quarta-feira, 2 de abril de 2014

4 jogos, 9 a 11 pontos “roubados”

MST, A BOLA
Ontem, na sua habitual crónica semanal publicada no jornal A BOLA, Miguel Sousa Tavares (para além do lamentável assunto que o Filipe Sousa já abordou no post anterior), referiu-se a um conjunto de graves erros de arbitragem, que prejudicaram o FC Porto nos jogos que disputou “no terreno dos seus quatro adversários mais próximos na classificação, para cima e para baixo”.
E, sobre os erros de arbitragem que enunciou, MST afirma: “Isto são factos. E pontos. Pontos “roubados”, como diria Bruno de Carvalho: entre 9 a 11 e, consequentemente, menos 3 para o Sporting e menos 2 a 3 para o Benfica”.

(bravo Miguel, imagino o que deve custar, a sportinguistas e benfiquistas, lerem estas coisas num jornal como A BOLA...)

Para suportar as suas afirmações, Miguel Sousa Tavares (MST) recordou, e bem, os principais erros de arbitragem (classificados como “roubos”, quando os prejudicados são os clubes da 2ª circular) nos seguintes jogos:
Estoril x FC Porto (22-09-2013) – menos 2 pontos para o FC Porto
Benfica x FC Porto (12-01-2014) – menos 1 a 3 pontos para o FC Porto
Sporting x FC Porto (16-03-2014) – menos 3 pontos para o FC Porto
Nacional x FC Porto (30-03-2014) – menos 3 pontos para o FC Porto

No meio de todos estes erros de arbitragem (com clara influência nos resultados destes quatro jogos), há coisas que custam a aceitar e são muito difíceis de compreender.

Por exemplo, no Estoril x FC Porto, a ganhar por 1-0, o FC Porto sofreu o golo do empate através de um dos penalties mais escandalosos dos últimos anos. É que, conforme a imagem seguinte mostra, o árbitro assistente está bem colocado e não havia um único jogador equipado de branco dentro da área!

Estoril x FC Porto

Outro exemplo. Aos 44’ do Sporting x FC Porto, Cedric carregou Jackson Martinez pelas costas (sem qualquer intenção de disputar a bola!), quando o colombiano estava no ar e se preparava para cabecear a bola para o fundo da baliza, desviando desse modo o ponta-de-lança do FC Porto e conseguindo evitar aquele que seria o 0-1. Em vez de expulsar o defesa sportinguista e assinalar o penalty que se impunha, o “melhor árbitro do Mundo” (colega de faculdade de Bruno Carvalho...) não viu qualquer infracção e mandou seguir.

Sporting x FC Porto

Ora, o mesmo Jackson Martinez que, no dia 16 de Março, foi ilegalmente impedido de colocar o FC Porto em vantagem, num desafio em que estava em jogo 8,6 milhões de euros (é quanto vale o apuramento direto para a fase de grupos da Liga dos Campeões), em dois jogos das semanas seguintes – FC Porto x Belenenses (23-03-2014) e Nacional x FC Porto (30-03-2014) – viu dois golos seus serem anulados por, supostamente, ter cometido falta sobre defesas contrários (dois lances de disputa de bola de cabeça, em que Jackson saltou antes e mais alto!).

Analisando friamente todos estes erros (e critérios!) de arbitragem, os quais prejudicaram fortemente o FC Porto, é inevitável concluir-se que alguns não são erros normais.

E também me parece demasiada coincidência, que os jogos em que o FC Porto foi mais prejudicado, tenham sido, precisamente, nas quatro deslocações contra as 4 equipas mais bem classificadas.

É ainda de notar que dos 9 pontos que o MST refere terem sido “subtraídos” ao FC Porto, 3 pontos foram nas primeiras 21 jornadas (em que o comando técnico da equipa esteve entregue a Paulo Fonseca) e 6 pontos foram-no nas duas últimas deslocações (Alvalade e Nacional), numa altura em que o FC Porto ainda poderia lutar pelo 2º lugar. Aliás, nas últimas três jornadas (23ª, 24ª e 25ª), realizadas após o “Movimento Basta”, o FC Porto foi prejudicado em todos os jogos por erros graves de arbitragem. Coincidências...

