quarta-feira, 26 de março de 2014

Soube a pouco

Títulos e destaques na comunicação social a propósito deste jogo entre dragões e águias:

«Benfica sai vivo do Dragão»
in maisfutebol.iol.pt

«Dragão dominador ganha vantagem»
in record.pt

«"Dragão" fecha ciclo de 142 dias da "águia" a voar»
in RTP.pt

Jackson... Martinez!

«FC Porto podia ter conseguido um resultado expressivo diante de um Benfica muito atado. (...) os dragões tiveram mais volume de jogo do que os encarnados e registaram mais oportunidades de golo. Podiam ter garantido um resultado mais dilatado»
in JN.pt

Herrera e Luisão salva in extremis

«A vantagem tangencial acaba por saber a pouco aos tricampeões nacionais, que chegaram a ameaçar "arrumar" com o Benfica logo na primeira mão (...) O Benfica levava 27 jogos sem perder e sempre a fazer golos, mas desta vez foi surpreendido por um FC Porto autoritário, com mais intensidade de jogo e dominador (...) O FC Porto fica a dever a si próprio uma vantagem maior do que o curto 1-0»
in DN.pt

Reyes e Mangala dominam nas alturas (LUSA)

«No sítio onde Jesus se ajoelhou e lamuriou há dez meses, o Benfica voltou a sofrer por culpa própria e mérito, muito grande, do eterno rival.
Não fosse um leve assomo de vida nos últimos 15/20 minutos, com uma grande oportunidade de golo de Rúben Amorim pelo meio, e estaríamos aqui a falar de um Clássico de esmagador domínio azul e branco.
O Benfica escapou com sorte e pouco juízo à goleada.
Podemos falar dos dois cortes fabulosos de Luisão no primeiro tempo, do falhanço de Varela completamente isolado perante Artur, da bola de Jackson ao poste direito ou da definição errada e em câmara lenta de Quintero, também ele sozinho e deslumbrado.
Mas devemos, acima de tudo o resto, identificar e sublinhar as diferenças agudas entre este FC Porto e o anterior. O que viveu agrilhoado nas ideias incompreensíveis de um treinador cinzento e perdido num mar de caótica teimosia.»
Pedro Jorge da Cunha, in Maisfutebol


Luís Castro (REUTERS)
«A chave de todos os jogos é sempre a qualidade dos jogadores e a do plantel do FC Porto é muito boa. Os jogadores mostram-se disponíveis para cumprir as tarefas que entendemos. Foi visível que tentámos bloquear a construção de jogo do Benfica a partir de trás, tirando lucidez ao jogo deles. Depois dessa pressão alta queríamos recuperar e fazer ataques a partir desse ponto. (...)
A construção a partir de trás do FC Porto também foi boa, com paciência. Faltou-nos um bocado de jogo interior, para podermos furar mais a partir do centro, mas o jogo pelas alas foi sempre bem conseguido. (...)
Hoje houve um FC Porto com intensidade ao longo de todos os momentos do jogo. Apresentámos um jogo e uma identidade que queremos que se sedimente na equipa. Os jogadores estão confortáveis. (...) e peço desculpa por dizer isto, o plantel do FC Porto tem muito mais qualidade do que andaram a apregoar até hoje.»
Luís Castro, na conferência de imprensa

Nota: Os destaques no texto a negrito são da minha responsabilidade.

23 comentários:

rbn disse...

O plantel é bom, só não teve um mister à altura que os pusesse a jogar em coletivo.

O próprio treinador do Frankfurt disse isso.

Concordo com o título do post, 1 x 0 foi pouco, podíamos ter matado a eliminatória hoje, paciencia.

Penso que os benfas só equilibraram no 2º tempo porque o FCP cansou um pouco.Não vi o jogo ao vivo, mas segui pelo relato na renascença, e a mim pareceu apenas cansaço...embora os lampiões também não estejam tão fresquinhos como a imprensa amiga tenta fazer passar.

E pelo relato, eu tinha quase certeza que o jejum, apostando no nosso "cansaço", ia meter 3 jogadores velozes no 2º tempo, mas eu pensava que saía o tacuara rachada, e ficava o ataque com os velozes marco vic, lima e rodrigay, municiados pelo também veloz gaytan, mas tá mesmo provado que o jejum no Dragão realmente tem MEDO, joga sempre pelo empate, é retranqueiro, joga à time pequeno:-)

E ao chegar em casa e ver os melhores momentos do jogo, o título deste post ainda faz mais sentido, 1 x 0 foi pouco, mas acredito que hoje tivemos a injeção de confiança e de força anímica que precisávamos para o resto da época...

