quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

O slb de JJ contra o FCP

Jorge Jesus (JJ) vai na sua 5ª época como treinador do slb e não se pode dizer que, nas quatro épocas anteriores, se tenha superiorizado nos confrontos directos com o FC Porto, bem pelo contrário.
De facto, entre as épocas 2009/10 a 2012/13, descontando a Taça da Liga (que é, claramente, a competição menos importante do panorama futebolístico português) e também retirando destas contas a derrota dos encarnados na Supertaça e a eliminação nas meias-finais da Taça de Portugal, ambas na época 2010/2011, nos oito jogos para a principal competição nacional - o CAMPEONATO -, Jorge Jesus apenas venceu o FC Porto uma vez.

E, há que o lembrar, essa única vitória, pela margem mínima, foi manchada por episódios tristes.
Dentro do campo, na jogada do único golo do desafio, há um fora-de-jogo "quilométrico" de Urreta (comparado com este, o contestadíssimo fora-de-jogo de Maicon é uma brincadeira), que não foi assinalado.
Após o final do jogo, ocorreram os célebres incidentes envolvendo stewards do slb e jogadores do FC Porto, que motivaram a suspensão de Hulk e Sapunaru durante três meses.

Em resumo, em jogos para o campeonato, o saldo de Jorge Jesus era o seguinte:
- 1 vitória (por 1-0), no seu primeiro clássico contra o FC Porto;
- 2 empates e 5 derrotas, nos sete jogos seguintes.

Jogos para o campeonato entre o slb de JJ e o FC Porto (fonte: zerozero)

Mais. Nestes sete jogos para o campeonato (épocas 2009/10 a 2012/13), contra o slb de JJ, o FC Porto obteve um total de 19 golos e marcou sempre, pelo menos, dois golos por jogo!

No domingo passado, mais de quatro anos após a anterior e única derrota (para o campeonato) contra o slb de JJ, não foi apenas a exibição da equipa azul-e-branca que foi uma nulidade. O marcador, do lado dos andrades (a jogar desta forma nem sombra de dragões), também voltou a ficar a zero.

12 comentários:

DC disse...

Sim, mas nos outros jogos levamos um treinador para o jogo. Faz alguma diferença e faz-nos rir daqueles que diziam que no Porto qualquer um é campeão.

Nightwish disse...

E com AVB levamos 2-0 em casa com o glorigozo para a taça.
O resultado de um jogo só por si não diz nada, o pior é o resto...

.:GM:. disse...

E fomos ganhar 1-3 fora...

O2T disse...

Para refletirem e desdramatizarem: resultado mais desnivelado em 5 anos (embora comparável a AVB para taça no Dragão) e com a pior arbitragem em 5 anos (embora comparável à da supertaça de AVB).
Saudações azuis e brancas, a caminho do título na última jornada

Nuno Queiroz disse...

Mas, como alguém disse e muito bem, pela primeira vez o Porto teve no banco um treinador pior do que Jorge Jesus. Isso é q fez toda a diferença. Até o VP sabia que para ganhar ao benfas era preciso pressioná-los desde o começo mas o PF achou que era preciso ficar atrás.

José Correia disse...

Num artigo relativamente curto, eu tive o cuidado de escrever cinco vezes (!), uma delas em maiúsculas, que a análise incidia em jogos do campeonato e expliquei porquê.

HULK 11M disse...

"...faz-nos rir daqueles que diziam que no Porto qualquer um é campeão..."
Parece que os principais "pensadores" são os homens da estrutura da SAD.

Luís Vieira disse...

Embora não seja muito amigo de estatísticas passadas, porque não significam vitórias antecipadas e o que conta é mostrar no presente a superioridade da equipa, é um facto que no passado recente o Jesus teve, quase sempre, muitas dificuldades quando defrontou o FCP, coisa que não se verificou no domingo, o que só acentua a gravidade do momento. Para além dos habituais erros defensivos, houve uma absoluta incapacidade em criar lances de perigo, o que já acontecera com o Sporting. Daqui se pode extrair que quando enfrentamos equipas de maior gabarito não temos capacidade para incomodá-las, o que é deprimente. E não é por falta de jogadores tecnicistas: Kelvin, Quintero, Carlos Eduardo, Josué, Jackson, o próprio Varela e, mais recentemente, Quaresma. Falta sim quem saiba potenciar o talento à disposição. Culpado: Paulo Fonseca. Não obstante, daqui a umas horas lá estarei no Dragão a apoiar a equipa.

Mário Faria disse...

Talvez o FCP tenha um problema com o treinador. Talvez? Como treinador de bancada encartado, acho que é tempo do FCP rever o modelo de jogo, as prioridades nas contratações e as nossas estruturas de formação. Se possível a recato e com urgência.

Nightwish disse...

Porque andou a arranjar a estatística que lhe interessou para marcar um ponto.
Há muitos motivos válidos pelos quais esta época é uma miséria, não é preciso arranjar um que podia acontecer a qualquer treinador com um bocado de azar. Seria mais válido dizer que se jogou muito pouco contra uma equipa muito abaixo do normal, por exemplo.

José Correia disse...

andou a arranjar a estatística que lhe interessou para marcar um ponto

A análise feita neste artigo abrange TODOS os jogos para o campeonato (e são nove!), entre o slb e o FC Porto, desde que o Jorge Jesus é treinador dos encarnados.

Se para você isto é arranjar uma estatística limitada, à medida, porque me dá jeito, olhe, não sei que lhe diga.

O2T disse...

Gravidade do momento... problema é o treinador... Se não se aprende a ler o futebol c/ 31 anos de lições, talvez nunca se aprenda...
Seria tb interessante que relessem as análise de agosto 2013 ao sistema de PF ;)