que aconteceu neste jogo, ainda na 1ª parte?

José Correia disse...

Acho piada estes posts inúteis e inoportunos...

Inoportuno?
Admito que para algumas narrativas, o artigo de O JOGO da passada segunda-feira (ver recorte/imagem que faz parte deste artigo), seja inoportuno.

José Correia disse...

Vítor Pereira, nestas duas últimas épocas teve de longe há sua disposição os orçamentos mais elevados de todos os clubes portugueses para compor os seus planteis

De longe?
Recomendo-lhe que consulte os últimos Relatórios e Contas da FC Porto SAD e da benfica SAD.

José Correia disse...

o melhor futebol praticado por equipas portuguesas nestas duas últimas épocas foi dos tipos do lado sul da 2ª circular

O que é para si o melhor futebol?

Nos três jogos que disputaram entre si para o campeonato nos últimos dois anos, em qual deles é que o slb foi melhor que o FC Porto?

José Correia disse...

as saídas de Witsel e J. Garcia

Saídas que foram facilmente colmatadas com a titularidade de Enzo Perez e Matic, dois jogadores que já faziam parte do riquíssimo plantel do slb.
E, no caso do sérvio, que é "apenas" um ex-jogador do Chelsea, o slb ficou a ganhar e muito com a troca.

José Correia disse...

as lesões de Aimar e Gaitan

Mas, algum dia, este Aimar tinha capacidade para ser titular de um clube com o plantel e as ambições do slb?

Quanto à lesão do Gaitan, recordo-lhe que o plantel do slb tinha "apenas" os seguintes extremos/avançados: Salvio, Ola John, Nolito, Urreta, Lima, Rodrigo e Cardozo.
De facto, não havia alternativas para o Gaitan...

Eduardo Nunes disse...

Desde o ano passado que critico o VP e mesmo que este ano consiga ser campeão, não vou mudar a minha opinião. Vou ficar grato como sempre fiquei e ficarei a todos quantos defenderem a camisola do FCP, seja em que modalidade for...

Tal como no ano passado, este ano ele falhou como treinador em jogos que eram "decisivos"e quase sempre por ter medo. Não vou enumerar jogos pois já aqui os disse e todos sabemos quais foram.
No entanto, como não sou dos que depressa desanimam, a esperança de que as coisas vão mudar. Assim, espero que ele consiga ser astuto e corajoso nos dois próximos jogos.
Vamos ver.

Anónimo disse...

Acho que se Vítor Pereira colocar a equipa a jogar com aquela personalidade e carácter que se exige no próximo sábado e conseguir uma grande vitória, deve continuar no leme. Porque mostra por dois anos seguidos que consegue ser frio e inteligente na altura certa.
No entanto, também não é errado se a decisão for trocar de treinador.
Já se percebeu que a politica (com sucesso) do Porto é ir trocando de treinador para também permitir que a equipa se renove e não fique presa a ideias durante anos.
é por isso que acredito que o próximo treinador pode mesmo ser, ao contrario do que muita gente pensa, estrangeiro.

DC disse...

Eu em relação ao Maicon nem vou discutir. Passou apenas do jogador mais criticado do plantel talvez ao mais elogiado no ano seguinte. Pode-se estar aqui a discutir o sexo dos anjos mas uma coisa é certa: ninguém pode provar que se não fosse o período a DD atingiria o mesmo nível.

Quanto ao competitiva fora de portas? Na Champions quantas vezes vencemos uma equipa inglesa, espanhola, italiana ou alemâ? Era suposto o VP ganhar tranquilamente ao City? Ou era mais habitual ir a inglaterra levar 4 e 5 do Arsenal e do Liverpool? Olhe, fomos a única equipa a ganhar ao PSG na Europa, coisa que nem o Barça fez. É que essa história de usar a parte pelo todo é muito bonita. Sim, vencemos uma Champions em 2004 e 2 ligas europa. Ora a liga europa com tanta equipa portuguesa a chegar a finais parece-me que nem é forma de medir competitividade na Europa. Ganha normalmente quem tiver a sorte do sorteio e de apanhar equipas que se poupem mais (o AVB não apanhou nenhuma equipa do nível do City, por exemplo, enquanto o 5LB vai apanhar na final a 1ª equipa a sério).
Já na Champions, tire o ano excepcional de Mourinho e tem o quê? Somos competitivos na fase de grupos, depois caímos, é o normal e habitual quer se queira quer não. Em 30 anos, quantas vezes passamos dos oitavos? Escolha medidas a 10, 20, 30 anos, como quiser, agora não escolha só 2004 porque esse é que é o ano de excepção.

