terça-feira, 9 de julho de 2013

A organização da “máquina portista”

Já se tornou um hábito, ouvir treinadores e jogadores, poucos dias depois de chegarem ao FC Porto, elogiarem a organização e o profissionalismo da “máquina portista”.

Desta vez, e de acordo com uma notícia do JN, os elogios vêm do presidente do RKSV Wittenhorst.

Ton Hagens, presidente do RKSV Wittenhorst (fonte: JN)

«A presença [em Horst, Holanda] dos tricampeões nacionais exigiu um cuidado apurado dos responsáveis do RKSV Wittenhorst para que dois relvados do clube se enquadrassem no nível exigido.
O relvado parece um campo de ténis, parece Wimbledon”, diz, ao JN, o orgulhoso presidente da coletividade, Ton Hagens.
Para que se chegasse a este ponto de satisfação foram necessárias três semanas de intenso trabalho. Primeiro, o clube holandês disponibilizou meios humanos e fez a primeira etapa do processo até os dragões enviarem dois funcionários para a Holanda, na última semana, para dar o toque final.
O trabalho passou por solidificar a relva, cortá-la ao milímetro e torná-la mais uniforme para a bola rolar melhor.
(…)
As pessoas do F. C. Porto trataram e cortaram a relva como nunca tínhamos visto. Até o governo local ficou admirado com a qualidade do relvado e querem saber como se trabalha assim”, explica o presidente do RKSV Wittenhorst, cujas instalações distam 400 metros do hotel onde ficam os dragões até sábado.
(…)
Normalmente, os clubes contactam-nos dois dias antes de chegarem, mas o F. C. Porto mandou-nos um documento com um mês de antecedência. E nas últimas duas semanas falamos quase todos os dias. É o clube mais profissional que já tivemos aqui instalado”, conta, lembrando que já hospedou o Galatasaray e o Manchester City. (…)»
in JN, 08-07-2013


Se à experiência, competência e organização existente, o FC Porto pudesse juntar metade do dinheiro do Manchester City...

28 comentários:

Moura Bessa disse...

... ganhávamos a Champions ano sim, ano não...

José Rodrigues disse...

E' porreiro ouvir elogios desses e nao me admira minimamente q o FCP seja mais competente em geral do q um Galatasaray ou Man Utd.

Dito isto, em qualquer organizacao ha' falhas aqui e ali e por acaso o tema em causa (relvado) nao e' dos mais felizes, tendo em conta o fiasco relativamente recente com o relvado do Dragao.

José Correia disse...

O que me chamou à atenção neste caso, não foi tanto a qualidade com que ficaram os dois relvados do RKSV Wittenhorst (“o relvado parece um campo de ténis, parece Wimbledon”), mas sim o planeamento, a organização e o pormenor com que todos os detalhes são tratados.

Sansoni7 disse...

Olá
A propósito de relvado, como está o relvado do Dragão após o concerto dos Muse.
Sempre foi substituido?
Cumprs
Augusto

José Correia disse...

Segundo julgo saber, estava previsto ser substituído depois do Festival Panda, que foi realizado uns dias depois do concerto dos Muse.

sergiodiassilva disse...

A organização também tem a ver com a necessidade de gerir o pouco dinheiro que há. Quando tivemos dinheiro espalhamo-nos ao comprido... é ver o ano de 2004 e o que se fez com o dinheiro da Champions...

José Rodrigues disse...

"todos os pormenores"... neste estagio.

Como disse (e por muito competente q a organizacao possa ser em geral) a estrutura falhou rotundamente no relvado do Dragao apos o concerto dos Coldplay (salvo erro), ja' q se fala aqui (entre outras coisas) de relvados, precisamente.

Nao sei em q aspecto ao certo e' q falhou nesse caso, mas da' a impressao q foi na etapa de planeamento.

Espero bem q tenham aprendido a 100% a licao e desta feita (apos concerto dos Muse) - e sendo isto portanto um topico bem actual - tenhamos um relvado impecavel.

Anónimo disse...

questão pertinente: Ao habituar-se a relvados muito bons , que acontecerá quando for jogar a arouca ou a uma coimbra encharcada? ou que acontecerá quando jogar no dragão pós muse?

aproveito para deixar uma sugestão para este blog que acompanho diariamente. Por vezes sinto a frustração de querer ver mais comentários e noticias relacionadas com jogadores, contratações, modelos de jogo. mas aqui fala-se demasiado de jogo de dirigentes, relvados, contas da sad...

Joao Goncalves disse...

