segunda-feira, 1 de julho de 2013

SMS do dia

"O F.C. Porto divulgou esta segunda-feira a lista de nomeados para receber os Dragões de Ouro relativos à época anterior, sendo de destacar a atribuição de Dragão de Ouro na categoria de Parceiro do Ano ao BMG: Banco de Minas Gerais."

"Segundo informações obtidas pelo ESPN Brasil, em uma das cláusulas do contrato assinado entre as partes [FCP e BMG] é ressaltada que "toda e qualquer negociação envolvendo possíveis reforços para os portugueses no Brasil tem de passar pelo BMG"
ESPN

Será que o próximo passo do clube passa por exigir aos sócios que o queiram ser e aos adeptos que queiram ir ao estádio ter uma conta aberta no BMG? Porque entre um banco brasileiro a levar um Dragão de Ouro (esse prémio tão valorizado) e um site de reputação inquestionável como a ESPN avançar sobre a possibilidade da BMG filtrar qualquer negócio que possamos fazer no Brasil (mesmo que o puto jogue na Amazónia) parece evidente que só falta mesmo fazer uma estátua às portas do Dragão para manter os nossos "amigos" brasileiros felizes!

78 comentários:

Sérginho disse...

Com todo o respeito, eu prefiro o dinheiro de um banco brasileiro, que até ao momento parece credível, ao dinheiro de Angola que sabe-se muito bem de onde vem e para o que serve!!

Filipe Sousa disse...

Entre um e outro não vejo grande diferença. A maioria do povo brasileiro não vive muito melhor que o angolano.

JF disse...

Não se trata apenas do dinheiro de um banco brasileiro. É muito pior que isso! É o controlo absoluto de todas as futuras transferências do Brasil para o FC Porto!

Mas há sempre quem goste de atirar areia para os olhos e varrer tudo para de baixo do tapete...

Anónimo disse...

Seria bom que o nosso Clube tivesse autonomia para ir buscar o reforço que pretendesse. Claro que o BMG não ia ajudar por ajudar, que teria de ter contrapartidas obviamente, mas que isso não implique que o nosso Clube seja manietado e subjugado!

Anónimo disse...

Não quero acreditar que seja verdade. E só não sou peremptório porque pelos vistos já vamos ter o museu by BMG. O negocio que nos fez pagar 31M por dois DL, Danilo e Alex S. Também passou pelo BMG. Sinceramente acho esta parceria no mínimo estranha. Qualquer dia o Porto não é o clube que representa a nossa cidade no mundo, mas sim os interesses do Estado de Minas Gerais na Europa. E sinceramente espero que não haja nenhum elemento da direcção do FCP com ligação directa ou indirecta com este banco, pois pode ser revelador de alguma promiscuidade não aconselhável para uma boa e transparente gestão do FCP. Agora vou é comer uma francesinha e umas tripas á moda do Porto, é que amanhã já pode ser tarde e em vez destas tenha que comer uma picanha e uma feijoada brasileira. Tchau a toda a Galera.

Joao Goncalves disse...

Andas muito aziado ultimamente Miguel...

Não vejo nada de especial em ambas as situações...

Se a 1ª é óbvio que a BMG é parceiro do ano pois certamente pagou uma boa parte do Museu, a 2ª também me parece mais ou menos óbvia, pois se a BMG está inclusivé a deixar de patrocinar os clubes nas camisolas para se tornar um financiador de investimentos no futebol é claro que querem estar nos negócios que envolvem os clubes brasileiros.

Para além disso o FCP terá a sua boa parte dos proveitos e ao invés de andarmos a vender passes a empresas de investimento, pode ser que agora compremos mesmo % de passes com a BMG a assumir a outra parte do risco logo à partida.

Interesses mutuos que ligam muito bem... nós queremos jogadores de qualidade para formar e vender e eles querem que nós tenhamos jogadores de qualidade para formar e vender.

E cheira-me que o 1º negócio em conjunto irá se chamar Bernard e deve-nos custar cerca de 9M€ por 50% do passe sendo que a BMG assume os outros 50% e consequentes 9M€... é somente um feeling que tenho

Anónimo disse...

É só campeões da gestão... querem os benefícios da parceria mas não fazem cedências! Que tal nos emprestarem dinheiro a 10 anos sem juros? Afinal de contas o bmg é 1 instituição de caridade. Temos muito brunos carvalhos no porto tou a ver.

