sábado, 24 de agosto de 2013

Quintero nas alas?


Ouvindo as declarações de Paulo Fonseca na conferência de imprensa de ontem - "Não descarto a possibilidade de usar Quintero nas alas" -, será que isso significa que o novo treinador do FC Porto admite utilizar um trio de ataque semelhante ao da época passada, isto é:

Varela na lado esquerdo do ataque;
Quintero (em vez de James Rodriguez) no lado direito;
Jackson no meio, na posição de ponta-de-lança.

Após tantas críticas na época passada, seria irónico ver Paulo Fonseca a adoptar um posicionamento para Quintero idêntico ao que Vítor Pereira adoptou para James.

E, por outro lado, se esta possibilidade for para levar a sério, significa que para Quintero entrar no onze inicial, não vai ser preciso que saia o Lucho...

23 comentários:

João disse...

Antes de mais os meus parabéns pela marca, 10 posts completamente gratuitos sobre o treinador do Al Ahly. Acredito que conseguimos a meia centena!

É um facto que o James parecia ter todas as condições para render mais a 10 mas nunca o advoguei, isto porque o esquema anterior exigia alguma colaboração defensiva ao jogador nessa posição e se o Lucho já só o fazia com os olhinhos e há-de Fátima aparecer outra vez aos pastorinhos antes de ele meter o pé a um lance, o James nem isso. Neste sistema já acredito que fosse capaz de se evidenciar mais. Quintero.

De qualquer forma, e mesmo entre aqueles que queriam o James a 10, não conheço ninguém que não tivesse a perfeita noção que nem VP, nem o Mourinho nem a frota completa do United States Pacific Command tiravam (tiram) dali o Lucho até ele achar que devia (deve) sair. Idem para o Helton. É mais uma questão de estatuto que de opção técnica.

Portanto não o imputaria nem conheço ninguém que o faça (não leio A Bola portanto escusam..) ao Vítor Pereira como não o imputo ao Paulo Fonseca.

O que vai acontecer novamente é termos um jogador em subrendimento, muito abaixo daquilo que sabe e consegue fazer, para continuarmos a ter balneário. Mas atendendo à (não) abundância de opções para as alas, também não vai estar a tirar o lugar a nenhum indispensável.

José Correia disse...

Havendo Licá;
Havendo Josué;
Havendo Ricardo (se ficar);
Continuando a haver Varela (se não sair);
Continuando a haver Kelvin (mais maduro e integrado);
E, inclusivamente, havendo a possibilidade da equipa jogar com dois avançados/pontas-de-lança (Jackson + Ghilas);

faz sentido recorrer (parece-me um recurso) a um jogador com as características do Quintero e pô-lo a jogar numa ala?

Joao Goncalves disse...

José Correia... enganaste-te ali acima...

Deverias ter dito : "Para Lucho não sair do 11 Quintero terá de ir para as alas" em vez do que disses-te acima.

E é um erro terrível se isso acontecer, pois se nós já andamos à rasca na defesa, com dos alas agressivos e aguerridos defensivamente... jogar com um ala passivo, vai ser bonito vai.

Quintero é um fantástico jogador... ofensivo... defensivamente, metam-no a 10 para ter as costas seguras

Pedro Ramos disse...

Eu ainda poderia vir discutir sobre a melhor posiçao sobre Quintero e sobre o que deveria ser o seu enquadramento na equipa, mas como se trata de mais um post sobre o nosso ex-treinador, nao dou mais esmolas para esse peditório.

Mas digo o seguinte, nao percebo a necessidade de inventar um 10, pois com certeza teremos um grande volume de jogo e com grande qualidade atacante com tantos e bons valores nas alas.

João disse...

Josué é tão ala como Quintero, Licá e Varela não têm consistência exibicional nem grandes argumentos para jogos de maior exigência, Ricardo, Iturbe (está convocado) e Kelvin ainda são muito verdes.

Nunca vi o Ghilas jogar encostado à ala, por isso não me posso pronunciar muito. Mas tenho algumas dúvidas que seja preferível a ter lá o Quintero.

Bluesky disse...

E ao segundo jogo, todos tocam no piano de MST: Quintero a 10 e já!!!!
Isto aqui não é o Gervide! Há que dar tempo e espaço a um jovem que até jogou pouco no ultimo classificado da liga italiana...

DC disse...

Espectacular seria ele adoptar isso mas com um losango no meio-campo em vez do duplo-pivot. isso sim seria impecável e permitia usar ao mesmo tempo e nas devidas posições Fernando, Defour ou Herrera, Lucho e Josué ou Quintero.

Veremos este fim-de-semana só com 2 extremos convocados qual será o esquema táctico

DC disse...

