quarta-feira, 9 de abril de 2014

O sorriso amarelo de Bacca

Carlos Bacca versus Jackson Martínez (fonte: ViveFutbol)

Jackson e eu falámos e ele está aborrecido por não poder jogar esta partida. Disse-me que ninguém do clube o avisou que estava à bica. Ele não sabia. Devíamos oferecer à pessoa do FC Porto encarregada de o avisar um passeio por Sevilha
Carlos Bacca


Eu, que sou um mero adepto, sabia que se Jackson, Fernando ou Mangala vissem um cartão amarelo no FC Porto x Sevilha, não poderiam jogar no Sanchez Pizjuán. Por isso, acho muito estranho que o Jackson Martinez, profissional de futebol, não tivesse consciência dos amarelos que, ele próprio, já tinha visto em jogos anteriores da Liga Europa.

Mas, independentemente disso, o que impede Jackson Martinez de jogar em Sevilha não foi o (des)conhecimento da sua situação em relação ao número de cartões amarelos.

O que eu sei, porque vi (e disse-o na altura) é que o cartão amarelo mostrado a Jackson no FC Porto x Sevilha é ridículo, no meio de uma arbitragem do senhor Wolfgang Stark que, em termos disciplinares, foi uma vergonha.

Aliás, já na eliminatória anterior, o Alex Sandro foi afastado do jogo de Nápoles, por causa de um amarelo numa jogada com o Callejón que, para mim, nem falta era, que fará para amarelo.

Claro que Bacca tem razão em ficar satisfeito por Jackson não poder jogar mas, na minha opinião, Fernando vai fazer ainda mais falta que o ponta-de-lança colombiano. É que, para além de Fernando ser o melhor médio defensivo português, a sua ausência irá obrigar Luís Castro a mudar, pelo menos, duas posições no meio-campo portista, porque Defour terá de ser deslocado da sua posição habitual para jogar no lugar do “Polvo”.

11 comentários:

Saci Pererê disse...

As arbitragens na Liga Europa são vergonhosas. Não me surpreende que o meio-campo e Mangala principalmente sejam amarelados logo de inicio para condicionar a acção defensiva do Porto.
Em relação ao meio-campo eu creio que vai ser importante a acção do Carlos Eduardo que defensivamente tem que melhorar na transição ataque-defesa e ser mais agressivo na recuperação de bola. Se complica acredito que Luís Castro o substituirá por Josué que infelizmente tem tido poucas oportunidades, parece-me um excelente jogador, necessita ritmo e confiança.

meirelesportuense disse...

Não sei se Defour terá de ser deslocado para a posição de Fernando ou se haverá outra hipótese. Eu sei que é muito arriscado, mas se fosse eu a decidir colocaria o jovem da equipa B Mikel no lugar de Fernando e uma linha média coesa composta por Defour, Josué e Carlos Eduardo. Na frente Ghilas e Quaresma. Atrás de todos eles Danilo, Reyes, Mangala e Alex Sandro, para além de Fabiano, claro.
"As arbitragens na Liga Europa são vergonhosas."
-Hoje assistimos a uma arbitragem na Champions totalmente colada ao Atlético de Madrid, este senhor que destruiu a equipa do Porto na Supertaça Europeia frente exactamente ao Barcelona, hoje pagou a sua dívida de consciência e nela ficou com outra, em espera de pagamento...

rg disse...

Desejo-vos toda a sorte do mundo para o jogo de hoje, e que ambas as equipas portuguesas passem à fase seguinte!
Espero que não sintam falta do Fernando nem do Jackson.

Saudações benfiquistas

Luís Vieira disse...

Mais uma achega para esta discussão, proveniente do Luís Castro: "Temos de jogar sem constrangimentos de qualquer ordem, é o que eu defendo. No caso do Jackson nem faz sentido falar do amarelo, porque não foi justificado. Não tem sentido comentar o cartão do Jackson". Quanto à substituição do Fernando, o Defour já demonstrou que é competente no desempenho da função de médio mais defensivo, no entanto fica a perder claramente para o brasileiro. Por isso, parece-me muito importante a compensação/cobertura dos restantes médios (à partida, Herrera e Carlos Eduardo), de forma a contrariar o previsível ímpeto ofensivo do Sevilha. Muito do sucesso ou insucesso do jogo de hoje passará pela resposta dos médios e pela ajuda defensiva dos extremos (principalmente do Varela que deverá encarar mais vezes o Moreno, muito bom jogador, que sobe bastante e cruza bem). Estou optimista, Sevilha tem sido sinónimo de conquista para nós, há que dar seguimento mais logo.

Hugo disse...

O Moreno é sem dúvida muito bom jogador mas está castigado

RS disse...

Quer parecer-me que, face à ausência do Fernando, o Luis Castro vai optar por um meio campo mais reforçado prescindindo do Varela lá na frente e entregando as despesas do ataque ao Quaresma e Ghilas. Se assim for, aposto num losango com Defour, Herrera, Josué e Carlos Eduardo.

DC disse...

E seria melhor cumprir o castigo hoje ou arriscar cumpri-lo contra o 5LB ou a Juventus?

Nuno Fonseca disse...

O Bacca também podia estar caladinho. Veremos logo à noite, mas Jackson não fará tanta falta como Fernando em princípio. Ainda assim, com Ghillas logo de início reduzem-se as possibilidades de reagir do banco se for preciso. Uma coisa é ter Ghillas cheio de força para entrar na parte final do jogo, outra coisa é tê-lo já esgotado e não ter ninguém para entrar para o ataque se for preciso.

PS: Permitam-me uma sugestão, gostava que falassem um pouco da entrevista de Lucho Gonzalez ontem ao O JOGO, onde diz que não sentia feliz no Porto, mas ao mesmo tempo abre as portas para ser treinador dos dragões num futuro próximo sendo uma espécie de Simeone.

Luís Vieira disse...

Não fazia ideia, lamento. Boa notícia para nós. Gostei muito do que vi ao vivo no Dragão, tem pinta de craque.

Luís Vieira disse...

Arriscar cumpri-lo mais tarde, porque podemos ficar pelo caminho já hoje.

Luís Vieira disse...

Se tiver a mesma qualidade que o Simeone, venha já para treinador-jogador :)