Sansoni7 disse...

Olá
A mim, não me preocupa este tipo de negócios, aliás nos dias de hoje até os compreendo.

O que me desagrada é a possibilidade do FCPorto poder ter ganhos diminutos com os «dinheiros» envolvidos.
Vamos ver o que nos trará o futuro...

Cumprs
Augusto

helder disse...

tudo serve para dizer mal... tudo esta mal, a politica de contratações, os treinadores, os jogadores....tudo esta mal.... ainda gostava de saber quais sao as alternativas que o mentor destes artigos tem para o clube!! ridiculo!
mas como dono do tasco obviamente tem o direito de escrever o que quiser...que opiniao tera este verdadeiro cerebro acerca da parceria com a BMG em relação ao museu que pelos vistos nao vai custar 1 centimo ao clube.... com certeza acha mal porque provavelmente incomoda que o nome BMG esteja no nome do museu!!como socio custumo ir as assembleias gerais do nosso clube e nao me lembro deste sr. lourenço pedir a palavra para expor de uma forma aberta as criticas que faz atras de um teclado!!!

José Correia disse...

Será que o próximo passo do clube passa por exigir aos sócios que o queiram ser e aos adeptos que queiram ir ao estádio ter uma conta aberta no BMG?

Que raio de pergunta/observação é esta?
Como "argumento" parece-me muito pobrezinho...

Anónimo disse...

O ESPN.com.br é alguma filial do Correio da Manhã no Brasil?

José Correia disse...

um site de reputação inquestionável como a ESPN

Mais do que argumentar com base numa suposta "reputação inquestionável" (espero que tenha mais reputação que A BOLA ou o Correio da Manhã...), talvez fosse melhor, primeiro, aprofundar o conhecimento acerca dos termos da parceria entre o FC Porto e o BMG.

DC disse...

Para já está mesmo a correr mal, o Alex Sandro é péssimo e o Danilo é coxo.

Se temos um banco disposto a sustentar contratações que de outra forma nos seriam inalcançáveis (Bernard por exemplo), que além disso nos financia o museu, qual é mesmo o problema?

Todas as negociações têm que passar por eles? Sim, e o que quer isso dizer? Vão-nos obrigar a contratar alguém? Só alguém muito tolinho acredita nisso.
Já se nos "obrigarem" a que eles comprem sempre uma percentagem do passe, qual é a diferença entre ser o BMG o parceiro ou ser um fundo manhoso com sede nas ilhas Seychelles?

Pergunto eu, se agora formos buscar o Bernard por 20 milhões, o Porto entrar com 10 e o BMG com outros 10 e os 10 do Porto até serem emprestados a juros baixos pelo BMG, vendendo-o pelo dobro daqui a uns anos o que perdeu o Porto?
Ganhou desportivamente, pagou talvez alguns juros, e obteve um lucro de 100% no dinheiro que investiu. É mau?
Nós já há muitos anos que somos um clube que só segura os craques no máximo por 3 anos e que normalmente nunca tem o passe todo. O que muda desta vez? Se calhar o que muda é que o BMG é um parceiro mais fiável e estável que um Rentistas, Figger, Mamers BV, entre todos esses intervenientes manhosos que ninguém conhece.

DC disse...

E já agora, Jackson+Bernard+Quintero seria qualquer coisa de fabuloso.

Só é preciso o Paulo Fonseca ter unhas para tocar esta guitarra.

José Correia disse...

Aparentemente, a parceria entre o FC Porto e o BMG tem várias vertentes:
a) Publicidade estática (paineis eletrónicos) no Estádio do Dragão;
b) Naming rights - futuro Museu;
c) Partilha de direitos económicos de jogadores.

O facto do BMG passar a ser o parceiro priveligiado/exclusivo do FC Porto na partilha de direitos económicos de jogadores contratados no Brasil é um problema?

Se a FCP SAD não tiver condições financeiras para adquirir sozinha o passe de um determinado jogador brasileiro, eu prefiro ter como parceiro o BMG do que Fundos como o Mamers B.V. ou o Gol Football Luxembourg, cujos investidores não se sabe quem são.

José Rodrigues disse...

" Partilha de direitos económicos de jogadores"

Onde e' q viste isso? Que jogadores nossos e' q eles partilham o passe?

