quinta-feira, 27 de março de 2014

A “equipa B” do slb…

Na caixa de comentários do artigo ‘Soube a pouco’, Luís Vieira (27-03-2014 às 10:58) escreveu o seguinte:

«A 1ª parte foi, de facto, muito boa, verdadeiramente asfixiante, o Benfica não conseguiu fazer nada. E não me venham com a tanga das poupanças, alinhando na orientação editorial do Record (ver capa de hoje), porque os únicos suplentes declarados que jogaram, tendo em conta o conjunto da época, foram o Sílvio, o Salvio e o Sulejmani, a que eu contraponho o Fabiano, o Herrera e o Reyes. O Artur, o Rúben Amorim e o Cardozo foram titulares largas vezes, este ano, pelo que não vinga a tentativa de apoucamento da vitória de ontem (justíssima e a pecar por escassa).»


Relativamente a este tipo de desculpas e álibis, o diretor de O JOGO, José Manuel Ribeiro, escreveu o seguinte:
José Manuel Ribeiro, O JOGO, 27-03-2014

«Seria incorreto, sequer, sugerir que o onze retocado [do Benfica] tinha a segunda intenção de servir de álibi em caso de nova derrota. O problema é que serviu: no final, em vez de repetir o que já disse tantas vezes (“não há titulares”, “confiança absoluta em todos os jogadores”, etc.), repisou e voltou a repisar as modificações feitas no onze e deixou cair que até substituiu o Rodrigo, estando este “melhor do que o Cardozo”, porque era preciso dar minutos ao paraguaio. Ou seja, perdeu porque jogaram os fraquinhos. Ao fim de cinco anos, no que respeita ao FC Porto, Jesus ainda nem sequer superou a fase da negação.»
José Manuel Ribeiro, O JOGO, 27-03-2014


Sobre este assunto, melhor do que qualquer opinião, são os números da utilização destes “suplentes” do slb nos meses de Fevereiro e Março:

Sílvio - utilização nos meses de Fevereiro e Março (fonte: zerozero)

Rúben Amorim - utilização nos meses de Fevereiro e Março (fonte: zerozero)

Sulejmani - utilização nos meses de Fevereiro e Março (fonte: zerozero)

Salvio - utilização nos meses de Fevereiro e Março (fonte: zerozero)

Cardozo - utilização nos meses de Fevereiro e Março (fonte: zerozero)

Perante estes números, parece-me difícil (para não dizer ridículo) afirmar que Sílvio, Rúben Amorim, Sulejmani, Salvio e Cardozo são jogadores de equipa B, suplentes pouco utilizados ou que estão sem ritmo de jogo mas, se isso servir de álibi para os benfiquistas ou como argumento para os (poucos) portistas que não vêem diferenças entre o FC Porto de Luís Castro e o de Paulo Fonseca, porque não?
É normal que, não podendo falar da arbitragem ou da sorte/azar/infelicidade, se invente outra desculpa qualquer.

27 comentários:

Tiago Stuve Figueiredo disse...

Caro José Correia,

Esqueça o blog e os bloggers a quem se dirige este post. Não vale e não valem mesmo a pena. São os típicos comunistas injustiçados e defensores da incompetência. Lembro-me muito bem do mal que diziam do Porto de AVB e da defesa cega que fazem e faziam a PF. Precisa de mais algum exemplo de falta de seriedade e de capacidade para ver futebol?

Cumprimentos,

Tiago Stuve

José Correia disse...

"comunistas injustiçados"?

Não misturem política com futebol, até porque, isso não tem rigorosamente nada a ver com este assunto ou com este artigo.

Tiago Stuve Figueiredo disse...

Esqueça essa parte então e substitua por pessoas tipicamente do contra e com uma vontade incontrolável de pensar de forma diferente daquilo que é óbvio só porque essa é a forma de pensar da maioria. Mas parece-me que viu logo de quem estava a falar...

José Correia disse...