A saída do VP tanto pode ser como não ser o passo que falta para a queda no precipício. As coisas estão mal de finanças, o plantel tem vindo a ser pior de ano para ano, um erro na escolha do sucessor do VP semelhante ao caso de Del Neri por exemplo pode trazer consequências gravíssimas! Um ano como o de 2005 neste momento, com o 5LB imensamente mais forte iria comprometer a nossa supremacia interna, disso não tenho dúvidas! E o meu problema é que você fala da saída como se tivessemos o Guardiola e o Mourinho à espera para entrar. Qual é o treinador com provas dadas que virá? Tem algum que garanta títulos? Tem algum que garanta a estabilidade dum campeonato sem derrotas? Eu já disse várias vezes que o meu problema não é a saída do VP, mas sim sair para meter quem?

E não lhe falo das saídas de Falcao e Hulk? Mas o Littbarski está a brincar?
O Porto vende os seus melhores jogadores mas traz substitutos. Depois do Meireles veio o Moutinho, depois do Lisandro veio o Falcao, depois do Quaresma veio o Hulk e o James. Agora depois do Falcao vir o Kléber e não quer que fale nisso??!! Foi uma época sem ponta de lança que o treinador conseguiu terminar com o campeonato.
Este ano, saiu o jogador que marcou no ano passado a 5LB, Sporting e Braga e quem entrou no lugar dele?

E é o VP que tem incapacidade em aproveitar os jogadores? Explique-me então como se aproveita um rapaz que neste momento é suplente na 2ª divisão do Brasil e como se aproveita um velho de 37 anos sem 1 joelho. Não, era o Iturbe e o Kelvin que nas mãos do Mourinho marcavam 35 golos cada um (btw o Iturbe tem jogado muito na Argentina, até incomoda).

O meu problema é que eu vejo muita conversa contra o VP, vejo muita conversa de mudança mas só vejo conversa mesmo. Em qualquer coisa bem gerida, antes da mudança tem que haver um plano e um sucessor escolhido. Eu espero que caso VP a direcção opte por essa via e não pela via dos adeptos. Porque se fosse pela conversa dos adeptos, o Pedro Emanuel teria sido o nosso treinador e isso teria sido brilhante sem dúvida.

Anónimo disse...

e bruno césar...

Anónimo disse...

aconteceu o mesmo que aconteceu ao FCP(jogar com 10) e que toda a gente achou inacreditavel como perdemos aquele jogo...

Anónimo disse...

E não era uma aventura trocar um homem como Jesualdo com 3 campeonatos, 2 taças e 4 apuramentos na fase de grupos na champions em 4 anos, para a seguir ir-se buscar um rapaz com 6 meses de Académica? E a aventura calhou mal?
--
AVB trabalhou no FCP(inclusive nas camadas jovens)vários anos e os dirigentes do FCP conheciam o seu potencial, como poucos...

Anónimo disse...

O Malaga só não eliminou o Dortmund (sensação da prova) pelos motivos que se conhecem e o FCP em Malaga no momento chave ficou reduzido a 10 jogadores...

Anónimo disse...

O Malaga tinha um excelente equipa não tinha era plantel para tanta prova.

Duarte disse...

Concordo com o conteúdo do post, discordo da sua pertinência. Vamos por partes.

Para mim é um facto que jogadores como Mangala, Alex Sandro e sobretudo Jackson (que teve uma adaptação impressionante) devem muito do seu excelente rendimento desportivo a Vítor Pereira. Discordar disto é possível, claro, mas é revelador na maior parte das vezes de um partis pris claro contra o treinador, o que enviesa a objectividade da opinião.

Porém, nesta altura, não me parece relevante estarem-se a fazer este tipo de juízos, tendo em conta o jogo decisivo de sábado. Muito menos concordo com alguns comentários que extrapolam o conteúdo do post e fazem uma retrospectiva de toda a prestação do treinador. Noutra situação tudo isto poderia fazer sentido, agora, justamente nesta semana, parece-me quase descabido quer num sentido (os apoiantes de VP), quer noutro (os seus críticos).