Nada de euforias, mas a equipa não pode entrar no galinheiro para defender este 1 x 0.

Temos que ir lá com o 1 x 0 no bolso (que joga a nosso favor), mas é pra tentar fazer o 2º golo, e se calhar, o 3º...

Boa vitória, mas escassa...

Miguel Ângelo VR disse...

Tinha razão em relação ao Herrera. Ele passa, ele chuta, ele defende e ataca. Ele é, neste momento, o nosso médio mais completo (e, ainda, com uma grande margem de progressão) :)

Quanto a mim, este jogo foi o melhor da época... O mais equilibrado, onde não existiram muitas das tais falhas que todos estamos fartos de apontar, e aquele em que estivemos muito bem ofensivamente. Ainda assim, ofensivamente, falta-nos um jogador do tipo Quaresma, mas mais veloz (Iturbe?).

O resultado pecou por escasso, infelizmente.

NFM monteiro disse...

Podiamos ter goleado.. Cha Cha Cha, Varela e Quintero não podem falhar aqueles golos... Espero que não façam falta na Luz..

Mangala, Reyes, Fernando, Defour e Herrera foram enormes... A Sandro já jogou bem melhor..

Hoje tivemos a atitude a Porto, aquela pressão na 1ªparte nem deixou o Benfica respirar,,, Melhor jogo da época..

Temos que louvar Luis Castro pela forma como monta a equipa e motiva os jogadores... Herrera que tinha 3 minutos jogados com LC entrou hoje e deu tudo sendo dos melhores...

Pena termos estado 7 meses sem treinador

Louro disse...

Afinal de contas eu tinha razão e esta vitória vai calar muita gente incluindo muitos portistas que não acreditavam neste plantel!
Luis Castro também o disse no final da conferência de imprensa...
Foi pena não termos vencido por 2 ou 3-0, seria a cereja no topo do bolo e um bilhete para o Jamor...
Do enorme jogo que fizemos duas notas, a primeira para Varela que continua muito abaixo dos restantes e outra para Herrera que afinal não é tão mau como muitos fizeram crer...
Uma observação ao Sr. Arbitro que marcou faltas, faltas e mais faltas contra , tentou empurrar o Porto para a sua defesa e amarelou os nossos jogadores em bolas divididas!! - Este Sr. não engana ninguém...
Só peço a estes jogadores que tenham a mesma atitude nas finais que se avizinham frente ao Sevilha ( que empatou esta noite com o Real Madrid) e nos restantes jogos a eliminar.
Lamentavelmente, perdemos o campeonato porque a SAD estava a dormir....

Antonio Jesus disse...

O Real Madrid perdeu com o Sevilha.

meirelesportuense disse...

Ganhamos.E mostramos que temos equipa para arrumar com estes meninos...Mas cuidado que na 2ª mão o que se viu aqui vai intensificar-se e de que maneira, o árbitro vai inclinar o campo o mais possível...Hoje cada entrada mais forte dava amarelo, em Lisboa será mais perigoso ainda, daí o sorriso deles no fim do jogo.Esta derrota para eles foi quase uma vitória, jogaram com todos os craques uns na 1ª outros na 2ª parte, não têm desculpas, o Porto merecia no mínimo 2-0.Perdemos 2/3/4 golos feitos.Eles tiveram uma grande oportunidade por Amorim em remate/recarga de fora da área e pouco mais...O Porto perdeu muito com a situação incerta de Mangala que esteve mais de 45 minutos em risco de ter de ser substituído...Acho que a entrada de Quintero e CEduardo não foi a mais adequada, preferia Josué a substituir Herrera e depois de ajustadas as posições então sim a segunda substituição na linha média, Quintero ou CEduardo mas só depois de assegurada a consistência do meio-campo.Quaresma pode ser o criativo do meio campo Portista e depois um trio mais consagrado a roubar a bola aos adversários.É a minha sensibilidade face a este plantel.

Saci Pererê disse...