"Esqueça o blog e os bloggers a quem se dirige este post"

De acordo com a contabilização do Sitemeter, o 'Reflexão Portista' tem mais de 50 mil visitas por mês e cerca de 80 mil page views.

É para essas pessoas que este e os restantes artigos publicados são dirigidos.

disse...

LOL

Eduardo Valverde Silva disse...

Bom ponto de vista. Embora me pareça prematuro dizer que o FCP está recuperado dos meses do PF, acho que os sinais começam a ser francamente positivos. O jogo de ontem lembrou-me um pouco o da Supertaça com o slb, ganha no ano de AVB. A equipa ainda um pouco desacertada, já a mostrar bons momentos de futebol e espírito lutador. Creio que será necessário limar a ligação entre o Fernando e Defour/Herrera/C.Eduardo. Ontem, a equipa perdeu algumas bolas por os segundos estarem a descer pouco para transportar jogo. De resto, estou a gostar do estilo de Luis Castro, apaziguador, a apostar na mesma filosofia de futebol que acompanhou tantos anos a nossa equipa. A pensar jogo a jogo. E não tem medo de mexer no decorrer do jogo. Estamos numa espécie de pré-época, e estou a gostar.

RCBC disse...

O problema é que se calhar julgava-se que qualquer slb serviria para esmagar o FC Porto… Devem agradecer aos deuses por não terem levado 3...

Ainda assim, essa da equipa b é mais uma mentira à Goebels que a cs, encabeçada pelo record se tem esforçado para divulgar como forma de diminuir o mérito da vitória do FC Porto…

Os únicos 2 titulares do slb que não entraram em campo no jogo de ontem foram o siqueira e o enzo… todos outros, ou jogaram de início ou entraram na 2ª parte…

É uma desculpa tão esfarrapada e uma argumentação tão fraca que só poderia vir mesmo na capa do rascord…

Abel Pereira disse...

Por que será que as pessoas não resistem a fazer da sua visão política uma ciência exacta?

Jose Silva disse...

Antes de mais, excelente vitória do FCP. Dominou a 1a parte e na 2a parte, apesar de ter concedido alg iniciativa ao SLB provavelmente por opção táctica, foi quem teve as melhores oportunidades. O resultado pecou por escasso.

O SLB não jogou com o Top11 mas jogou com o Top16/18. A falta de intensidade que imprimiu ao jogo não é desculpável.

De realçar ainda o fair-play entre as 2 equipas, o que para mim foi ainda mais inesperado.

No que diz respeito a este post, o número de min é relativo para saber se é uma 1a escolha ou não. O que interessa é se jogaram os que estão em melhores condições para participar no jogo, independentemente dos outros jogos daqui para a frente. Isso é que significa fazer ou não poupanças.

O FCP (penso que) jogou com o melhor 11 disponível. Já sabemos que o Helton está lesionado.
Ao SLB faltaram: Oblak, Siqueira, Enzo, Markovic, Gaitan, e Lima.
Mesmo a substituição de tirar o Rodrigo e deixar o Cardozo, parece-me tudo menos tentar dar o máximo no jogo.

Serve de desculpa para a falta de intensidade do SLB? Claro que não.
Se o JJ não deveria insistir em falar em poupanças? Óbvio, mas já sabemos que comunicação e humildade não são o seu forte.

Agora o SLB fez poupanças e não jogou na máxima força, ponto.
Mas atenção que por exemplo o Artur até esteve bem e ninguém diz que com o Top11 a história do jogo seria outra..

reine margot disse...

Também li os comentários dos maus perdedores ontem pelos jornais online, a falarem de Benfica B, e ouvi o mister da chiclete a tentar disfarçar a derrota...Ainda bem. Só quer dizer que estão como a gente gosta que eles estejam: cheios de basófia, mas com o cagufe das últimas jornadas. (ai se o Braga os empatasse...)

Mas, mudando de assunto, tenho visto o Jose´Correia a assinar todos os posts :
Que aconteceu neste blogue? Foram-se todos embora e deixaram-no sozinho? (Ou este Porto do LC ainda não dá para tomar posição? )

Bluesky disse...