Segundo o ultimo R&C, a resposta e': nenhum.

Tb segundo o ultimo R&C, nao temos qualquer emprestimo com a BMG (pelo menos na SAD, no clube nao tenho a certeza).

Esta historia esta' muito mal contada, e agradecia q quem soubesse q esclarecesse qual o papel da BMG em contratacoes, especificamente. Tem "exclusividade" em que^, ao certo?

Tem q fazer de intemediadores (negociadores) nas contratacoes no Brasil (fazendo o papel q por ex o J Mendes faz com alguma frequencia)? Outro?

Expliquem-me por favor.

João disse...

Meus amigos, sinais dos tempos que correm. Esta parceria com o BMG para mim é um bom sinal, significa que vem o Porto como um clube para se investir dinheiro.


Aliás o BMG ter opinião sobre os jogadores brasileiros não é mau, significa que promessas que poderiam ser desviadas para os tubarões poderão acabar no Porto.

Um ponto interessante, já pensaram que num futuro próximo poderemos term em vez da MEO, poderemos ter espetadas nas nossas T-shirts BMG? E começar-mos a ver bancos BMG pela Europa?

José Correia disse...

"Partilha de direitos económicos de jogadores". Onde e' q viste isso?

No site de reputação inquestionável...
http://www.espn.com.br/noticia/339793_parceiro-do-galo-bmg-tenta-levar-bernard-para-o-porto-e-reduzir-pedida-de-r-70-mi

José Correia disse...

Esta historia esta' muito mal contada, e agradecia q quem soubesse q esclarecesse qual o papel da BMG...

Estamos de acordo.
Por isso é que eu entendo que, antes de se especular e disparar a torto e a direito, com base em informações muito incompletas de "sites de reputação inquestionável", seria melhor, primeiro, aprofundar o conhecimento acerca dos termos da parceria entre o FC Porto e o BMG.

José Rodrigues disse...

"No site de reputação inquestionável..."

Bem, acho q ainda sei ler portugues e em lado nenhum nesse texto esta' explicito ou sequer implicito que a BMG partilhe o passe de qualquer jogador do FCP (ou ate' mesmo q o venha a fazer no futuro).

A unica coisa q diz sobre partilha de passes e' q a BMG detem neste momento parte do passe do Bernard.

Anónimo disse...

Eh páh...o alex sandro é pessimo? que futebol andas a ver? Seráque és mesmo portista ou és um lampião disfarçado? Alguém se lembra de um senhor chamado Álvaro Pereira? Pois eu não, até porque tive de ir procurar no google o nome dele pois já não me lembrava mesmo, e isso graças ao grande lateral que o Alex Sandro é hoje!

Anónimo disse...

o comentário perfeito! com Ghillas no banco a pedir pra entrar. esse ou Jô, de que agora se fala também. Se Pualo Fonseca não brilhasse com esta equipa (que ainda está por confirmar) seria o pior treinador do século.
Só tenho pena pelos "portugueses" contratados internamente. mereciam mais e assim se calhar vão ser emprestados.

José Correia disse...

... em lado nenhum nesse texto esta' explicito ou sequer implicito...

"Eles [FC Porto e BMG] já estiveram juntos também na negociação de atletas como o ex-santista Danilo.

Hugo disse...

Anónimo e que tal saber interpretar textos e ironias?

Anónimo disse...

Este enjoado escriba ainda não se deve ter refeito de ver Revigrés nas nossas camisolas.

Sinal dos tempos, meu caro.
Darwin explica isso muito bem: ou evoluis ou morres.

Miguel Lourenço Pereira disse...

João,

És tão bom moço que custa acreditar.
Vai ao Continente pedir um pagamento a prazos com juros baixos para pagar o teu novo frigorifico, televisor e máquina de lavar, porque não tens dinheiro para pagar tudo agora. E agora espera a ver o que os senhores do Continente te dizem, que sim senhor muito bem, a gente ajuda e é porreira MAS...
- Não podes comprar nada do que eles tenham para vender no Pingo Doce, Lidl, Carrefour e MiniPreço.

Aceita lá o negócio porque és bom rapaz, orgulha-te do teu frigorifico todo potente e manda vir umas bebidas fresquinhas para o pessoal que está calor!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Sansoni7,

Uma coisa é negociares com clubes, bancos, fundos, agentes.

