quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Bem prega frei Tomás

No regresso aos treinos, depois do empate frente ao Estoril, Paulo Fonseca deu uma longa palestra aos seus jogadores. Não há registo oficial do sermão proferido pelo treinador, mas dita a lógica que as questões abordadas foram:

  • Substituições, essa maçada
  • Josué: de titular indiscutível a dispensável
  • Como mais de dois passes consecutivos (e bem sucedidos) são um entrave às vitórias
  • Varela: Dieu et mon titularité
  • Como transformar a melhor defesa da Liga num quinteto de amadores
  • Otamendi: porque não há outro jogador para aquela posição
  • Os empates afinal são bons: a arte de não atacar quando o resultado está nivelado e faltam poucos minutos para o final do jogo
  • Ricardo: porque todo o treinador precisa de um jogador fetish
  • Ghilas: a dispensa no horizonte quando se é lançado em campo aos 90 minutos e mesmo assim não se marcam golos
  • Como eu pedi o jogador A, depois o jogador B e finalmente o jogador C, mas no final a SAD acabou por me oferecer 2 mexicanos

  • Bolas, quem fariam agora o Wenger ou o Jesus?

    Aguarda-se com expectativa o próximo jogo, para saber se os jogadores compreenderam a mensagem.

    34 comentários:

    Ruca disse...

    Que belo post. Realmente é destes adeptos que o Dragão precisa...que fiquem em casa, em frente à TV.

    Essa do Ricardo ser "fetish" do treinador - realmente, o puto não tem feito nada de especial, nem na selecção, nem na B quando joga - e o Josué passar de "indiscutível" a "dispensável" - onde? No Paços? - são as pérolas da nova vertente: Portista exigente, é Portista que aponta o dedo. Para onde? Não interessa.

    Anónimo disse...


    Bruno Carvalho arrasa Leonardo Jardim (cm)

    Advinhem porquê?!

    Duarte disse...

    Quando vi o autor do post, sempre pensei que estivéssemos perante mais um artigo a pedir a demissão do Antero (esse incompetente que ajudou o Porto a ganhar sete campeonatos em oito possíveis, desde que chegou a director-geral). Afinal o teor é outro - se calhar porque o treinador também é diferente - e, agora, questionar-se o técnico já não é uma ladainha.

    Anónimo disse...

    Adelino Caldeira (o Conde Redondo) é um campeão
    24 setembro de 2013 | 20:04
    Colocado por: eugenio queiros


    Adelino Caldeira é, para muitos adeptos da bola, uma figura sinistra.

    O que só abona em seu favor pois não estamos a falar dos adeptos do FC Porto. Estes têm a obrigação de valorizar este advogado que acompanha Pinto da Costa há muitos anos. Sobretudo nos piores momentos.

    Caldeira é um advogado de mão cheia. Não apenas é o patrão de um dos grandes escritórios do Porto - onde trabalharam Mário Figueiredo, o líder da Liga, e Paulo Gonçalves, um dos homens da superestrutura do Benfica - como também foi vital na resolução de dois casos bicudos que afetaram os azuis e brancos: o Apito Dourado e o subsequente processo do TAS. Não está aqui em causa a substância dos processos - continuo a pensar que Ricardo Costa foi benevolente com o FC Porto... - mas apenas a forma como a defesa foi armada. Caldeira esteve ao nível dos génios.

    Não falei muitas vezes com ele mas lembro-me de um estágio do FC Porto em Viseu onde ficamos algum tempo à conversa. Tinha dele uma péssima imagem, mudei completamente a minha impressão. Caldeira é um daquelas pessoas que estão sempre um passo à frente. Acreditem, não é para todos.

    Na SAD do FC Porto, o seu percurso é também um caso de estudo. Manteve-se sempre firme e mesmo quando o quiseram usar como arma de arremesso - apontando-o como sucessor de Pinto da Costa - soube rapidamente esclarecer que não está ali para isso.

    Costuma-se dizer que atrás de um grande homem, neste caso Pinto da Costa, está sempre uma grande melhor mas já percebemos que aqui não é isso que acontece. Por trás de Pinto da Costa está sempre Adelino Caldeira.

