quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

De Portugal para o Azerbaijão via Rússia

"FC Porto empresta Izmailov ao FC Qabala


Negócio está fechado, russo vai jogar no Azerbaijão durante seis meses limpando por isso a folha de custos do clube portista: os azeris pagam o salário por completo [...] Está desta forma aberta uma porta para Izmailov regressar à competição, ele que se encontra ausente há mais de quatro meses dos treinos do FC Porto para resolver problema familiares, de acordo com o que o clube azul e branco tem dado conta." in Mais Futebol

Bem, antes de mais fico satisfeito que esta autêntica telenovela chegue ao fim de forma minimamente satisfatória... já se tornava mais do que ridículo ter um jogador do plantel A ausente há 4 meses e meio (!) com uma mera comunicação (telegráfica e enigmática) de que seria por «razões familiares».

Mas pergunto-me se os «problemas familiares» na Rússia afinal já foram resolvidos, já que para quem não saiba Qabala fica a uns «meros» 2,300km de Moscovo (que é, salvo erro, onde ele tem a família)... ou seja, mais ou menos a mesma distância que do Porto à Eslovénia, por exemplo.

E se estão resolvidos, a sua saída obviamente acontece porque não é visto como uma mais-valia no plantel - o que não me admira nada, primeiro porque tem uma concorrência bem razoável para a sua posição no plantel (ainda mais com a chegada de Quaresma, que não jogando no mesmo lugar é concorrência directa num lugar no 11) e segundo porque sem estar a treinar há tanto tempo muito dificilmente seria útil ainda esta época. Isto claro para não falar em outras considerações extra terreno de jogo, eventualmente.

Izmailov não vai deixar saudades no Dragão, tendo tido uma passagem muito discreta. Após expectativas iniciais dos adeptos fruto de algumas boas indicações dadas no SCP (e apesar de uma passagem algo conturbada pelo mesmo clube), e sendo mesmo titular (de forma extremamente passageira) pouco após chegar ao Dragão, Izmailov esfumou-se... indo-se embora com a seguinte «bagagem» no CV em jogos oficiais:

12/13: 15 jogos (5 a titular), 623 minutos, 1 golo, 0 assistências, 1 cartão vermelho 
13/14: 1 jogo, 23 minutos, 0 golos, 0 assistências

Bem, boa viagem (e «good riddance», como dizem os bifes) e desejos que em Qabala ele não seja vítima de cabalas!

PS - ele há coincidências do caraças... por acaso tenho na minha coleção uma camisola do FC Qabala. Pois bem, fica agora justificada a sua compra.. a posteriori (isto se for verdade que os gajos lhe vão pagar o salário por inteiro :-)

9 comentários:

Joaquim Lima disse...

José, pode sempre mandar estampar o nome e o número do Izmailov. Ou será que se vai chamar Izmaylov no Azerbeijão?

Ao que interessa, fico contente que o tenhamos despachado, ainda que com alguns meses de atraso. Será que recebeu o ordenado a 100% nestes meses de ausência?!

O Porto poderia aproveitar o lanço do Izmailov para despachar alguns jogadores que ainda tem ligação, como o Tomás Costa, Prediguer e outros que tais...

Rui Teixeira disse...

Eu ainda gostava de saber o que é que realmente se passou com este gajo... É que para mim, só pode ser algo grave porque não faz sentido (para não dizer que é completamente estapafúrdio) que um jogador se porte como este gajo se portou no Sporting, irem contratá-lo e depois apararem-lhe estes golpes todos de um modo que eu nunca me lembro de ver no nosso Porto. Então mas andam há 4 meses a pagar salários que de barato não têm nada, a um jogador que tem problemas familiares e na reabertura do mercado vai jogar para o Azerbeijão? Os problemas familiares desapareceram? Ou terão só a ver com Portugal? Não entendo... Por mais que me esforce a procurar uma razão que faça o minimo de sentido, não consigo encontrá-la.

DC disse...

Eu não faço ideia o que se passou. Mas que aquele 5º amarelo no jogo contra o Nacional (véspera do jogo com o 5LB) me deixou intrigado isso deixou.
Até pode não ter tido nada a ver, mas quem joga 10 minutos e consegue "castigar-se" para o jogo da época, tem algum problema na cabeça.

Rui Mendes disse...

ainda bem! assim o kelvin foi convocado e jogou!!!

Amphy disse...

Um desfecho miserável para um negócio miserável. Ao nivel de um Pizzi, Esnaider, Kaviedes, Maric, Quintana, Sodestrom, Pavlin ou de um Sokota.

O Vion rescindiu. Podia ter sido emprestado a uma equipa que atacasse qualquer coisa, podia ser que tivesse uma bola ou duas para aproveitar. Quanto custou, alguém sabe?

Madureira disse...

Mais um caso de desperdício... de dinheiro, como tantos outros casos! Uma vergonha! Os lagartos andaram anos sem conseguir fazer nada deste jogador, agora viemos nós armados em salvadores do jogador e deu nisto... enfim

Hugo disse...

E aquela expulsao ridicula na meia final da taca da liga . A verdade sobre o caso dele deve andar proxima do que saiu no i

José Rodrigues disse...

Por acaso nao me parece q tenha havido grande desperdicio de dinheiro neste caso (ao contrario de outros).

Mesmo assim com o passado do Izmailov (conflitos e lesoes) e' de perguntar se, mesmo so' com a informacao q se tinha na altura, fez sentido contrata-lo... nao se pode dizer q o flop tenha sido propriamente uma grande surpresa.

meirelesportuense disse...

Foi uma solução.
Ismaylov pode eventualmente ter problemas do foro psicológico.
E nestas coisas é difícil trabalhar a sério e com bons resultados.
Espero sinceramente que a vida corra melhor para ele.
O Porto pela sua parte não podia ter muito mais a fazer que algo parecido com este tipo de solução.
Ismaylov acaba por ser bem tratado por nós o que me merece todo o respeito e regozijo.