sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Do FC Porto para o Sporting e vice-versa

(fonte: Record)

Na sequência da contratação de Moreto Cassamá e Idrisa Sambú pelo FC Porto, dois jovens de 15 anos da formação do Sporting e que são representados por Catió Baldé (o mesmo agente de Bruma), o Record entendeu publicar uma infografia com duas listas: uma com os jogadores que saíram do Sporting para o FC Porto e outra, com idêntico número de jogadores (11), que fizeram o caminho inverso.

Estas listas têm várias curiosidades.
Por exemplo, as transferências de João Moutinho e de Nuno André Coelho, as quais fizeram parte do mesmo negócio.
Ora, se assim é, por que razão o Record classifica a transferência de Moutinho como um negócio polémico e a de Nuno André Coelho como pacífico?

E em quê é que a saída de Gomes para o Sporting foi um negócio polémico?
Já passaram quase 25 anos mas, se bem me lembro, foi o FC Porto que não quis renovar com o bi-bota, na sequência do episódio com Octávio Machado na Madeira (vejam a diferença com o caso Cardozo).

Já agora, quem são o Alhandra e o R. Tavares?
Pelos vistos, vieram para o FC Porto em negócios polémicos e eu nem sequer os conheço…

13 comentários:

.:GM:. disse...

Mas desde quando é que uma notícia do Rascord, ainda para mais agora com o Querido Manha à frente daquele monte de esterco, é para ser levada a sério? Se as primeiras páginas com referências ao Porto eram só para denegrir, desde que Querido Manha assumiu a direcção, só piorou. Inclusivamente tenho reparado que agora por vezes nem direito temos a uma referência minúscula na primeira página tendo pura e simplesmente desaparecido. Acontece quando não há nada de mal a dizer. Publicar/partilhar esse tipo de notícias interessa sobretudo para provar "ao que eles vão". No entanto, a importância que deve ser dada à mesma, é zero.

Ricardo Rodrigues disse...

Alhandra - http://www.record.xl.pt/Futebol/interior.aspx?content_id=7584
Ricardo Tavares - http://www.record.xl.pt/Futebol/Nacional/1a_liga/Sporting/interior.aspx?content_id=827451

Guedesnet disse...

Falta aí muita gente!!!
Gabriel, romeu, sousa e Jaime Pacheco do (Sporting para o Porto)...
O Jorge Plácido não estava em França quando veio para o Sporting?

Anónimo disse...

completamente off-topic mas em primeira mão:
-Uma fonte com fortissima credibilidade afirmou-me esta tarde que está a ser preparada a todo o gás a entrada de Domingos Paciência no Fcporto.
ainda lhe perguntei se isso não seria confusão uma vez que ele tem o seu filho a jogar na academia/equipaB. Confirmou-me que era verdade e que a concretização dessa grande possibilidade estava apenas dependente dos próximos jogos de Fonseca, uma vez que Domingos teria já aceitado.

Anónimo disse...

Coisas do Record para encher papel ou melhor, "encher chouriços"!

Bluesky disse...

Pobre de espirito.... com portistas assim quem precisa de avermelhados ou esverdeados!!!

Anónimo disse...

Uma outra fonte com fortíssima credibilidade afirmou-me também esta tarde, a todo o gás, que o Anónimo das 20:45 é um barreteiro compulsivo.

Anónimo disse...

Boa Noite,
Nem toda a gente sabe, mas o Wilson Eduardo e o irmão (João Mário) foram jogadores do Porto até aos sub 15,
Aí chegados a mãe pediu ao Porto para os deixar sair pois ia trabalhar para Lisboa, e o Porto deixou-os sem qualquer compensação (na altura ninguém sabia que iriam para o Sporting, mas já estava tudo feito).
Sinceramente só não vos sei dizer se o Pinto da Costa se ofereceu para os ir levar a Lisboa ou não!!!
Mas isto nunca foi noticia...

Antonio Jesus disse...

Deves ser o Manha.....

Anónimo disse...

Mais uma peça para armar confusão. Quando nada se passa, alguma coisa têm de inventar.

Anónimo disse...

O João Mário e o Wilson Eduardo, dois jogadores que o Sporting vê com muito potencial, também vieram das camadas jovens do FC Porto (iniciados acho).

Joao Goncalves disse...

Ricardo Tavares é um jovem de 18 anos que o Sporting não quis renovar e assinou, este ano, pela equipa Júnior do FCP, portanto completamente pacifica.

Costa disse...

Polémico ?
Polémico é dar crédito ao que vem escrito nesse pasquim.