    Não pondero aqui o seu belicismo nem as suas últimas atitudes, apenas posso garantir que é um daqueles dirigentes que gostava de ter no meu clube. Pelos seus conhecimentos técnicos, pela sua vivência e experiência e pela capacidade para resolver problemas sérios.

    Por isso é que poucos gostam dele, mesmo dentro do FC Porto.

    Mas o Conde Redondo continua igual a si próprio. Ou melhor, agora está muito mais magro (ele que, no fundo, nunca foi um elefante branco) mas a anorexia não tolheu de modo nenhum a sua personalidade.

    Portanto, meus amigos, preparem-se, pois vão continuar a levar com este campeão que joga na sombra e por vezes vos assombra.
    ---
    Lembrar que EQ não simpatiza nada com o FCP...

    alex disse...

    É curioso que as campanhas europeias do FCP nos 2 últimos anos são, talvez, a principal causa de alguma insatisfação em relação ao trabalho da equipa técnica anterior. Perante este cenário, como é que se pode compreender que o actual treinador do FCP considere um mal disputar 2 jogos numa semana? Saberá Paulo Fonseca que chegar o mais longe possível na CL implica 2 jogos numa semana na maior parte da época? Será que Paulo Fonseca tem a mínima noção da enorme responsabilidade que assumir ao aceitar treinar o grande clube português e grande clube europeu?

    Pedro Albuquerque disse...

    Mas que belo post. Em vez de fazer um post com pés e cabeça tentou ser engraçada sem piada nenhuma. Por vezes a ironia é uma arma que dispara contra nós próprios.

    SDF disse...

    Ricardo jogador "fetish"? Caramba haja vontade de maldizer, eu não ia tao longe! Resumidamente estão ali os "pontinhos" todos que adepto vê e treinador cega!
    Eu acrescentava mais um ponto ao "sermão", para falar porque raio se gastou tanto dinheiro em reforços!
    Visto que se contratou um Reyes, Herrera e o suposto "hiper mega crack" Quintero e ate agora aparecem a espaços!
    Não imagino que o clube esteja tao rico para gastar milhões num jogador e este de tao bom que é á quinta jornada ainda não convenceu o treinador.
    Ha quem lhe chame "período de adaptação" mas na realidade é um período de avaliação e pelo que estamos a perceber nenhum dos reforços serve para titular depois de uma pre época e 5 jogos do campeonato!
    Vender Moutinho e contratar Herrera, vender James e contratar Quintero, para depois jogar com Defour e Licá? Nem questiono o Josué, o rapaz tem dado o que pode!
    Com treinador assim, esta bonito está, não tarda nada já o primeiro lugar é uma miragem! Ele lá sabe o que faz da vida dele e ele é que esta com o plantel todos os dias, mas pelo que se vê de fora começa a não haver logica nem paciência que aguente!

    Joao Goncalves disse...

    Filipe Sousa que belo LOL... já me ri com este post ^^

    Apesar de provocatório para muita gente e em muitos assuntos é altamente bem humorado e deve ser lido como tal, pois muitas dessas coisas reflecte-me o que vai na alma :)

    DC disse...

    Honestamente, mesmo estando eu bastante desiludido e acima de tudo, apreensivo com este treinador, e compreendendo que o post pretende ser irónico, acho-o manifestamente exagerado.

    reine margot disse...

    WTF ? era para ter graça?

    João disse...

    Post engraçado. Agora a sério, uma coisa é certa não temos extremos, o nosso meio campo anda pela rua da amargura, o problema jackson e renovação do contracto anda a empatar a vida do homem. Temos o atlético a dia 1 num momento de performance alto. Temos de apoiar, ser criticos e exigentes...mas apedrejar o PF e ficarmos melancolicos com o VP alto lá! Não se esqueçam que com o VP tinhamos um moutinho...

    Filipe Sousa disse...

    Eu não tenho nada contra o Ricardo; fiquei satisfeito que não tivesse sido dispensado/emprestado. Mas é um miúdo, com menos experiência ainda que o Kelvin, e o Ghilas ficou no banco, quando precisavamos de ganhar.

    Filipe Sousa disse...

    Foi exactamente isso que eu pensei no final dos dois últimos jogos...

    Pedro Albuquerque disse...