Caralhadamente falando, os encarnados andam a jogar sem 6 ou 7 titulares desde que a epoca começou!!!!!
Querem ver que que a equipa prinicpal ficou esquecida num qualquer estágio suíço????

José Correia disse...

"o número de min é relativo para saber se é uma 1a escolha ou não"

O que os quadros (figuras) com o número de minutos mostram é que Sílvio, Rúben Amorim, Sulejmani, Salvio e Cardozo tiveram uma utilização significativa nos meses mais recentes - Fevereiro e Março.
E mostram, também, que estes jogadores foram titulares em muitos dos jogos disputados pelo slb nos meses de Fevereiro e Março.

José Correia disse...

"O FCP (penso que) jogou com o melhor 11 disponível. Já sabemos que o Helton está lesionado"

- Helton está lesionado.
- Maicon está lesionado.
- Reyes só tinha feito dupla com Mangala em 2 jogos (num deles contra uma equipa - Belenenses - que não atacou) e há 3-4 semanas atrás andava pela equipa B.
- Herrera, nos 5 jogos anteriores (desde que Luís Castro é o treinador), só tinha jogado 7 minutos.

José Correia disse...

"Ao SLB faltaram: Oblak, Siqueira, Enzo, Markovic, Gaitan, e Lima"

Artur fez uma extraordinária exibição e salvou o slb em várias situações. Era impossível Oblak ter feito melhor (o golo de Jackson era indefensável).

Sílvio defende melhor que Siqueira e foi titular em 3 dos últimos 4 jogos do slb.

Markovic, Gaitan e Lima entraram na 2ª parte.

José Correia disse...

"Que aconteceu neste blogue? Foram-se todos embora e deixaram-no sozinho?"

Espero que não... ;-)

Luís Vieira disse...

Agradeço a citação e aproveito para corrigir um lapso: o Sílvio é mais titular do que o Rúben Amorim e o Cardozo. Estes têm 15 jogos como titulares, ao passo que o Sílvio tem 19. Para se ter uma ideia, o Siqueira "só" tem 22. O Artur tem 25. Feita a correcção, o Benfica apenas jogou com dois suplentes, na verdadeira acepção da palavra, tendo em conta o cômputo geral da época: Sulejmani (8 jogos como titular) e Salvio (5). Factos que realçam a desonestidade expressa na capa asquerosa do Record de hoje. A dupla Manha/Tadeia conseguiu piorar o jornal e torná-lo ainda mais execrável.

José Rodrigues disse...

Eu ando por aqui! :-)

Tenho é andado extremamente ocupado e alias neste momento estou nos EUA e nem pude ver este jogo contra as galinhas, desgraçadamente.

Jose Silva disse...

Helton e Maicon não entram para as contas. Se o FCP fez poupanças ao colocar o Reyes e o Herrera isso já não sei dizer. Não sigo o FCP ao ponto de saber quais são os 11 jogadores disponíveis em melhor forma.

Do SLB sei, mas para tirar teimas tive a ver os titulares dos ults 5 jogos para o campeonato do SLB. Os 6 jogadores que falei foram titulares em todos os jogos excepto o Gaitan que falhou um jogo, penso que por estar castigado.
Essa tem sido a equipa que ataca os jogos do objectivo principal que é o campeonato, aquela que é actualmente o 11 titular em melhor forma (pelo menos na opinião do JJ).
Portanto, contra o FCP, o JJ ao não colocar 6 dos habituais titulares fez poupanças.
Não vejo o problema na capa do Record, parece-me 100% correcta.

Jorge Vassalo disse...

He he he! Boa! Completamente de acordo! Taditos! Pagaram aos gajos e eles andam praí perdidos na neve!

Jose Silva disse...

O siqueira nem estava cá no inicio da época. Entao o fcp também usou um jogador que não é titular.. o quaresma.
O slb entrou em campo sem 6 titulares. 6 jogadores que foram sempre titulares nos últimos jogos para o campeonato.
Onde é que o record diz alg mentira?