Outra, totalmente diferente, segundo a ESPN, é que esse banco possa controlar todos os teus movimentos no maior espaço geográfico de pesquisa de jogadores do Mundo. Muito diferente!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Hélder,

Nem vai, não participo em circos!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Zé,

É uma piada, não é nenhum argumento. Os SMS do dia costumam ter sempre uma graçola ;-)!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Zé,

Duvidar da reputação do ESPN - a par da Fox Sports e da Globo o maior conglomerado media dedicado ao desporto do continente americano - e colocá-lo ao nível do CM nunca se me ocorreria sinceramente.

Miguel Lourenço Pereira disse...

DC,

Eu não me queixei dos negócios que foram feitos. Se tu achas normal que o FCP descubra o novo Neymar a jogar no Ipitinga de Manaus e não o possa contratar por causa do BMG, força. Se achas normal que o FCP só possa fazer negócios com clubes associados ao BMG ou jogadores que já lhes pertençam, força. Mas isso tem um nome: condicionamento.

José Rodrigues disse...

Mas desde quando e' q "estiveram juntos na negociacao" quer dizer "estabeleceram uma partilha do passe"??

Tanto quanto sei pode querer apenas dizer q o BMG fez um papel de intermediario nas negociacoes, por exemplo.

Mais: segundo os comunicados e R&C da SAD, compramos o passe do Danilo a 100% e depois disso nao vendemos parcela nenhuma. Partes do principio q a SAD esta' a mentir no R&C, e' isso?

Miguel Lourenço Pereira disse...

"e a FCP SAD não tiver condições financeiras para adquirir sozinha o passe de um determinado jogador brasileiro, eu prefiro ter como parceiro o BMG do que Fundos como o Mamers B.V. ou o Gol Football Luxembourg, cujos investidores não se sabe quem são."

E não preferes dormir com a consciência tranquila de não deveres nada a ninguém e, pura e simplesmente, não avançar para esse jogador e contratares alguém que sabes que podes pagar, manter e potenciar?

Porque foi dessa forma, se a memória não me falha, que se forjou a hegemonia FC Porto nos últimos 30 anos, salvo pela política aplicada nos últimos quatro! E não nos foi particularmente mal.

Pedro Albuquerque disse...

Filipe, os angolanos ricos, enriqueceram à custa do petróleo deixando o povo na miséria.
Os brasileiros têm feito para "espalhar" a riqueza.

Os angolanos investem em Portugal para lavar dinheiro.

Pedro Ramos disse...

Da exclusividade da BMG a qualquer negócio no Brasil, como se passa novamente ao argumento pobre mas honrado?
É o mesmo argumento que o Porto já é rei do seu quintal e a nada mais ambiciona por isso de nada necessita.

E eu a pensar que este modelo de negócio vem pelo vem pelo menos desde 2005, a única diferença é que os credores e a origem do dinheiro tem mudado.

José Rodrigues disse...

«Se achas normal que o FCP só possa fazer negócios com clubes associados ao BMG ou jogadores que já lhes pertençam, força»

Onde é q leste isso na noticia (ou outro lado qualquer), Miguel?

Nao foi isso q foi escrito pela ESPN.

José Correia disse...

pode querer apenas dizer q o BMG fez um papel de intermediario nas negociacoes

Claro que pode.
Mas, como o BMG não é um clube, nem um agente FIFA, que tipo de papel é que um Banco / intermediário financeiro pode fazer na contratação de um jogador?

José Correia disse...

segundo os comunicados e R&C da SAD, compramos o passe do Danilo a 100% e depois disso nao vendemos parcela nenhuma

Queres tu dizer que acreditas mais nos R&C da FCP SAD do no "site de reputação inquestionável"?
Eu também.

José Correia disse...

E não preferes dormir com a consciência tranquila de não deveres nada a ninguém e, pura e simplesmente, não avançar para esse jogador

Ó Miguel, sinceramente, que demagogia.

Joao Goncalves disse...

Eu sou muito bom moço, mas que eu saiba, o meu frigorifico não vai ser vendido para o Chelsea pelo dobro do dinheiro que me custou e não vai dar ao Continente um potencial de lucro de 50-150% ou vai?

Que eu saiba, o meu frigorífico desvaloriza e não valoriza com o passar dos anos...