No dia 17 de Março, num comentário publicado neste blogue, escrevi o seguinte:
«Esta época faltou competência na escolha do treinador.
Faltou competência na gestão das entradas e saídas do plantel.
Mas também faltou competência na forma como são geridos os bastidores do futebol português.
O FC Porto foi “comido” e de que maneira quer pelo slb, quer agora pelos calimeros».

E se os dirigentes do FC Porto nada fizerem e continuarem a assistir, impávidos e serenos, ao controlo total do "Sistema" por parte do slb, dos "viscondes" e da AF Lisboa, na próxima época vai ser igual.

25 comentários:

J.P. Gonçalves disse...

Calimerização?

Arvore disse...

E o penalti fantasma do Proenca no Dragao contra Guimaraes? -2P

José Correia disse...

Referir (relembrar) um conjunto de erros graves de arbitragem, que prejudicaram o FC Porto em 4 das deslocações teoricamente mais difíceis do campeonato e que contribuíram, decisivamente, para que o FC Porto tivesse perdido 11 pontos nesses 4 jogos, é algo que me parece perfeitamente normal e legítimo.

Era só o que faltava que, num país onde toda a gente fala de arbitragem, os adeptos do FC Porto tivessem de “comer e calar”.

Jose Silva disse...

A propósito do SLB-FCP em que supostamente o FCP foi prejudicado em 1 a 3 pontos.. diz o jornal do Sporting (repito, Sporting) em relação a este jogo:

> Penalti não assinalado por mão de Mangala (52min)
> Penalti de Garay sobre Quaresma não assinalado (73min)
> Expulsão forçada de Danilo (74min). Não sofreu falta, mas não se atirou para o chão.
Influência dos erros de arbitragem: 0 pontos.

Já agora, gostava de saber qual foi a opinião do Tribunal do Jogo. Não falo nos outros jornais pois já sei a aversão do blogue e adeptos do FCP a eles. Excepção feita às análises "isentas" do MST na "A Bola"

José Correia disse...

Penalti fantasma na sua opinião.

Mas, se não percebeu, deixe-me esclarecê-lo: este artigo não visa fazer uma análise completa a todos os erros de arbitragem que ocorreram nas 25 jornadas do campeonato já disputadas.

Este artigo parte das referências feitas por MST a 4 jogos em que o FC Porto foi claramente prejudicado (algo que foi reconhecido até por adeptos de clubes rivais).

José Correia disse...

O jornal do Sporting?
Aquele que omitiu o facto do golo dos calimeros, no jogo contra o FC Porto, ter sido precedido de fora-de-jogo?
Aquele que omitiu a falta de Cedric sobre Jackson aos 44'?
Sim, tem muita credibilidade...

E, já agora, o facto do jornal do Sporting ter omitido o lance em que o senhor Artur Soares Dias interrompeu a jogada em que Jackson vai isolado para a baliza de Oblak, para marcar uma falta a favor do FC Porto (!!!), significa que esse erro grave de arbitragem não existiu, certo?

José Lopes disse...

Extraordinario. Agora o jornal do Sporting e' uma fonte idonea... O Jose Silva que me explique como o saldo seria categoricamente 0 pontos se o lance do Jackson nao fosse interrompido e desse golo. Faltaria mais de meia hora para acabar o jogo. Fora os outros erros...

E ja agora, deram uma conferencia de imprensa para atirar areia para os olhos de acefalos a proposito do golo em fora-de-jogo do Slimani, mas nao se dignaram em falar do penalty do Cedric. Idoneidade, por certo...

Jose Silva disse...

Não sei, o artigo que vi foi anterior ao jogo SCP-FCP. Mas é natural que a imparcialidade quando o SCP é "metido ao barulho" seja duvidosa.

Indo ao que interessa. Se os 2 penalties por marcar dessem golo (e o do SLB até aconteceu primeiro) e se esse lance que fala do Jackson também desse golo.. Ficava 3-2 para o SLB.
Alguém que ofereça uma calculadora ao MST

José Correia disse...

"Se os 2 penalties por marcar dessem golo"

Quais dois penalties por marcar?
Os dois penalties por marcar a favor do FC Porto (faltas sobre Quaresma e Danilo) ou os dois penalties de que fala o "idóneo" jornal do Sporting?

