sábado, 31 de agosto de 2013

Caro Atsu...

...fiquei confuso: o teu sonho era jogar em Inglaterra, ou receber como em Inglaterra?

Vitesse?


25 comentários:

João disse...

4M€ por um jogador que ia ficar a anhar cá um ano para sair a custo zero para a Turquia ou para a Grécia? Brutal.

Vai haver posta sobra o jogo da B?

José Correia disse...

É uma contratação à slb, isto é, o jogador nem chega a vestir a camisola do Chelsea (nem sequer para fazer uns treinozitos) e é logo emprestado.

José Correia disse...

A sorte do Atsu é que na Holanda não é preciso ser subscritor da benfica TV para ver os jogos da Premier League...

José Correia disse...

Lembram-se do Zeferino e do Tinaia?
Vamos ver se não irá acontecer o mesmo ao Atsu...

Anónimo disse...

Os regulamentos da Fifa que permitem que um jogador profissional menor renove por 3 anos deu origem a este desenlace,mas Platini só tem interesse na candidatura para prese da Fifa ea questão dos passes partilhados( em relação a Bale assobia para o ar...)
O Vitesse praticamente é uma equipa B do Chelsea e para mim não é motivo de espanto ,
visto que um jogador da categoria de Mata,o Happy Day( ou lá como ele se chama...) não consegue enquadrar na equipa.
Jogadores jovens não portugueses devem ter outra abordagem nas questões contratuais ,atendendo que muitas vezes não sentem o clube como o Castro e o Josué e o resultado é uma carreira desportiva quase anónima como Tinaia e Zeferino.

Conclusão :com as condições atrás descritas ,não é escândalo nenhum comprar jogadores sul-americanos para enriquecer anualmente o plantel e lançar novos nomes no mercado europeu,visto que renovar com juniores é uma grande odisseia.

Pedro Albuquerque disse...

Mais um jogador africano enganado em Portugal por empresários. Triste.
Será que vamos ouvir falar do Atsu daqui a 2 anos?

DC disse...

Grande exibição do Quino hoje.

DC disse...

Ia-lhe desejar que partisse uma perna mas essa lesão se calhar curava-se fácil. Desejo-lhe só uma lesão igual á do Mantorras e uma operação no mesmo talhante.

Joao Goncalves disse...

Do Quino e do Victor Garcia. Estiveram particularmente bem.

De destacar também o Tozé.

No campo negativo o Tiago Rodrigues mais uma vez (quem não nasceu 10 nunca será 10) e o Kelvin também esteve muito trapalhão.

O Reyes nota-se que tem de ganhar músculo e habituar-se rapidamente à dimensão física do futebol português.

De resto, temos um Caballero que cada vez mostra mais fragilidades e piores tomadas de decisão e um Mikel muito curto para uma equipa como o Porto.

Joao Goncalves disse...

A minha aposta é que não

Joao Goncalves disse...

pois eu discordo por completo ctg...

Os jogadores menores não devem assinar por mais de 3 anos e eu já acho muito esse numero.

O Porto é sublime nisso! Assina-os dos 16 aos 19 e quando fazem 18 e passam a maiores, renova com os que quer.

Com Atsu foi o mesmo mas ele sempre se recusou e acho que ele renovou quando fez 18 anos por 3 anos... depois não quis foi assinar outro contrato no inicio da época passada e que culminou nisto que todos sabemos.

DC disse...

Não posso concordar com o Tozé. Foi o jogador com mais perdas de bola e falhou ainda um golo fácil por ser demasiado lento a definir. Foi provavelmente o pior jogo que o vi fazer pelo Porto B.
O Kelvin pelo menos foi ganhando umas faltas, esteve também sempre muito marcado.

O Caballero alternou bons pormenores com outros maus. Por exemplo naquele chapéu que foi salvo em cima da linha tem uma excelente desmarcação e uma recepção sublime.
Ainda lhe falta muito sim, mas nota-se talento.

Anónimo disse...

Seri no Paços em definitivo!?
Não pode...

Anónimo disse...