Aqui é muito simples... a BMG já detem uma enormidade de passes e ao garantir que o FCP compra sempre com a BMG, está a fazer um investimento nos jogadores com uma séria propensão de lucro num espaço de 2-3 anos.

Ninguem disse em lado nenhum, nem tu (espero eu que não estejas tão "louco"), que o Porto só pode pedir dinheiro ao BMG quando comprar no Brasil... o que se disse é que todas as negociações passam pela BMG, o que é algo completamente diferente.

Joao Goncalves disse...

Maior espaço geográfico? Estás bem?

à quanto tempo é que já deixamos de investir no Brasil?

Compramos 2 pelo preço de 10 e foi isso e já o Danilo teve a BMG senão não vinha.

O Brasil é completamente inacessível actualmente e só uma parceria destas nos pode ajudar a chegar a esses jogadores novamente

José Rodrigues disse...

«Claro que pode. Mas, como o BMG não é um clube, nem um agente FIFA, que tipo de papel é que um Banco / intermediário financeiro pode fazer na contratação de um jogador?»

Pois, isso é q eu queria saber e ainda não vi o mínimo esclarecimento ou dica em lado nenhum :-)

Quem souber, agradecia q se pronunciasse.

Mas hipoteticamente até pode ser apenas q as operações financeiras em si (aquando de compras nossas no Brasil) tenham q passar pela BMG, sei lá.

Sem bancos é impossível fazer operações dessas (a não ser q o Antero vá lá pessoalmente entregar malas cheias de notas :-D

Mas já agora assinalo que:

1) a BMG não precisa de ser agente FIFA nenhum (ou clube) para poder ser um intermediario (3rd party) numa compra de jogador. Alias, nao é invulgar haver mais do q um intermediário (com tarefas distintas) e estou certo que alguns deles nao sao agentes FIFA nenhuns (sei lá, a Idoloasis, por exemplo, q usamos no ultimo ano entre tantos outros)

2) a BMG nao está na lista (publicada no R&C) dos muitos intermediários utilizados pela SAD nos ultimos 2 anos em compras e vendas de passes, logo alguma coisa nao bate certo

Joao Goncalves disse...

"E não preferes dormir com a consciência tranquila de não deveres nada a ninguém e, pura e simplesmente, não avançar para esse jogador"

Ó Miguel, Miguel... És mesmo do FCP? Começo a ter as minhas dúvidas...

Portanto se não podemos comprar não compramos certo? Então é melhor vender o Jackson, Otamendi, Mangala, Danilo, Alex Sandro, Herrera, Fernando que não cabem no nosso orçamento.

Vai-se buscar uns jogadorezecos às equipas pequenas e aos B's e Juniores e pode ser que consegamos fazer uma equipa a caber nas nossas contas e pode ser que consigamos ficar à frente do Sporting, no 7º Lugar do Campeonato...

Por amor da santa Miguel...

José Rodrigues disse...

«Queres tu dizer que acreditas mais nos R&C da FCP SAD do no "site de reputação inquestionável"?»

Sim, como ponto de partida normalmente acredito-me mais nos R&Cs do q nos media (por muito reputados q sejam, e a ESPN de facto é em geral bem reputada no desporto nas Américas).

Mas já agora assinalo q nem acho sequer q as 2 fontes sejam necessariamente irreconciliaveis neste assunto, como já expliquei em outros comentários.

E finalmente, se tomo como ponto de partida os R&C como correctos, também não são nenhuma Bíblia: há lá dados ausentes, outros «camuflados» (i.e. «anónimos», englobados em outros pontos) e até mesmo pura e simplesmente incorrectos (nos últimos anos já «apanhei» pelo menos um par desses).

Miguel Lourenço Pereira disse...

"E não preferes dormir com a consciência tranquila de não deveres nada a ninguém e, pura e simplesmente, não avançar para esse jogador

Ó Miguel, sinceramente, que demagogia."

Demagogia não, chamam-se princípios. Não tenho, não compro, não devo. Parece fácil!

Miguel Lourenço Pereira disse...

