terça-feira, 17 de setembro de 2013

“Bebés” do Sporting ao colo


Na 2ª jornada, o Sporting beneficiou de dois penalties a seu favor e jogou cerca de 40 minutos em superioridade numérica.

Na 3ª jornada, o golo dos leões foi precedido de fora-de-jogo.

Na 4ª jornada, a equipa leonina inaugurou o marcador, num lance de bola parada, com o autor do golo (Montero) em claro fora-de-jogo (fez lembrar o “escandaloso” golo de Maicon no slb x FC Porto de há duas épocas atrás).

Com um início de campeonato destes, em que os “bebés” do Sporting têm beneficiado de um certo colinho das arbitragens, é capaz de ser difícil manter o discurso calimérico dos coitadinhos, segundo o qual há uma espécie de conspiração dos árbitros para prejudicar o clube de Alvalade.

P.S. Após ser eleito presidente, em 1982, Pinto da Costa manteve um hábito que tinha dos tempos em que foi chefe do departamento de futebol e, na maior parte dos jogos, continuou a sentar-se no banco de suplentes, ao lado do treinador.
Esta situação serviu, como tantos outros pretextos ao longo dos últimos 30 anos, para Pinto da Costa ser alvo de uma campanha orquestrada por alguma comunicação social, segundo a qual o facto do presidente do FC Porto se sentar no banco de suplentes condicionava os árbitros.
Eu nunca vi qualquer problema no facto do presidente de um clube se sentar no banco de suplentes mas, por uma questão de coerência, gostava de saber por onde andam, atualmente, os jornalistas e comentadores desportivos que tanto criticaram esta situação, quando o presidente em questão era… Pinto da Costa.

23 comentários:

Doninha Fedorenta disse...

estão é todos com uma cara, parece que ninguem lhes paga ;)
http://adoninhafedorenta.blogspot.pt/

Anónimo disse...

O Inacio vai voltar a dizer que o ameaçaram com cartas ?!
Tristeza!

José Rodrigues disse...

Parece q o gajo já arranjou maneira de ser noticia numa semana europeia a q vai assistir do sofá (vidé declarações sobre deslocação ao Dragão daqui a.. 2 semanas). LOL

DC disse...

quero tanto, mas tanto, golear estes gajos este ano.

Anónimo disse...

Eu acho que nem deviamos falar sobre eles... Estamos a dar demasiada importancia a quem nao merece...
MPires

Hugo disse...

Eu gosto é do Bruninho a querer criar um ambiente hostil para depois se vir vitimizar

Antonio Jesus disse...

Não devemos dar importância a quem não a tem.

José Correia disse...

O que é que o Bruno disse?
Não ouvi, nem li, essas declarações sobre a deslocação ao Dragão.

Joao Goncalves disse...

José...

«Penso ser recebido exatamente da mesma maneira que iria ser recebido se não houvesse corte de relações, que é mal. Acho muito bem que isso aconteça, pois somos rivais e queremos as mesmas coisas, que é ter o protagonismo do futebol nacional», afirmou Bruno de Carvalho, em entrevista concedida à Sport TV.

«Espero e quero que o Sporting seja recebido no ambiente mais hostil possível, pois é quando respondemos melhor e nos sentimos com mais força para podermos dar a melhor resposta dentro do campo, desde que tudo corra dentro da normalidade», vincou

Foi isto

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...


@ José Correia

um desses afamados jornalistas, o sr. alfredo, está a fazer "farinha" no Além...

ps:
peço desculpa pela publicidade, mas as mais recentes declarações do bruninho podem ser lidas aqui

abr@ço
Miguel | Tomo II

Pedro Albuquerque disse...

Também eu!

Se o ano passado o Sporting era algo que não dava muito importância e bastava o 1-0 para serem humilhados, este ano quero mais!

Quero ver aqueles miúdos de rastos aos 90 min no Dragão!

Pedro Albuquerque disse...

Se o golo do Montero contra o Benfica pode ser desculpado devido à movimentação do avançado (em que sai de fora-de-jogo para receber a bola), contra o Olhanense não pode haver desculpa pois o fiscal tá em linha com o colombiano e ele vê o avançado à frente da defesa.

Tal como no golo do Maicon, o 2º fiscal de linha deveria ter a obrigação - e não o fez - se dar sinal aquando da marcação do livre!

Mefistófeles disse...

Por acaso eu acho que devíamos falar sobre eles.
Quando perdem é o árbitro, quando ganham é mérito próprio mesmo quando são escandalosamente beneficiados. Eis os calimeros.
E eu sei qual é o problema deles: é que o FCP fez ao slb aquilo que eles nunca foram capazes de fazer, ou seja, passou a ser o clube português com mais títulos nacionais e internacionais.
No fundo, eles gostavam é de ser como nós e como não são capazes vêm com a conversinha da fruta e assim.
Mas eu lembro-me como era, por exemplo, nos tempos de João Rocha...
Inchem.

Silva Pereira disse...

Boa tarde,

O melhor que o FCP tem a fazer é ignorar o Vale e Azevedo verde, pois o que ele deseja é ter protagonismo e sabendo como os pastins da capital adoram arranjar polémica e no fim é sempre como o ditado diz venha o mal donde vier quem paga é minha mulher (leia-se FCP).