Atsu? Não vai deixar saudades, o Ricardo é melhor! Só espero que não insistam na ideia de fazer do Ricardo um lateral e com isso estragar a carreira do jogador (tal como o JJ fez com o Melgarejo no 5L3)!
Gostava de perceber porque é que não metem o Iturbe a lateral,ou o Licá, ou o Varela, ou até o Izmaylov!!! É por só ter 19 anos? É por ter sido “barato”? É por não ter o pai a mandar bitaites nos jornais? É por ser humilde? Porque raio o querem enfiar num lugar que não é o dele? Alguém que me explique porque eu não entendo a razão de ser dessa "adaptação"!!! Se ele não tem hipótese de jogar a extremo, então emprestem-no a outro clube e deixem-no continuar a evoluir! Parem com as invenções! Adaptações à Coentros é uma em cem! O resto é só fiascos!

LIMPADOR

Anónimo disse...

Assim como a Karen Jardel achava que a cidade do Porto era pequena para ela (Istambul ocupa dois continentes) também a loura do Atsu deve pensar que a cidade do Porto é morena de mais para louras e prefere um país mais a norte.

Miguel Lourenço Pereira disse...

O Chelsea tem um protocolo com o Vitesse. Preferências nos jogadores deles e, habitualmente, enviam para lá jovens a rodar. Este ano ja foi o Lucas Piazon e como veio o van Ginkel para Londres estavam pendentes de enviar um segundo. O Atsu cumpre a quota!

Pedro Albuquerque disse...

Lucas Piazon é craque. De lembrar que no Vitesse também esteve lá o Matic.

Anónimo disse...

Para evitar situações semelhantes, o Sporting com esta direcção na minha opinião está a tomar a decisão correcta ao renovar com os "seniores de 1ºano" com contratos de longa duração,em vez de relançar Brumas e Atsus.

Luís Negroni disse...

Já fez mais nesta época o Licá em 3 jogos do que o Atsu na época passada em 30. Mais jogo, mais golos e mais assistências. 4 milhões por um ciclista que podia pré-assinar livremente, por quem lhe apetecesse, a partir de 1 de Janeiro de 2014, foi um negócio da china. Que vá depressa para o Vitesse, que é um clube muito mais ao nível dele que o Porto.

Na época passada, mais ou menos por esta altura, alguém desancou aqui forte e feio na equipa B do Porto. E agora, não há elogios, só por uma questão de coerência, mesmo que sem grande vontade (que a vontade, muitas vezes, só existe para maldizer)?

Diogo Guimarães disse...

O Ricardo jogou várias vezes a lateral no VSC, inclusive marcou o golo que deu a taça nessa posição, antes de criticarem, informem-se.

Diogo Guimarães disse...

O Ricardo jogou várias vezes a lateral com Rui Vitória no VSC, vai ver o golo da taça e ve a posição onde ele estava a jogar naquele momento. Informem-se antes de criticar.

João disse...

Já tinha comentado no outro post e o DC acaba por responder por mim. Só acrescentaria que muitas das vezes que o Tozé perdeu a bola foi em antecipação. Pela televisão não se consegue ver mas dava a ideia que o Quino ou o P. Moreira passavam a bola e ele era comido em antecipação pelo defesa que vinha de trás. Isso é estar a nanar na forma.

Mais uma vez, não faço ideia se melhorou na 2ª parte. Na 1ª parte entre esses passes perdidos e os 3 passes longos seguidos do Kelvin para a bancada, mais as vezes que o Caballero também perdeu a bola por não conseguir segurar o marcador directo, tudo um bocado mauzinho demais. Vion provavelmente fazia melhor figura ali. Laterais muito bem. E o Zé António, que uma pessoa tende sempre a ignorar, também.

Czarli disse...

Bosingwa, Miguel, Danilo, João Pereira... só assim de repente e sem pesquisar.

Anónimo disse...

Diogo Guimarães, vamos aos factos: em duas épocas no VSC o Ricardo terá feito algo muito próximo de 60 jogos, desses 60 jogos apenas jogou a lateral em 3 ou 4 (um deles na final da Taça de Portugal) e nunca como lateral de raiz (foi sempre deslocado de extremo para lateral durante a partida por vicissitudes inerentes ao jogo). Se num universo de 60 considera que 3 ou 4 é “várias vezes”, então eu pergunto-lhe: e as outras 56 ou 57 vezes são o quê? Uma excepção à regra???

LIMPADOR

Anónimo disse...

Pode,pode...