Além disto, e voltando ao conteúdo do post com o qual (mais uma vez digo) concordo, falta apontar o reverso da medalha. Da mesma maneira que VP tem claras responsabilidades na evolução de determinados jogadores, tem culpas para mim evidentes na desvalorização vertiginosa de determinados activos já aqui referenciados. De igual modo, houve um ou outro jogador da equipa B, designadamente o Tozé ou o próprio Pedro Moreira, que podiam e deviam ter tido mais oportunidades, aliás deviam ter tido oportunidades e não as tiveram.

Duarte disse...

Convém referir que o Enzo Pérez era extremo na Argentina e foi adaptado a médio em Portugal. Convém referir que, para lá deste último e de Matic, as soluções do benfica para o meio-campo não existem, a menos que se recorra a dois jogadores provenientes da equipa B, coisa que VP por exemplo nunca fez no Porto. As saídas do Witsel e do Javi García foram colmatadas com soluções já existentes, da mesma maneira que também se pode dizer que a saída de Hulk foi colmatada com Jackson e James. Em ambos os casos, a falta de alternativas no banco é gritante (no caso deles a meio-campo, no nosso caso no ataque).

Por isto mesmo, é de realçar que o benfica tem bem mais soluções do que nós no ataque, mas muito menos a meio-campo. Na defesa as coisas equilibram-se, mas acho que nós temos ligeira vantagem por causa dos laterais. Sim, é bom também lembrar que no lado esquerdo eles têm como titular um rapaz que, no ano passado, era extremo no Paços de Ferreira.

Ciryc disse...

Eu pelos treinadores que se fala, e pela percentagem de sucesso que temos tido na escolha dos mesmos (muito fraca), prefiro ficar com o Vitor Pereira.
Ele evoluiu muito, os resultados a nível do campeonato são bastante bons, e tem conseguido isso com planteis completamente desequilibrados.
Quem o critica por questões de dispensas, e algumas contratações, ainda não percebeu que por muito que o nosso presidente tenha feito pelo Porto, as comissões são uma tentação para ele e para os que o rodeiam.

Anónimo disse...

Portista isto é para ti...

Também chegou a tua hora. Sábado veste-te a rigor e estejas onde estiveres, o AZUL terá de ser a tua cor! Um cachecol, uma bandeira, uma tshirt, umas cuecas, seja o que for...

Se vais ao Estádio, desta vez "apenas ir" não chega!! Pensa que és um privilegiado por lá estar, pois há muitos portistas no Mundo que, por uma ou outra razão, não podem ir e gostariam de estar no teu lugar. Por isso, tu também vais ter que SUAR! Vais ter que fazer parte do jogo, vais ter de BERRAR, vais ter que dar TUDO POR TODOS! Liberta o DRAGÃO que há ti e vais ver que eles borram-se todos! Sabem lá o que é um inferno...

Tens agora a oportunidade de passar para 1º a uma jornada do fim e não vais dar TUDO pelo teu clube?
Agora não interessa se já não acreditavas ou se sempre pensaste que este dia ia chegar. Não importa se sempre apoiaste o clube ou se até assobiaste. Não interessa se criticaste ou elogiaste o treinador e jogadores ao longo da época. ISTO COMEÇA AGORA e também está nas tuas mãos... ou na tua VOZ!

Grita, canta, bate palmas, gesticula, levanta-te da cadeira... e se o teu parceiro de trás te pedir para te sentares, não o mandes f%$&#, explica-lhe que estás dar TUDO POR TODOS! Por ele inclusive que foi ali apenas para ver a bola...

Puxa pelo Porto e vais ser feliz. Sabes bem...

pode publicar isto? Somos Porto!!

Pedro Albuquerque disse...

DC, quando veio o James nem calçava. Que mudou depois? Começou a ter oportunidade a sério e não a entrar quando o jogo tava apertado ou a 5 min do fim.

Saci, o Sapunaru teve 5 meses sem calçar sem ter qualquer problema físico. E quando voltar a jogar nunca comprometeu. Se saiu foi porque o Vitor Pereira não contava mais com ele. Com o AVB Vítor titular!
O Fucile quis-se pôr a andar? Ainda recentemente disse que queria voltar a jogar no FC Porto. Quem o quis fora do clube foi o actual treinador.

Belluschi foi jogador fulcral no FC Porto do AVB. Deixou de o ser para o VP.

Pra mim o VP desvalorizou mais do que valorizou.

Duarte disse...

"Qual é o treinador com provas dadas que virá? Tem algum que garanta títulos? Tem algum que garanta a estabilidade dum campeonato sem derrotas? Eu já disse várias vezes que o meu problema não é a saída do VP, mas sim sair para meter quem?"