José Correia disse...

"Ficava 3-2 para o SLB. Alguém que ofereça uma calculadora ao MST"

O slb marcou o seu 2º golo, de canto, na sequência imediata à mão de Mangala.
Como é óbvio, se tivesse sido assinalado penalty, não teria sido assinalado canto.

Jose Silva disse...

Os dois penalties por marcar de que fala o "idóneo" e tantas vezes aqui citado, "Tribunal do Jogo". O do Mangala e o do Garay.

João Arem disse...

Mas então,seguindo essa mesma lógica, o slb beneficiava do penalti cometido pelo Mangala, e do golo que nasceu do canto que ocorreu nessa mesma jogada...não faz qq sentido,ou uma ou outra. São duas situações que não poderão coexistir

Daniel disse...

Para mim isto é muito pior que uma calimerização. Andamos há 4 meses a gozar com a lagartagem, para mais quando não tínhamos nada com isso (pior, até tínhamos pois estávamos a tirar proveito) e eles até tinham razão (rio ave, nacional, academica, setúbal,...).

O que mereciamos?

Temos de nos ficar no que de facto é importante:
1) o 5lb tomou o nosso lugar nos meandros da bola cá no burgo
2) temos jogadores que não podem vestir a nossa camisola (como é possível, tantos milhões depois!?)

O resto é fait-divers para nos distrair do essencial

José Correia disse...

Estamos a melhorar.
Apesar de incluir dois ex-árbitros da AF Lisboa, o 'Tribunal de O JOGO' é, obviamente, mais idóneo que o jornal do Sporting.

Mas repare no seguinte: até benfiquistas como o José Silva, reconhecem que existiram 3 erros graves de arbitragem no Benfica x FC Porto que prejudicaram os dragões:

- interrupção da jogada em que Jackson vai isolado para a baliza;

- Penalti de Garay sobre Quaresma não assinalado;

- Expulsão errada de Danilo, por pretensa simulação, ficando o FC Porto a jogar com menos um jogador quando ainda faltavam 16 minutos para o fim do jogo (fora os descontos).

Esta é a realidade dos factos que, volto a dizer, de tão óbvia, até é reconhecida por adeptos dos clubes rivais.

Jose Silva disse...

A realidade dos factos é:

> o FCP foi prejudicado em 3 lances. O SLB em 1 lance (ninguém tem culpa que o SLB marque melhor cantos que o FCP penalties)

> o FCP não foi prejudicado em 1a3 pontos contra o SLB como diz o MST

> em termos de idoneidade, o MST parece igual ou pior que o jornal do Sporting. Em termos de "calimerização" começam a ficar taco a taco

> prejudicados contra o Nacional? mas o jogo é a feijões.. O que eu queria é que não tivessem sido beneficiados o ano passado contra o Paços à jornada 30. Sim ganharam 2-0, mas aquele penalti e vermelho directo logo ao início do jogo até que deu jeito =)

Boa sorte para amanhã

Hugo disse...

Eles gostam é de portistas como o Daniel, mansinhos. Não admira que estejamos a ser comidos forte e feio

Brandon Salvador disse...

Simples pergunta :
Se o Porto ficar em 3° e conseguir passar as pre eliminatorias da Champions, não ganha os 8,6M tambem ?

O que muda concretamente entre o 2° e o 3° sem ser o calendario ?

Nuno Correia disse...

Excelente artigo
não nos podemos calar!
somos roubados à muitos anos mas a equipa dava para tudo
Nuno Correia

José Correia disse...

"o FCP foi prejudicado em 3 lances. O SLB em 1 lance (ninguém tem culpa que o SLB marque melhor cantos que o FCP penalties)"

Esta afirmação merece dois comentários:

1º) Até os benfiquistas, como o José Silva, reconhecem que, no Benfica x FC Porto, o FC Porto foi prejudicado em 3 erros graves de arbitragem, com possível influência no resultado;

2º) O lance em que o Benfica foi prejudicado teve impacto zero no jogo. E porquê? Porque em vez de poder marcar na sequência de um eventual penalty, o Benfica marcou na sequência do canto que foi assinalado.

