sexta-feira, 24 de maio de 2013

Moutinho e James vendidos por 70M

Já é oficial - Moutinho vendido por 25M e James por 45M:


Primeiros pensamentos:

1) Boa sorte para os dois, que a merecem

2) Não vai ser fácil substituí-los. Suspeito no entanto (e um pouco contra-corrente) que será mais difícil substituir  James (mas para isso precisaremos de um modelo de jogo diferente que não dependa de um trinco e 2 médios de transição).

3) Os valores em questão são muito, muito bons, sem dúvida (para mais depois de uma época algo apagada de James); se me tivessem perguntado há um mês, eu teria dito que seria bom vender os dois por um total de 50 e tal milhões.

4) Espero que agora não seja preciso vender mais nenhuma jóia da coroa

5) Quanto dinheiro líquido é que vai sobrar para o FCP? Para além das comissões de intermediação, é certo que o SCP terá a receber 3.5M (25% de 25-11) mas para além disso há a questão dos direitos de formação (em princípio pagos diretamente pelo Mónaco, mas a confirmar) e a situação sobre James é muito confusa, tenho ouvido de tudo na imprensa - o que eu sei oficialmente é que a 31 de Dez tínhamos 55% do passe e em Fevereiro recomprámos (com enorme markup) 35% pelo que em princípio teremos 90% do passe (o que levaria a que 4.5M desta venda tenham que ser reencaminhados para esses terceiros).

6) Espero que hajam garantias sólidas da parte do Mónaco, já que a) não sei se este russo é de confiança (quem sabe, daqui a uns meses cansa-se do «brinquedo» e deixa de continuar a pagar) e b) pelo que tem vindo a público a situação do Mónaco está longe de ser pacífica perante as autoridades francesas. A propósito, pergunto-me que % terá sido paga como sinal, e os prazos do resto.

7) SCP, desculpa lá qualquer coisinha... ;-)

43 comentários:

Pedro Albuquerque disse...

"A propósito, pergunto-me que % terá sido paga como sinal, e os prazos do resto."

Se o James foi comprado pela Cláusula de Rescisão, não tem que ser pago a pronto?

Noé Rocha disse...

Incrivél como o campeonato ganho ainda nao fez um semana e o FCP já vendeu dois dos seus melhores jogadores.

José Rodrigues disse...

Não necessariamente. Só se o FCP fizesse finca-pé e dissesse que não queria vender o James de todo «nem que a vaca tussisse», é que seria obrigado a aceitar uma oferta em que se oferecesse pronto-pagamento.

Ora como nem sequer é líquido que tenham sido 45M (ie. que na realidade muito provavelmente o passe foi inflacionado e o do Moutinho deflacionado)...

Silva Pereira disse...

Boa tarde,
GRANDE NOTICIA
Grande negócio sem conhecer pormenores para além dos referidos acima.
Antes demais mais uma vez é importante referir que uma coisa é o valora da venda outra são as mais valias e outra são os fluxos de Tesouraria .
As duas de importância no balanço/resultados a outra na caixa. Dito isto e vou um pouco repetir um comentário inserido no post anterior
Como já o exprimi várias vezes (e agora livremente sem temer ofender alguns) JM não me vai deixar saudades como futebolista mas como profissional não tenho nada a criticar antes pelo contrário desejo-lhe a maior sorte do mundo e desde já o meu OBRIGADO.
O que o FCP necessita de no meio campo ter um jogador da classe do DECO (que saudades)
O JM não tem as qualidades que um jogador na sua posição deve ter no FCP, no mínimo marcar 10 golos na liga, ter mais capacidade de desequilibrar mas o que mais me incomodava era o dono da bola (paradas) com uma nulidade gritante.
Parece-me que iremos ouvir falar mais de James do que JM, prevejo uma situação análoga ao HULK.
Quanto ao James pareceu-me que desde Janeiro ele já não tinha a cabeça no FCP.
Por isso tudo acho que a SAD do FCP aprendeu com os erros recentes (Alvaro Pereira,Guarini, Rolando, ..).
Destes com o ego enorme qual foi o que conseguiu atingir o nível que se dizia que tinha?
Aliás esta semana deixou-me a pensar porque é o FCP perdeu um Thiago Silva (PSG) Steven Vitória (Estoril). O que seria Mangala se o paspalhão do Rolando (ainda bem) não tivesse um ego do tamanho da torre dos Clérigos ou então se o Maicon não se tivesse lesionado , teria o VP dado a oportunidade? Isto foi o que sempre me preocupou.