""toda e qualquer negociação"

Se os clubes ou os jogadores não estão directamente associados ao banco BMG (a lista de uns e outros é jeitosa) então, como mínimo, segundo esta informação o BMG terá sempre uma palavra a dizer, seja no investimento, na forma como se processa a relação entre as partes (3rd party) ou até, eventualmente, na compra antecipada deles de parte ou a totalidade do passe do respectivo jogador antes de fazer a ponte com o FCP!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Exacto DC,

Não te esqueças de ir ao stan recolher o Ferrari, ao Sheraton reservar a suite presidencial. O que vir a seguir que pague as contas, que se apanhe com o amanhos para garantir favores que depois terão, eventualmente de ser pagos.

Não sei em que parte do caminho é que a vitória a todo o custo deixou de lado tudo o resto mas este FCP mudou mesmo muito, e não foi só o clube!

José Rodrigues disse...

«Demagogia não, chamam-se princípios. Não tenho, não compro, não devo. Parece fácil!»

Eu concordo com os principios em causa, em geral, mas assinalo q nao existem «principios» sem excepcoes (caso contrario eram «regras» e nao «principios»).

Ora eu nao tenho problema q PONTUALMENTE apareça uma boa oportunidade de negocio (financeiro-desportiva) em q o principio seja violado.

Agora, uma coisa é certa, e falando do Bernard (ou do Danilo, já agora): acho pessima ideia o FCP meter-se em contratacoes de gajos que custem à partida mais do que uma duzia de milhoes de euros (como pelos vistos seria o caso do Bernard e foi o caso do Danilo, q custou 18M).

É que passamos a ir mais por uma estrategia de «comprar caríssimo para vender a um preço de morte», acho q nao vamos longe.

DC disse...

O Miguel é um caso exemplar do "quem conta um conto, acrescenta um ponto".

Deixe-se de filmes, pensa que está a falar de dirigentes de 5 anos? Mas estamos a brincar?
1º há que comprovar a notícia
2º Uma negociação não poder ser feita sem passar pelo BMG implica que não se possa contratar qualquer jogador? Onde raio é que você leu algo sequer parecido com isso?

Miguel Lourenço Pereira disse...

Zé,

É como o passivo.
Eu gostava de ter um passivo a zero, não dever nada a ninguém, mas já ficava contente que existisse um esforço para reduzi-lo a 50-100 milhões, algo que com duas vendas pudesse ser resolvido. O meu principio é não dever nada a ninguém, mas se por um passivo controlado, aceito.

Com os jogadores, igual. Uma coisa é abrires uma excepção pontual por um grande craque. Outra é fazer disso regra como parece ser o caso. Mas se há adeptos que não se preocupam com isso, com a escalada do dinheiro que se gasta, com os parceiros (e os métodos) elegidos e pelo desvio acentuado da política desportiva que fez do clube o que é, apenas em troca de repetir tudo o que já foi feito, então pronto.
Cada um vive com as suas ambições, expectativas e consciência, nisso não me meto!

DC disse...

1º escreve-se "stand" e "vier"
2º E depois apanho um helicóptero para o aeroporto, depois um jacto para a Terra do Nunca e depois o Miguel bate com a cabeça na mesinha de cabeceira e acorda...

Tanto filme, tanta treta sem sustentação, tanta crítica sem dados objectivos... (e agora surge a conversa das fontes).

DC disse...

Posso perguntar ao Miguel se sempre que comprou casa ou carro foi pago a pronto?
È que pelos vistos eu sou um imoral que comete o pecado de ter um empréstimo no banco porque acha que não seria grande negócio comprar um apartamento a pronto.
Será que vou para o inferno por causa disso?

DC disse...

É impressionante como se dá um salto de uma parceria com o BMG para o "controlo de todas as transferências do Porto".
O Porto nunca mais vai contratar ninguém sem ser ao BMG, está decidido!

Enfim, há tanta grande reflexão neste blog, mas infelizmente também há excepções.

Anónimo disse...

A 15-06-2013
«Fundo asiático quer SAD do FC Porto» - Correio da Manhã

Miguel Lourenço Pereira disse...

DC,

Nunca na vida pedi um empréstimo a nenhum banco ou entidade privada. Eu vivo fiel aos meus princípios.

José Correia disse...

Demagogia não, chamam-se princípios. Não tenho, não compro, não devo. Parece fácil!

Sim, é tudo muito fácil.

A FCP SAD não deveria ter a ambição de querer jogadores caros, potencialmente de Seleção, cuja contratação implique cometer o "pecado" de ter parceiros financeiros (Fundos, Bancos, etc.) para concretizar essas operações.