Pedro Jorge da Cunha resume perfeitamente a época portista num só parágrafo "Mas devemos, acima de tudo o resto, identificar e sublinhar as diferenças agudas entre este FC Porto e o anterior. O que viveu agrilhoado nas ideias incompreensíveis de um treinador cinzento e perdido num mar de caótica teimosia." O que não se entende é como foi possível manter um profissional que não estava claramente à altura das exigências, tanto tempo. Continuo a não perceber. Eu nunca gostei dele, achei que o único jogo decente que fez foi frente ao Népoles na pré-epoca, mas até assumo que pudesse ter margem de manobra, agora passar de Dezembro foi por pura teimosia, nada mais.

Filipe Sousa disse...

O árbitro foi mau para as duas equipas. É mau, só isso. Mas tiro-lhe o chapéu: cartão amarelo por simulação; já não via isso há muito tempo.

Bacalhau_com_belgas disse...

O Jorge Jesus cobardolas do costume ajudou (e de que maneira) a este ressurgimento. Jogar sem 6 titulares e com a atitude desnecessariamente complexada do costume quando joga contra o fcp é dar todo o espaco para o adversário respirar e se galvanizar. Era um jogo para marcar posicão, e estrategicamente importante dado o ciclo de confrontos entre as duas equipas. Agora como em todos os anos desde que está no Benfica, Jorge Jesus tem sido (quero acreditar que inadvertidamente) um fiel amigo.

Luís Vieira disse...

Uma vitória à Porto. 1ª parte de muita qualidade, com grande atitude competitiva, jogadores pressionantes e esclarecidos. Viu-se jogadas ao 1º toque, velocidade, recuperações instantâneas após a perda da bola, várias oportunidades de golo, em suma, superioridade técnica, táctica e psicológica. Tiro o chapéu ao Luís Castro, que pegou numa equipa em frangalhos, a todos os níveis, e transfigurou-a. Jogadores que eram uma sombra do que mostraram no passado estão agora a voltar à forma habitual (o exemplo mais evidente é o Jackson, que fez um grande jogo, como não se via há bastante tempo). A 1ª parte foi, de facto, muito boa, verdadeiramente asfixiante, o Benfica não conseguiu fazer nada. E não me venham com a tanga das poupanças, alinhando na orientação editorial do Record (ver capa de hoje), porque os únicos suplentes declarados que jogaram, tendo em conta o conjunto da época, foram o Sílvio, o Salvio e o Sulejmani, a que eu contraponho o Fabiano, o Herrera e o Reyes. O Artur, o Rúben Amorim e o Cardozo foram titulares largas vezes, este ano, pelo que não vinga a tentativa de apoucamento da vitória de ontem (justíssima e a pecar por escassa). Desta vez não me parece adequado destacar nenhum jogador em particular, uma vez que foi uma vitória do colectivo, uma vitória à campeão. A jogar assim na Luz, não tenho dúvidas de que estaremos na final da Taça.

Carlos Jorge disse...

Bom dia meus caros.

Finalmente!!! Finalmente vimos o dragão a jogar esta época com garra, determinação, vontade, empenho, força,...
Foi uma justa vitória da melhor equipa em campo ontem. Esperemos que seja para repetir mais vezes... haja disponibilidade física e mental para isso. São ainda muitos os jogos e duros até ao final da temporada.
Uma palavra para Luís Castro que tem estado muito bem.

Saudações Portistas

P.S.- A armada sul americana ainda assim... não estou ainda convencido

Ricardo Rodrigues disse...

Eu tenho uma visão algo diferente da situação.
Acho que o Aijesus jogou com jogadores menos rotinados (porque isso de titulares e não titulares é treta) porque estava com medo, ou seja, ele assim tem a desculpa de não ter jogado com a "equipa titular", ao passo que se perdesse o jogo com a "equipa titular" tudo o que fez até ao momento seria questionado...assim tem a desculpa perfeita!

Miguel Lima disse...

pois... claro... não há qualquer mérito do FC Porto... aquela entrada, nos primeiros vinte minutos, a sufocar o 5lb, a não deixar jogar, a fazer pressão alta... pois... foram os «seis titulares»... claro...
continuem a inventar desculpas que eu gosto. e não se entale com a espinha do bacalhau.

Jorge Vassalo disse...

Viva!

Finalmente evidente o mais óbvio do óbvio: Sim, quem estava a dar cabo do Porto era Fonseca.