O James no ano passado jogou a 10.
Coloco-lhe aqui apenas esta imagem para o demonstrar para não ter que fazer um trabalho exaustivo de recolha, mas acredite que em todos os jogos só no papel é que o James esteve na ala. O Porto jogou em 4-4-2 losango, com um extremo e um avançado.

http://lateral-esquerdo.blogspot.pt/search/label/James%20Rodriguez

DC disse...

era esta a imagem que queria colocar, mas nesse blog pode ver exemplos do que lhe disse.

http://2.bp.blogspot.com/-hEUpkEkJLlU/UZqHKPILHfI/AAAAAAAAIPI/mhvrqx25GPI/s1600/james.bmp

Hugo Carvalhosa disse...

A meu ver, neste momento, o Quintero para ser titular, só jogando numa das alas. A equipa ainda não estabilizou a nível de meio campo, o que se está a reflectir na defesa.
Podemos sempre contar com a mobilidade do ataque do Porto para o Quintero fugir para o meio e desestabilizar as defesas contrárias!

http://somosdragoesinvictos.blogspot.pt/2013/08/kadhafi-fala-nacao.html

Anónimo disse...

Não sei se é propositado, mas falta o Iturbe....

meirelesportuense disse...

Eu gostava de ver a equipa jogar num 4-4-2 com um meio-campo com Fernando, Lucho, Josué e Quintero, mais à frente Jackson e Ghilas.
Um mais técnico, outro mais físico.
Mas a defesa onde eles forem encravados vai sentir dificuldades, olá se vai.

JON disse...

Quando ouço ou leio portistas a dizer mal do Lucho, confirmo que o adepto comum não percebe mesmo nada do jogo e ainda por cima é mal agradecido...

Mas se calhar o Sousa Tavares é que tem razão quando pede um meio-campo com Lucho, Josué e Quinteto...

Enfim...

João disse...

Já tinha visto esse post no lateral esquerdo, não sei se já o tinha colocado aqui. Tenho ideia de que James foi progressivamente aparecendo mais em espaços interiores, mas continuava a aparecer demasiadas vezes na ala em situações de 1 para 1, que dificilmente definia da melhor forma, por ser um bocado limitado em termos de aceleração e finta curta.

O Quintero é ligeiramente melhor nesses dois aspectos, mas parece-me evidente que não será ideal encostá-lo à ala, apesar de neste momento já ter feito por justificar a chamada ao 11 e todos sabermos que não senta o Lucho tão cedo. Também tenho algumas dúvidas que neste esquema consiga explorar tanto os espaços interiores sem ficar um buraco gigantesco na ala, vai depender muito do que o lateral consegue dar em termos de profundidade e ele à partida vai ficar com o Danilo, o que também não ajuda.

Mas isto são tudo conjecturas, por enquanto. Mais logo já teremos melhor noção do que o Fonseca quer.

João disse...

Fernando
Defour/Herrera-Lucho/Josué
Quintero

Isto?

Com Licá e Jackson? Ou Ghilas?

João disse...

Lucho e Josué parece-me confiança a mais. Apesar de tudo o Defour ou Herrera dão outras garantias a nível defensivo. Vejo o Josué mais como alternativa ao Lucho, como o DC comentou algures aí em cima.

Pedro Albuquerque disse...

Não jogou muito em Setubal. Dia mau. Mas por ser o Lucho não pode ser criticado? Ou isso faz de nós maus adeptos?

DC disse...

Tal como o João nunca vi o Ghilas como 2º avançado. Mas acho que tanto uma alternativa como outra podia ser interessante dependendo do adversário.

meirelesportuense disse...

O jogo de hoje confirmou Licá, Josué e Quintero como reforços seguros.Um pouco mais de tempo e teríamos também a confirmação de Yturbe.

Czarli disse...

Desde que me conheço vejo o Porto jogar em 433 (com a excepção do 343 do Co) porque razão haveria agora de começar a jogar em 442, que pessoalmente considero a táctica mais básica do futebol.

Czarli disse...

Concordo! É um jogador que não precisa de correr muito (apesar de ter sido o que mais corria o ano passado) para desenvolver o jogo.

É um líder, é um grande jogador e obviamente que por agora tem de ser o titular, simplesmente porque é o melhor que temos para a posição.

Czarli disse...

Mea culpa... o Mourinho no ano da CL também jogava num 442.

JON disse...

O Lucho como qualquer outro faz jogos maus, como fez em Setúbal. E claro que, quando assim é, pode ser criticado.

Agora não devia era ver a sua valia posta constantemente em causa, sobretudo quando se acha que devem jogar é Iturbes e outros quejandos que desconhecem completamente o jogo, que desconhecem (e por vezes desrespeitam) a cultura do clube e a sua exigência, e que, sobretudo, não sabem que um jogo de futebol é feito de equilíbrios, de decisões rápidas (diferente de correrias!), e sobretudo de cultura táctica e conhecimento de ritmos...

O Lucho é um líder, um exemplo e um grande jogador de futebol. Estando bem, é titular de caras!

PS: Mas o Iturbe é que é bom, ha?