Estes são os factos e são indesmentíveis.

José Correia disse...

"prejudicados contra o Nacional? mas o jogo é a feijões.. O que eu queria é que não tivessem sido beneficiados o ano passado contra o Paços à jornada 30. Sim ganharam 2-0, mas aquele penalti e vermelho directo logo ao início do jogo até que deu jeito"

Cá está a prova final que faltava nesta discussão.
Quando os factos são indesmentíveis e os benfiquistas (no caso, o José Silva) já não têm argumentos para os contrariar, tenta-se desviar a conversa e vai-se buscar casos de outros campeonatos.

E, já agora, deixe-me avivar-lhe a memória.
Independentemente da falta sobre o James ter sido cometida ainda fora da área, o jogador do Paços Ferreira teria sempre de ser expulso, porque o James ia isolado para a baliza.

José Correia disse...

«O treinador do V. Guimarães criticou esta quarta-feira a arbitragem do jogo com o Sporting, da jornada anterior da Liga (...).
Os minhotos saíram derrotados de Alvalade por 1-0 e, depois de ter visto o jogo a frio, Rui Vitória considera que dois jogadores do Sporting, Slimani e Adrien, deviam ter sido expulsos (...)
O técnico criticou ainda a análise feita ao jogo, "como se o golo anulado ao Montero tivesse sido o mais importante, sendo que na origem desse lance o Jefferson está em fora de jogo".
"Havia duas expulsões, uma com o resultado em 0-0, e fico incrédulo quando vejo algumas análises aos jogos. Tira-nos um ponto e por um ponto se desce de divisão e se vai à falência"»
in record.pt

O que dirá o "idóneo" jornal do Sporting deste jogo?
Seguramente que os calimeros foram prejudicados pela arbitragem... LOL

José Lopes disse...

O que se devia ter em conta e' que discutir classificacoes alternativas com base nos erros arbitrais e' um exercicio engracado, mas inutil, quanto mais nao seja porque e' obvio que se uma decisao arbitral ao minuto x de um jogo tivesse sido diferente, entao todo o jogo subsequente seria forcosamente diferente. Dai que contar erros contra e a favor e defender um resultado alternativo nao leva a nada. Pode-se e' falar da arbirtagem como um todo e a do Soares Dias beneficiou muito mais o Benfica que o Porto. Ja agora, continuo sem perceber como e' que o Jose Silva diz categoricamente que o resultado seria 3-2 ou outra coisa qualquer, porque entre o minuto do ultimo erro que prejudicou o Porto e o fim do jogo existem 20 minutos. Nao dava tempo para marcar o empate, no minimo?

Ja agora, e' curioso que va buscar o Pacos-Porto. Se diz que o Benfica-Porto ficava 3-2 e ponto final, entao que diga que o Pacos-Porto ficava 0-1. Ja que gosta do metodo de classsificacao alternativa do Sporting, entao que o aplique contra si tambem...

José Lopes disse...

Que eu saiba, nada, mas desconheco se o Porto sera cabeca-de-serie do sorteio da pre-eliminatoria e e' claro que comecar a epoca mais cedo em ano de Mundial e' um problema...

José Lopes disse...

Qual e' a sua sugestao, Daniel? Se o Benfica tomou conta dos meandros, que devemos fazer? Nada, como se tem visto? Tentar minar esses meandros, mas sempre calados? Sou completamente contra classificacoes alternativas e Movimentos ridiculos, mas o que e' demais e' molestia. Devemos falar, sem duvida. O que eu nao entendo e' a postura da SAD do Porto. Nos ultimos tempos,so se lembraram de falar depois do jogo na Luz e com dias de atraso.

Miguel Lima disse...


» a presença na 3ª eliminatória de acesso à fase de grupos garante 1.6M€
(o FC Porto só jogará esta eliminatória)

» o FC Porto seguramente será um cabeça-de-série, tendo em consideração a sua actual classificação no Tomo II(10º) e a diferença que mantém para o AC Milan (11º)

» se o FC Porto garantir o acesso à fase de grupos, garante mais 8.6M€, para lá dos 1.6M€ já referidos

abr@ço
Miguel | Tomo II