    "Mas é um miúdo, com menos experiência ainda que o Kelvin"

    Será que é?
    Kelvin fez 30 jogos na Liga Portuguesa e 1256 minutos.
    Ricardo fez 34 jogos e 2470 minutos.

    Qual é o mais experiente?

    Pedro Albuquerque disse...

    Era Paulo Fonseca

    7 jogos, 6 vitórias e 1 empate.
    15 golos marcados e 3 sofridos.
    Ganhamos a Supertaça por 4-0.
    Liga somos líderes isolados com 3 pontos de avanço sobre o Benfica e 2 sobre o Sporting.
    1 vitória fora na Liga dos Campeões

    1º Ano Vitor Pereira (retiro o jogo contra o Barcelona por motivos óbvios)

    7 jogos, 6 vitórias e 1 empate.
    16 golos marcados e 5 sofridos.
    Ganhamos a Supertaça por 2-1.
    Liga eramos líderes com mesmos pontos do Benfica.
    1 vitória em casa na Liga dos Campeões

    2º Ano Vitor Pereira

    7 jogos, 5 vitórias e 2 empate.
    16 golos marcados e 4 sofridos.
    Ganhamos a Supertaça por 1-0 no último minuto.
    Liga eramos líderes com mesmos pontos do Benfica.
    1 vitória fora na Liga dos Campeões


    Porque já começar a soluçar se estamos a fazer praticamente o mesmo, até melhor na minha opinião???

    SDF disse...


    "Porque já começar a soluçar se estamos a fazer praticamente o mesmo, até melhor na minha opinião???"

    "Não importa como começa, mas sim como acaba" acho que esta frase diz tudo e responde a sua pergunta.
    Pense bem, se vê os jogos do FCP acha que a forma como a equipa tem jogado augura um bom campeonato?
    Se calhar prefere esperar por umas duas ou três derrotas e depois vir dizer que o campeonato esta perdido e o treinador não presta!
    Nao se trata de exigir muito ou pouco ou estar mal habituado, trata se sim de uma cultura de vitoria que não suporta a derrota, mentalidade própria de campeões!


    Anónimo disse...

    O MST a fazer escola ?!

    Mais "destreinas" !

    Joao Goncalves disse...

    Nem mais Filipe... no final e durante mesmo enquanto via o assalto à nossa baliza...

    Paulo Azevedo disse...

    Tenho a sensação que há adeptos que só ficam satisfeitos se o F.C.Porto for campeão com 30 vitórias, 200 golos marcados e zero sofridos!

    P. Azevedo

    Anónimo disse...

    Porra, nem eu que sou um critico da nossa SAD por motivos que não interessam agora abordar, era incapaz de escrever tamanhas inutilidades.

    Peço desculpa pelo aparente situacionismo do meu comentário, mas este post ajuda-nos em quê?

    MT

    Pedro Albuquerque disse...

    E já perdemos?
    Sim, empatamos e jogamos mal. Mas é motivo para fazer um post deste calibre? Não creio.

    Anónimo disse...

    post lamentavel atitude lamentavel.
    Adeptos gordinhos de vitorias esquecem-se de ser adeptos.
    Só dá cobradores do fraque..
    pueerto

    Filipe Sousa disse...

    Ok, qual é a diferença entre o Ricardo e o Ghilas?

    Anónimo disse...

    Depois dos excelentes artigos que tenho o prazer de ler neste blog e embora não concorde com alguns deles, este aqui... bem! Desculpa mas não pertences aqui!

    Pedro Albuquerque disse...

    Não fui eu que comparei o Ricardo e o Kelvin, desconhecendo os dois jogadores por completo!
    O Ghilas, pergunta ao Paulo Fonseca.

    Anónimo disse...

    A Tropa anti VP já se está a reformular em Tropa anti PF ?

    Num é cedo demais ?!

    É um vício ? Ou estão convencidos que sabem mesmo da poda ? Será?!

    Uns pândegos adeptos sabichões.

    Anónimo disse...

    Tão sérios e honestos que eles são...que até se dão ao luxo de dar sermões de moral e ética aos "provincianos" do Norte...
    Terra! Mundo! Universo, venham ver a mais maior, melhor e honesta terra de todo o sistema solar!!!!!!!

    http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/internacional/mundo/lisboa-e-a-pior-cidade-para-se-perder-a-carteira

    meirelesportuense disse...