Como já aqui foi comentado, quais eram as provas dadas de AVB e que garantias havia de que faria melhor do que Jesualdo, tendo este conseguido o que conseguiu em 4 anos? Mais, quantos treinadores chegaram ao FC Porto com as provas dadas de que o DC fala? Mais em concreto, quantos treinadores vieram para o FC Porto com campeonatos ganhos no curriculum? É totalmente absurdo falar-se na substituição de VP como o caminho para a desgraça. Se sair, poderá ser mal ou bem substituído, como em tudo na vida, mas a regra neste clube tem sido claramente mais para o bem do que para o mal.

Seja como for, há a necessidade de voltarmos a discutir isto esta semana?

Duarte disse...

" pela percentagem de sucesso que temos tido na escolha dos mesmos (muito fraca)"

Como?! Importa-se de repetir? O Porto tem tido uma percentagem fraca no acerto dos treinadores? Mas onde é que isto já chegou! Tem a certeza de que não se está a referir ao benfica ou ao sporting?

DC disse...

A regra neste clube também tem sido ter um 5LB incompetente. Contra o 5LB do tempo de Mourinho ou dos 3 primeiros anos de Jesualdo VP já seria campeão há 2 ou 3 jornadas tranquilamente. Este ano o 5LB está competente, o Porto também, o campeonato será decidido por pormenores.
A quem não percebe que o treinador que perder este campeonato não deixa de ser muito bom nada mais posso (ou quero) dizer.

Bluesky disse...

Isto de VP ser bom ou não é como estar preso por ter cão e preso por não ter...
Não sou um acérrimo defensor do homem, mas não deixará de ser irónico se VP for embora do FC PORTO com o titulo de campeão e sem derrotas!!!!
Mas somos portugas e quem não tem garganta é pilantra e axantra... e não estou a ver nenhum treinador português melhor que VP!

Pedro Ramos disse...

Sempre que se fala em VP, parece-me que as posiçoes entre aqueles que o defendem e os que querem a mudança, estao cada vez mais extremadas e com poucos argumentos de cada um dos lados.

Pessoalmente sou a favor da mudança, por 3 motivos, que sao obviamente subjectivos, e compreendo quem nao concorda com eles.

1- Nao sou defensor desta forma de jogar defendida por VP. Apenas a minha faceta irracional de adepto me leva a continuar a ir ao estádio, mas confesso que em 90% dos jogos nao gosto do que vejo, este jogo na maioria dos casos é chato e aborrecido.
2- Uma vez que, pelo menos desde Jesualdo, as posiçoes do clube sao assumidas e transmitidas pelo treinador, a continuaçao de alguém com poucas competencias para fazer passar a mensagem nao é do melhor interesse para o clube.
3- Continuo a pensar que para a maioria dos adeptos VP ainda é visto apenas como um adjunto, que estava no sitio certo à hora certa nunca transmitindo entusiasmo e nao conseguindo uni-los em torno da equipa (por vezes fico com a ideia que para alguns jogadores também), e pouco tem feito para se libertar dum estigma de ser apenas um protegido da direcçao (por exemplo: apesar do total fracasso que foram a contrataçao de Liedson e Izmailov nunca ouvimos uma palavra dele contra esta situaçao, como se nao pudesse e fosse um simples funcionário), provavelmente precisa de fazer algo fora do clube para se tornar mais independente e ganhar outra autoridade.

Paro os defensores de VP os nºs para o campeonato nao mentem e em quase tudo o resto ele é apenas vítima das circunstancias, mas este argumento apenas reforça a minha vontade de mudança: é que eu nao quero alguém que seja constantemente vítima. Na época passada foi vítima de um plantel que estava contra ele depois a SAD despachou esses maus profissionais mas constituiu um plantel fraco e desiquilibrado, foi vítima da saída de Hulk e Falcao, foi vítima de maus ou inexistentes reforços em Janeiro, foi vítima das lesoes em maus momentos e ainda vítima de arbitragens que prejudicaram o clube.
Nao me interpretem mal, até porque VP tem qualidades que eu aprecio (especialmente o facto de acreditar no seu trabalho e independentemente do adversário tenta jogar sempre da mesma forma) mas nao é demasiado vítima para poder ser treinador do Porto?
Nao tenho nada contra aqueles que pretendem a continuidade de VP, mas entao defendem-no porque acreditam no seu futebol porque gostam daquilo que ele pretende implementar e já agora nao o tornem melhor ou pior de acordo com a performance dos rivais.