A FCP SAD não deveria ter uma gestão desportivo-financeira que implicasse risco e eventuais menos ou mais-valias financeiras, porque isso, toda a gente sabe, é "pecado".

A FCP SAD deveria viver unica e simplesmente com as suas receitas fixas, segundo o princípio "não tenho, não compro, não devo". Pobrezinhos e honrados.

Miguel Lourenço Pereira disse...

Ai de repente o Brasil encolheu, foi?

De repente descobrir jogadores em clubes pequenos, antes de terem chegado aos clubes grandes (com o preço inflacionado) também desapareceu não foi.

Curioso!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Eu não disse isso, mas se todas as negociações no Brasil passam pela BMG é algo, para os meus principios, bastante grave. Chama-se monopólio de negociação entre empresas privadas!

Miguel Lourenço Pereira disse...

Podia dizer exactamente o mesmo, mas depois perco argumentos para tentar justificar porque a economia portuguesa está como está. Por pessoas como o DC. Não há problema, há um velho ditado que diz que quem come a carne, que coma os ossos. No futuro espero que lhe saibam bem!

Miguel Lourenço Pereira disse...

"A FCP SAD deveria viver unica e simplesmente com as suas receitas fixas, segundo o princípio "não tenho, não compro, não devo". Pobrezinhos e honrados."

Curioso.
E eu que pensava que o FC Porto foi campeão europeu duas vezes sob esse pressuposto de "pobrezinhos e honrados". Devo-me ter enganado e o BMG, a GOAL Luxemburgo andavam por lá, já a financiar jogadores e sabe-se lá mais o quê que as escutas apanharam, ou talvez não.

A FCP que se preocupe em aumentar as suas próprias receitas, diminuir o seu passivo antes de pensar nos Bernards que não pode pagar nem sustentar. Mas deixa lá, cada um pensa na ideia de clube que quer, a tua é tão respeitável como a minha.

José Correia disse...

Miguel, eu quero lá saber da reputação do ESPN.

Agora, iniciar/basear uma argumentação em "um site de reputação inquestionável como a ESPN", apesar do conteúdo da notícia ser muito incompleto e suscitar mais dúvidas do que certezas é, deixa que te diga, bastante pobre. Tu és capaz de muito melhor.

Anónimo disse...

"talvez fosse melhor, primeiro, aprofundar o conhecimento acerca dos termos da parceria entre o FC Porto e o BMG"

Melhor ainda; se existe uma parceria entre o FCP e a BMG como tudo indica; então o FCP deveria esclarecer os sócios do seguinte: Quando é que foi assinada; Para que serve e quais são os direitos e deveres de cada um dos parceiros dentro dessa parceria. Quais as vantagens e desvantagens de tal parceria. Em conclusão a transparência nunca fez mal a quem não tem nada para esconder. E assim evitava-se tudo isto. A realidade é que assim do nada o MUSEU DO CLUBE, que por uma questão de história e até dignidade, deveria ter o nome exclusivo do clube; Não, passou ater agregado o nome de uma INSTITUIÇÃO BRASILEIRA; O BANCO MINAS GERAIS, que nada diz aos Portistas, Portuenses e Portugueses por esta ordem. É como o museu da Presidencia da Republica Portuguesa, assim de um dia para o outro passar a ter o nome de MUSEU DA PRESIDENCIA DA RP by REPUBLICA BLOVIRIANA DA VENEZUELA

DC disse...

Peço desculpa pela crise mundial Miguel, juro que foi sem querer.

É realmente impressionante a demagogia, o moralismo e a ilusão com que escreve os seus comentários.

Peço perdão, da parte de toda a gente que tem opinião diferente da sua, por sermos assim tão culpados, imperfeitos e pecadores.
Juro, pela minha honra, que nunca voltarei a entrar num banco de cabeça levantada.

DC disse...

Miguel, se nunca pediu um empréstimo na vida, não vive fiel aos seus princípios. Vive sim, com oportunidades que provavelmente os outros não têm.
Não sei se o faz por ter nascido em berço de ouro ou por profissionalmente ter tido desde sempre um grande salário.
Agora, uma pessoa de 22 ou 23 anos que se inicie no mercado de trabalho e precise dum carro, se não tiver pais ricos que lhe ofereçam uma prendinha, tem que pedir um empréstimo.

