sábado, 22 de junho de 2013

Começou o Verão

Por André Vilas-Boas

Começou o verão. E com ele a "silly season", os anúncios de vitórias interplanetárias e visões faraónicas da terra prometida onde a secura vai acabar, a relva crescerá vermelha, ou melhor, encarnada, e onde os árbitros vão acabar o jogo antes dos 92'.

É neste período, entre Junho e Agosto, que um clube ganha sempre tudo. É neste período que uma vez mais, a soberba e a alienação criam uma equipa divina, gigante, um "rolo compressor" que joga um futebol divino, digno de "nota artística".


Mas tal como no "1984" de Orwell, é difícil reescrever a história todos os dias e manipular toda gente durante todo o tempo. No último jogo do campeonato, a águia Vitória piou mais alto e disse chega: abriu as asas e voou para longe e decidiu nunca mais voltar. A águia já foi. Restam 6 milhões de alienados que continuam à espera de ganhar. Entretanto, vão perdendo tudo, e se quando perdem apagam as luzes, ligam a rega, não cumprimentam o presidente da nação e saem de campo sem honrar o adversário que lhes ganhou e agridem árbitros e o próprio treinador nem me atrevo a pensar no que seria se ganhassem.

Mas tento sempre entender que clube é este, que valores defende e que adeptos são estes. Nunca tenho muito sucesso, e entretanto começa mais um campeonato, onde a Providência nos lembra, inexoravelmente, que o inferno é vermelho e que o Céu foi pintado em tons de Azul!

Nota: o Reflexão Portista agradece a André Vilas-Boas a elaboração deste artigo.


8 comentários:

Mário Faria disse...

Excelente!
Fiquei arrepiado quando li que um novo jogador do SCB ficou a tremer no momento da assinatura do contrato. Terá sido emoção ? Terá sido cagaço ? A emoção não é certamente , mas o cagaço bate assim. Pelo cheiro, foi um acidente intestinal. O FCP enche-os de medo, logo à nascença.

Anónimo disse...

12 anos?

Anónimo disse...

O que é que o Libras Boas tem haver com este artigo? Desculpem lá a minha ignorancia. Sinceramente não estou atingir. Agradecia esclarecimentos.

Anónimo disse...

não é o treinador lol

Alexandre Burmester disse...

E não se escreve "tem haver", mas sim "tem a ver".

alex disse...

Não tenho por hábito corrigir os imensos erros ortográficos(já sem falar nos de sintaxe)que encontro nos textos que leio nas páginas da Internet. Por isso andei à procura de um qualquer erro de Alexandre Burmester, mais por uma questão de graça do que pelo prazer de também o corrigir. Não encontrei, nos textos que li, nada de reparo, mas fiquei a conhecer a sua formação académica, pelo que não faz favor nenhum favor por escrever em português, coisa que, nos tempos que correm, vai sendo rara...

Anónimo disse...

O que é que o Libras Boas tem haver com este artigo? Desculpem lá a minha ignorancia.

Ora ao contrário que o A.Burmester escreve,penso eu de que o anónimo acima escreveu português correcto pois pergunta quanto vai ganhar o "libras boas"com a feitura do artigo....se fosse o treinador a escrever

Anónimo disse...

O céu e o inferno não existem!