Já agora gostava que os detratores da SAD do FCP que andam muito preocupados com o prestígio internacional do FCP comentassem á reeleição do único clube português para o ECA.
O comité executivo da Associação Europeia de Clubes (ECA) é composto por 214 clubes.
Esses clubes elegeram para o comité de 7 elementos os seguintes clubes:
RM e FC Barcelona de Espanha
Lyon de França
Arsenal de Inglaterra
Milan e Juventus de Itália
B Munique da Alemanha
O comité continua a ser presidido pelo Sr. K H Rummenigge
Ora talvez esteja aqui mais uma das pequenas razões que tanto incomoda os chauvinistas franceses como Platini e seus sequazes

Silva Pereira disse...

(continuação) esqueci-me de referir que a reeleição já foi há 8 dias e não me lembro de ver alguma referência nos pasquins da macrocéfala capital, já agora também no Porto Canal. Mas claro se fosse algum clube do regime não faltavam paragonas, aberturas de telejornais, etc.

Carrela disse...

(fez lembrar o “escandaloso” golo de Maicon no slb x FC Porto de há duas épocas atrás).

Não posso concordar com esta comparação, é só ir ver o vídeo do golo de Maicon. Maicon está na linha da barreira, no momento em que a bola parte, tem a parte superior do corpo ligeiramente adiantada. Montero está pregado à frente da barreira, CLARAMENTE adiantado, depois faz o movimento que complica é certo, eu até aceito o erro, mas acho que são situações bem diferentes.

José Correia disse...

Eu estava a tentar ser irónico nessa parte do artigo mas, culpa minha, não consegui.

O que eu quis dizer é que a comunicação social teve (tem) dois pesos e duas medidas em dois lances que são semelhantes.
Por exemplo, alguém sabe qual é o nome do árbitro auxiliar que validou este golo de Montero no Olhanense x Sporting?
É que o auxiliar do golo do Maicon ficou famoso...

Carrela disse...

OK! Lamento não ter "visto" a ironia, fico mais descansado ;)

Miguel Lourenço Pereira disse...

Silva Pereira,

"Chairman:
Mr. Karl-Heinz Rummenigge - FC Bayern München (GER)

1st Vice-Chairman
Mr. Umberto Gandini - AC Milan (ITA)

2nd Vice-Chairman
Mr. Sandro Rosell - FC Barcelona (SPA)

3rd Vice-Chairman
Mr. Evgeni Giner - PFC CSKA Moskva (RUS)

Members:
Mr. Ivan Gazidis - Arsenal FC (ENG)
Mr. Pedro López Jímenez - Real Madrid CF (SPA)
Mr. Andrea Agnelli - Juventus (ITA)
Mr. Jean-Michel Aulas - Olympique Lyonnais (FRA)
Mr. Diogo Brandão - FC Porto (POR)
Mr. Theodore Giannikos - Olympiacos FC (GRE)
Mr. Edwin van der Sar - AFC Ajax (NED)
Mr. Michael Verschueren - RSC Anderlecht (BEL)
Mr. Jakub Otava - AC Sparta Praha (CZE)
Mr. Zoran Mamic - GNK Dinamo (CRO)
Mr. Aušrys Labinas - FK Ekranas (LTU)"

Imagino os chauvinistas franceses como Platini e os seus sequazes, muito incomodados com o Ekranas, o Dinamo de Zagreb, o Anderlecht, o Sparta Praga, o Ajax e o Olimpiakos, todos esses monstros do futebol europeu contemporâneo que têm também um membro eleito no comité não é?

Por certo, o FC Porto, como fundador do grupo G-14, do qual derivou a ECA actual, sempre teve boas relações com o senhor Rummenige e muitos desses clubes, insuficientes no entanto para manter no cargo ao sueco Leonardt Johanssen que até escreveu, se não me engano, o prefácio do livro biográfico do PdC, nessa eleição em que o Platini prometeu aos restantes países um papel mais importante no futebol europeu!

Anónimo disse...

Não sabia que o Bruno de Carvalho era presidente da liga...

José Correia disse...

Pinto da Costa foi eleito presidente do Futebol Clube do Porto em 1982.

A pedido da totalidade dos clubes profissionais, aceitou suceder a Manuel Damásio na presidência da Liga de Clubes entre Julho de 1995 e Dezembro de 1996.

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...

caro José Correia,

nem de propósito: ontem, na edição impressa do pasquim da Travessa da Queimada, o sr. fernandinho escreveu uma guerrinha que aborda a temática em questão, sob o título "o 'pc' de alvalade", e que pode ser lida na hiperligação ali atrás*

* desde já e mais uma vez, peço desculpa pela ligação a um sítio lampião - mas é o único que conheço onde se pode ler, de borla, o que vai sendo publicado pelo pasquim da Travessa da Queimada e para lá dos artigos de Miguel Sousa Tavares e Rui Moreira.


abr@ço
Miguel | Tomo II

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...


@ Miguel Lourenço Pereira

sinceramente não compreendo essa postura.
se estamos presentes num organismo é porque estamos presentes; se não estamos é porque deveríamos.
se são «o Ekranas, o Dinamo de Zagreb, o Anderlecht, o Sparta Praga, o Ajax e o Olimpiakos» é porque não são «monstros do futebol europeu contemporâneo»; se são o FC Bayern München, o AC Milan, o FC Barcelona, o Arsenal, o Real Madrid ou a Juventus, não são referidos...

é pá, não há pachorra para tanto ressabiamento!
seja lá o que for que tenha contra a SAD portista, tal tolda-lhe o pensamento, o discernimento e a Razão - o que se lamenta*.

* atenção que não me refiro a questões de portismo e de sentir o clube de uma forma apaixonada.