Duarte disse...

Continuamos, portanto, com a conversa das estatísticas sem sequer as interpretarmos ou analisarmos. E como o que importa é comer os dados em bruto chegamos à conclusão delirante de que o Porto de VP é tão bom ou melhor que o de Mourinho. Não tarda ainda há quem diga que o próprio VP é melhor do que o Mourinho.

Para mim, VP não é muito bom. Longe, muito longe disso. Se o DC quer à viva força crer nisso, é lá consigo. Eu serei burro por achar o contrário, por não ver nenhuma evidência da excelência do trabalho deste treinador, apregoada pela blogoesfera em geral, e serei burro por não ter memória curta e me lembrar da quantidade de vezes que treinadores foram substituídos neste clube com sucesso.

De qualquer modo, esta semana há algo que é muito mais importante do que o treinador, os jogadores ou o roupeiro. Há um jogo fulcral, que todos queremos muito ganhar. Aqui, pelo menos, estaremos de acordo. E, por isso mesmo, esta semana não dou mais para este peditório do treinador e do seu futuro (além de que nem sequer é esse o tema do post). Já dei o que tinha a dar e até foi mais do que devia e queria.

Anónimo disse...

53º 1998/99 - 2000/01 Fernando Santos
54º 2001/02 Octávio Machado
55º 2001/02 - 2003/04 José Mourinho
56º 2004/05 Luigi Del Neri
57º 2004/05 Víctor Fernández
58º 2004/05 José Couceiro
59º 2005/06 - 2006/07 Co Adriaanse
2006/07 (interino) Rui Barros
60º2006/07 - 2009/10 Jesualdo Ferreira
61º2010/11 André Villas-Boas
62º 2011/12 - Presente Vítor Pereira 2

Ou seja :
3 treinadores competentes: Fernando Santos, Jesualdo e Vitor Pereira.

2 Foras de série Mourinho e AVB

5 - Que não tiveram sucesso. (não contei o Rui Barros)

Ou seja em 10, 2 excelentes, e 3 ao nível do Vitor Pereira. Temos 20 % de hipotes de melhorar.
Dos que se falam: Domingos e Jardim não me dão grande confiança.
O Rui Faria está para vir todos os anos. Este tem potencial para ser bom, mas para ele é bem mais seguro e lucrativo ser o braço direito do Mourinho.

No Sporting até o Mourinho lá podia passar, no Benfica não digo o mesmo porque já la passou...

Se o VP sair que seja como campeão. No entanto para o ano o nosso maior problema vai ser de plantel. Onde se vai ter que equilibrar o actual plantel e ainda juntar a saída quase certa do Moutinho, e possível saída do Mangala

Duarte disse...

O Co Adriaanse foi campeão nacional e venceu a Taça de Portugal no ano em que esteve e não teve sucesso? Poupe-me! Quatro não tiveram sucesso, os outros seis ganharam e muitos deles ficaram mais do que uma temporada. É necessário ver que, por exemplo, Jesualdo esteve 4 anos no clube. Além disso, não entendo porque havemos de começar a contar desde 98/99 e não antes disso, já que a pessoa que escolhe os treinadores - o presidente - já lá estava antes. Mas mesmo que queiramos ir por aí, desde 1998/1999 até 2011/2012, o Porto ganhou 9 campeonatos em 14 possíveis. Dessa lista, quase só na mais do que atípica época de 2004/2005 houve treinadores que não triunfaram (e mesmo assim Fernandez ganha uma supertaça e uma intercontinental). Mas não, já chegamos ao cúmulo de achar que ganhar neste clube é coisa rara e que os treinadores são muito mal escolhidos.

Isto é inacreditável, é até atentatório da história do próprio clube. Até o mais fanático dos lampiões ou lagartos é capaz de reconhecer e admirar a quantidade de treinadores bem sucedidos que por cá passaram! Ao que se chegou! Ivic, Artur Jorge, Mourinho, Jesualdo e Fernando Santos. Todos eles passaram pelo Porto e pelo clube do regime, todos venceram no Porto, três deles até títulos internacionais conquistaram, e no Benfica ganharam zero. Zero! Só que eles é que acertam e eles é que estão competentes e nós viramos uns amadores e uns aventureiros. Viramos não, pelos vistos fomos sempre assim.

