quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Bye bye Ota

Com quase uma semana de atraso, mas afinal sempre se confirma: http://web3.cmvm.pt/sdi2004/emitentes/docs/FR48413.pdf

Penso que é claramente um bom negócio para o FCP, e por várias razões.

Antes de mais nada porque acho que não vai fazer falta (quase?) nenhuma, acrescentando muito pouco às opções Mangala, Maicon (e Reyes à espreita para o que der e vier).

Em segundo lugar porque temos excedente de centrais (incluindo emprestados, como Abdoulaye); em terceiro lugar porque já está mais do que na hora de começar a «cobrar» de um investimento de 9M (refiro-me a Reyes), que já teve tempo mais do que suficiente para se ambientar. Mesmo que este último não ganhe a titularidade, ao menos que comece a ser opção a sério nem que fique no banco na maior parte do tempo (bem melhor do que na bancada). Pelo menos para já (espero que esteja em condições de poder subir a titular com bom rendimento quando Mangala sair no Verão).

Em último lugar porque 12M parece-me um valor justo por ele, e sem ser «velho», longe disso (tem 25 anos) muito dificilmente se iria valorizar mais no futuro com a camisola do FCP vestida. Para mais tínhamos 100% do passe dele (bem, pelo menos a 1 de Outubro tínhamos), o que é uma raridade no plantel actual.

Para terminar, a situação financeira do Valência deixa muitas dúvidas em Espanha de que tenham condições para pagar. Fala-se na entrada de um investidor que alivie a situação, mas isso está longe de ser garantido. Ora como «gato escaldado de água fria tem medo», após a experiência penosa com o A. Madrid (e não só...) quero crer que a SAD soube acautelar-se devidamente com garantias mais do que sólidas de irá ser paga a tempo e horas.

Resumindo e concluindo: negócios destes são bem vindos (sabendo-se como precisamos das vendas para tapar buracos nas contas).

19 comentários:

meirelesportuense disse...

É melhor ser vendido e 12 Milhões até é razoável - era mesmo o que me faltava para ir para Marrocos descansar até ao fim dos meus dias- , que estar encostado como parecia que ele pretendia - tantas asneiras feitas desde o início desta época - assim, vai para Espanha ganhar muitos Campeonatos e Taças do Rei....Vai sair de lá muitíssimo reputado!!!!

meirelesportuense disse...

O que eu estranho mesmo é -parecem- estarem tantos dos nossos à espera para sair...Ou são uns craques do "camano" - e se são não o mostram - ou então as coisas estão muito mal para eles em termos financeiros, "aquele programa televisivo" fez-lhes tomar consciência da sua finitude...

Miguel Lourenço Pereira disse...

Bom negócio.

Seguramente que no Verão, bem vendido, Otamendi teria saído por mais. Não tinha esta meia época miserável às costas, convocado regularmente para a Argentina mundialista e já havia opções de sobra no plantel. Passa o mesmo que passou, entre outros, com o Alvaro Pereira. Não se quer vender quando toca e depois acaba-se por vender por menos.

O Valência está num processo complexo. Actualmente pertence à Comunidade Valenciana, pelas dívidas acumuladas com os anos, e esta colocou o clube à venda. Há o rumor de que um grande investidor vai tomar conta do clube e houve vários negócios em Janeiro que davam essa impressão. Mas não há ainda nada oficial. O que sim é verdade é que tanto esse investidor como o Otamendi, chegam com a chancela de Jorge Mendes.
Mais um clube para a conexão espanhola!

JON disse...

Que temos mais bons centrais, temos. Que este era o melhor de todos, não tenho dúvidas. Mas o pessoal gosta é do Maicon e da suas bolas para a bancada... Enfim!

DC disse...

Bom negócio? Vender o patrão da defesa que no ano passado era uma das melhores da Europa por 12M? Depois de ter custado 8M? A mais um clube do Jorge Mendes que provavelmente volta a meter uma bela comissão ao bolso?

Temos definições diferentes de bons negócios...

Luís Vieira disse...

Razoável negócio. Face às circunstâncias, o Otamendi tinha de ser vendido porque estava a fazer uma má época e, segundo consta, teve uma altercação com o treinador que o pôs em maus lençóis. Era perfeitamente transferível, até porque os restantes centrais dão conta do recado (Mangala, Maicon, Reyes e Abdoulaye). Quanto ao valor, parece-me reduzido. É jogador para valer entre 15 e 20M. Titular absoluto até há bem pouco tempo, com 25 anos e internacional argentino, por isso 12M, sem ser mau, é apenas suficiente.

José Correia disse...

Em 11 de Dezembro passado, quando já era dada como certa a saída de Otamendi em Janeiro, numa troca de e-mails com um grupo de portistas, escrevi o seguinte:

Atendendo ao custo do Otamendi (se não estou em erro, penso que foi 8 milhões por 100% do passe) e ao facto de, nesta altura, ser suplente no FC Porto, já ficaria satisfeito se a SAD o conseguisse vender por 15 milhões de euros.

Não foram 15 milhões mas, se a FC Porto SAD receber mesmo os 12 milhões (menos a comissão do negócio...), não será mau.

José Correia disse...

Seguramente que no Verão, bem vendido, Otamendi teria saído por mais.

De acordo.
Falta saber se houve propostas firmes no Verão e de que valor.

José Correia disse...

Bom negócio? Vender o patrão da defesa que no ano passado era uma das melhores da Europa por 12M?

O Otamendi fez boas épocas em 2010/2011 (jogando ao lado de Rolando), em 2011/2012 (jogando ao lado de Rolando ou Maicon) e, principalmente, em 2012/2013 (jogando ao lado de Mangala).