Problemas do plantel? Aí estão eles! Reyes e Herrera soberbos, o problema da defesa a esfumar-se em 3 - TRÊS! - semanas, o meio campo a solidificar-se, e a frente de ataque a ganhar rotinas e a dinamizar!

Está perfeito? Não! Falta a finalização, falta dinâmicas de ataque, falta aguentar 90''. Mas, e há miseras 3 semanas, o que faltava?

Se este jogo tivesse sido há um mês, que resultado teriamos? Que atitude? Que garra? Em 3 semanas!

E agora Portistas? Quem tem duvidas que Luis Castro vai resolver o ataque? Quem tem dúvidas que esta pré-época vai trazer de novo o Dragão? Até Jackson já acordou!

Meu caro Luís Castro, tem toda a minha autorização para fazer jogo sofrível, a ganhar à nesga com o Nacional, se me garantir que em Sevilha teremos parte e meia como esta, talvez com um pouco mais de sorte!

E amigos, Quintero falhou o golo? Sim, Quintero nem jogava! E Herrera baixou o rendimento? Herrera mal jogava! E Ghilas e Quaresma não tiveram no pico? Deram-nos uma eliminatória! E Jackson regressou ao Cha Cha Cha? Falhou uma bola por milímetros? Obrigado por estares de volta!

Nosso Grande Presidente, haveis falhado na Fonsequisação da nossa Inbicta. Não falheis agora com este jovem D' Artagnan, promovei-o a Grande Treinador da próxima época, porque ele tem o Dom da Motivação. E sodomizai Marco Silva com o seu próprio pénis.

Obrigado Castro! Obrigado Dragões!

Somos Porto!

P.S: Jesus irritado na conferência de imprensa foi o "icing on the cake". Jogaram com os Bs? Que Bs? E o que são Ghilas, Quintero, Herrera, Reyes? Titulares indiscutíveis? E já agora, Licá ou Ricardo seriam horríveis? Não me cozam com f! Joguem à bola e deixem-se de mau perder. 1-0 lá é para fazer auto-estrada!

Disse!

Mefistófeles disse...

Subscrevo. Eu não dava nada pelo LC ( como não daria por ninguém, nas mesmas circunstâncias). Agora dou tudo. Espero que deixe a condição de interino, pode ainda não ter ganho nada mas já ganhou a estima dos adeptos. Definitivamente sabe o que é o Porto. E isso é meio caminho andado. E tem um discurso claro, fluente e humilde. Um treinador à Porto !

basculante433 disse...

Um pouco off-topic, um dos argumentos que mais vejo na imprensa anti-FCP, é que o FCP tem (tinha) um plantel fraco e que o PF era o menos culpado dos resultados. Ora bem com PF não havia um jogador que tivesse sido valorizado, com LC em meia duzia de jogos, verifico que Reyes, Ricardo, Quintero, Defour e Ghilas são realmente soluções e não jogadores para encher o plantel.
Cada vez aposto mais na continuidade de LC, gosto do discurso e da forma como se comporta no banco.
PS. O Jackson na flash interview disse qualquer cosia como isto:
" com este treinador todos os jogadores contam até aqueles que hoje não estiveram no banco..." para bom entendedor

RCadete
http://www.basculante433.wordpress.com/

Martinho disse...

Concordo em relação ao Luis Castro. Tenho grandes expectativas que ainda vamos conseguir algo.

meirelesportuense disse...

Eu já vi nesta época jogarem frequentemente na equipa B do Porto, Fabiano, Herrera, Abdoulaye, Reyes, Kelvin, Ricardo...Quais dos "suplentes" do Benfica presentes no Dragão jogaram na sua equipa B?...

Bacalhau_com_belgas disse...