    Eu desconfio que estes comentadores -se o Porto começasse a perder- iam, se não vão já, para outros espaços e cores dizer maravilhas das outras equipas!
    Desconfio muito de alguns comentadores...Parecem-me Agentes Bermelhos!...

    Luís Negroni disse...

    O "pior", é se em vez das duas ou 3 derrotas esperadas (ou será antes, ansiosamente desejadas?), acontecem duas ou 3 vitórias! Sei lá, com um Atlético Madrid, um Zenit, bichos assim. Isso é que vai ser uma grande chatice.

    Luís Negroni disse...

    Tem-se falado muito das últimas "más" exibições e resultados. Lembro-me bem, que mesmo nos tempos do super Porto de Mourinho, havia jogos menos conseguidos e com menos bons ou mesmo maus resultados contra equipas até piores que este actual Estoril (por exemplo, Estrela da Amadora e Gil Vicente). E também me lembro muito bem, de que esse super Porto, também defrontou precisamente o mesmo Áustria de Viena muito recente adversário, e, curiosamente, o resultado foi precisamente o mesmo (0-1) e a exibição também não foi nada do outro mundo. Como terá sido possível, o super Porto de Mourinho, talvez a melhor equipa de sempre do Porto, ter ganho só por 1 a estes "coitados" do Áustria de Viena?

    Anónimo disse...

    Já percebi que tipo de adeptos por aqui andam! São dos tais que gostam ou têm prazer de por em causa o portismo pelo que cada um diz e se acham donos do clube e das opiniões mais correctas! Só lhes falta começar a ter afirmações do tipo "não vives ou não nasces te no Porto então não tens direito a ser Portista" é triste sinceramente é!
    Não aceitar opiniões para argumentar com uma espécie de ideia de que se no passado foi desta ou daquela maneira porque não há de voltar a ser, é branquear ideias e não olhar para o presente e pensar o futuro!
    Aceitar a opinião dos outros faz parte de ser adepto,se eu acho que algo esta mal não é porque sou anti Vítor pereira ou porque quero o Mourinho de volta ou ando de barriga cheia de vitorias ou estou é habituado a ganhar, eu vivo o presente e olho para a frente não faço comparações com o passado porque as situações mudam!

    Se é assim que pensam por aqui paciência, é problema de cada um, agora não ponham em causa a paixão pelo F.C.Porto apenas pela opinião esteja ela mais ou menos coincidente com a vossa!

    Anónimo disse...

    a diferença entre Ricardo e Ghilas é que um é extremo e o outro ponta de lança! o treinador entendeu que era mais útil um extremo naquele momento...

    Anónimo disse...

    Eu contrataria o Octavio Machado. honestamente. é que a seguir a ele veio Mourinho :)

    agora a sério. O pessoal percebe de futebol e não é por acaso que se está a gerar esta onda de criticas e redução de expectativas. Toda a gente vê, toda a gente que o PF em pouco tempo destruiu a nossa grande defesa. só isso já bastava

    JC disse...

    Como diz um gajo que ouvi na rádio um destes dias, o pessoal em Portugal não gosta de futebol, gosta dos clubes. E aqui estão eles, a carneirada. A berrar "herege!" ao autor do post... Não jogámos um corno há pelo menos 3 jogos, contra adversários todos eles inferiores a este Estoril. É lógico que portistas que tenham olhos na cara só podem estar apreensivos em relação aos jogos que se avizinham. E é lógico que se discutam as opções do PF e outros. Mas ai de quem ouse criticar os responsáveis antes dos males acontecerem, quando ainda se podem evitar. Porquê? Porque estamos em 1º, ainda não perdemos um jogo, etc. Será que quando tropeçam e vão a cair também insultam quem disser que se vão magoar só porque ainda não tocaram no chão? Patético. Por mim, estou-me a cagar para o 11 que o PF lá ponha, desde que jogue bem e ganhe. Pode ganhar jogando mal, mas é sol de pouca dura. Avalio-o a cada jogo. Até agora não gostei do que vi. Quando vierem os ossos mais duros de roer e lhes ganharmos, cá estou pra lhe bater palmas. Até lá, estou apreensivo.