Luighi disse...

Falta contratar Quintero para 10, oficializar herrera.

Depois contrar 2 extremos craques e 1 p.lança.

Ainda podemos fazer mais valias com otamendi,rolando,kleber,djalma,izmailov,c.atsu,abdoulaye.

P.S: Excelente negocio(50m devem vir directos para cofres do FCP).

DC disse...

Financeiramente é grande negócio aparentemente.
Desportivamente veremos no futuro.

Quanto a não sair nenhuma pérola, face à contratação do Reyes acho que é quase certo que sai um central.

Miguel disse...

Acho que se fossem para clubes diferentes o total se calhar era o mesmo mas distribuição se calhar era diferente 40M -30M parece o valor mais adquados mas não sei quem tem mais comissoes externas a pagar o Moutinho ou o James.

to13 disse...

Ou o Fernando, visto este jogar tanto a central como a trinco.

José Correia disse...

Incrivel o valor global desta dupla transferência.

Tal como O José Rodrigues escreveu, e eu estou de acordo, se me tivessem dito há um mês que a FC Porto SAD ia vender os dois por um valor total de 50-55 milhões de euros, eu acharia muito bom (do ponto de vista meramente financeiro).

Anónimo disse...

Muito bom valor .

JAMES será dos melhores do mundo em breve.

Moutinho é Bom mas faz 27 anos no fim do Verão...

Pedro Jesus disse...

Moutinho = mais valia (financeira porque desportiva acho que não há duvidas)10,5M de euros.
James=27M euros
Contas feitas,entre compra e recompra e percentagens são 3 campeonatos e 37,5 milhoes de euros de lucro.Querem melhor?Dificil...

Luighi disse...

Substitutos:

Fala.se em ocampos herrera e quintero para FCP.

miguel87 disse...

Eu discordo do ponto 2, acho que Moutinho faz mais falta que James, mas vai depender do estilo de jogo que um novo treinador possa implementar. Caso se mantenha o VP (como eu gostava), aí o Porto tem mesmo que contratar um substituto à altura e que se imponha de imediato no 11.

Quanto ao clube de destino, percebo o interesse do Porto em vender à melhor oferta, por outro lado faz-me alguma confusão como os jogadores aceitam estas transferências apenas pela parte monetária, é que pelo menos uma temporada vão passar sem jogar competições europeias...

Joaquim Lima disse...

Não vejo mal nenhum nisso! A época acabou, se fizessemos um jogo treino e os jogadores se lesionassem já não eram vendidos!

A proposta veio na altura certa, assim dá bem mais que tempo para pensar em alternativas!

Joaquim Lima disse...

Fala-se que o Mangala poderá sair. O mesmo já afirmou que nesta altura o melhor para ele é continuar no Porto. Mas nós já sabemos que o dinheiro fala sempre mais alto!

Joaquim Lima disse...

James será se melhorar a performance dos últimos meses, porque a continuar assim não lhe vejo grande sucesso! Sabe que idade tem o Pirlo? Ao Moutinho ainda lhe faltam, pelo menos, 7 ao mais alto nível!

bruno cláudio disse...

cheira-me a verao quente no dragao..
manter fernando, mangala e jackson é prioritário, o resto, tudo negociavel (falo obviamente dos titulares)

despachem o helton, danilo e otamendi por favor!