Eu escrevi "ajudou", não disse que não havia mérito do fcp (eu respeito o seu clube o suficiente para não adulterar as iniciais com o intuito de fazer gracolas infanto-juvenis). E não pretendi arranjar desculpas, mas precisamente o contrário. Há causas para a derrota (há sempre) e o mérito do fcp (que tem nestes jogos com o Benfica a sua garrafa de soro fisiológico) não explica tudo, até porque não jogou sozinho. Acho que a equipa do Benfica não entrou com a atitude certa (e o 11 certo já agora) e isso lhe saiu caro. No momento em que entramos no campeonato isso pode ser fatal. Jorge Jesus mais uma vez provou que não muda e a equipa apresentou a atitude complexada que ele normalmente lhe incute nos jogos contra o porto. Enquanto benfiquista, particularmente dada a época presente, é indesculpável não entrar no Dragão para ganhar e acabar com a eliminatória. Já agora, espinha do bacalhau tirou o jornal O Jogo da garganta com a capa do dia após o jogo, toda uma exultacão de fervor clubístico bem temperado com uns pós de ressabiamento. Num fórum onde tanto se critica (muitas vezes bem) A Bola e o Record, é interessante que não tenha havido grande análise sobre o assunto. Mas é compreensível que dada a época de secura que o seu clube atravessa, todos os elogios sejam poucos nesta altura. Não havendo lombos, raspam-se as espinhas...

Jorge Vassalo disse...

Queira desculpar, não vi ainda época de secura alguma por aqui. O campeonato será, com certeza, vosso, mas estamos em 3 taças e só falhamos a Liga dos Campeões - como, aliás, vossas excelsas senhorias. JJ tende a fazer o mesmo sempre com o Porto - menosprezá-lo. E, ou muito me engano, ou voltará a fazê-lo na segunda mão. Por uma razão simples. A porcaria que jorra nas televisões e jornais pré clássico serve-nos como combustível para a luta convosco. Vamos, como os gauleses, todos juntos para o jogo. Podem trazer o Enzo e o Siqueira (sim, na verdade, faltaram só estes no jogo) que, se mantivermos a mesma moral, não nos custará voltar a vencer.

Porque, lá está, não somos bimbos, não somos labregos. Somos lutadores. Não ganhamos campeonatos e taças antes de as jogar. E como diz o grandioso Treinador que agora temos, pensamos jogo a jogo.

Caríssimo Bacalhau, saberá com certeza onde está o vosso calcanhar de Aquiles. No Ego imenso do vosso treinador e na forma como (des/menos)prezam o nosso valor, união e valentia.

Daniel Gonçalves disse...

Bacalhau com belgas, às 15:25, afirmou "Mas é compreensível que dada a época de secura que o seu clube atravessa..."

Mas porventura o seu clube, caro bacalhau, já ganhou algum troféu esta época? E na temporada passada o benfica venceu algum troféu? Ridículo portanto falar em securas noutros clubes, adoptando um inadequado tom de superioridade quando o seu clube também ainda não ganhou nada.

Bacalhau_com_belgas disse...

Caro Jorge, não concordo que Jorge Jesus menospreze o FCP. Acho de resto o contrário, como disse anteriormente: há um inerente complexo de inferioridade que não consigo compreender. Em circunstancia alguma, mas ainda menos esta época. As alteracões que fez não são quanto a mim o mais relevante, mas antes a atitude encolhida da equipa, algo que quase invariavelmente acontece, sejam quem forem os treinadores e jogadores do Porto. As ultimas duas épocas foram claro exemplo, e mesmo no ano em que o Benfica foi campeão, o jogo no Dragão foi um completo desastre.

Lutadores, serão com certeza. Aliás, esse era o meu ponto num dos posts anteriores. Estrategicamente, para o que resta do campeonato, este jogo era de importancia capital. Mais do que o resultado em si, era importante o sinal que se deixava. Era preciso ter atitude e, se possível, ser mandão. O FCP pode roubar ao Benfica todos os títulos ainda em disputa este ano, e a era fundamental ao Benfica deixar outro carimbo, dar outro tom ao que resta do campeonato. Assim sendo, o efeito foi o contrário: um balão de oxigénio, e a reanimacão de um grupo (e, convenhamos, massa adepta) que estavam pelas ruas da amargura. Era a isso (confesso que com uma provocacão clubística à mistura) que me referia quando falei em "secura".

(A sua metáfora é perfeita: o efeito Asterix tem sido de facto uma das imagens de marca do pontificado de Pinto da Costa, e a pocão mágica sempre passou, tantas e tantas vezes, pelo aproveitamento - e, quando necessário, fabricacão, manipulacão e incitamento - de guerras com inimigos externos, quais guarnicões romanas contra as quais é necessário tocar a reunir)

Bacalhau_com_belgas disse...

Caro Daniel, encaminho-o para a resposta que dei há pouco ao Jorge Vassalo. Sumarizando: não ganhou, de facto, e eu não tenho como certo que ganhe enquanto não for factualmente impossível perder.