quarta-feira, 30 de outubro de 2013

“O Porto fica lá longe…”


Um FC Porto x Sporting desperta sempre muito interesse, não só em Portugal, mas também noutros países. Assim sendo, não surpreende que, no último domingo, tenham estado no Estádio do Dragão, a assistir a este clássico do futebol português, elementos (“olheiros”) de 24 clubes europeus: Bayer Leverkusen, Borussia Dortmund, Colónia, Eintracht Frankfurt, Werder Bremen, Wolfsburg, Anderlecht, Paphos, Copenhaga, Atlético Madrid, Celta Vigo, Elche, Levante, Recreativo Huelva, Montpelier, Nice, Saint-Étienne, Everton, Queens Park Rangers, Manchester City, Manchester United, West Bromwich Albion, Inter Milão e Sampdoria.

O que surpreende (ou talvez não) é o facto do seleccionador nacional, o “frontal” Paulo Bento, empregado da FPF, não se ter deslocado ao Porto e tenha optado por ficar em Lisboa, para assistir, confortavelmente instalado no camarote presidencial do estádio da Luz, ao “importantíssimo” slb x Nacional.

E esta atitude é ainda mais surpreendente, se atendermos a que no relvado do Estádio do Dragão jogaram sete prováveis/potenciais convocáveis para a Selecção de Paulo Bento - Josué, Varela, Licá, Rui Patrício, Cedric, William Carvalho, André Martins.
Quantos potenciais convocáveis jogaram no slb x Nacional?

Esta cómoda opção de Paulo Bento fez-me lembrar uma célebre frase de Scolari, quando justificou uma sua não vinda ao Estádio do Dragão dizendo que “o Porto fica lá longe…”.

De facto, o Porto fica muito longe do centralismo lisboeta e das mordomias da capital.

Quanto a Paulo Bento, está cada vez mais parecido com o seu amigo “sargentão”. Talvez devêssemos passar a chamá-lo de sargentinho...

6 comentários:

Nuno Silva Leal disse...

Deve ter pensado que na "aldeia" não havia electricidade para ligar o secador e pentear a risca ao meio... Não esteve no Dragão? Ainda bem, que eu quando estou no Dragão não gosto de ter má companhia e já bastou o visconde dos falidos naquele dia para azedar o ambiente!

Pedro Azevedo disse...

Já eu acho que foi um acto de bom senso. Com um jogo já crispado pelas palavras do líder sportinguista, só faltava uma persona non grata e objecto de trocas de carinhos recentes na tribuna para agitar ainda mais as massas. Nesta caso em particular acho que fez bem em se afastar desse ambiente e contribuir para mais problemas. Provavelmente se viesse haveria quem dissesse que seria provocação. Ou seja nunca agrada a todos. E não tenho histórico das presenças do seleccionador no Dragão versos outros estádios, para afirmar que é um atitude à Scolari.

Pedro Albuquerque disse...

Adrien e Wilson Eduardo também.

Donnie Darko disse...

Boas,

O Paulo Bento foi ver, in loco, a "next big thing" do futebol mundial. Ivan Cavaleiro. Vai já convocá-lo antes que uma Espanha ou Brasil o seduzam e tentem-no naturalizar :)

Querem apostar se o puto jogar mais 30 minutos na equipa principal haverá campanha montada o levar ao Mundial ? Isto se Portugal de apurar

Abraços

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...


@ José Correia

a selecção nacional dos jogadores que têm como empresário o sr. jorge mendes - dita "equipa que (decididamente não) é de todos nós" - «é uma cena que, a mim, não me assiste».

mas louvo-lhe a pertinência da observação apresentada.

abr@ço
Miguel | Tomo II

Bluesky disse...

Paulo Bento é o 1º cabo depois do sargentão Scolari...
Só um cego é que não vê a razão de Portugal ser um triste país cheio de bananas que nem percebem de fruta!!!! E depois admirem-se de verem troikas, Moods ou até nos confundirem com uma cidadezinha espanhola!!!!!