Anónimo disse...

Mas que raio de adeptos são estes que rejubilam com a venda de dois activos desportivos...

Provavelmente são os mesmos que depois vêm pedir justificações para as poucas ambições europeias do nosso Clube.

O negócio é bom, mas resta saber para quem!.. Se ainda fosse para abater o passivo e não os bolsos de alguns iluminados...

MT

José Correia disse...

Agora que o negócio foi concretizado nos moldes que foram divulgados à CMVM, veja-se os delírios que foram publicados na Bosta da Manhã:

«Segundo apurou o CM, o negócio esteve complicado, dado que os dragões queriam que ficasse no papel que o português foi vendido por 25 milhões e o colombiano por 45 milhões. Os monegascos recusaram e insistiram que no acordo devia ficar explícito que pagaram 35 milhões por cada futebolista (...)
Ao longo das negociações com o clube cujo dono é o milionário russo Dmitri Rybolovlev, o FC Porto terá começado por sugerir que mais de 10 milhões das transferências fossem depositados numa conta no principado (comissões), sugestão que o Mónaco terá recusado.»


Ou seja, o negócio esteve complicado porque os dirigentes do AS Monaco estavam preocupados com a comissão do sporting, é isso?

Anónimo disse...

O CM trata os leitores como "papalvos", mas quem é que papa estas tangas?? os tipos não percebem que as pessoas não são estupidas? é com cada atentado ao bom jornalismo que até mete impressão...

Cumprimentos.

António Sá.

José Correia disse...

«Em julho de 2010, os dragões comunicavam que adquiriam os direitos desportivos de João Moutinho por 11 milhões de euros. Metade do passe de Nuno André Coelho foi ainda negociado com os leões, que ficaram com 25 por cento das maisvalias de uma transferência de Moutinho acima dos 11 milhões de euros.
Porém, em outubro de 2010, o FC Porto comunicou a venda de 37,5 por cento do passe de Moutinho à empresa Mamers BV, por 4,125 milhões de euros. (...)
Ora, os dragões voltaram a adquirir esses 37,5 por cento em duas fases: uma primeira em que garantiram 22,5 por cento por 4 milhões e outra em que adquiriram os restantes 15,5 por 3,3 milhões de euros, esta última em janeiro, a primeira em agosto de 2011.
Ora, quer isto dizer que o FC Porto gastou 18,3 milhões na compra de Moutinho.
Agora vejamos: os portistas receberam 4,125 milhões em outubro de 2010 e, agora, mais 25 milhões. Ou seja, um total de 29,125 milhões de euros.
O lucro corresponderia, assim, a 10,825 milhões. Mas como o Sporting tem direito a 3,5 milhões pela transferência, o FC Porto lucra 7,325 milhões de euros com Moutinho.
Já o Sporting recebeu 11 milhões de euros em julho de 2010 e agora mais 3,5 milhões. Contas fáceis, recebem 14,5 milhões, ou seja, mais 7,175 milhões que o FC Porto.
Aqui não está contemplada a questão do mecanismo de solidariedade, uma vez que não há informação sobre se houve algum acordo estabelecido entre clubes.»
in Maisfutebol


Sim, oficialmente, feitas as contas às compras e vendas do passe do João Moutinho, a FC Porto SAD lucrou 7,325 milhões de euros. Nada mau, para um jogador que foi formado noutro clube.
Mas, já agora, convém lembrar que também lucrou, e muito, três anos de elevadíssimo rendimento desportivo, com vários títulos à mistura.

José Correia disse...

Já agora, o sporting não recebeu 11 milhões de euros em julho de 2010.
Recebeu 10 milhões de euros + o passe de Nuno André Coelho (avaliado em 1 milhão de euros).

João disse...