Se o Miguel não precisou, tudo bem, que o Miguel considere isso uma imoralidade e falta de princípios é de uma arrogância atroz.

Anónimo disse...

"Esta historia esta' muito mal contada, e agradecia q quem soubesse q esclarecesse qual o papel da BMG..."

Não há melhor que ninguém do que a FCP SAD, pela voz do Presidente ou de um outro elemento da direcção. Portanto que façam o favor de esclarecer os sócios.

Agora que pelos vistos muitos de nós fomos apanhados de supresa com a noticia em relação ao Museu By BMG, lá isso é verdade e agora até têm direito a um Dragão de Ouro, assim de um dia para o outro. Sem dúvida que é muita fruta para uma instituição que até há dias poucos de nós tinhamos ouvido falar pela voz oficial do FCP.

Pedro Gois.

Miguel Lourenço Pereira disse...

DC,

Nem sou de berço de ouro, nem vivo ou utilizo nada no meu dia a dia que tenha sido pago por quem quer que seja que não eu mesmo. Pode achar o que quiser, dá-me exactamente igual!

DC disse...

Nem eu disse que era.
Simplesmente há quem não tenha outra alternativa, ou considere esse um método eficaz e viável.
Moralismos relacionados com essa decisão é que não entendo.

DC disse...

O Miguel é contra tudo, mas também é contra expressar a opinião no local certo e indicado.
Portanto, o Miguel basicamente é contra qualquer discussão na qual não seja o único a poder falar, certo?

Nightwish disse...

O Brasil tem um regime democrático que tem procurado democratizar-se mais, ter menos corrupção e ter mais solidariedade.

Angola... Enfim, não se enquadra em nada nessa imagem.

Joao Goncalves disse...

Chama-se o quê?

Belos nomes que inventas lol

Portanto eu assino com um Jornal por 1 ano a subscrição para a minha empresa e então estabeleço um monopólio entre empresas privadas é isso?

Está claro que não sabes o que significa monopolio...

Joao Goncalves disse...

Ora bem do meio da tua ironia lá dizes alguma coisa bem certa...

Basta olhares para o Kelvin e ver os valores que pagas-te por ele e os valores que pagarias por alguem tão desconhecido quanto ele antes do Brasil descobrir Petróleo

Nightwish disse...

MLP,

A economia a nível individual nada tem a ver com as contas de uma empresa e muito menos de um país.

Miguel Lourenço Pereira disse...

DC,

Quem levou isto para a esfera do quotidiano não fui eu.
Sei perfeitamente que há muitas pessoas honestas e trabalhadoras que não encontram opção para levar uma vida digna e contra isso não tenho nada contra, todo o contrário.

Estou a falar de uma instituição, um clube, que tem os seus rendimentos, e que devia procurar melhorar mais a fatia do que encontra e racionalizar o que gasta em vez de se entregar totalmente ás relações de empréstimos bancários. Como disse ao Zé Rodrigues, entendo que exista um passivo mas não entendo porque não se abate parte. Entendo que se possa ir atrás de um jogador pontual dessa forma mas não que seja uma dinâmica.

Em nenhum momento condenei quem quer viver o seu dia a dia com empréstimos pontuais ou financiamento de compras, apenas utilizei o exemplo do Continente acima como algo para explicar o que significa não poder ir a outros hipers! Não fui por aí!

Miguel Lourenço Pereira disse...

DC,

Não. Mas uma vez tendo sido participe e tendo visto como funciona, sei distinguir o que é uma reunião de debate sério e uma farsa.

Anónimo disse...

Para quem conhece estas coisas tem de haver uma ligação de extrema confiança entre os administradores do FCPorto e o BMG. De outro modo era impossível funcionar um tal acordo. Portanto tem de haver uma ligação directa. Os moldes em que essa ligação é feita é que não se sabe.

DC disse...

Não foi? eu ia dizer que até me tinha culpado pela crise económica mundial. devo andar a ler mal então, vou pedir um empréstimo para comprar óculos...

Miguel Lourenço Pereira disse...

Nightwish,

O facto de serem espaços diferentes não invalida que os principios base sejam os mesmos. Aliás, a economia em grosso modo geral nasceu a partir do desenvolvimento da economia a nivel individual e quotidiana, não ao contrário!

Nightwish disse...

Mas não são nada. Quanto mais não seja porque a dívida dos países é completamente virtual.