Mas esta época parecia que tinha desaprendido de jogar, fez várias exibições patéticas e, naturalmente, deixou de ser titular e passou para o banco de suplentes.

A confirmar-se que a SAD receberá cerca de 12 milhões de euros (há que descontar a comissão habitual), não sendo um extraordinário negócio (longe disso) é, neste contexto, o valor possível.

Bardock99 disse...

O valor da venda situa se no patamar mais baixo (11M - 19M) daquilo que é o seu valor. Claro que só se vende quando há ofertas na mesa, mas penso que se o Porto quisesse conseguiria encontrar algum Clube que desse pelo menos 15M pelo Ota...

O problema agora é : Mangala sai no Verão! quem vao ser os centrais no proximo ano? Reyes e Maicon = (filme de terror)? Reyes e Abdu ?

A ver quem se vai comprar no Verao.

Pedro ramos disse...

Bom negócio? Nem anda lá perto. É apenas o despacho possível no momento.

Tenho aliás de dizer que esta justificaçao de bom negócio porque temos excedentes de centrais e temos necessidade de rentabiliza-los faz-me perceber cada vez menos de futebol e negócios. Quer dizer, se a seguir Jackson sair por 10 milhoes temos sempre a justificaçao que temos de começar a rentabilizar o Ghilas que custou 8 M.

Esta transaçao está para mim, ao nivel de um Rolando ou um Alvaro Pereira.
Agora é só esperar pelo final da época para ver se temos um novo Assunçao ou Rodriguez.

JON disse...

O Otamendi era o nosso melhor central de longe. O povão gosta é deles grandes e nabos como o Maicon...
É verdade que o Otamendi cometeu erros este ano, mas eu gostava de saber que jogador não os cometeu, especialmente nas saídas de bola (que foi onde ele errou), em que a dinâmica do Porto é patética! Ridícula!

Era o nosso melhor central de longe. Por 12M... acho muito pouco! Agora vamos ter de levar com o Maicon... Até me benzo só de imaginar!

DC disse...

Os erros do Nico eram essencialmente propiciados pelo modelo de jogo. O Nico é um central com classe, que gosta de sair a jogar.
Mas enquanto no ano passado tinha várias opções de passe, este ano tinha que ficar à espera que alguém se lembrasse de descer. E como ele não gosta de mandar charutos para a bancada como o Maicon, acabava por cometer erros por esperar tanto tempo.

Se alguém quiser rever como deve jogar um central (e uma dupla de centrais) saquem os jogos do Porto contra o 5LB na época passada. Vejam a capacidade de leitura de jogo e de antecipação do Nico.

Foi o negócio possível, talvez, mas a seguir este rumo vamos ter que fazer muitos "negócios possíveis". Porque com excepção do Jackson, não vejo nenhum jogador a aumentar o valor de mercado, muito pelo contrário.

José Correia disse...

Os erros do Nico eram essencialmente propiciados pelo modelo de jogo

De acordo, mas ocorreram e contribuíram para três coisas:
1º) As suas exibições pioraram a olhos vistos;
2º) Deixou de ser titular;
3º) O seu passe ficou, naturalmente, desvalorizado.

José Correia disse...

com excepção do Jackson, não vejo nenhum jogador a aumentar o valor de mercado, muito pelo contrário

O Jackson vale mais hoje do que aquilo que valia em Maio passado?

DC disse...

Não sei se valerá mais. Mas tendo em conta que a sua influência na equipa neste momento é demolidora, acredito que possa estar mais destacado junto de alguns olheiros.

Na minha opinião, não é melhor jogador hoje do que era no ano passado, em que participava muito mais na construção das jogadas ofensivas. Mas tendo em conta que há muito olheiro que parece reger-se pelas capas dos jornais, admito que possa valer mais.

Luís Vieira disse...

A ideia de que o Otamendi era um central exímio com a bola nos pés tem de ser desmitificada. Era recorrente falhar passes simples e não só nesta época, como querem fazer crer. Assim de repente, relembro aquele falhanço inenarrável contra o Manchester City em Inglaterra nos 16-avos de final da Liga Europa que sentenciou a eliminatória, logo nos instantes iniciais da partida. Não é exemplo isolado e não se resume, de todo, a esta temporada. Aliás, na Argentina apontavam-lhe precisamente esta crítica, de complicar o que era simples e de falhar passes em demasia. Para além disso, era um central baixo e, portanto, muitas vezes batido nas bolas aéreas. Como qualidades, apresentava um poder de antecipação fantástico, era muito forte no desarme e veloz quanto baste, para além de ter qualidades de líder. No que respeita ao Maicon, é forte precisamente onde o Otamendi falha: não complica e joga simples (por vezes exagera no "charuto" para a frente, mas é injusto reduzirem-no só a isso, porque sai muitas vezes a jogar, é só estar atento aos jogos; para além de que é preferível aliviar a bola e respirar do que perdê-la e dar um golo ao adversário) e é alto e forte nas bolas paradas. São, por isso, 2 bons jogadores, com características distintas, mas sem grande ascendente de um sobre o outro. O Mangala está a anos-luz dos 2, como atesta o valor de mercado.

Joaquim Lima disse...

Já que o Valência não o conseguiu inscrever na presente Liga, não poderá o Otamendi ficar no nosso plantel até ao final da época, como acontece em Lisboa?

Luís Vieira disse...

Poder, até podia, mas não há grande interesse nisso quer por parte da SAD, quer por parte do treinador. O Otamendi é uma carta fora do baralho e, a meu ver, não fará grande falta (principalmente a versão 2013/2014).