Mais uma vez, para não destoar.. Tem a certeza absoluta que não se devia estar a referir ao Lucho. Tínhamos um jogador de classe, muito parecido com o Deco em vários aspectos, que eu também preferiria ao Lucho pound per pound, chamava-se Belluschi e corremos com ele por meia dúzia de tustos. Agora o Moutinho é só dos melhores 8s do planeta, para mim.

João disse...

A comunicação social portuguesa é porreira. Em todas as vendas do Porto, vão ao pintelho ver onde ficou dinheiro pelo meio. O Coentrão que foi por 19M€ ou nem isso para o Real, feitas todas as contas, vai ficar para sempre como vendido por 30M€ e acabou a conversa. Retardados.

Em relação ao Moutinho, era estarem quietinhos com a porcaria dos passes e já não rendia só 7M€. Já sei que me vão dizer que foram necessidades de tesouraria e mais não sei o quê. Não faço ideia, e duvido que alguém faça. O que sei é houve para ali uns fundos sem problemas nenhuns de tesouraria que ficaram a lucrar com uma operação tipo escava buraco - cobre buraco que devia ter sido evitada a todo o custo.

João disse...

Já o tinha dito mal começaram os rumores. Moutinho é insubstituível. James até lhe metia um lacinho e levava ao aeroporto. Neste momento estava uma nulidade e uma nulidade cujos custos desportivos para fazer regressar ao nível expectável pareciam elevados quando em contraponto com 30 ou 45 milhões fresquinhos para irmos buscar alguém no imediato para o lugar.

E se é para VP sair, podiam reinvestir parte disso num treinador fora da folha salarial habitual. Assim como assim, dificilmente íamos estar a pagar mais ou o mesmo que o milhafre paga pelo catedrático tri-vice.

José Correia disse...

«As saídas de João Moutinho e James Rodríguez são dois golpes no potencial futebolístico do FC Porto e por isso justificam os valores que atingiram. Falamos dos dois maiores criadores de golos da equipa e, no caso de James, de um jogador que fez algo que, no FC Porto deste século, só Hulk atingira: o "duplo-duplo" por dois anos seguidos.
Em todas as competições, James marcou esta época 12 golos, fazendo 13 assistências. Isto é, chegou ao duplo algarismo na criação e na concretização. E fê-lo pela segunda época consecutiva, pois já na passada tinha marcado 14 golos e feito 11 assistências. Proeza semelhante neste século, no FC Porto, só Hulk a tinha atingido, nas duas últimas épocas completas: 36 golos e 19 assistências em 2010/11; 20 golos e 14 assistências em 11/12.
O que James nunca conseguiu foi ser o principal "passador". Em 10/11 - que fechou com 13 assistências - ficou aquém das 19 de Hulk. Na época passada as suas 11 não chegaram para as 14 de Hulk e esta temporada foi batido por Moutinho, que fez 15 passes para golo (e marcou cinco). Moutinho, aliás, fez três anos sempre a subir: dois golos e sete assistências em 10/11; três golos e oito passes decisivos em 11/12 e os 5-15 de 12/13 a estabelecerem duplo recorde pessoal.»
António Tadeia
DN, 24-05-2013

João disse...

Melhor que vendê-los com 3 jornadas do campeonato disputadas, digo eu..

joão disse...

O Tadeia que vá levar no pacote. Grande negócio, é o que é. Saíram estes, sairão mais (pelo menos um central, o Atsu, talvez o Fernando), outros chegarão e continuaremos a ganhar. Tem sido assim há décadas e vai continuar a ser.

Pedro Albuquerque disse...

Como é que é?

O Moutinho custou-nos 14 milhões. Vendido por 25 Milhões.
FC Porto tinha 85% do passe, logo só vemos 21,25 milhões. Dos quais 3,5 milhões é para o Sporting.
Ora 21,25 - 14 - 3,5 = 3,75 milhões. E falta saber comissões e assim....

José Correia disse...

FC Porto tinha 85% do passe...