Eu discordo José Rodrigues,

Todos os passos foram os correctos na alteração do relvado... o relvado é que não pegou (seja por má colocação, azar da semente ou incompetência dos técnicos que lá o colocaram).

Foi emendado quando foi possível.

A única questão que se poderia fazer à estrutura seria a razão da mudança da empresa mas isso já são questões negociais e de preço.

E devo relembrar que a empresa que colocou o relvado no Dragão, já tinha um curriculum assinalável e nada faria prever desastre que foi

Pedro Albuquerque disse...

Mais profissional que o Man Utd duvido. Mas mais que o City acredito.

Sansoni7 disse...

Obrigado

Como não tenho vistos notícias sobre o tema...

Cumprs
Augusto

José Rodrigues disse...

"A única questão que se poderia fazer à estrutura seria a razão da mudança da empresa"

Mas entao e a escolha da empresa (e do seu produto) nao faz parte do processo?

A ser verdade q foi ai' q falhou a coisa, entao isso traduz-se num erro de planeamento como eu dizia.

José Correia disse...

Quando falo na organização e na preocupação com os pormenores, estou a referir-me ao facto de, com um mês de antecedência, ter sido enviado uma espécie de “caderno de encargos” para o processo de tratamento dos relvados. Se, depois, o tratamento dos relvados é bem ou mal executado, isso já é outro aspeto.

Mas o pormenor com que todos os detalhes são tratados, também abrangeu a deslocação prévia do autocarro da equipa (algo que já é habitual), a alimentação, o cuidado com o isolamento/recato da zona dos quartos, etc.

DC disse...

Um grande clube deve lutar para ter as melhores condições possíveis e para que os outros sejam obrigados a tê-las.
Quem quiser jogar em paralelos, se a lei deixar, que jogue. Nós devemos tentar ser os melhores a jogar futebol e não os melhores a arranjar esquemas como não cortar a relva, espalhar areia no relvado, etc...
E se tivéssemos uma legislação em condições os outros fariam o mesmo.

Anónimo disse...

"Mas entao e a escolha da empresa (e do seu produto) nao faz parte do processo?"

Caro José Rodrigues, senão me falha a memória, a empresa era exactamente a mesma que nos tinha colocado o tapete fabuloso que tínhamos antes do famigerado concerto, mas dessa vez correu mal. TFA

José Rodrigues disse...

"a empresa era exactamente a mesma que nos tinha colocado o tapete fabuloso que tínhamos antes do famigerado concerto, mas dessa vez correu mal"

Tanto quanto percebi o problema nao foi tanto com a empresa q colocou a relva, mas sim com o fornecedor da relva (esse sim, mudou por iniciativa nossa).

José Rodrigues disse...

Acho q a equipa se deve preparar para todas as eventualidades... mas a prioridade claramente vai para as condicoes q encontra na clara maioria dos jogos (e nos jogos mais importantes quase todos, como jogos nos rivais e na LC), e isso consiste num relvado em condicoes.

Mas ja' agora quanto a "apanharem" com um relvado encharcado, nao se livram necessariamente disso fazendo o estagio na Holanda :-)

José Rodrigues disse...

"Por vezes sinto a frustração de querer ver mais comentários e noticias relacionadas com jogadores, contratações, modelos de jogo"

Obrigado pela opiniao.

Comento apenas q a "core mission" para este blog e' (como o nome indica) fazer reflexoes/comentarios e discutir um pouco de tudo o q diga respeito ao FCP de forma ecletica (jogadores e modelos de jogos incluidos) mas ja' nao e' servir de fonte de "noticias", porque para isso ja' existem os Maisfutebois e Lusas deste mundo. Isso nao (mesmo q volta e meia saia um artigo do genero, mais como excepcao do q como regra).

Acaba tambem por ser um pouco natural que se de^ uma atencao especial a temas que costumam ser pouco discutidos no universo portista: toda a gente fala de um Mangala ou James, mas ja' e' raro ver por ex o tema das contas tratado com um minimo de pes e cabeca na praca publica, na imprensa, em outros blogues ou foruns.

Mas olhe q mesmo assim temos muuuuitos mais artigos sobre jogadores do q sobre as contas da SAD, por exemplo...

Joaquim Lima disse...

Já sigo este blog há alguns anos e, se tivesse que escolher um ponto forte do mesmo, sem dúvida que é a forma simples e ao mesmo tempo completa como são abordadas as contas de clube.

Parabéns e continuem por muitos e bons anos!

alex disse...