Ruca disse...

Precisamente. Então e o Quaresma é suplente? Não!

O Record não só mente, como dá palha.... para quem a quiser, claro.

Daniel disse...

Diz o Jose Silva "O siqueira nem estava cá no inicio da época". Mas estava. Penso ser óbvio para toda a gente que a capa do Record pretende minimizar a vitória do FCP. Se não fosse essa a intenção teriam de ter colocado também na capa os jogadores do FCP que não são habitualmente titulares: Fabiano, Reyes e Herrera. Ao fazerem-no apenas com os do slb, a intenção torna-se óbvia. Mas nada disto é novo para nós, portanto, siga a banda.

Luís Vieira disse...

A referência aos últimos jogos do campeonato é absolutamente irrelevante. Titulares absolutos são aqueles que jogam a época toda, que estão de pedra e cal na equipa titular, faça chuva ou faça sol. Exemplos no Benfica: Garay (36 jogos como titular), Luisão (38), Maxi Pereira (29), Gaitán (29), Enzo Pérez (32) e Lima (28). O Cardozo, o Artur, o Rúben Amorim e o Sílvio, reafirmo, foram titulares largas vezes este ano, por isso partilham esse estatuto com o Rodrigo, o Oblak, o Fejsa e o Siqueira. Pode-se correr e saltar, mas isto é inegável. Agora, contrapondo: o Siqueira apenas esteve indisponível nos 2 primeiros jogos do campeonato; dado desprezável na análise, portanto. A referência ao Quaresma é uma tentativa desnorteada de comparar o incomparável: relembro que apenas chegou no mercado de Inverno, por isso merece tratamento especial. Agora é titular, mas não há estatística anterior a Janeiro, naturalmente. Há alguém nestas condições no Benfica? Não me parece. Deste modo, a capa do Record mantém a sua obtusidade, assim como o pensamento de determinados benfiquistas que pretendem diminuir, por essa via, o mérito da vitória retumbante (excepto no marcador) do Porto sobre um putativo super-benfica, liderado pelo Iron Man Jesus (em conformidade com uma impagável capa da Bola de há não muito tempo). Todavia, é bom sinal que assim seja.

meirelesportuense disse...

Eu já vi nesta época jogarem frequentemente na equipa B do Porto, Fabiano, Herrera, Abdoulaye, Reyes, Kelvin, Ricardo...Quais dos "suplentes" do Benfica presentes no Dragão jogaram na sua equipa B?...

José Correia disse...

Sílvio, Rúben Amorim, Sulejmani, Salvio ou Cardozo, são jogadores que tenham sido usados, com alguma frequência, na equipa B?
NÃO!

São suplentes pouco utilizados por Jorge Jesus?
NÃO!

São jogadores com poucos minutos nas pernas e, por isso, sem ritmo de jogo?
NÃO!

Jose Silva disse...

Com tantas opiniões diferentes da minha, certamente sou eu que estou errado e que me enganei.

Sendo assim, a recente vitória do FCP é comparável à do ano passado para o campeonato.
O jogo foi assumido como de especial importância pelo JJ e aliás, hoje contra o Braga, mais outro jogo de especial importância, é mais que provável que utilize a mesma táctica e não entre de início com Oblak, Siqueira, Enzo, Markovic, Lima e Gaitan.

Saudações desportivas

Luís Vieira disse...

Vira o disco e toca o mesmo. No lugar do Oblak e do Siqueira já foram titulares bastantes vezes o Artur e o Sílvio. Os restantes são titulares absolutos, contra isso não há nada a dizer. Mas se jogassem o Cardozo e o Rúben Amorim nos lugares do Rodrigo e do Fejsa, ninguém se admiraria, tendo em conta a utilização dos jogadores do benfica, esta época. Para melhor se perceber (se for possível): a surpresa já seria grande se, por exemplo, o Ghilas jogasse no lugar do Jackson, ontem, na Madeira. Isso, sim, seria poupança declarada, indubitável e inquestionável. O resto, como bem afirma o jesus, são peanuts.