Já chega! Digo e cumpro, esta semana não dou mais para este peditório. Temos uma péssima estrutura, uma péssima direcção, não acertamos uma com os treinadores, ganhamos de quando em vez, quando o rei faz anos. Vítor Pereira é uma gota de água num oceano de incompetência. Olhem, eu vou continuar a ser portista, a deslumbrar-me e a orgulhar-me com a nossa história e a apoiar o meu presidente.

Nightwish disse...

"DC, quando veio o James nem calçava. Que mudou depois? Começou a ter oportunidade a sério e não a entrar quando o jogo tava apertado ou a 5 min do fim."

Na época do VB sempre que começava a titular jogava bastante mal.

Nightwish disse...

E o Sir Robson

illuminati disse...

Caro Bluesky,

V/ex.a já deveria saber que quem decide é o PdC. Se o VP for campeão, fica. Se não for, vai embora. Qual é a dúvida? O que v/ex.a ou qualquer um de nós pensa não interessa para nada. Nem nas eleições do clube, interessa o que os sócios pensam. Talvez um dia, v/ex.a perceberá esta coisa tão simples.

Anónimo disse...

Não tenho nada a ver com esta discussão, mas ao ler estas duas respostas ao P.P do caro José Correia:

"Saídas que foram facilmente colmatadas com a titularidade de Enzo Perez e Matic, dois jogadores que já faziam parte do riquíssimo plantel do slb. E, no caso do sérvio, que é "apenas" um ex-jogador do Chelsea, o slb ficou a ganhar e muito com a troca."

“Mas, algum dia, este Aimar tinha capacidade para ser titular de um clube com o plantel e as ambições do slb? Quanto à lesão do Gaitan, recordo-lhe que o plantel do slb tinha "apenas" os seguintes extremos/avançados: Salvio, Ola John, Nolito, Urreta, Lima, Rodrigo e Cardozo. De facto, não havia alternativas para o Gaitan...”

Não só estou de acordo, como reforça aquilo que há muito ando a dizer. Nas últimas épocas o SLB e o Orelhas têm comprado bem melhor que o Porto e Pinto da Costa; basta analisar o rácio qualidade jogador vs preço de aquisição e o rácio do valor de compra vs valor de venda da maior parte dos jogadores comprados por ambos clubes, nestas últimas épocas e que estão bem reflectidos nos R&C de ambos os clubes. Por alguma razão nos últimos exercícios os lucros do SLB, são bem mais gordos que os nossos.

Como o JC refere e bem Aimar não tem capacidade para ser titular de um clube com o plantel e as ambições do slb; mas o Lucho já tem!!!

O caso de Matic é paradigmático do que digo não só sobre este assunto como com a incompetência do VP para formar jogadores. Matic foi avaliado em 5M na venda de D.Luis por 25M em dinheiro vivo ao Chelsea; ou seja, D. Luis foi vendido por 30M, o que é muito dinheiro por um DC; em 2º, Matic não só veio a preço de saldo, tendo em conta todas as suas potencialidades, mas só exploradas e potenciadas no SLB; como gostava de ver este trabalho ser efectuado pelo VP no FCP.

Enzo é outro caso idêntico, custou 5,5M e chegou a internacional Argentino na posição de extremo; foi trabalhado e potenciado pelo SLB e JJ no lugar de Box to box, com os resultados conhecidos. Mais uma medalha para o SLB e JJ, na comparação, VP, fica mais uma vez muito mal na fotografia.

E não nos podemos esquecer que estas duas compras custaram 11,5M na época passada, menos 1/2M que Alex Sandro e bem menos que os 18M que custou o Danilo e isto já para não falar dos 7M que custou o tal de Gaitan.

O José Correia depois escreve e bem outros exemplos; sim, Salvio custou 13M e/ou Olá John (9M) e nós pagámos 11M por Reys!!! Nós comprámos 70% do Kléber por 4,7M e o SLB comprou Lima por 4M; Valter veio para o FCP por 7,5M e eles compraram Rodrigo por 6M etc…

Já para não falar de Witsel (7M) saiu por 40M, ou J.Garcia (7M) saiu por 20M e nós a comprar o excelente Mangala e o Defour ao mesmo preço dos dois atrás referidos.


Anónimo disse...

No comentário do Duarte com o qual concordo; só se pode concluir que JJ potencia e bem os seus ovos, fazendo excelentes omeletes. Já VP não só não sabe escolher os ovos, como muito menos sabe como fazer omeletes.