Tem a certeza?
Onde é que leu essa informação?
Olhe que parece que não é isso que consta do Relatório e Contas da FCP SAD.

José Correia disse...

O negócio do FC Porto é ganhar títulos. Para isso, como dizia o grande Zé do Boné, é preciso ter bons jogadores.

O James e o Moutinho são dois grandes jogadores, que foram formados por outros clubes, contratados pela FCP SAD e que nas últimas três épocas tiveram um rendimento desportivo entre o Bom e o Excelente.
Enquanto cá estiveram (três anos), ambos foram peças importantes na equipa (mais o Moutinho que o James) e contribuíram para o sucesso desportivo alcançado.
E, convém não esquecer, parte desse sucesso desportivo traduziu-se, directamente, em dezenas de milhões de euros arrecadados pela FCP SAD (decorrente dos prémios de participação nas competições europeias).
Ou seja, chegados aqui, só isto já seria suficiente para dizer que ambos tinham sido boas contratações.

Mas houve mais. Entre a compra, venda e recompra de partes do passe destes dois jogadores, a FCP SAD ainda irá lucrar uns bons 20-25 milhões de euros.

Feito o balanço desportivo + financeiro das contratações de James e Moutinho em 2010 e da venda dos seus passes em 2013, a classificação que eu atribuo é: Excelente!

bruno cláudio disse...

excelente!

Silva Pereira disse...

Boa noite,

Há aqui muita gente que esquece uma coisa fundamental, um negócio destes (transf de jogadores) envolve no minimo 3 partes quem compra, quem vende e fundamentalmente a vontade do jogador. Os adeptos esquecem muito fácilmente os péssimos exemplos do passado recente (AP, Guarini, Rolando, ...).
É legitimo os jogadores prespetivarem melhores condições, como disse JNPC é como o SLB/salários vai tudo nos descontos, ora o Mónaco é um paraíso fiscal, enquanto que no mínimo esses jogadores em Portugal atingem uma carga fiscal superior a 50%, façam as contas.

Depois há quem esqueça as complicações que alguns jogadores criam às equipas e aos grupos e isso felizmente no FCP não se sabe grande coisa, mas recomendo que vejam a Dupla Improvável no Porto Canal e ouçam as histórias que os diversos campeões do FCP (do passado) contam.
Não há quem acerte sempre mas JNPC nisso ninguém o bate, por isso estou expectante mas confiante.
Saíram jogadores do FCP melhores do que JM e JR e o FCP soube substitui-los e continuar a ganhar.
Já muitas vezes foi dito e escrito, uma coisa são as mais valias, outra é o Balanço/DR (e nisso existe as amortizações do investimento) e outra coisa são os fluxos de tesouraria.
Sinceramente (sem entrar com as comissões e outros) alguém esperava neste momento estas vendas por 70 M? O que se assistiu nos 2 últimos anos foi os grandes compradores a esparem pelo fim da época das transferências pressionando de todas as maneiras, é mais uma razão pela qual acho o negócio excelente, agora a pressão passou estar do outro lado. Como alguém comentou só estou curioso para saber como os pasquins vão tentar criar a confusão, uma já se sabe é tentar fazer "sangue" entre o SCP e o FCP.
Que dever ser coisa que menos preocupe JNPC.

Luchugo disse...

Eu só digo uma coisa: Danilo é um dos 3 jogadores do Porto com mais qualidade. Tem tido um rendimento sub-par mas acredito que possa ultrapassar isso e render uma transferência de 30 milhões ou mais.

Quanto ao Moutinho fará mais falta desportivamente que o James. Mais a mais acho que o Porto ainda não desistiu do Iturbe e, a vir, o Quintero preenche exactamente a mesma posição de esquerdino que pode interiorizar.