Exactamente! Se no FCP são tão competentes no que respeita à relva como se explica que no início da época passada o primeiro grande adversário do FCP tenha sido precisamente o estado calamitoso do relvado?

alex disse...

Grande parte do que aqui se publica exige que quem comenta esteja minimamente informado sobre o assunto posto à reflexão, e, como duma reflexão se trata, este blog é menos subjectivo do que a maioria dos blogs do género. Por mim devo dizer que não estou em condições de opinar com a propósito numa grande parte dos assuntos que aqui são desenvolvidos, porque não estou devidamente documentado para o fazer e também não me sinto motivado para me informar. As contas, as contratações etc. são assuntos que me transcendem e apenas, subjectivamente, costumo mostrar algumas reservas em relação à lisura que possa existir em negócios de tantos e tantos milhões. Espanta-me que o custo dos jogadores tenha sido inflacionado de modo tão exageradamente elevado.

João disse...

O porque? Exprimenta correr num piso feito para atletismo, e em alcatrão. Diz-me depois como as tuas pernas se sentem no fim.


Acho que não queres ter metade da equipa com mialgias ou lesões.

Joao Goncalves disse...

José Rodruigues,

O que disse acima é que não havia nada para desconfiar na questão da relva pois a empresa que ganhou o concurso (penso eu que terá sido por concurso) já tinha colocado relvados sem problemas nenhuns noutros estádios com relva oriunda do mesmo sitio.

Portanto, se eu fosse o responsável do FCP por ter dicidido, no ano transacto, que relva iria colocar, tinha feito exactamente a mesma escolha pois a base de conhecimento na altura era o sucesso das implementações passadas.

Depois o relvado falhou e quando foi possivel foi rectificado.

Aqui a única coisa que se poderia criticar ou aplaudir é afinal de contas quem pagou a conta da substituição do tapete, mas esses dados não tenho... de restom, a estrutura não falhou

Joao Goncalves disse...

Eu sigo o blog à relativamente pouco mais de 1 ano e é um local que permite um debate imenso sobre temas que são completamente acessórios a todos os outros blogs/sites desportivos e afins

É um blog forte com opiniões contraditórias mesmo de estre os "bloquistas", mas sempre válidas e muito bem estruturadas.

Este não é um blog meramente informativo... é um blog que nos ensina e nos desafia a pensar profundamente sobre tudo o que se passa no nosso clube analisando o passado e o presente e perpectivando o futuro, seja a nivel financeiro, de plantel ou estratégico em todas as áreas de actividade e com profissionais de grande sabedoria nas destintas áreas.

Sem dúvida o melhor blog portista na net

José Correia disse...

Se no FCP são tão competentes no que respeita à relva...

Meu caro, o FC Porto não é uma empresa preparadora ou tratadora de relvados.
O foco do artigo não é esse.

Anónimo disse...

O user Joao Gonçalves disse mesmo tudo!
Um blog que nos faz pensar em muitas vertentes do nosso clube e leva-nos a perceber melhor o funcionamento das mesmas.

Parabéns, sem duvida o melhor blog portista!

ps: e um post sobre a nossa mais recente contratação para a frente de ataque: Nabil Ghilas;
gostaria de saber também a vossa opinião.

José Rodrigues disse...

«e um post sobre a nossa mais recente contratação para a frente de ataque: Nabil Ghilas; gostaria de saber também a vossa opinião»

Isso já foi discutido (por antecipação) aqui (ver também a caixa de comentários):

http://www.reflexaoportista.pt/2013/06/ghilas-o-problema-e-o-empresario.html

Se fôssemos megalómanos, diríamos que o artigo (publicado logo após o empresário afirmar que não tinh havido quaisquer contactos e poucos dias antes da contratação) ajudou um bocadinho a colocar pressão na SAD para o contratar, LOL (agora a sério, acredito que os blogues tenham um bocadinho de influência na SAD e treinador, mas para aí uns meros 0,0001%....)

Anónimo disse...

Pois. se calhar precipitei-me. é sem dúvida um bom blogue e onde se reflecte a sério. Se calhar deixei-me levar pela chamada silly season e pela ressaca de bola com que ando. Neste momento devoro tudo o que é possíveis contratações e acho que o nosso Fcporto está a construir uma grande equipa.
Mas reconheço que este blog tem mais que uma simples visão de adepto e acaba por influenciar mesmo a direcção não tenho dúvidas. Não influenciará directamente, mas através da formação de opinião dos seus leitores e que mais tarde acaba por se tornar numa espécie de senso comum. A contratação do Ghilas é nesse ponto de vista um bom exemplo.