Com a incognita Carlos Eduardo (novo Deco?) e com Herrera (por confirmar) para o miolo acho que apenas nos ficam a faltar 1 lateral direito e 2 avançados (1 ponta de lança para substituir Jackson e 1 "novo-Lisandro" [Licá?] para variar o estilo de jogo) e temos equipa.

Claro que qualquer outra oportunidade de negócio não deve ser descurada, mas acho que de momento temos todas as bases asseguradas.

Falta apenas vender Rolando, Atsu e Abdoulaye/Mangala e manter Fernando a todo o custo, pelo menos até encontrarmos um jogador tão bom ou melhor naquela posição fulcral.

11 Base para 2013-14:

Hélton
Danilo, Maicon/Mangala, Otamendi, Alex Sandro
Fernando, Defour, Lucho
Iturbe, Varela
Jackson

Joao Goncalves disse...

Ao contrário do José, eu fico MUITO mais preocupado pela saída do Moutinho, e basta ver que esta época sem o James fomo-nos safando e sem o Moutinho, fomos de vela e a equipa jogou o pior futebol da temporada.

Ainda estou mais preocupado com os rumores junto do Fernando e pela não renovação do vinculo.

E ainda temos o "problema" se nos levam o Jackson...

Em relação às "joias da coroa", mais uma vai ter que sair... Sendo Otamendi ou Mangala pois nós (nem ninguém) tem estrutura para ter 4 centrais no plantel da qualidade de Mangala, Otamendi, Maicon e Diego Reyes (para além de Abdulaye e Rolando).

De resto, foram muito bem vendidos e venha o Herrera e o Quintero para os substituir, e quem sabe o Ricky Alvarez?

Joaquim Lima disse...

Com o dinheiro da venda do James e do Moutinho, o Porto já pode comprar todo o plantel do Sporting... E ainda sobravam 68 milhões! :D

José Correia disse...

"Tivemos o azar do presidente Pinto da Costa não estar a conseguir fazer os negócios que tem feito. Ele sempre disse que os jogadores eram vendidos pela cláusula, e sabemos que a [transferência] do João Moutinho era de 40 milhões, infelizmente não foi assim, foi por 25 milhões"
Bruno Carvalho, presidente do sporting, em declarações à Agência Lusa, feitas em Toronto


O sporting despachou o Moutinho por 11 milhões de euros (ainda hoje a maior contratação de sempre entre clubes portugueses), porque o considerava uma "maçã podre".
Três anos depois, vai receber mais 3,5 milhões de euros, porque essa "maçã podre" foi valorizada por outro clube e ainda se vem queixar?
Pobres e mal agradecidos.

Nightwish disse...

O Moutinho e o Deco têm características diferentes e jogam em funções distintas (ou posições, se quiser ser mais simplista).

Nightwish disse...

O Moutinho e o Deco têm características diferentes e jogam em funções distintas (ou posições, se quiser ser mais simplista).

José Correia disse...

"O Sporting deve estar muito satisfeito pelo valor que conseguimos vender o Moutinho. Venderam-no por 11 milhões, consideraram-no uma maça podre e, ao fim de dois anos, conseguimos que essa maçã podre fosse comprada por 25 milhões. O Sporting deve graças a Deus por nós termos conseguido fazer este negócio. A não ser que achem que é um mau negócio por pensarem que vendem jogadores melhor do que nós."
Pinto da Costa, 25-05-2013

Daniel Gonçalves disse...

Se não me engano a cláusula de rescisão do James é (era) de 60M, portanto é perfeitamente possível os valores de 25M pelo Moutinho. Raul Meireles saíu por 13M, e tinha 28 anos na altura. Moutinho valeu tanto como o Nani, acho difícil alguém dar mais de 25M pelo Moutinho.
O essencial é a propaganda benfiquista a querer virar o Sporting contra o FC Porto.

José Correia disse...

A cláusula de rescisão do James é (era) de 45MEuros.

Daniel Gonçalves disse...

José Correia,

engano meu, obrigada pela correcção.